Tucurui

Tucurui

Notícias

Alterar o idioma do Blog

Últimas matérias do Folha

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Golpe Militar no Equador: Presidente Ferido

Extrema-direita desfecha golpe militar no Equador. Situação muito confusa. Perú e Colômbia fecharam as fronteiras. 
 
Há notícias de que o presidente constitucional foi ferido e se encontra em estado grave. Povo rompe o cerco e tenta retirar Rafael Correa do hospital, onde estaria preso. Congresso Equatoriano tenta liderar a resistência ao golpe. 
 
OEA, Brasil, Colômbia, Cuba, Venezuela e Espanha repudiam o golpe e convocam reuniões de emergência. Policiais golpistas atiram contra o povo. 
 
Opositor e ex-presidente exorta os golpistas a avançarem contra a legalidade. A única rede que transmite notícias é a Telesurtv.net .

Dilma tem 55%, diz Vox Populi


Do Blog do jesocarneiro

Do IG São Paulo, via blog de Luiz Carlos Azenha:

Faltando apenas três dias para as eleições, o cenário da disputa presidencial permanece estável, dando à candidata do PT, Dilma Rousseff, 55% dos votos válidos no tracking Vox Populi/Band/iG.

A conta, que exclui os votos nulos e em branco, mantém a perspectiva de uma vitória da petista ainda no primeiro 1°turno, segundo o Vox Populi.

Se a eleição fosse hoje, o tucano José Serra teria 29% dos votos válidos e a candidata do PV, Marina Silva, 13%.

Para vencer no primeiro turno, a candidata do PT precisa obter 50% dos votos válidos mais um.

Quando é analisado o total de intenções de voto, Dilma continua com 49%, mesmo patamar registrado nos últimos cinco dias. O candidato do PSDB, José Serra, aparece na segunda colocação, mantendo 26% da preferência do eleitorado, mesmo índice registrado na medição de ontem.

Votos em ficha suja serão anulados, afirma Lewandowski


Da Agência Brasil

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Ricardo Lewandowski, disse hoje (29) que os candidatos que atualmente estão barrados pela Lei da Ficha Limpa podem ser votados, mas que o voto será considerado nulo até que uma possível decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) reverta a inelegibilidade.

“O que nossas máquinas estão programadas é para que os candidatos que não obtiverem registro até o momento da eleição, vai aparecer simplesmente um zero [na contagem dos votos]. Esses votos irão para um arquivo separado e futuramente o tribunal decidirá como vai computar esses votos, pois pode haver uma reversão no STF [sobre a inelegibilidade do candidato]”, disse Lewandowski.

No fim do ano passado, uma lei aprovada pelo Congresso Nacional incluiu um artigo na Lei das Eleições que afirma que o candidato com registro pendente de análise judicial pode participar normalmente do processo eleitoral e, inclusive, ser votado enquanto estiver sob essa condição, “ficando a validade dos votos a ele atribuídos condicionada ao deferimento de seu registro por instância superior”.

Um dos pontos que também não ficaram definido com a lei é a situação dos puxadores de votos que tiverem seus registros negados em definitivo: se os votos vão para a legenda ou são totalmente anulados. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deverá analisar os efeitos da lei antes do dia 17 de dezembro, data da diplomação dos eleitos.

Questionado sobre a possibilidade de um político obter o diploma caso a situação dele ainda esteja sub judice no dia agendado para a diplomação, o ministro Marco Aurélio Mello, que também é do TSE, disse que “parece uma incoerência diplomar um candidato que não teve seu registro liberado”, mesmo que o recurso sobre o registro esteja pendente de análise judicial.

Eleições - O telefonema, pedido de vistas Delivery

Do Blog da Reporter

O Ti Ti Ti do dia na política nacional é a matéria da Folha de São Paulo (exclusiva para assinante) sobre o telefonema de José Serra para o ministro do Supremo, Gilmar Mendes.

O telefonema teria sido a causa do pedido de vistas ao processo que trata da exigência de dois documentos para votar.

No twitter, o jornalista Leonardo Sakamoto ironizou:

"Disk Gilmar Mendes: pizza, refris, decisões judiciais" 

Confira a matéria :

Após falar com Serra, Mendes para a sessão.

Ministro do STF adiou julgamento que pode derrubar exigência de dois documentos na hora de votar, pedida pelo PT.

Candidato e ministro negam conversa, que foi presenciada pela Folha; julgamento sobre se lei vale continuará hoje.

MOACYR LOPES JUNIOR
CATIA SEABRA
DE SÃO PAULO


Após receber uma ligação do candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra, o ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes interrompeu o julgamento de um recurso do PT contra a obrigatoriedade de apresentação dos dois documentos na hora de votar.

Serra pediu que um assessor telefonasse para Mendes pouco antes das 14h, depois de participar de um encontro com representantes de servidores públicos em São Paulo. A solicitação foi testemunhada pela Folha.No fim da tarde, Mendes pediu vista (mais prazo para análise), adiando o julgamento.

Sete ministros já haviam votado pela exigência de apresentação de apenas um documento com foto, descartando a necessidade do título de eleitor. A obrigatoriedade da apresentação de dois documentos é apontada por tucanos como um fator a favor de Serra e contra sua adversária, Dilma Rousseff (PT).

A petista tem o dobro da intenção de votos de Serra entre os eleitores com menos escolaridade. A lei foi aprovada com apoio do PT e depois sancionada por Lula, sem vetos. 

"MEU PRESIDENTE"

Ontem, após pedir que o assessor ligasse para o ministro, Serra recebeu um celular das mãos de um ajudante de ordens, que o informou que Mendes estava na linha. Ao telefone, Serra cumprimentou o interlocutor como "meu presidente".

Durante a conversa, caminhou pelo auditório. Após desligar, brincou com os jornalistas: "O que estão xeretando?"

Depois, por meio de suas assessorias, Serra e Mendes negaram a existência da conversa.Para tucanos, a exigência da apresentação de dois documentos pode aumentar a abstenção nas faixas de menor escolaridade. Temendo o impacto sobre essa fatia do eleitorado, o PT entrou com a ação pedindo a derrubada da exigência.

O resultado do julgamento já está praticamente definido, mas o seu final depende agora de Mendes. Se o Supremo não julgar a ação a tempo das eleições, no próximo domingo, continuará valendo a exigência.À Folha, o ministro disse que pretende apresentar seu voto na sessão de hoje. 

CONSENSO

Antes da interrupção, foi consenso entro os ministros que votaram que o eleitor não pode ser proibido de votar pelo fato de não possuir ou ter perdido o título. Votaram assim a relatora da ação, ministra Ellen Gracie, e os colegas José Antonio Dias Toffoli, Cármen Lúcia, Ricardo Lewandowski, Joaquim Barbosa, Carlos Ayres Britto e Marco Aurélio Mello.Para eles, o título, por si só, não garante que não ocorram fraudes.

Argumentam ainda que os dados do eleitor já estão presentes, tanto na sessão, quanto na urna em que ele vota, sendo suficiente apenas a apresentação do documento com foto."

A apresentação do título não é tão indispensável quanto a do documento com foto", disse Ellen Gracie. O ministro Marco Aurélio afirmou que ele próprio teve de confirmar se tinha seu título de eleitor. "Procurei em minha residência o meu título", disse. "Felizmente, sou minimamente organizado.

"A obrigatoriedade da apresentação de dois documentos foi definida em setembro de 2009, quando o Congresso Nacional aprovou uma minirreforma eleitoral. O PT resolveu entrar com a ação direta de inconstitucionalidade semana passada por temer que a nova exigência provoque aumento nas abstenções.

O advogado do PT, José Gerardo Grossi, afirmou que a exigência de dois documentos para o voto é um "excesso". "Parece que já temos um sistema suficientemente seguro para que se exija mais segurança", disse.
===============
Nota do Folha: Meu Deus e isso acontece na Suprema Corte do Brasil...
 

Reação de Ana e Juvenil deve levar ao segundo turno no Pará


A reação de Ana Júlia, turbinada pelas imagens de Lula e Dilma pedindo votos para a candidata, e ainda a nova postura mais "agressiva" de Juvenil, pode levar a disputa eleitoral para o segundo turno no Pará.

A falta de divulgação de pesquisas eleitorais na reta final de campanha reforça a nossa convicção de que a eleição no Pará está indefinida. Qual candidato a esta altura não divulgaria pesquisas que o(a) colocassem à frente dos demais candidatos, conquistando os chamados "votos úteis?”.

Jornal diz que ministro interrompeu sessão do STF após ligação de Serra

Candidato tucano teria falado ao celular com Gilmar Mendes antes de ele pedir mais tempo para analisar recurso do PT; os dois negam a conversa e a votação deve ser retomada nesta quinta 

Reportagem do jornal “Folha de S.Paulo” desta quinta-feira (30) informa que o ministro Gilmar Mendes interrompeu, após ligação de José Serra, o julgamento de recurso do PT contra obrigatoriedade da apresentação de dois documentos para votar.

O jornal afirma que testemunhou pedido do candidato tucano para que um assessor ligasse para o ministro por volta das 14h de quarta-feira (29). No fim da tarde, Mendes pediu vista do processo, adiando uma decisão sobre o caso. Sete dos dez ministros do STF já haviam se posicionado contra a exigência. Segundo a publicação, logo após o pedido, Serra conversou com Mendes pelo celular e, ao desligar, brincou com jornalistas: “o que estão xeretando?”.

Mais tarde, o candidato e o ministro negaram a conversa. Mendes disse ao jornal que vai anunciar seu voto sobre a questão na sessão desta quinta.

O PT temia uma alta abstenção no dia da votação. O partido alega que, embora a lei seja destinada a garantir segurança ao processo, acaba se tornando uma "burocracia desnecessária no momento de votação". Para o partido, era "perfeitamente possível garantir a autenticidade do processo de votação, sem comprometer a universalidade do voto, mediante a consulta a um documento oficial com foto".

A apresentação do título de eleitor e de um documento oficial com foto na hora da votação é uma novidade aprovada pelo Congresso Nacional e sancionada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva em setembro do ano passado.  
(Fonte: Abril.com)
=========================
Nota do Folha: Se a notícia for verdadeira o Ministro Gilmar apóia o Serra, e se ele apóia o Serra isso quer dizer que os dois devem ter muita coisa em comum.

Alguém sabe a resposta?

Se Deus criou as pessoas para amarmos e as coisas para usarmos, por que usamos as pessoas e amamos as coisas?

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Eleição de Governador no Pará - Jatene e Ana - Dados pessoais

Simao Jatene (2010)

Simao Jatene / Simão Robson Oliveira Jatene

Dados pessoais do candidato

Nome completo: Simão Robson Oliveira Jatene
CPF: 014.309.042-91 *
Data de nascimento: 01/04/1949
Idade ao final de 2010: 61
Município de nascimento: Belem /PA
Nacionalidade: Brasileira Nata
Sexo: Masculino
Estado Civil: Casado(A)
Grau de Instrução: Superior Completo
Ocupação principal declarada: Economista
Programa de governo: Propostas Eleições 2010

Dados eleitorais do candidato

Cargo disputado: Governador
UF onde concorre: PA
Nome na urna: Simao Jatene
Número eleitoral: 45
Nome do partido: Partido Da Social Democracia Brasileira
Sigla/ número do partido: PSDB /45
Nome do vice/suplente: Helenilson Pontes
Partido do vice/suplente: PPS /23
Coligação: Juntos Com O Povo (PPS / DEM / PSDC / PRTB / PMN / PRP / PSDB)
Situação da candidatura: Deferido

Declaração de bens apresentada à Justiça Eleitoral

Descrição do bem                              Valor do bem
Edificio Francisco Barbosa                   R$ 98.000,00
Terreno Edficado Com Casa                R$ 58.000,00
Banco Itau       R$ 15.364,00
Banco Do Brasil                                  R$ 63.389,00
Conta Corrente                                    R$ 35.040,00
Titulo Clube                                         R$ 24.000,00
Barco De Aluminio Com Motor           R$ 34.760,00
Terreno E Construo De Casa So Caetano De Odivelas           R$ 110.000,00
Tres Salas Comerciais Conext             R$ 130.534,00
Banco Itau                                          R$ 59.152,00
Brasilprev                                           R$ 44.857,00
Veiculo Soretnto Kia                          R$ 129.000,00
Banco Do Brasil Bb Lp Estilo             R$ 98.000,00
Banco Do Brasil Cc                            R$ 40.894,00 
Fiat Strada                                         R$ 37.136,00
Em Caixa                                           R$ 10.000,00
Raphael Cunha                                  R$ 23.338,00
Paracuri Comercio De Gas                R$ 68.984,00
Ed Xavante                                       R$ 45.000,00
 
Valor total dos bens declarados: R$ 1.175.348,00
 ==========================

Ana Julia (2010)
Ana Julia / Ana Julia De Vasconcelos Carepa

Dados pessoais do candidato

Nome completo: Ana Julia De Vasconcelos Carepa
CPF: 118.163.842-91 *
Data de nascimento: 23/12/1957
Idade ao final de 2010: 53
Município de nascimento: Belém /PA
Nacionalidade: Brasileira Nata
Sexo: Feminino
Estado Civil: Divorciado(A)
Grau de Instrução: Superior Completo
Ocupação principal declarada: Bancário E Economiário

Dados eleitorais do candidato

Cargo disputado: Governador
UF onde concorre: PA
Nome na urna: Ana Julia
Número eleitoral: 13
Nome do partido: Partido Dos Trabalhadores
Sigla/ número do partido: PT /13
Coligação: Coligação Frente Popular Acelera Pará (PRB / PP / PDT / PT / PTB / PTN / PSC / PR / PHS / PTC / PSB / PV / PC DO B / PT DO B)
Situação da candidatura: Deferido Com Recurso

Declaração de bens apresentada à Justiça Eleitoral

Descrição do bem                              Valor do bem
Poupanca Ouro B Do Brasil                 R$ 65,27
Poupex B Do Brasil                              R$ 17,32
Conta Corrente                                    R$ 1.606,71
Banco Do Brasil Renda Fixa 25 Mil     R$ 3.860,92
Quotas De Acoes Do Clube De Investimento Arcus    R$ 81.148,12
 
Valor total dos bens declarados: R$ 86.698,34
 
Fonte: Uol Notícias

Eleições - PT e PMDB no 2º turno

Do Blog da Franssinete

Ana Júlia Carepa declarou, hoje, que o seu segundo voto para o Senado é em Jader Barbalho, em discurso para 1.600 trabalhadores na fábrica da Sococo, em Ananindeua. O apoio foi deliberado em reunião com a direção do PT.

E Helder Barbalho acaba de anunciar no Twitter que os levantamentos internos do PMDB apontam segundo turno no Pará.

Evangélicos e Dilma: Conversando Nos Entendemos

Do Blog Flanar

A candidata petista Dilma Roussef solicitou hoje aos pastores evangélicos uma conversa franca sobre os boatos que circulam na internete, em que ela se diz superior a Jesus Cristo e que, se fosse eleita, distribuirá abortivos grátis nas escolas de primeiro e segundo graus. 

Os pastores ouviram atentamente a candidata e nas primeiras horas dessa noite já existem manifestações de lideranças evangélicas importantes, iniciada com a Igreja Universal por meio de seu líder maior - o Bispo Macedo.

A Convenção Nacional das Assembléias de Deus no Brasil - Ministério de Madureira, que representa 50% das igrejas evangélicas do Brasil, publicou há poucos instantes carta aberta à nação brasileira, em que afirma apoio ‘total e irreversível’ a Dilma e repudia as calúnias certamente orientadas de forma irresponsável pelos adversários da candidatura petista. 

A carta do Bispo Doutor Manoel Ferreira, da federação religiosa acima citada, classifica de "cruel e mentirosa" a boataria divulgada por emails, inclusive com a cooperação de algumas autoridades da Igreja Católica identificadas com setores conservadores da política brasileira.

Sem comentários

HIV todo cuidado é pouco - OMS: maioria que tem HIV não sabe da infecção

AE - Agência Estado

Mais de 50% das pessoas infectadas pelo vírus da aids não sabem que estão contaminadas e 10 milhões em todo o mundo não têm acesso a remédios e tratamento.

O alerta está em novo relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS), que aponta para a necessidade de US$ 10 bilhões para garantir o tratamento a todos.

No mundo, 33,4 milhões de pessoas são portadoras do HIV, mas apenas um terço tem acesso a remédios. No Brasil, cerca de 250 mil não sabem que estão contaminadas. O País não integra o grupo de nações que garantiram acesso universal ao tratamento.

A constatação da OMS é de que, em uma década, avanços importantes foram feitos para garantir que a população mundial tivesse acesso a remédios. Mas nenhuma das metas estabelecidas pela ONU foi atingida. Em 2003, a meta era ter, após dois anos, 3 milhões de pessoas sob tratamento. O número só foi atingido em 2007.

Para 2010, a meta era conseguir, nos países em desenvolvimento, que 80% da população - um total de 15 milhões de pessoas - tivesse acesso aos tratamentos. Mas, segundo a OMS, ao final de 2009 o número era de apenas 5,2 milhões, 36% do total. Só oito países atingiram a marca dos 80%, entre eles Romênia, Ruanda, Cuba e Botsuana. A ONU adotou 2015 como o novo prazo para atingir esse objetivo.

Polêmica brasileira - Os dados sobre o Brasil são alvo de polêmica. Por uma disparidade na forma de contar o número de doentes e de pessoas com acesso a remédios, a OMS indica que entre 50% e 80% dos brasileiros com o HIV recebem tratamento.

Entre 20 mil e 190 mil pessoas no País precisariam de medicamentos. A OMS considera a epidemia da aids no Brasil "concentrada" em determinadas parcelas da população.

"Temos várias razões para acreditar que o acesso ao tratamento no Brasil é superior a 90%", diz Dirceu Greco, do departamento de DST, Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde. Ele cita como exemplo a queda na transmissão vertical e a estabilidade na taxa de mortalidade. 

"E não há fila para entrar no programa de tratamento." Greco afirmou que o teste para detectar a doença pode ser feito em qualquer Unidade Básica de Saúde.

Eleições atraem observadores internacionais


As eleições de domingo (3) serão acompanhadas por mais de 150 observadores internacionais, entre representantes governamentais e não governamentais. O número supera em mais de sete vezes a média registrada desde 2002, de 20 observadores por eleição. 

Neste ano, o número de países representados pelos observadores também é mais expressivo que a soma de todas as nações registradas desde 2002 - 36 em 2010 contra 35 na soma de 2002, 2004, 2006 e 2008. As maiores delegações são da Argentina e do México. 

Para Ricardo Caldas, cientista político da Universidade de Brasília (UnB), um dos motivos do interesse é o resultado positivo da gestão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. “Lula deixa o governo com uma gestão excelente, de ótimos índices econômicos e indicadores sociais brilhantes”. 

O especialista também acredita que o interesse internacional se deve ao fato de o presidente Lula ser um “socialista bem-sucedido”. Segundo Caldas, o contexto internacional indica um fracasso recente dos socialistas, como a renúncia de Gordon Brown, do Partido Trabalhista da Inglaterra, em maio deste ano, e a eleição da conservadora Angela Merkel no lugar de Gerhard Schröder, do Partido Social-Democrata da Alemanha, em 2005. 

“Lula definiu novos caminhos para a social-democracia. Começou nas eleições de 2002 com um discurso marxista e depois fez uma gestão bastante pragmática, com alto impacto social”, diz Caldas. 

O cientista político Humberto Dantas, da Universidade de São Paulo (USP), também acredita que o impacto da gestão Lula é um dos motivos do interesse internacional. “O mundo quer saber: o que será do Brasil após o Lula?”, sintetiza Dantas. Para o cientista, a imagem que fica para a comunidade internacional em relação ao atual presidente é “extremamente positiva”. 

O cientista também acredita que o país está cada vez mais em evidência, o que causa receio quanto aos rumos que tomará no futuro. “Temos que nos acostumar com o fato de que cada vez mais pessoas tenham esse questionamento”, afirma. 

Segundo Dantas, o protagonismo do país está chamando atenção ainda para o próprio processo eleitoral e para o sistema de votação com urnas eletrônicas, adotado desde 1996. 

(Agência Brasil)

CNI/Ibope mostra Dilma com 50% e Serra com 27%


Célia Froufe e Carol Pires - Agência Estado

A candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, recebeu 50% das intenções de voto na pesquisa estimulada feita pela CNI/Ibope, divulgada hoje, sinalizando uma vitória já no primeiro turno das eleições. Em junho, Dilma tinha 38% das intenções de voto. Já o candidato José Serra (PSDB) caiu no período, passando de 32% para 27% das intenções de voto.

A candidata do PV, Marina Silva, subiu de 7% para 13% na preferência do eleitorado, entre junho e setembro. Os outros candidatos receberam 1% da intenção de votos ante 2% da pesquisa realizada em junho. Brancos e nulos somaram 4%, sendo que, na pesquisa passada, estavam em 6%. Um total de 4% das pessoas entrevistadas não souberam ou não responderam à pesquisa.

A margem de erro é de dois pontos porcentuais, para mais ou para menos. A pesquisa, registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número 33162/2010, foi realizada entre os dias 25 e 27 deste mês com 3.010 pessoas em 191 municípios. Os outros dados da pesquisa, como a avaliação do desempenho da administração federal, serão divulgados somente amanhã.

Probabilidades

Segundo a pesquisa CNI/Ibope, Dilma tem 67% de probabilidade máxima de votos. Isso significa que somados os votos dos entrevistados que votarão nela com os que poderiam votar, ela poderia ter 67 pontos na eleição. Em junho, última vez que a CNI/Ibope fez essa pesquisa, a probabilidade de voto nela era de 63%.

Marina Silva tem 58% das possibilidades de voto, somados os que garantem voto nela com os que poderiam votar. Em junho, a candidata verde tinha 43%. Presidenciável do PSDB, José Serra, em contrapartida, perdeu pontos no índice de probabilidade de votos. São 59% os que votam ou poderiam votar nele, segunda esta edição da pesquisa, contra 62% em junho.

O índice de rejeição de Dilma Rousseff subiu de 23% para 27%, e o de José Serra de 30% para 34%. Marina Silva foi a única que teve redução no índice de rejeição, passando de 29% para 28%.

Outro item da pesquisa revela que é bem próximo o número de eleitores que levam em conta o apoio do presidente Lula na hora de escolher o voto em relação aos que não consideram. Enquanto 47% responderam que votarão num candidato indicado por Lula, outros 41% disseram que isto não será considerado na hora de escolher o candidato. Apenas 8% indicaram voto em um candidato que faça oposição a Lula, e 4% não souberam responder.

Humor - O beijo

Uma mulher de extraordinária beleza descia do ônibus quando foi abordada por um estranho:
  
- Minha senhora... pode parecer um pedido estranho, mas quando eu lhe vi desejei dar um beijo de língua em você. Eu posso? Pago cinquentinha...
 

- Você é o que? Um tarado? - respondeu ela, sem ao menos pensar.
 

E o mesmo aconteceu no dia seguinte. Ela descia do ônibus quando o homem chegou até ela:
 

- Ontem eu perguntei se podia dar um beijo de língua em você e você negou meu pedido. Hoje te ofereço R$ 500,00 para me beijar de língua...
 

Ela já não tinha a mesma confiança, mas depois de pensar um pouco acabou recusando. 

No terceiro dia ele ofereceu 5000, e ela acabou aceitando. 

Eles sairam do meio da rua e ela deixou ele beijá-la. 

Ele deu beijo selinho, lambeu o rosto dela, e até mesmo abraçou-a e passou a mão pelo corpo dela. 

Ela então perguntou:
 

- Você não ia me dar um beijo de língua?
 

No que ele responteu:
 

- Você é louca? É muito caro...

Eleição Presidencial - Mais duas pesquisas

Ainda nesta semana (hoje e amanhã) serão divulgados dois novos levantamentos, um do instituto Sensus, encomendado pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT), e outro do Ibope/Confederação Nacional da Indústria (CNI). (AE)

Coimbra: Nem onda verde, nem queda de Dilma

Matéria do site Viomundo


Por Luiz Carlos Azenha

Marcos Coimbra, em entrevista por escrito ao Poder Online:

“Para ter segundo turno, Dilma teria de perder 8 milhões de votos em seis dias”

Uma pequena entrevista por email, do presidente do Instituto Vox Populi, Marcos Coimbra, ao Poder Online, do IG:

Marina Silva está crescendo sobre votos de Dilma Rousseff?

– Não dá para dizer. Dilma cresceu tanto após o início do horário gratuito da propaganda eleitoral que roubou votos dos outros dois. Agora, esses votos estão, ao que parece, voltando para eles.

Quantos votos, de fato, Dilma precisa perder para que haja segundo turno?

– Nos dados de nosso tracking (corroborados por vários outros que temos de pesquisas desenvolvidas em paralelo), a vantagem dela para a soma dos outros estava em 12 pontos percentuais ontem. Se 6 pontos passassem dela para os outros, a eleição empataria e o prognóstico de vitória no primeiro turno seria impossível. Como cada ponto equivale a mais ou menos 1,35 milhão de eleitores, isso seria igual a 8 milhoes de eleitores (sem raciocinar com abstenções).

Marina Silva pode ultrapassar José Serra?

– É muito pouco provável, no conjunto do país. Possível em alguns lugares, como a região Norte e o DF. Talvez se consolide no Rio, onde ela já está na frente.

Qual o quadro que o senhor acha mais provável?

Vitória de Dilma no primeiro turno.
 

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Ficha Limpa - Bomba armada

Do Blog do Hiroshi 

Quem conta é o blog do Professor Alan: 

O jurista Walter Maierovitch, em seu Sem Fronteiras, está afirmando com todas as letras: amanhã o STF vai dizer que a Lei da Ficha Limpa vale já para estas eleições.

Se fizer isso, o Supremo estará desferindo um duro golpe em Lula e Dilma. Lula já mencionou que considera importante fazer uma maioria no Senado, para que Dilma governe sem os sobressaltos que ele teve. No Pará as pesquisas dão como certas as eleições de Jader Barbalho (PMDB) e Paulo Rocha (PT) ao Senado - ambos aliados de Lula e ambos barrados no TSE, com base na Ficha Limpa.

Caso o STF decrete a validade da Lei para estas eleições, o mais provável é que ambos, Barbalho e Rocha, sigam o caminho aberto por Joaquim Roriz no DF, renunciando às suas candidaturas e indicando substitutos. O problema é que isso geraria um questionamento judicial sobre a valdiade dessa manobra - como de fato gerou no caso Roriz, sob a alegação que o registro da candidatura já estava indeferido quando o STF iniciou o julgamento da Ficha Limpa. 

Logo, o prazo da Resolução TSE nº 22.717/2008 para o candidato majoritário renunciar e indicar substituto (dez dias) deveria ser contado a partir da decisão do TSE, e não da decisão do STF. 

E caso esse entendimento vingue, devem ganhar a vaga no Pará Flexa Ribeiro (PSDB) e Marinor Brito (PSOL). Ambos inimigos de fígado do PT...

Conforme sugere o próprio Alan, ler matéria do jurista Walter Maierovitch

Corregedoria do Ministério Público em Tucuruí

Segundo o membro da Equipe Folha que compareceu à Audiência Pública da Corregedoria do Ministério Público, a audiência foi muito proveitosa. Estavam presentes várias autoridades e representantes da sociedade civil.

O objetivo da Corregedoria nestas audiências que estão sendo feitas em várias cidades do Estado, é avaliar a atuação do Ministério Público.

O Ministério Público, que estava em segundo lugar entre as instituições com mais credibilidade entre a população, vem caindo no conceito popular e está hoje em quinto lugar.

Houve muita reclamação e críticas de vereadores e da população quanto ao retorno do Ministério Público quanto às denuncias contra órgãos e autoridades públicas, principalmente denuncias contra a Prefeitura de Tucuruí e Eletronorte. No que concordamos, denuncias de nepotismo na PMT, por exemplo, que está para completar um ano (Representação protocolada em 25/11/09) que foram apresentadas ao MPE, e nunca foram devidamente apuradas, permanecendo a irregularidade inalterada.

Sabemos que hoje existe um número insuficiente de promotores na Comarca, em relação ao número de habitantes da cidade, mas acreditamos que o interesse público tem prioridade sobre qualquer outro, já que afeta diretamente a vida de toda a população, principalmente dos mais pobres e carentes, e afeta os serviços essenciais, como: Saneamento básico, saúde e educação.

Já o Promotor Doutor Sarmento foi muito e merecidamente elogiado pela sua atuação, inclusive o promotor teve uma participação decisiva na questão dos concursados da PMT.

O Doutor Sarmento foi o responsável pelo TAC que foi assinado pelo Prefeito, PMT e MPE. Quanto ao TAC, foi integralmente cumprido, exceto na questão do nepotismo, já que esta praga e esta prática no serviço público em Tucuruí, permanece impune.

A partir de hoje Eleitor não pode ser preso

A partir de hoje, segundo a Lei Eleitoral, ninguém pode ser preso a não ser em Flagrante Delito.

A proibição de prisão permanece até dois dias após as eleições.

Crimes ambientais e eleitorais

É uma vergonha a poluição sonora dos carros de som em Tucuruí. O Interessante é que na eleição passada a justiça eleitoral foi rigorosa no combate à poluição sonora no município, vários carros de som foram autuados, e agora nada? 

Alguma coisa está errada!!!

Nas eleições passadas, vários políticos e suas coligações foram autuados e responsabilizados por crime ambiental e poluição sonora, já nestas eleições liberou geral.

O que está acontecendo em Tucuruí?

Nova pesquisa Data Folha


Segundo o levantamento do Data Folha, Dilma teria 46% das intenções de voto, contra 28% do candidato do PSDB, José Serra, e 14% de Marina Silva, do PV.

A margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos. Os votos brancos e nulos somam 4%, e os indecisos, 7%.

Levando-se em conta apenas os votos válidos, Dilma teria 51%, contra 32% de Serra e 16% de Marina Silva.

Como a margem de erro é de dois pontos percentuais, Dilma poderia ter tanto 53% dos votos válidos - podendo vencer no primeiro turno - quanto 49%, o que levaria a disputa para um segundo turno.

Para ganhar no primeiro turno, a candidata precisa de mais da metade dos votos válidos.

Segundo turno


No levantamento anterior do instituto, Dilma aparecia com 49% das intenções, contra 28% de Serra e 13% de Marina.

Em uma simulação de segundo turno, a vantagem da petista em relação a Serra é de 55% dos votos. Hoje teria 52%. Serra passou de 38% para 39% no período.

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Debate - Chocolate para Simão o Fujão

Do Blog da Franssinete

FOTOS: RENNATO TESTA 
 
Sobre a cadeira vazia de Simão Jatene (PSDB), que faltou ao debate na Rádio Liberal, hoje, Ana Júlia Carepa (PT) colocou um presente: chocolates da fábrica de Medicilância, criada recentemente com o apoio de seu governo.
 
Para adoçar o Dia de Cosme e Damião, ela distribuiu barras da guloseima para os demais candidatos, Domingos Juvenil (PMDB) e Fernando Carneiro (PSOL), assessores e jornalistas presentes. O programa eleitoral de Jatene alardeara que a fábrica não existia.
 
Também foi distribuída à imprensa e aos demais candidatos uma carta enviada a Ana Júlia pelo prefeito de Medicilândia, Ivo Valentim Muller, e pelo presidente da Coopatrans, proprietária da fábrica de chocolate, Ademir Venturim, agradecendo o incentivo recebido.
 
A ausência gerou piadinhas. Jatene foi apelidado por Fernando Carneiro(PSOL) de “Simão Fujão” no debate ao vivo, transmitido a 80 municípios pelas emissoras Liberal/CBN e Rádio Liberal Castanhal, além do Portal ORM.

Advogado acusa candidato de não ser ficha limpa


Do Blog do Bacana

O advogado Tibúrcio Nascimento já protocolou o pedido de cassação de Jordy na Alepa.

E mais, ele está distribuindo o dossiê para toda a imprensa, com condenação por desvio de fundo partidário e pensão alimentícia, onde Jordy teria sido condenado.
Tem também uma acusação sobre apropriação indébita de recursos de funcionários de seu gabinete.

Tibúrcio também diz que Jordy "salvou a pele do empresário Villaça, de Barcarena, da CPI da Pedofilia."

Tibúrcio quer mostrar que Jordy não é ficha limpa.

E está atirando para todos os lados. inclusive distribuindo o dossiê para candidatos a deputado federal de outros partidos.

Mercado Livre - Cuidado, você pode cair em uma fria

Um membro da nossa equipe foi lesado em uma compra no Mercado Livre, comprou, pagou e não recebeu a mercadoria.

O pior foi que perdeu o comprovante da transferência bancária e na hora da reclamação não adiantou mandar a cópia do extrato bancário, nem mostrar que o vendedor qualificou o comprador como positivo, e nem adiantou empenhar a palavra, os responsáveis pelo Mercado Livre criaram uma burocracia e uma série de exigências, para dificultar a reclamação dos clientes, protegendo desta forma os maus vendedores e os aproveitadores.

É lamentável que os responsáveis pelo Mercado Livre ajam desta forma, em prejuízo dos compradores que confiam em seus serviços. Portanto tenham muito cuidado ao comprar através do Mercado Livre, você pode entrar em uma fria. Felizmente o valor da compra do membro da nossa equipe foi pequeno R$ 12,00, mas e aqueles que compram mercadorias mais caras?

Avisem aos seus amigos para tomarem muito cuidado com compras pela Internet, principalmente através do Mercado Livre.

Saibam como denunciar os crimes na Internet, e as Leis que nos amparam no caso de sermos lesados pelos bandidos cibernéticos. Vejam no site: http://noticiarionet.blogspot.com/2009/04/como-denunciar-crimes-na-internet.html

Paragominas: migrante recebe passagem de volta

Do Blog do Jeso

No portal Terra:

A prefeitura de Paragominas, a 306 km de Belém (PA), oferece lanches e passagens de volta a migrantes desempregados que chegam ao município.

A ação, iniciada há cinco anos, faz parte do programa “Mão Amiga”, que convence retirantes a voltar aos seus locais de origem e já financiou o retorno de 3.486 migrantes entre 2005 e 2008.

Localizado no sudeste do Pará, o município está na região de expansão da fronteira agrícola sobre a Amazônia.

O prefeito Adnan Demachki (PSDB), que implantou o programa, reclama que a política de povoamento da Amazônia fez com que a população crescesse mais do que a economia na região. As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

Segundo o prefeito, a taxa de migração tem caído também devido a acordo com empresas locais, que só contratam quem está há pelo menos dois anos no município. Os migrantes são abordados quando chegam.

Caso eles informem que não têm emprego nem onde ficar, os funcionários da prefeitura propõem financiar a volta. Caso o retirante recuse a oferta, responde a um questionário socioeconômico e registra o endereço para onde vai.

Após 15 dias, a equipe vai até o endereço apontado pelo migrante e verifica se ele já conseguiu emprego. Caso negativo, repetem a oferta da passagem de volta para casa. O programa atua também nas cidades de origem dos retirantes.

Segundo Demachki, certa vez a prefeitura constatou um aumento de migrantes de Santa Rita (MA). Um agente foi ao município maranhense e, na parada de ônibus, dizia: “vim de Paragominas agora e me lasquei. Não tem emprego, tu vais perder teu tempo”.

PIG - O que nossa mídia não publica

Do Blog Tijolaço

Retiro, do blog do Rodrigo Vianna, um trecho da tradução do artigo publicado ontem pelo importante jornal inglês The Independent
 
Os jornais brasileiros, claro, não registraram uma linha. Talvez porque o articulista termine o texto dizendo que ela tem sofrido “campanhas impiedosas de degradação na mídia ocidental” e que sua vitória será “uma celebração da decência política – e do feminismo”.

“A mulher mais poderosa do mundo começará a andar com as próprias pernas no próximo fim de semana. Forte e vigorosa aos 63 anos, essa ex-líder da resistência a uma ditadura militar (que a torturou) se prepara para conquistar o seu lugar como Presidente do Brasil.
 
Como chefe de estado, a Presidente Dilma Rousseff irá se tornar mais poderosa que a Chanceler da Alemanha, Angela Merkel e que a Secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton: seu país enorme de 200 milhões de pessoas está comemorando seu novo tesouro petrolífero. A taxa de crescimento do Brasil, rivalizando com a China, é algo que a Europa e Washington podem apenas invejar.
Sua ampla vitória prevista para a próxima eleição presidencial será comemorada com encantamento por milhões. 
 
Marca a demolição final do “estado de segurança nacional”, um arranjo que os governos conservadores, nos EUA e na Europa uma vez tomaram como seu melhor artifício para limitar a democracia e a reforma. Ele sustenta um status quo corrompido que mantém a imensa maioria na pobreza na América Latina, enquanto favorece seus amigos ricos”.
 
Leia a tradução do artigo, na íntegra, aqui no Escrevinhador.

Jatene ausente de debate no Sistema Liberal de Rádio

Do Blog Espaço Aberto

Tem mais de uma hora o debate que o Sistema Liberal de Rádio, das Organizações Romulo Maiorana, promove com três candidatos ao governo do Estado.

Começou às 10h.

Estão no auditório da TV Liberal Ana Júlia (PT), Fernando Carneiro (PSOL) e Domingos Juvenil (PMDB).

Cleber Rabelo (PSTU) não foi convidado porque seu partido não tem representação no Congresso.

Jatene não foi alegando que está afônico.

Ele, o tucano, foi chamado ainda há pouco de “fujão” por Fernando Carneiro.

Compra de votos, resultado

Comentamos na matéria Compra de votos que estávamos recebendo vários e-mails e comentários dando conta que a justiça teria apreendido cestas básicas e vales gás que um candidato a Deputado Estadual estaria usando para distribuição (Compra de votos).

Verificamos a procedência dos comentários e não existe nenhum registro destas apreensões na Justiça Eleitoral ou na Delegacia de Polícia em Tucuruí. Provavelmente estas "denúncias" partiram de pessoas interessadas em prejudicar o candidato e o Folha de Tucuruí.

É lamentável que alguns políticos em Tucuruí insistam em fazer este tipo de política canalha, suja e de baixo nível. Mesmo sabendo que infelizmente na política existam bandidos da pior espécie,  se espera que este lixo, pelo menos tivesse inteligência suficiente para perceber que não somos imbecis de cair num joguinho babaca como este.

Esperamos que o povo saiba nestas eleições expurgar esta escória da política. Quem mente rouba, mata, é bandido, e lugar de bandido é na cadeia e não na política e na vida pública.

domingo, 26 de setembro de 2010

Dos presidenciáveis, Serra é quem tem mais processos



Levantamento do Congresso em Foco analisou todas as 222 certidões que foram entregues ao TSE pelos nove candidatos à Presidência e seus vices. Temer, vice de Dilma, responde a três ações judiciais

Dos presidenciáveis e seus vices, Serra, Temer e Eymael são os três que apresentaram certidões judiciais positivas

Thomaz Pires

Levantamento do Congresso em Foco sobre as certidões judiciais dos presidenciáveis mostra que o tucano José Serra é quem mais responde a processos. De acordo com as certidões que ele mesmo apresentou, são 17 processos declarados à Justiça Eleitoral. 

Ao todo, foram analisadas as 222 certidões entregues ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pelos nove postulantes à Presidência da República e respectivos vices. Michel Temer (PMDB), vice da candidata petista Dilma Rousseff, aparece com três ações judiciais. 

José Maria Eymael, candidato a presidente pelo PSDC, tem duas certidões positivas. Os demais candidatos à Presidência apresentaram certidões negativas, ou seja, que informam não haver processos contra eles.

Uma norma da legislação eleitoral obriga todos os candidatos a cargos eletivos a apresentarem, no ato do registro das suas candidaturas, certidões que informem a sua situação judicial, se respondem a processos e qual a situação de cada um deles. Sonegar essas informações, conforme a legislação, implica crime eleitoral. A novidade neste ano é que as declarações tornaram-se públicas, e estão sendo divulgadas na página do TSE.

Improbidade administrativa

Na disputa presidencial, o caso que mais chama atenção é o de Serra. Além das 17 certidões positivas, ele soma três processos ativos, todos por improbidade administrativa. Os casos correm na Justiça Federal do Distrito Federal e referem-se ao Programa de Estímulo à Reestruturação e ao Sistema Financeiro Nacional (Proer).

O Proer foi um programa implementado no primeiro governo de Fernando Henrique Cardoso para sanear instituições financeiras que enfrentaram dificuldades na virada do período de hiperinflação para o início do Plano Real. Na época, Serra era o ministro do Planejamento. As ações envolvem diversas pessoas que tiveram algum grau de responsabilidade nas decisões relativas ao Proer. 

Os nomes mais conhecidos são  Serra e do então ministro da Fazenda, Pedro Malan. As ações questionam a assistência prestada pelo Banco Central,  no valor de R$ 2,975 bilhões, ao Banco Econômico S.A., em dezembro de 1994, assim como outras decisões - relacionadas com o Proer - adotadas pelo Conselho Monetário Nacional (CMN).

Conforme verificado, já houve uma decisão monocrática (ou seja, de um único juiz) em favor da denúncia. A juíza Daniele Maranhão Costa, da 5ª Vara da Seção Judiciária do Distrito Federal, considerou que houve dano ao erário, enriquecimento ilícito e violação aos princípios administrativos no caso.

O candidato do PSDB à Presidência da República também responde por crimes de imprensa, calúnia e injúria, em ações ajuizadas pelo Diretório Nacional do Partido dos Trabalhadores. Em uma delas, o ex-presidente do PT  Ricardo Berzoíni é o autor das denúncias, que foram recebidas pela Justiça do estado de São Paulo e se encontram em andamento.

O Congresso em Foco entrou em contato telefônico com a assessoria de José Serra, por duas vezes, nos últimos dias, para colher alguma manifestação do candidato sobre o assunto. A reportagem também  encaminhou por e-mail uma mensagem detalhada, listando todos os casos, e solicitando esclarecimentos. Não houve qualquer retorno.


Desbloqueio de poupança

O vice de Dilma e atual presidente da Câmara dos Deputados, Michel Temer, apresentou certidões que apontam para a existência de três processos. Conforme a verificação nas certidões, o candidato foi o autor de pelo menos um dos processos: uma ação para desbloqueio de poupança na época do governo Fernando Collor.

Logo no início de seu governo, Collor, para conter a inflação, bloqueou valores que estavam nas contas e nas poupanças das pessoas. Temer recorreu à Justiça para liberar os recursos, mas o Banco Central recorreu. Com isso, o candidato passou da condição de requerente para querelado no processo em andamento na Justiça.

Nos outros dois processos que constam das certidões apresentadas pelo peemedebista, um é tratado como “caso eliminado”, não se oferecendo qualquer outro detalhe, e o outro como apelação civil ajuizada contra deputados da bancada paulista na Câmara dos Deputados, também sem detalhes.

A assessoria de imprensa do candidato afirma que todos os casos estão transitados em julgado, isto é, percorreram todas as instâncias judiciais e já foram objeto de julgamento, não oferecendo qualquer risco para o candidato. Ainda de acordo com a assessoria, a declaração apenas cumpre uma formalidade da Justiça eleitoral.


Crime de estelionato

O candidato José Maria Eymael (PSDC) também aparece no levantamento. Ele apresentou ao TSE duas certidões positivas. Os processos datam de 1969, não apresentam nenhum detalhamento, e têm na tipificação o crime de estelionato. Um foi ajuizado na 1a. Vara Criminal de Barra Funda, em São Paulo, e o outro está sem especificação na certidão.

O Congresso em Foco enviou uma mensagem ao candidato pedindo explicações sobre o assunto, mas Eymael não respondeu ao site.


Mudança nos rumos

Avaliada como uma importante mudança no processo eleitoral, a divulgação das certidões permite ao eleitor ter uma interpretação mais aprofundada sobre a vida pregressa do candidato. A avaliação é do presidente da Associação Brasileira de Magistrados, Procuradores e Promotores Eleitorais (Abramppe), Márlon Reis. Também conselheiro do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE), ele avalia que o simples fato de o documento tornar-se público pode ser encarado como um grande avanço.

“Nesta eleição, contamos com várias novidades. Além da Lei da Ficha Limpa ter se firmado, a publicação da certidão criminal muda a forma como se dá o processo eleitoral. Por mais que o candidato alegue ter uma reputação ilibada, ele terá que provar isso no papel. E será o eleitor que tomará a conclusão final”, avalia.

Mas há quem diga que as regras eleitorais propostas, no que diz respeito às declaração criminais, apresentam brechas. Seguindo a forma como são cobradas as certidões criminais, mesmo um candidato com uma certidão de “nada consta” pode responder a procedimentos policiais e judiciais. Ainda que um político seja investigado pela polícia e ainda que tenha sido indiciado, é possível o Supremo Tribunal Federal conceder o “nada consta” ao candidato.

Isso porque o tribunal não considera os inquéritos policiais como motivo para informar a ocorrência na certidão. É o que determina a resolução 356, de 2008, assinada pela então presidente do Supremo, ministra Ellen Gracie.

A regra beneficiou Temer, que respondia ao Inquérito 2747, por crime contra o meio ambiente, quando registrou sua candidatura. O inquérito nasceu de denúncia, formalizada pelo Ministério Público em agosto de 2008. No dia 12 de novembro de 2008, o jornal Folha de S.Paulo deu detalhes sobre o caso.

De acordo com a reportagem, Temer é acusado de ter incorporado ao seu patrimônio terras fruto de grilagem, em Alto Paraíso (GO), e de tentar regularizar a propriedade com declarações falsas. Ainda de acordo com o jornal, Temer decidiu doar sua fazenda à Prefeitura de Alto Paraíso para evitar "embaraços". No último dia 29, o Supremo arquivou o inquérito.

Nem todos os tribunais adotam o mesmo critério do Supremo. A Justiça Federal de Roraima, por exemplo, informa quando os políticos respondem a inquéritos policiais.

STF só decidirá se Lei da Ficha Limpa é válida após as eleições


BRASÍLIA - Não há previsão de data para o Supremo Tribunal Federal (STF) tomar uma decisão sobre a validade da Lei da Ficha Limpa para as eleições deste ano. Sabe-se, entretanto, que a Corte não baterá o martelo até o dia das eleições, no próximo domingo. 

A decisão deverá ser tomada no julgamento do caso de Jader Barbalho (PMDB) ou de Paulo Rocha (PT), candidatos ao Senado no Pará. Ambos foram barrados pela Justiça Eleitoral porque renunciaram ao mandato para fugir de processo, conduta reprovada pela nova lei.

No julgamento, o STF fixará um parâmetro a ser seguido na análise de outros políticos na mesma situação, sejam candidatos a cargos do Executivo ou do Legislativo. Como a definição virá apenas após as eleições, os candidatos barrados em definitivo pela Justiça não serão conhecidos do eleitor. Por isso, o risco de haver eleições extras persiste.

São comuns eleições suplementares para cargos do Executivo. Além da Lei da Ficha Limpa, outros motivos podem impedir alguém de obter o registro de candidatura, como a falta de quitação com a Justiça Eleitoral, filiação partidária inferior a um ano, falta de incompatibilização com o serviço público no prazo certo e a condenação por crimes eleitorais. 

Nas eleições de 2008, mais de uma centena de candidatos ganharam a disputa para prefeito no primeiro turno. Porém, como não conseguiram obter o registro em recursos judiciais, foram impedidos de tomar posse.

Desde 2008, foram realizadas eleições suplementares para prefeito em 113 municípios brasileiros. O estado com o maior número de eleições extras foi Minas Gerais, com 23. Outras seis votações estão marcadas para ocorrer ainda neste ano, em cidades de Rio de Janeiro, Piauí, Mato Grosso e Bahia.

Da agência O Globo

Haverá "golpe" nas eleições no Pará?

Do Blog da Franssinete   

A Franssinete coloca a possibilidade de um verdadeiro golpe eleitoral patrocinado por Jader Barbalho. Se o "golpe Eleitoral" for confirmado, ficaria provado que o Juvenil seria um "laranja" como todos pensaram, com uma única diferença, o "dono" da laranja, em vez de Ana Júlia seria o Simão Jatene. 

Vejam a matéria:

Cartas na mesa 

O jogo eleitoral está no clímax da tensão. O retrato da situação está na coluna “Panorama Político”, de Ilimar Franco, publicada no Diário do Pará de hoje, sob o título “Afunilando”. Mais direto, impossível:
“Virtualmente eleito para o Senado, apoiado pelo PT e pelo PSDB, Jader Barbalho (PMDB) avalia retirar a candidatura de Domingos juvenil ao governo do Pará. O objetivo é viabilizar a eleição do tucano Simão Jatene no primeiro turno.”

sábado, 25 de setembro de 2010

Em perfeita sincronia


Em perfeita sincronia  
 
Do Site Uol.
Por Gisele Ribeiro.
 
Nesta semana, cerca de 1.500 presos filipinos voltaram às manchetes mundiais ao dançar novamente a coreografia “Thriller” imortalizada por Michael Jackson nos anos 1980. Mas o sucesso da homenagem ao rei do pop foi ofuscado por outra coreografia, exibida a cerca de 1.600 km de distância dali. Um grupo de 20 robozinhos dançava, em perfeita sincronia, o Bolero de Ravel. 
 
 
Os robôs participavam da Shangai World Expo 2010, na China, e iam para Singapura para participar do mundial de futebol de robôs (quem sabe os pequenos têm mais sorte que a seleção francesa e voltem para casa com a taça). 
 
Criados pela empresa francesa Aldebaran Robotics, os pequenos NAO pesam cerca de 4 kg, têm 58 cm de altura e uma liberdade de movimentos nos braços, pernas, quadris e pescoço jamais vista em robôs humanoides. A coreografia do Bolero, que você pode ver no vídeo abaixo, mostra bem isso. 
 
Os robôs NAO têm 25 graus de liberdade – um grau de liberdade é o movimento feito por uma única junta -, por isso, eles são capazes de executar uma ampla variedade de movimentos, como andar, sentar, ficar de pé, dançar, evitar obstáculos, chutar, medir objetos, deitar, agachar… 
 
Mas não é apenas a liberdade de movimentos que impressiona no robozinho francês. Ele vem equipado com um computador embutido (processador x86 AMD Geocode de 500MHz e 2 GB de memória flash), conexão WiFi, vários sensores (táteis, inercial, de sonar, de sensibilidade de força), câmeras na altura dos olhos, sistema de reconhecimento de voz, microfones e alto-falantes. 
 
O sistema de reconhecimento de voz permite que o robô localize de onde o som vem e reaja a ele: ou virando a cabeça em direção à fonte sonora, ou abaixando-se, ou tapando os ouvidos. O sistema de visão permite capturar imagens e enviar fotos, vídeos pela Internet, reconhecer objetos coloridos, detectar e reconhecer faces. Podem comunicar-se uns com os outros por voz, com um PC ou com a Web. 
 
Só que tanta destreza tem seu preço. Os pequeninos custam 10.000 euros cada.