Tucurui

Tucurui

Notícias

Alterar o idioma do Blog

Últimas matérias do Folha

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Presidente do PMDB reafirma que o partido é oposição ao prefeito Sancler

O Presidente do PMDB em Tucuruí Engº. Miguel Rodrigues, reafirmou hoje em seu Blog que o PMDB em Tucuruí é oposição ao Prefeito Sancler e não vê possibilidade do partido apoiar o prefeito nas próximas eleições municipais.

A declaração acontece após o radialista João Marques Cardoso no programa Tucuruí Agora, ter aventado a possibilidade de que o PMDB apóie o prefeito nas próximas eleições e que supostamente teria havido conversas entre o deputado Parsifal e o ex-deputado Deley Santos. Segundo Miguel, o Parsifal teria dito que não existe e nunca existiu qualquer conversa a este respeito. Vejam a matéria no Blog do Miguel.

ENTENDA O CASO

No último encontro do PMDB em Tucuruí, a liderança do PMDB no Estado, capitaneada pelo Senador Jader Barbalho e pelo Deputado Parsifal Pontes, apresentou como pré-candidato do partido em Tucuruí, o ex-deputado Gualberto Neto.

A partir deste momento o grupo do atual prefeito Sancler Ferreira provável candidato à reeleição, tem lançado boatos no sentido de confundir a população, apresentando políticos do PMDB como candidatos a prefeito municipal tentando desta forma minar a futura candidatura do pré-candidato Gualberto.

Primeiro “lançaram” a candidatura do ex-prefeito Cláudio Furman, como não “colou”, tentam fazer crer que poderia haver uma suposta negociação do prefeito Sancler com o deputado Parsifal Pontes, para que o PMDB apóie a reeleição do atual prefeito.

Quem conhece a política de Tucuruí, sabe que esta aliança é quase impossível, pelo menos nestas eleições. Os filiados do partido em Tucuruí, em sua quase totalidade, aceitariam a coligação do PMDB com qualquer outro partido, menos com o PPS do Prefeito Sancler.

Está clara a intenção do grupo do prefeito de tentar a qualquer custo inviabilizar a candidatura do pré-candidato do PMDB, assim como obrigar o PMDB a lançar prematuramente a campanha eleitoral do seu futuro candidato a prefeito, o que poderia prejudicar as negociações em torno de uma grande aliança das oposições em Tucuruí.

A tática é simples, provocar o adversário do PMDB e ao mesmo tempo incitar um “racha” dentro do partido, para que o pré-candidato peemedebista se descontrole e se exponha prematura e desnecessariamente.

Nova ação do MP contra Mário Couto e CIA

O Ministério Público do Estado (MPE), por meio dos promotores de justiça Nelson Pereira Medrado e Arnaldo Célio da Costa Azevedo, ajuizou, hoje, nova ação civil pública por fraudes na Assembleia Legislativa do Estado (Alepa). 

Desta vez, o alvo são onze pessoas acusadas de desviarem, por meio de um esquema que fraudava as licitações de obras, mais de treze milhões de reais do erário. A ação requer o ressarcimento dos danos causados aos cofres públicos e a responsabilização de todos os envolvidos por ato de improbidade administrativa. 

O esquema criminoso desvendado pelo MPE - conhecido na imprensa paraense como “Tapiocouto” – consistia em uma série de fraudes nas licitações na Comissão Especial de Licitação de Obras (Celo/Alepa), entre o período de 2004 até janeiro de 2007. 

Ao todo, foram identificadas fraudes em cento e um procedimentos licitatórios para a contratação de serviços de engenharia no único prédio daquele poder e que, no período apontado atingiu o montante de R$-13.310.502,72. 

As investigações realizadas pelo MPE, após colher uma série de documentos e depoimentos, concluíram que onze pessoas participavam desse esquema e por isso são citadas na ação: o ex-presidente da casa Mario Couto Filho, Haroldo Martins e Silva, Cilene Lisboa Couto Marques, Rosana Cristina Barletta de Castro, Augusto José Alencar Gambôa, Dirceu Raymundo da Rocha Pinto Marques, Sandra Lúcia Oliveira Feijó, Daura Irene Xavier Hage, Sandro Rogério Nogueira Sousa Matos, Jorge Kleber Varela Serra e Sérgio Duboc Moreira. 

As fraudes identificadas incluíram a montagem e o direcionamento das licitações. Assinaturas eram falsificadas e empresas que sequer haviam tomado conhecimento dos processos licitatórios apareciam como participantes. Com isso, acontecia o favorecimento de pessoas e empresas, causando uma grande sangria no erário. 

“Interessante situação é demonstrada no procedimento licitatório nº 014/06–Celo/Alepa, pois segundo o depoimento do Sr. Nilson Miguel Amaral de Jesus, representante legal da empresa Corpenge Ltda, este mostrou surpresa ao ver o objeto da licitação acima referido, pois sua empresa sequer vendia o tipo de material apresentado no certame, trabalhando exclusivamente na prestação de serviço elétrico e hidráulico. Sendo que o mesmo também negou ser sua a assinatura no requerimento de habilitação da Corpenge na licitação”, exemplificam os promotores de justiça Nelson Medrado e Arnaldo Azevedo. 

A ação civil protocolada, inclusive, mostra com detalhes dezenas de outros exemplos nos quais os representantes das empresas ouvidas pelo Ministério Público sequer reconhecem como suas as assinaturas nas propostas dos processos licitatórios analisados. “Idêntica situação foi verificada nas declarações do sr. José Maria Vasconcelos Ribeiro, sócio e representante da empresa Seta Engenharia Ltda, sobre o procedimento licitatório nº 036/06–Celo/Alepa, pois ele não reconheceu as assinaturas e rubricas constantes do certame, negando ter participado do mesmo”, citam. 

No pedido, o Ministério Público do Estado pede a condenação solidária dos réus ao ressarcimento integral do dano causado ao erário, no valor de R$-13.310.502,72 - referente aos períodos de 2004 a janeiro de 2007 - e às sanções previstas na Lei de Improbidade Administrativa, como perda da função publica, suspensão dos direitos políticos, proibição de contratar com a administração pública, pagamento de multa, entre outras. 

O CASO 

Tudo começou por meio de inquérito civil, instaurado pelo Ministério Público do Estado em junho de 2011, para apurar irregularidades na gestão de pessoal e financeira da Alepa, após chegarem informações de que haveria contratação irregular de pessoal; inclusão de interpostas pessoas na folha de servidores da Casa de Leis para apropriação de seus vencimentos; aumento de vencimentos de servidores de forma fraudulenta; fraudes em licitações; dentre outros ilícitos apontados como ocorrentes na Alepa. 

Em diligência realizada pelo Ministério Público e em cumprimento a Mandado Judicial de Busca e Apreensão, foi apreendido no Gabinete do ex-servidor da Alepa, Sérgio Duboc Moreira, no Detran, documentos referentes a quatro procedimentos licitatórios. para a locação de serviços de obras de engenharia no prédio da instituição, no ano de 2006. Como eram documentos públicos, jamais poderiam ser retirados da Alepa, e a posse desses procedimentos licitatórios por ex-servidor responsável pelo financeiro do órgão indicava possível irregularidade nos procedimentos, com a montagem e o direcionamento dos certames, confirmando as notícias de fraude já existentes. 

A partir do exame dessas licitações apreendidas no prédio do Detran, descobriu-se um grandioso ajuste entre os envolvidos para fraudar os procedimentos licitatórios, direcionando seus resultados a empresas que, ou estavam previamente ajustadas com os citados na ação civil para vencer os procedimentos ou, outras vezes, sequer sabiam que estavam concorrendo em certames na Alepa, o que foi comprovado pelos depoimentos. 

(Ascom MPE)

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Mais superfaturamento no Governo Jatene, que apetite...

Não param os escândalos no Governo Jatene (PSDB), é o Jatene lá e o Sancler (PPS) aqui.

Vejam a mais recente denúncia da perereca sobre o preço do bloqueador solar comprado pelo DETRAN, que custou 300% a mais que o mesmo produto custou ao governo de Sergipe. Vejam a matéria completa no Blog da Perereca.

Pobre Tucuruí, pobre Pará.

Mas podem superfaturar à vontade, o Pará é grande...

domingo, 29 de janeiro de 2012

Quanto tempo dura um prédio?

por Tarso Araújo

Um prédio dura de 50 a 100 anos, mas esse período depende de como ele é feito, usado e mantido. A parte estrutural, geralmente feita de concreto armado, mantém o prédio de pé enquanto estiver firme.

Mas, se ela balançar... "Vigas deformadas ou rachaduras nos pilares são critérios importantes para se interditar um edifício", diz o engenheiro civil da USP Vanderlei John, especialista em durabilidade de materiais. Mas muito antes de cair o prédio pode se tornar um lugar perigoso. Veja abaixo como acontece esse processo de "decomposição".

Duro de matar

Sol, chuva, umidade e fungos detonam os materiais que sustentam um edifício.

Telhado
Durabilidade - 10 anos a séculos
O vento pode levar tudo embora em dias. Mas, se isso não rolar, a durabilidade depende do material: as telhas de aço resistem 20 anos; as de amianto duram até 40 anos; e as de barro ficam lá por séculos.

Metal
Durabilidade - 10 a 50 anos
Até os anos 80, a tubulação era de aço galvanizado, que enferrujava em 20 anos, causando vazamentos e aquela cor marrom na água. Os canos de PVC ou cobre substituíram o aço e duram mais de 50 anos.

Cerâmica
Durabilidade - Indefinida
Peças de cerâmica, como pias, podem durar séculos. Com algumas décadas, elas perdem o brilho, mas seguem firmes. O mesmo vale para azulejos e tijolos - o risco é que, se malfeitos, podem absorver água e desmanchar.

Concreto armado
Durabilidade - 50 a 100 anos
O concreto armado é uma armação de barras de aço preenchida de concreto (mistura de água, cimento, pedra e areia). Quando o cimento absorve o CO2 do ar, a mistura fica ácida e corrosiva.

Vigas
Durabilidade - 50 a 100 anos
Quando o cimento ácido corrói a viga, o aço fica hidratado e ganha volume, fica quebradiço e "incha". Como o concreto não é elástico, o aumento de volume das vigas faz com que ele rache, esfarele e caia.

Tinta
Durabilidade - 5 a 10 anos
A tinta é a primeira camada de proteção do prédio. Com a umidade do ar, fungos e bactérias crescem e se alimentam dela, um derivado de petróleo que eles adoram. A luz do sol também descasca a tinta.

Vidro
Durabilidade - Indefinida
Apesar da fragilidade aparente, os vidros são duros de roer. Por serem feitos de sílica, material que não reage com outros, eles não sofrem decomposição. Pancadas, terremotos e vento são ameaças remotas.

Madeira
Durabilidade - Varia com o clima
Em até cinco anos, o sol resseca a madeira e a deixa com cara de pele de jacaré. Com a umidade, ela se enche de fungos e apodrece. Nas tábuas menos resistentes, a vida útil é de apenas alguns anos.

Argamassa
Durabilidade - 20 a 30 anos
A argamassa, uma mistura de cimento com outros materiais, sofre com as mudanças de temperatura e perde a "liga" depois de uns 20 anos. Aí, as coisas coladas nela, como azulejos, caem no chão e quebram.

Fundações
Durabilidade - Indefinida
Como há pouco oxigênio no subsolo, as fundações de um prédio ficam protegidas da corrosão e são a última parte a ruir. A não ser que lençóis de água contaminados ou dejetos industriais dissolvam as fundações.

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Praça do Paravoá – Maquiagem, desperdício e incompetência

A praça do Bairro Paravoá, inaugura da às pressas no dia “23”, já apresenta os primeiros problemas com apenas quatro dias da inauguração.

Os apoios que sustentam os brinquedos foram chumbados na areia e é claro, qualquer pedreiro sabe que a areia quando molha fica mole e o resultado foi que o brinquedo da foto está caindo e representa risco para as crianças.

Além do mais somente parte da praça teve o piso pintado, justamente a parte que fica próxima à rua para que os transeuntes apreciem a maquiagem.

É lamentável a incompetência da Secretária de Obras e do Prefeito, que não se acanham em entregar a população uma obra mal feita e inacabada.

A Secretária de Obras e o prefeito fizeram uma “reforma” mal feita e mal acabada na Praça do Paravoá, mas apostamos que serão muito eficientes quando apresentarem os custos da “reforma”.

Ainda no Paravoá a Secretaria de Obras teve todo o verão para executar obras, mas esperou o inverno para fazer buracos na rua e olha o resultado: Obra parada e rua intransitável. Alguém tem que contar para a Secretária que o inverno é uma época inadequada para realizar este tipo de obra. 

E enquanto isso, o povo sofre...

Ô prefeito... Psiu, psiu, coloca um mestre de obras ou pedreiro experiente para fazer as obras da prefeitura e deixa a Secretaria de Obras só para pintar prédios e muros...

A prefeitura vai economizar e as obras com certeza terão melhor qualidade.

A base do brinquedo foi chumbada na areia e cedeu com a areia molhada (vejam o detalhe).

Na pressa de inaugurar e pintaram parcialmente o piso da praça.

Obra no inverno inferniza a vida dos moradores.
Isso é uma vergonha!!!

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Mario Couto denunciado pelo MP

Do Blog da Perereca

Escândalo da Alepa: MP denuncia senador tucano Mário Couto, a filha dele, Cilene, e mais o deputado Haroldo Martins, do DEM, por improbidade administrativa. 16 pessoas são acusadas de lesar os cofres públicos em quase R$ 2,4 milhões. Metade teria sido “saqueada” no ano eleitoral de 2006. Leiam a matéria completa.

Reunião do Conselho de Saúde não aprova contas da PMT de 2010 e Pastor Evangélico agride repórter


Dos 18 conselheiros compareceram 10 o que deu quorum para a reunião. O prefeito apresentou somente o relatório, sem a documentação necessária para justificar o gasto na Saúde de mais de um milhão de reais, diferença esta que foi detectada pelo DENASUS.

A reunião começou às 18:10 e como só tinha uma pauta que era a aprovação das contas, e como faltou à apresentação de documentos, o Conselho não aprovou as contas da saúde pública referente ao exercício de 2010, e às 18:45 a reunião foi encerrada.

Pastor tumultua após o encerramento da reunião do Conselho e agride repórter do Folha.

O Pastor José Maria, chegou atrasado, depois do encerramento da reunião e totalmente descontrolado, ensandecido de ódio e revolta porque o conselho não esperou o prefeito apresentar documentos na reunião, mesmo o prefeito não tendo enviado representante e nem justificando a falta da documentação perante o Conselho durante toda a reunião.

Em nossa opinião o prefeito apostou que não daria quorum na reunião do Conselho, como a estratégia não deu certo, o Pastor que é conselheiro e tem cargo comissionado na PMT, tendo uma filha que é contratada e trabalha no Centro de Referência Maria do Pará em Tucuruí, se desesperou e partiu para a violência contra o repórter do Folha dando um tapa e derrubando seu celular, só porque o reporter estava filmando o seu acesso de raiva e o tumulto que estava fazendo.


Como no caso da ASERT, os bate-paus do prefeito quando não conseguem convencer e ganhar democraticamente, partem para a violência e para a agressão verbal e física, provavelmente por orientação e incentivo do seu chefe.

Nunca houve na história de Tucuruí uma administração tão perseguidora e violenta como esta. Isto é lamentável, os seguidores do prefeito em sua maioria são violentos, mal educados e baderneiros.

Esta administração tenta a todo custo se impor cooptando as pessoas e quando não consegue, parte para a baderna e para a violência como estratégia política.

Isso é lamentável, principalmente partindo as agressões de um pastor evangélico, que se espera, deveria dar o exemplo. São estes que se dizem seguidores de Cristo? Este é o resultado quando a Igreja se mistura com política partidária.

Isso é lamentável.

Vejam o vídeo da agressão ao repórter do Folha.




O Brasil tem pleno emprego

Do Blog Tijolaço


A taxa de desemprego no Brasil, medida pelo IBGE nas regiões metropolitanas, ficou abaixo de 5%: 4,7% em dezembro, queda de 0,5% em relação a novembro, que já era a menor registrada em toda a série de pesquisas, desde 2002.
  
Cinco por cento é, cabalismos à parte, o número que se convenciona atribuir à condição de pleno emprego, pois representaria a rotatividade natural da mão-de-obra. Leia a matéria completa.

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Galo forasteiro?




Estes são os dados oficiais do Independente Atlético Clube que constam na Federação Paraense de Futebol:

Independente Atlético Clube

Presidente:Raimunda Rodrigues de Jesus                     
Vice:Francisco Marques Bastos Junior
Mandato:01.12.2008 a 30.01.2014
DataFundação: 28.11.1972
CNPJ:04.143.285/0001-70
Fone: 91.3231.5388
Sede:Rod. Augusto Monte Negro, Conj. Cohab Gl.I nº 293
Belém-Pará
Cep: 66.623-590
Uniforme:verde, azul e branco

Caos na saúde pública - Falta medicamentos no CAPS

Falta medicamentos no Centro de Atenção Psico Social Machado de Assis (CAPs) em Tucuruí. 

Segundo denúncias estão faltando vários medicamentos para as pessoas que necessitam do uso contínuo destes remédios.

O pior é que estão faltando justamente os medicamentos mais caros, o que prejudica o tratamento e portanto agrava os problemas dos pacientes, principalmente os mais pobres que não tem condições de comprar os remédios.


Não dá para saber quem mais precisa de tratamento psiquiatrico, se são os pacientes do CAPs ou a administração municipal e o Secretário de "Saúde".


Haja incompetência...

Abaixo a relação dos remédios que estão em falta:

1 - Diazepan 10 mg comprimido;
2 - Haloperidol 1 mg comprimido;
3 - Haloperidol gotas;
3 - Fluocetina 100 mg comprimido;
4 - Carbamazepina 200 mg comprimido;
5 - Carbamazepina 400 mg comprimido;
6 - Ácido Valproico 250 mg comprimido;
7 - Ácido Valproico 500 mg comprimido.

Abaixo as imagens do prédio do CAPs e as prateleiras vazias.




Prédio do CAPs - Muito diferente da propaganda do PIG.




Curtinhas e Recadinhos do Folha

Clube da política.


O Folha tem mais uma novidade, um espaço para os recadinhos e as matérias curtinhas. Neste espaço vamos contar para os nossos visitantes os comentários que rolam nos bastidores da política em Tucuruí.

Os comentários neste espaço são diferentes das matérias do Folha, que tratam de assuntos sérios e de interesse público. No Curtinhas e Recadinhos os comentários são descontraídos e mostram o que dizem nos bastidores da política nos diversos clubes da política espalhados por Tucuruí.

Apesar da descontração e da informalidade, queremos lembrar que é nos bastidores que se trava a verdadeira batalha política, o que o povo vê é apenas a ponta do iceberg, o teatro montado. Nos clubes da política e nos bastidores é que se faz os conchavos, as alianças e as estratégias políticas.

Existem pessoas que são verdadeiros profissionais dos bastidores políticos, muitos pagos com dinheiro público, que freqüentam estes locais espalhando boatos e coletanto informações para os seus chefes ou líderes.

Existem também oportunistas buscando informações em benefício próprio, de acordo com as suas conveniências.

Existem os apaixonados pela política, para alguns destes a política é muito mais que um meio de vida, mais que uma paixão, é um vício a que se entregam 24 horas por dia.

Existem ainda os simples curiosos, que freqüentam os clubes da política ocasionalmente por pura curiosidade.

Enfim, os clubes da política são verdadeiras universidades onde se aprende o que é a política que de fato é praticada neste país. É a política nua e crua.

A proposta do Folha é trazer para o seu computador e para o seu conhecimento um pouco deste mundo, ou submundo, como queiram. Os amigos vão notar que tem muito ilusionismo, boato e fofoca, mas também tem muita verdade e muitas revelações. Vamos procurar na medida do possível (não é tarefa fácil), filtrar as informações úteis antes de publicar. 

O espaço Curtinhas e Recadinhos será limitado a cinco "notícias" ou recados, os recados mais antigos serão apagados para que os novos sejam publicados.

O Curtinhas e Recadinhos do Folha está na barra lateral direita do Blog, abaixo do contador de visitas.

Pois então conheçam e saibam o que acontece no mundo oculto da política...

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Reserva do Sancler, mais uma "obra" do Novo tempo

Reserva do Sancler
A placa adverte que é proibido pescar.
Esta lagoa está localizada na Rua Benevides que liga os bairros São Francisco e Jardim Marilucy. A rua está praticamente intransitável e é uma prova da incompetência e descaso do prefeito e sua secretária de obras.

A algum tempo fizemos uma matéria sobre este buraco da Rua Benevides. Veja a matéria

Publicamos a matéria no dia 29 de setembro do ano passado, após a publicação e vendo que o Prefeito Sancler não faria nada a respeito, os próprios moradores entupiram o buraco com entulhos, mas o resultado foi temporário e o buraco voltou a prejudicar o tráfego no local e infernizar a vida dos moradores.

Falta competência, falta compromisso e falta prefeito de verdade em Tucuruí.

Descaso, incompetência, falta de compromisso, enquanto isso o povo do Santa Mônica sofre

A algum tempo noticiamos o descaso da Prefeitura quanto à "obra" da caixa de água do Bairro Santa Mônica. Para ver a matéria que publicamos, inclusive com a entrevista do Vice-presidente do bairro, Clique aqui.

Para quem não conhece a história, no Bairro Santa Mônica existia uma caixa de água da prefeitura, que caiu, muito tempo depois a Prefeitura já nesta administração, iniciou uma obra de reconstrução da caixa e nunca concluiu a obra, resultado: A "obra" parada se transformou em um criadouro de mosquito da dengue, e esta ameaça está aterrorizando a população. 

Incompetência Criminosa da Secretaria de Obras e Omissão Criminosa da Secretaria de Saúde e da Vigilância Sanitária da Prefeitura.

Vejam o Berçário Municipal do mosquito da dengue no bairro Santa Mônica.

Imagens enviadas pelos moradores
A exemplo da caixa de água, a PMT iniciou as obras de asfaltamento de ruas no Bairro Santa Mônica, e para variar as obras estão a tempos paralisadas e o que já foi feito está sendo destruído pelas chuvas. Incompetência da Secretária de Obras e desperdício de dinheiro público.
  
Olá Secretária, se você não tem competência exercer a função de Secretária de Obras, peça para sair minha filha e dê o cargo para quem tem...

Vejam o desperdício de dinheiro público.


Imagens e denúncia enviadas ao Folha pelos moradores do Santa Mônica.




ISSO É UMA VERGONHA!!!

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Nossa água... Suja!!!


Olá Equipe Folha.

Como todos sabemos o sistema de abastecimento de água na cidade é muito precário, isso quando tem alguma coisa na torneira. Hoje estava em minha casa pela parte da tarde quando a água chegou e veio essa porcaria que envio pra vocês, nem vou falar muito, pois as imagens já dizem por si só. E olha que no momento em que tirei a foto, ela até que estava "das melhores", pois tem dias que vem alguns "bichos" dentro d'agua e ficam nadando de um lado pro outro. 

Fico imaginando o que uma família que não tem condições de comprar a, famosa, "Água da Bica" deve passar, sendo obrigados a usar essa água para preparar seu alimentos, lavar (sujar) suas roupas e tomar banho. Sabe Deus, que tipos de doenças têm nessa água e de onde ela vem.

Agradeço se puderem atender ao meu pedido de mostrar para a população o que o PiG não mostra, pois essa sim é uma das nossas realidades.

Peço que não revelem meu nome, pois sou apenas mais um, dentre os inúmeros cidadãos que sofrem com essa administração porca, igual a essa água.
---------------------------
Opinião do Folha - Pior amigo é que na campanha eleitoral o prefeito na época candidato, prometeu água 24 horas e de boa qualidade. 

Mas amigo, acho bom você beber esta água imunda quietinho e sem se queixar, se reclamar você vai beneficiar a oposição ao prefeito, agüenta tudo calado para não prejudicar a reeleição do Sancler, ta bom?

Há e não se preocupe com a saúde do prefeito, que ele já mandou fazer um poço artesiano na casa dele, e como ele não bebe e não usa esta porcaria, não corre o risco de morrer de infecção intestinal, infestação de vermes ou por falta de medicamentos e comida nos hospitais públicos.

Estamos todos ferrados, mas o nosso prefeito está protegido, não se preocupe.

O Big Brother e a hipocrisia nacional...


Sobre a celeuma a respeito do pretenso "estupro" no Big  Brother

Vamos deixar de falsos moralismos e analisar racionalmente as seguintes questões:

1 - Os participantes conhecem as regras e muitos usam os relacionamentos afetivos e sexuais como estratégia para continuarem no jogo e se possível faturar a bolada.

2 - A vigilância das câmeras seria invasão de privacidade se os participantes não concordassem e não soubessem que estão sendo vigiados por câmeras o tempo todo.

3 - A própria "pretensa vítima" não admitiu o estupro e inocentou o "acusado", como a suposta vítima não é menor de idade e não é incapaz, acredito que a sua vontade deve ser respeitada.

4 - Os participantes não estão no jogo para defender e promover a moral  puritana e os "bons costumes", estão lá por dinheiro e os telespectadores sabem muito bem como é o programa e o que acontece embaixo dos edredons, se assistem é por que querem ver a "intimidade" dos participantes.

5 - Se querem proibir o BB por causa da exposição consentida da intimidade das pessoas adultas, deveriam também proibir os filmes pornô, os stripteases nas casas de show e a prostituição.

Enfim, os participantes do BB não são crianças inocentes, são adultos, estão lá porque querem, conhecem as regras e querem o dinheiro, muiiiito dinheiro; os telespectadores querem ver barraco, romances e sexo, não fosse assim, não colocariam câmeras nos quartos e banheiros, e a audiência não aumentaria quando "as coisas esquentam" na casa.

Assim todo mundo tem o que quer e fica feliz, os participantes ganham presentes, fama e dinheiro, a Globo ganha dinheiro e audiência, os patrocinadores fazem a sua propaganda e o telespectador espia a vida alheia, as fofocas, as brigas, os romances e as transas dos participantes...

Todos felizes, menos os puritanos e aqueles que amam a censura e se meter na vida dos outros, se achando no direito de decidir o que o povo deve ou não deve fazer e o que o povo deve ou não deve assistir na televisão.

Ninguém é obrigado a assistir o BB e muito menos participar do jogo.

Acredito que tenha muita coisa mais séria e mais urgente neste país para ser discutida e para que empreguemos o nosso tempo.

domingo, 22 de janeiro de 2012

Parsifal cotado para assumir a SETRAN

A Jornalista e Blogueira Franssinete Florenzano em matéria publicada em seu Blog, comentou os fortes boatos que rolam nos meios políticos da capital, de que o Deputado Parsifal Pontes está cotado para assumir a Secretaria Executiva de Transportes (SETRAN) no lugar do atual Secretário e Deputado Chicão, que vai disputar a prefeitura de Ananindeua.



Presidente Dilma bateu recorde de aprovação popular em seu primeiro ano de mandato, diz Datafolha

Aprovação de Dilma supera a de Lula no início do governo

Presidenta é considerada ótima ou boa por 59% após um ano, diz Datafolha

Otimismo da população com economia ajuda a sustentar popularidade, que não foi afetada por escândalos no governo.

De: Bernardo Mello Franco

A presidenta Dilma Rousseff atingiu no fim do primeiro ano de seu governo um índice de aprovação recorde, maior que o alcançado nesse estágio por todos os presidentes que a antecederam desde a volta das eleições diretas.

Pesquisa Datafolha realizada na última semana mostra que 59% dos brasileiros consideram sua gestão ótima ou boa -um salto de 10 pontos percentuais em seis meses.

Outros 33% classificam a gestão como regular, e 6% como ruim ou péssima -cinco pontos a menos que na pesquisa de agosto. Não responderam 2% dos entrevistados. A nota média do governo é 7,2.

Os números atestam que a presidente não teve a imagem afetada pelos escândalos que marcaram o início de sua gestão. Ela demitiu sete ministros em 2011, seis deles sob suspeita de corrupção.

Ao completar um ano no Planalto, Fernando Collor tinha 23% de aprovação. Itamar Franco contava 12%. Fernando Henrique Cardoso teve 41% no primeiro mandato e 16% no segundo. Luiz Inácio Lula da Silva alcançou 42% e 50%, respectivamente.

De acordo com o novo levantamento, a avaliação de Dilma melhorou entre homens e mulheres e em todas as faixas de idade, renda familiar e escolaridade.

Sua aprovação agora é de 62% no eleitorado feminino e de 56% no masculino. A presidente alcançou um equilíbrio entre os eleitores da base e do topo da pirâmide social. Tem 61% de ótimo e bom entre os que estudaram até o ensino fundamental e 59% entre os que chegaram ao ensino superior.

Na divisão por renda familiar, o maior avanço foi na faixa de cinco a dez salários mínimos: 16 pontos de melhora, atingindo 61% de aprovação.

Para o diretor-geral do Datafolha, Mauro Paulino, a chave para entender a evolução dos números nos últimos meses está na economia.

"É o fator que mais explica as mudanças em relação à pesquisa anterior", afirma. "A população estava preocupada com a crise internacional, mas percebeu que ela não mexeu no seu bolso."

A fatia de entrevistados que acredita que sua situação econômica vai melhorar subiu de 54% em junho passado para 60% neste mês. O otimismo sobre a economia do país foi de 42% para 46% no período.

Em 2011, a inflação chegou a 6,5%, a maior em sete anos. A alta de preços atingiu o pico em setembro, mas agora segue tendência de queda.

A imagem pessoal de Dilma também melhorou. Ela é considerada "decidida" por 72% dos brasileiros. Para 80%, ela é "muito inteligente", e para 70%, "sincera". Entre os eleitores que apontam o PSDB como seu partido preferido, a petista alcança 40% de aprovação. Neste grupo, 69% a consideram "muito inteligente", e 57%, "decidida" e "sincera".

"Dilma demonstrou firmeza nas crises e passou a imagem de que é rápida para decidir e não titubeia para demitir quem se envolve em irregularidades", diz Paulino.

O Datafolha ouviu 2.575 pessoas nos dias 18 e 19. A margem de erro do levantamento é de dois pontos para mais ou para menos.

Educação X criminalidade

O Folha repercute matéria do Blog Geocidades, no sentido de reforçar e divulgar a opinião coerente e inteligente do editor. 

O texto fala sobre a importância da educação, na prevenção à criminalidade em nossa sociedade.
    
A Polícia em um dia de greve conseguiu o que os professores não conseguiram e várias semanas.
    
A causa é simples de se explicar: A repressão policial tem resultados eleitorais em curto prazo, pois dá a falsa sensação de segurança aos cidadãos e a impressão de que alguma coisa tem sido feita pelos governos, no entanto a repressão isolada, não resolve a questão da criminalidade. Já a Educação que obtém resultados a médio e longo prazo não interessa aos políticos incompetentes, irresponsáveis e imediatistas, que só pensam em se eleger/reeleger e em se "dar bem", se lixando para a sociedade e para o interesse público.
    
Os professores deveriam se unir e usar a sua maior arma, que é a sua influência sobre a sociedade e formação dos jovens, conscientizem seus alunos e a população quanto à importância da educação, só assim o povo terá maturidade e consciência para escolher melhor seus governantes. 

Só a educação, a união dos educadores e a organização social, pode acabar com a corrupção, alijar os maus políticos da vida pública, e promover a inclusão social, que é sem dúvida alguma o meio mais eficaz para prevenir e combater o aumento da criminalidade.
    
Vejam o texto do Blog Geocidades:
   
"Política equivocada 
   
Autor: Sidnei Rocha 

Infelizmente, o Estado do Pará tem tido, nas últimas décadas, sérios retrocessos na área da educação. 

A recente resposta à greve – ilegal – dos PMs no Estado demonstra uma das possíveis causa para isso: trata-se da inversão de tratamento quanto à questão do combate à criminalidade. Ela tem se dado procurando-se reforçar o quadro de policiais militares e Polícia Civil, especialmente a primeira. 
   
O tratamento da matéria tem sido, portanto, a busca pela repressão, cujo alarde dos programas sensacionalistas, torna aos governantes essa a resposta com maior rendimento eleitoral. 
   
O governo não ataca as causas do aumento da criminalidade. Ataca os fatos consumados. 
   
Nesse quadro, esquece-se que as políticas sociais clássicas são o melhor remédio de médio e longo prazo para evitar esse problema. Dentre elas se destaca acentuadamente o investimento em Educação: melhores salários para os professores, melhor infra-estrutura de trabalho para eles e incentivo constante sua qualificação. Isso resultará, indubitavelmente, em melhores rendimentos dos alunos e geração de oportunidades para eles (os alunos). 
   
Um círculo virtuoso formar-se-á. A correlação é positiva. Mais oportunidades profissionais e pessoais futuras às pessoas (em particular os jovens), consequentemente se refletir-se-á em índices decrescentes de criminalidade. Isso já foi amplamente demonstrado em pesquisas sociológicas e de políticas públicas. A lógica é boa, pois sua conclusão será que o Estado terá de investir menos em repressão. 
   
Porém, infelizmente não é dessa forma que enxergam os nossos governantes, pois embora seja realmente merecido o reajuste obtido pelos PMs, a situação enfrentada por eles é análoga a que têm passado os professores. A desses é pior, pois, hoje, um PM com ensino médio está ganhando mais que um professor com ensino superior. Porém o policial militar é pago para prender bandidos e evitar crimes; já ação do professor é realizada no sentido de evitar que eles venham a existir, porém o tratamento essas categorias em situações análogas tem se mostrado bem diferente. Com sua greve ilegal de um dia os soldados conseguiram bons reajustes; os professores com sua greve declarada ilegal pelo judiciário paraense só conseguiram promessas de cumprimento de um direito prescrito em lei contra a qual os governos estaduais teem lutado ferrenhamente.
   
É bom que se frise que os militares merecem o reajuste, porém os professores por razoabilidade merecem também. E por justiça histórica, talvez mereçam mais. 
   
Porque, então, não lhes atingiu o mesmo tratamento? 
   
Ousa-se responder: em decorrência da visão bisonha dos nossos governantes que sempre tiveram predileção pelos canhões vis-à-vis às canetas. 
   
Em nosso estado, mais valem as balas que os livros. Infelizmente! 
   
(*) Cientista político 

sábado, 21 de janeiro de 2012

Bloco Pinocler, protesto e irreverência no carnaval em Tucuruí...

A bandeira do Bloco Pinocler...

Onde está o concurso para a prefeitura de Tucuruí


Segundo o TAC firmado entre o  Ministério Público do Pará e a Prefeitura de Tucuruí, representada pelo prefeito Sancler (PPS), a Prefeitura de Tucuruí deveria a tempos ter feito o concurso público para preencher as vagas ocupadas ilegalmente pelos contratados apadrinhados dos vereadores da situação e do prefeito. 

Inúmeras prefeituras do Pará tem sido obrigadas pelo MPE a fazer o concurso, menos a de Tucuruí, o estranho é que existe um TAC assinado pelo Prefeito Sancler (PPS), em que o mesmo se compromete a fazer o concurso, mas até agora nada.

Coisas estranhas estão acontecendo em Tucuruí. Apesar da resolução do CNJ dando prioridade aos processos por Improbidade Administrativa, vários processos aguardam há meses e anos por decisão da justiça em Tucuruí, TACs firmados entre a PMT e o MPE não são cumpridos e mesmo assim não são executados...

O que é que está acontecendo?

Afinal para que serve as resoluções do CNJ?

Para que serve um TAC? 

Será apenas um instrumento inútil, que serve apenas e tão somente para prorrogar a ilegalidade? 

O que é que está acontecendo em Tucuruí?

Religião - Por que o nome de alguns santos começa com "são"?

Autor: Nathália Braga

Por uma questão de sonoridade na pronúncia. Os portugueses foram os responsáveis por criar essa abreviação de "santo", e a invenção acabou sendo exportada para cá quando o catolicismo chegou em nossas terras, no século 16, trazido pelos jesuítas.

"O português de Portugal tem a tendência de pronunciar as palavras juntas, o que depois acaba se refletindo na grafia", explica o padre Valeriano dos Santos Costa, diretor de Faculdade de Teologia da PUC-SP.

O uso segue uma regra: nomes que começam com consoante recebem "são" (são Paulo, são Pedro) e nomes iniciados com vogal ficam com "santo" (santo Agostinho, santo Antônio). A contração é oficial e reconhecida pela Igreja Católica. Gramaticalmente falando, a regra evita a cacofonia - ou você acha que ficaria bonito sair por aí falando "santo João" ou "são André"?

• Não se sabe por quê, mas o único nome que nunca mudou oficialmente foi o de santo Tomás de Aquino

Fontes: Jung Mo Sung, teólogo e doutor em ciências da religião, e Matthias Grenzer, coordenador do mestrado em Teologia da PUC-SP.

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Presidente da LIESTUC desmente tentativa de censura ao Bloco Pinocler

Exercendo o seu direito de resposta, o Presidente da LIESTUC, Ademildo Medeiros desmente a notícia veiculada no Blog Jornal de Tucuruí e repercutida no Folha de Tucuruí, de que tenha havido tentativa de censura ao denominado Bloco Pinocler, um bloco informal formado por estudantes e que tem como principal objetivo (além da brincadeira de carnaval), protestar de forma bem humorada e irreverente, que bem reflete o espírito carnavalesco, pelo aumento da passagem de ônibus em Tucuruí.

Eis o texto enviado pelo Ademildo Medeiros, Presidente da LIESTUC :

"A Folha de Tucuruí tem primado pela verdade e, em razão disto, para esclarecimentos dos fatos, que dizem respeito a possível censura a Bloco Carnavalesco e ate mesmo a comentários feitos por alguns internautas, que como eu também vos acessa, informo: 
1 – Não sou presidente da LIBLOTUC e sim da LIESTUC; 
2 – Quer em nome da LIBLOTUC e/ou LIESTUC, não solicitei qualquer reunião com a Senhora Promotora de Justiça de Tucuruí, Doutora Priscila Igreja; 
3 - Participei da reunião realizada em 17/01, por convite do Major Charles, vez que naquela oportunidade, segundo Ele, seria tratado de assuntos de interesse do carnaval, como percursos e seguranças, durante o período pré-carnavalesco e carnaval; 
4 – Não tem qualquer fundamento que tenha havido solicitação de proibição quanto à participação de brincantes de outro bloco carnavalesco, nos arrastões do Minhocão nas domingueiras que antecedem o carnaval 2012; 
5 – É no mínimo leviano, afirmar-se que o pedido de “censura” seja pelo fato de um bloco usar camisas com caricaturas de politico; 
6 – Não existiu nenhuma, mas absolutamente nenhuma solicitação, para que fosse proibida a participação do bloco por este não ser filiado a LIBLOTUC e/ou LIESTUC; 
7 – Quanto ao tipo de vestimenta que usa o folião, todos os presentes foram unanimes em afirmar, que cada qual usa o que achar conveniente, ate mesmo porque vivemos num ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO. 
8 – Quanto à veiculação de “marchinhas” é outro absurdo, sequer imaginar que teríamos a utopia de tentar proibir suas execuções; 
9 – Não existiu nenhum pedido de minha parte, para proibir a utilização de mais um trio elétrico por outro bloco, dentro dos arrastões do Minhocão, neste caso a solicitação foi do Comando Militar, para que se evitem possíveis conflitos; 
10 – Vamos adotar todas as providencias legais e cabíveis para que fatos, inverídicos e caluniosos como estes, não mais se repitam; 
11 – É lamentável que o Senhor Wellington Hugles tenha presta esse desserviço ao maior evento do interior do Pará. 
Respeitosamente Ademildo Alves de Medeiros."

Está proibida qualquer propaganda eleitoral

O Procurador Regional Eleitoral no Pará encaminhou esta semana recomendação aos promotores eleitorais para que fiscalizem com rigor propagandas eleitorais irregulares que estão sendo divulgadas em todo o Estado.

De acordo com o documento, já foram identificados outdoors afixados ao longo de rodovias, avenidas, ruas, travessas e demais vias da região metropolitana de Belém, como também do interior do Estado, contendo imagens e mensagens subliminares de políticos e pré-candidatos a cargos de prefeito e vereador.

Na recomendação, o procurador da República Eleitoral, Daniel César Azeredo Avelino, orienta os promotores eleitorais de todo o Pará a reprimirem todo e qualquer tipo de propaganda antecipada, sendo adotadas medidas judiciais para coibir esse tipo de infração.

“Reitera-se que a postura ativa das autoridades eleitorais locais é vital para o sucesso das Eleições, pois além de prevenir a burla às normas de regência, garantirá que o voto reflita fielmente a legítima vontade do povo”, destaca o procurador na recomendação.

Segundo o art. 39, da Lei 9.504/97 (Lei das Eleições) proíbe a propaganda eleitoral mediante outdoors, sujeitando os responsáveis (empresa, agremiação partidária e candidatos) à imediata retirada da propaganda irregular e ao pagamento de multa. Além disso, só será permitida realização de  propagandas de candidatos aos cargos de prefeito e vereador a partir do dia 5 de julho de 2012.

Em eleições municipais, como a de 2012, o Ministério Público Federal só atua nos recursos à segunda instância, que é o Tribunal Regional Eleitoral. A fiscalização direta cabe ao Ministério Público do Estado, que atua na primeira instância, perante os juízes das zonas eleitorais. (MPF/PA)
--------------------
Nota do Folha - Já está na hora do MP em Tucuruí dar uma voltinha pela BR 422 e verificar os outdoors com propaganda subliminar espalhados pela via...

A irreverência do Bloco Pinocler e suas marchinhas.


Bloco Pinocler
Imagem Jornal de Tucuruí
As marchinhas do Bloco Pinocler demonstram a criatividade e a irreverência bem humorada dos estudantes de Tucuruí, lembram, aqueles mesmos estudantes que no passado pintaram a cara e selaram o destino do Collor provocando a sua cassação.
  
A força jovem não pode e nem deve ser ignorada e subestimada...
   
Ouçam agora as marchinhas que provocaram a ira e os arroubos de censura e autoritarismo da LIBLOTUC e seu presidente.
     
A qualidade do som e a criatividade das paródias nos surpreenderam.
    
Confiram: 
    
Música 1
Música 2
Música 3
Música 4
Música 5

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Tentaram censurar o Bloco Pinocler

O Jornal de Tucuruí noticiou a tentativa de censura ao Bloco Pinocler por parte da Liga Independente de Blocos de Tucuruí – Liblotuc, que tem como presidente Ademildo Alves de Medeiros.
   
Ademildo e CIA, recorreram ao Ministério Público na tentativa de impedir a livre manifestação pacífica e democrática dos estudantes de Tucuruí, que resolveram criar um bloco de carnaval para satirizar o prefeito Sancler como forma de protesto pelo aumento abusivo e ilegal da passagem de ônibus em Tucuruí.
   
No entanto a Promotora de Justiça Drª. Priscila Igreja, jogou um balde de água fria nas pretensões ditatoriais e antidemocráticas do Ademildo e CIA, esclarecendo o direito dos cidadãos à livre manifestação do pensamento, o direito de se reunir pacificamente, o direito de participar de eventos públicos, e o direito do cidadão de se vestir como quiser.
   
Se o prefeito não tem estrutura psicológica para ser criticado ou contestado em suas ações, está na profissão errada e faria melhor caso de abandonasse a carreira política. Vejam a matéria do Jornal de Tucuruí.

Parabéns ao Ministério Público Estadual, que deu um exemplo de compromisso com a defesa da Constituição Federal e dos direitos e garantias individuais e coletivas. 

Ditadura e censura nunca mais...

Vídeo mostra cenas de terror no réveillon 2012 em Tucuruí

Foi postado um vídeo do momento das explosões dos fogos de artifício no réveillon 2012 em Tucuruí.

No acidente várias pessoas sofreram queimadoras graves. 

O acidente foi causado pela irresponsabilidade da administração municipal, que autorizou uma pessoa leiga e inexperiente a instalar os explosivos de forma errada e em local inapropriado.

Não houve o acompanhamento de um Técnico em Pirotecnia e o Corpo de Bombeiros não vistoriou a instalação e queima dos fogos, contrariando todas as normas nacionais e internacionais de Pirotecnia.

Como o vídeo original é muito grande, principalmente para a Internet tartaruga de Tucuruí, selecionamos algumas cenas de verdadeiro terror do vídeo original, para dar uma ideia do que aconteceu. Vejam as cenas aqui. (4.4MB).

O vídeo completo e original pode ser visto no Youtube no link: http://youtu.be/6vKIq1NJuUA (43 MB)