Tucurui

Tucurui

Notícias

Alterar o idioma do Blog

Diga não a notícias falsas

O Folha na campanha contra notícias falsas e boatos na Internet. Consulte os sites http://www.e-farsas.com/ e http://www.boatos.org/. Leia a matéria do link http://www.redebrasilatual.com.br/revistas/127/divulgacao-de-noticias-falsas-nas-redes-sociais-pode-ter-consequencias-graves.

Lembre: Divulgar notícia falsa sobre as pessoas é crime.


domingo, 30 de junho de 2013

Curiosidade - Por que as mulheres vão juntas ao banheiro?

por Raquel Carneiro 
   
    
Por motivos culturais e neuropsicológicos, mulheres fazem laços de forma mais intensa do que os homens, então criaram o hábito ir ao banheiro acompanhadas. 
    
Por que as mulheres vão juntas ao banheiro? 
   
Por motivos culturais e neuropsicológicos, mulheres fazem laços de forma mais intensa do que os homens, então criaram o hábito ir ao banheiro acompanhadas. 
   
Fora isso, algumas pedras no caminho demandam a parceria. A primeira delas é a comprida fila do toalete. É normal que as mulheres queiram companhia nesses períodos longos e tediosos. Outros problemas também são mais bem resolvidos a quatro mãos, como cabines sem trinco e suporte para bolsas. 
    
Na hora de retocar a maquiagem, também a aprovação de uma aliada é essencial. Mas, afinal, elas fofocam? Raramente. O local está repleto de outras mulheres, algumas escondidas nas cabines, e tem uma acústica poderosa. Alguém pode ouvir algo que não deveria... 
   
Fora isso, algumas pedras no caminho demandam a parceria. A primeira delas é a comprida fila do toalete. É normal que as mulheres queiram companhia nesses períodos longos e tediosos. Outros problemas também são mais bem resolvidos a quatro mãos, como cabines sem trinco e suporte para bolsas. Na hora de retocar a maquiagem, também a aprovação de uma aliada é essencial. Mas, afinal, elas fofocam? Raramente. O local está repleto de outras mulheres, algumas escondidas nas cabines, e tem uma acústica poderosa. Alguém pode ouvir algo que não deveria... 
  
CONSULTORIA: Analú Renesto Vendramini, psicóloga clínica, e Claudio Bastidas, psicólogo clínico e professor da Universidade Presbiteriana Mackenzie. 

sábado, 29 de junho de 2013

Diário do Pará noticia tentativa de Sancler El Ditador de tentar impedir manifestações democráticas em Tucuruí

Juiz derruba ação que contesta manifestação


    
Sábado, 29/06/2013, 08:31:10.
     
El Ditador Sancler Ferreira PPS. Imagem ilustrativa do Folha.
    
No último dia 23 de junho, o juiz substituto da Comarca de Tucuruí, David Guilherme de Paiva Albano, julgou a Ação Civil Pública, movida pela Prefeitura Municipal de Tucuruí, que pretendia condenar manifestantes do Movimento “Acorda Tucuruí”, a fim de que os mesmos se abstivessem de obstruir a BR-422 e demais via públicas, assim como impedir atos de vandalismo contra o patrimônio público, durante protestos que ainda devem ocorrer na cidade.
    
Entre os argumentos, a Prefeitura alegou que em manifestação ocorrida no dia 21 de junho de 2013, houve obstrução da BR-422, principal via de acesso entre Tucuruí e Vila Permanente, o que causou transtornos a população. Em seu despacho, o juiz afirma que vem acompanhando os acontecimentos na cidade, mantendo inclusive contatos com as Polícias Civil e Militar, Ministério Público e Defensoria Púbica, a fim de que a ordem pública seja mantida no município. 
    
LIVRE MANIFESTAÇÃO
    
O juiz destacou ainda que o direito da livre manifestação de pensamento está assegurado pelo artigo V, inciso IV, da Constituição Federal, que legitima o direito de reunião pacífica, sem armas, em locais abertos, independente da autorização, desde que não frustrem outra reunião anteriormente convocada no mesmo local, sendo apenas exigido prévio aviso à autoridade competente. 
    
Além disso, o magistrado citou decisão do STF na qual o ministro Luiz Fux cassou liminar que proibia a realização de protestos em Minas Gerais durante a Copa das Confederações, ressaltando que “a democracia, longe de exercitar-se apenas e tão somente nas urnas, durante os pleitos eleitorais, pode e deve ser vivida continua e ativamente pelo povo, por meio do debate, da crítica e da manifestação em torno de objetivos comuns”. 
    
DIÁLOGO
    
O magistrado esclareceu também que “ao invés de processar os requeridos, o Município deveria chamá-los para dialogar e saber quais são as suas reivindicações e a possibilidade de atendê-las”. Veja a matéria no Diário.
    
(Diário do Pará)
    

sexta-feira, 28 de junho de 2013

MAB protesta em Frente a Prefeitura de Tucuruí e fecha BR 422

O MAB (Movimento dos Atingidos por Barragem) protestou hoje pelas ruas da cidade e em frente à Prefeitura de Tucuruí. O MAB entregou uma pauta de reivindicações para a Vice-prefeita e se dirigiu para a saída da cidade onde fechou a BR 422.
   
Olha o responsável por tudo isso é o Prefeito Sancler PPS, que se recusa a receber e negociar com os manifestantes, como Prefeito Municipal e como Presidente da AMAT o Prefeito se acha muito importante para receber os manifestantes, pessoas do povo que não são merecedoras de tomar o seu precioso tempo, ele pensa, a nosso ver, que o povão poderia sujar e trazer mau cheiro ao seu gabinete.
    
Vejam as imagens da manifestação e a pauta entregue à Vice-prefeita:
   
Manifestantes em frente a PMT.



Manifestantes se dirigindo para a BR 422.

Manifestantes na BR 422.

 
Vejam a pauta que foi entregue, clique na imagem para ampliar:


Página 1


Página 2

Página 3

Prefeito persegue manifestante

Segundo denuncia enviada por e-mail a Administração Municipal estaria supostamente perseguindo as pessoas que participam das manifestações.
   
Vejam o teor do E-mail e a imagem:
   
"Prefeito persegue manifestante ,,,o senhor José Wilson tem um lanche ambulante e fica próximo a upa ,depois de saber que ele andava envolvidos nas manifestações o prefeito mandou uma intimação,em nome da mulher da mulher dele, olha o tanto de erro de português ,dai se ver o tanto de gente incompetente na prefeitura,espero que vocês publiquem isso!!!"
    
   
É assim que governa um ditador - Isso é uma vergonha!!! 
   
Isso é o governo do PPS, que diz uma coisa e faz outra, é assim que o PPS trata os manifestantes e faz democracia.
     

Mal cai a PEC 37 e deputados paulistas articulam outra PEC dos corruptos.

Mal caiu a PEC 37 que tirava poderes de investigação do Ministério Público e deputados paulistas tentam emplacar outra, a PEC 001/2013, desta vez para impedir que o MP investigue Deputados Estaduais, Prefeitos e Vereadores corruptos.

Como se vê, alguns políticos não se conformam em que o Ministério Público investigue as suas maracutaias, o que cria uma situação no mínimo constrangedora para as polícias. 

Não é esquisito que os corruptos queiram que somente a polícia os possa investigar? Porque os políticos que defendem a corrupção e a impunidade dos corruptos querem que as polícias tenham a exclusividade nas investigações??? Isso é muito preocupante.
        
O mais interessante é que esta nova proposta em defesa da corrupção, nasce justamente no Estado de São Paulo. Isso é muito sintomático. Leia a notícia fonte desta matéria.

O mensalão da Globo! R$ 615 milhões de impostos sonegados

Do Blog da Perereca
    
"Leia antes que tirem do ar: Globo sonega mais de R$ 615 milhões em impostos. 
    
Em valores atualizados, dívida chega a mais de R$ 2 bilhões. 
     
Fraude fiscal ocorreu no Governo Fernando Henrique Cardoso. Fortuna da família Marinho ultrapassa R$ 26 bilhões. Dá um bocado de hospitais, não dá?" Leia a matéria completa.
     

Barbosa quer advogados fora de tribunais eleitorais

       
Ministro Joaquim Barbosa
O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Joaquim Barbosa, propôs à presidente da República, Dilma Rousseff, nesta terça-feira (25/6), o que chamou de “mudanças radicais na estrutura do Poder Judiciário”. 
     
De acordo com ele, seriam medidas para ajudar no combate à corrupção. Barbosa concedeu entrevista coletiva depois de se reunir com a presidente no Palácio do Planalto.
      
De acordo com o ministro, a primeira medida salutar seria a reestruturação da carreira dos integrantes da Justiça para suprimir o peso da política nas promoções. Barbosa lembrou que há duas formas de promoção de juízes, que se alternam: por antiguidade e por merecimento. No caso das promoções por antiguidade, não há influência política. Já, por merecimento, segundo ele, a influência é muito grande.
      
“Na maioria dos casos, não há merecimento algum. São escolhidos aqueles que têm mais trânsito político, digamos assim. Aqueles que são profissionais impecáveis, que só pensam em seus deveres funcionais ou em fazer Justiça, não são promovidos”, disse, sobre as promoções. E propôs que se dê prioridade à promoção por antiguidade ou refazer os critérios da promoção por merecimento.
     
“Hoje, quem pode ser promovido por merecimento é quem estiver dentro do quinto de antiguidade. Ou seja, se há 100 juízes, aqueles que forem os 20 mais antigos é que podem concorrer à promoção, a cada vaga. Basta baixar esse percentual para 5% ou 7% para diminuir sensivelmente o peso dessa influência política”, afirmou o presidente do Supremo.
     
Outra proposta feita pelo ministro Joaquim Barbosa costuma causar polêmicas no Judiciário: a proibição “radical” de parentes de juízes advogarem nos tribunais em que seus familiares são juízes. Ele também defendeu que não haja mais a vaga de jurista na composição dos tribunais eleitorais, inclusive do Tribunal Superior Eleitoral.
      
“Ninguém fala disso, mas eu falo! Os tribunais eleitorais, inclusive o TSE, são compostos por sete juízes. Eu peço que alguém me explique por que um tribunal tão decisivo, para questões tão importantes como as eleitorais, tem quase um terço de sua composição formada por advogados. E mais: advogados que até as 18h de cada dia têm os seus clientes particulares, têm sua vida como advogado e, a partir das 19h, atuam como ministros”, criticou.
    
     
Sobre a reforma política, Barbosa defendeu que o Brasil adote o chamado recall eleitoral, mude o sistema das eleições com a aprovação do voto distrital e permita candidaturas avulsas. Ou seja, sem a necessidade de o candidato ser filiado a partidos políticos.
      
Barbosa disse a Dilma que é importante “diminuir ou mitigar o peso da influência dos partidos políticos sobre a vida política do país e sobre os cidadãos”. Para ele, essa é uma questão-chave: “Sei muito bem que nenhuma democracia vive sem partidos políticos, mas há formas de introduzir pitadas de vontade popular, de consulta direta à população. Isso, em nada, se confunde com a ideia de supressão dos partidos políticos”.
     
De acordo com o presidente do Supremo, “não se faz reforma política consistente no Brasil” sem alterar a Constituição. “Qualquer pessoa minimamente informada sabe que isso é essencial. Está descartada a ideia de uma reforma política eficaz, consistente, através de lei ordinária”, disse. O ministro explicou a ideia de recall eleitoral: “Haver a possibilidade de o mandato do eleito ser revogado por quem o elegeu. Ou seja, os próprios eleitores. Uma medida como essa tem o efeito muito claro de criar uma identificação entre o eleito e o eleitorado. Impor ao eleito responsabilidades para com quem o elegeu. Em poucas palavras, é o que falta no sistema político brasileiro hoje”. 
     
O presidente do Supremo disse que há exemplos de sucesso de candidaturas avulsas em várias democracias do mundo. “Já que a nossa democracia peca pela falta de identidade, de identificação entre eleito e eleitor, por que não permitir que o povo escolha diretamente em quem votar? Por que essa intermediação necessária por partidos políticos desgastados, totalmente sem credibilidade?”, questionou. Segundo ele, a sociedade está “ansiosa para se ver livre desses grilhões partidários”. 
     
Joaquim Barbosa não teceu considerações sobre a necessidade ou não de se convocar uma Assembleia Constituinte exclusiva para tratar de reforma política. Minimizou a discussão jurídica sobre o tema: “Estamos passando por um período de crise grave. O que se espera do Poder Público são soluções, e não discussões estéreis sobre questões puramente doutrinárias que portam sobre modelos que foram concebidos há mais de 200 anos. O que a sociedade quer são respostas rápidas. Esses leguleios típicos do microcosmo jurídico brasileiro, em geral sem nenhuma correspondência na realidade social, não tem nenhuma importância”. 
     
O ministro informou que foi convidado pela presidente da República para discutir as manifestações que tomaram conta do país nos últimos dias e as propostas que ela fez para responder aos reclamos da sociedade. Joaquim Barbosa ressaltou, por mais de uma vez, que falava como presidente do Supremo, mas que não dizia nada em nome dos demais ministros do tribunal.
    
Rodrigo Haidar é editor da revista Consultor Jurídico em Brasília.
    
Revista Consultor Jurídico, 25 de junho de 2013.
     

quinta-feira, 27 de junho de 2013

Direitos & Direitos

Fala-se muito em direitos no Brasil, mas um direito em especial é constantemente citado pelos governantes que é o direito Constitucional de Ir e Vir. Os governantes usam este direito como desculpa para inviabilizar manifestações e protestos públicos.
   
É certo que a Constituição em seu Art. XV diz que é livre a locomoção no território nacional em tempos de paz. Mas a Constituição também em seu Art. IV, diz que é livre a manifestação do pensamento, o que inclui o direito de protestar, e no Art. XVI a Constituição diz que todos podem reunir-se pacificamente, sem armas, em locais abertos ao público.
   
Pois bem, em primeiro lugar não existe direito absoluto, um direito não pode inviabilizar outro direito. Ou seja, o Direito de Ir e Vir não pode inviabilizar o direito de expressão, de manifestação e de reunião. A obstrução “temporária” de uma via pública não pode inviabilizar e impedir o exercício do direito de reunião e de protestar. 
   
Alguns podem contestar dizendo que a manifestação prejudica e causa transtornos para quem não tem nada a ver com isso, e que as vezes nem concorda com as reivindicações dos manifestantes. Mas este argumento não se sustenta diante de um simples raciocínio lógico. 
   
Vamos dar alguns exemplos:
    
1 - Se o direito de ir e vir fosse absoluto deveriam processar os padres quando interrompem e obstruem as vias públicas nas procissões do Círio de Nazaré, pois isso, prejudica o direito de ir e vir de quem não é católico, e de quem não tem nada a ver com isso.
    
2 - Se o direito de ir e vir fosse absoluto deveriam processar os Pastores Evangélicos quando obstruem as vias públicas para a Marcha Para Cristo, pois isso prejudica o direito de ir e vir de quem não é evangélico, e de quem não tem nada a ver com isso.
   
3 - Se o direito de ir e vir fosse absoluto deveriam processar os Gays quando interrompem e obstruem as vias públicas nas Paradas Gays, pois isso prejudica o direito de ir e vir de quem não é gay, e de quem não tem nada a ver com isso.
    
4 - Se o direito de ir e vir fosse absoluto deveriam processar os ruralistas quando interrompem e obstruem e sujam de estrume as vias públicas nos desfiles da Expotuc, pois isso prejudica o direito de ir e vir de quem não é ruralista e de quem não tem nada a ver com isso.
    
5 - Se o direito de ir e vir fosse absoluto deveriam processar os responsáveis pelos Blocos Carnavalescos, quando os mesmos interrompem e obstruem as vias públicas na passagem dos trios elétricos e dos brincantes, além de sujarem as vias públicas, urinarem em muros e calçadas, quebrarem árvores, danificarem semáforos e provocarem poluição sonora, pois isso, isso prejudica o direito de ir e vir e o sossego público de quem não gosta de carnaval e de quem não tem nada a ver com isso.
   
6 - Se o direito de ir e vir fosse absoluto deveriam processar os responsáveis pelas festas juninas, quando interrompem e obstruem as vias públicas, pois isso prejudica o direito de ir e vir de quem não gosta de festa junina, e de quem não tem nada a ver com isso.
   
7 - Se o direito de ir e vir fosse absoluto deveriam processar o Prefeito todas as vezes que ele fechar a Avenida Santo Antônio para fazer eventos públicos, pois isso prejudica o direito de ir e vir de quem não participa destes eventos.
   
8 - Se o direito de ir e vir fosse absoluto deveriam soltar todos os presos da delegacias e penitenciárias, pois estão todos prejudicados em seu direito de ir e vir.
    
Graças às manifestações o Brasil avançou vinte anos em apenas vinte dias.
    
Então caro cidadão, pense antes evocar o Direito de Ir e Vir para puxar saco de governantes, condenar e criticar quem exerce o direito de se manifestar. É melhor ficar calado do que demonstrar publicamente a sua enorme ignorância.
    

quarta-feira, 26 de junho de 2013

O povo protesta em frente a casa do prefeito ditador Sancler Ferreira PPS

Neste momento está havendo uma manifestação em frente à caso do Preito de Tucuruí Sancler Ferreira PPS na Vila Pioneira.

A casa está cercada de manifestantes e policiais que fazem a segurança da manifestação e da casa do prefeito.
     
Atualização: Segundo informações quem entrou primeiro com o mesmo processo foi a Viação Tucuruí, mas o Juiz negou, dizendo que só o poder público poderia entrar com este tipo de ação, então o Prefeito Sancler resolveu entrar com o processo e assumir as dores da Viação Tucuruí, e deu no que deu.
   
Está na hora de quebrar o monopólio da Viação Tucuruí no município, parece que o dono da Viação Tucuruí manda no Prefeito e nos vereadores e por isso se julga dono da cidade, e acha que pode mandar no povo.
    
Vejam as imagens:




Tucuruí - Prefeito tenta impedir manifestações na cidade e criminalizar jornalistas e lideranças estudantis

El ditador, o imperador de Tucuruí.
O prefeito de Tucuruí Sancler Ferreira (PPS) entrou na justiça para tentar impedir e limitar as manifestações democráticas no município, não satisfeito pretendia ainda criminalizar algumas lideranças por supostamente incitar as manifestações democráticas. Neste caso,  se a denúncia fosse acatada pela justiça, o Próprio Ministério Público poderia ser acusado de incitar manifestações populares contra a PEC 37.
       
Pelo que estamos vendo, o poder subiu à cabeça do ditador prefeito Sancler (PPS), que em vez de administrador, se julga dono da cidade. 
   
O ditador acredita que o Poder Judiciário lhe deve obediência cega e está às suas ordens da mesma forma como o faz o poder Legislativo e os vereadores fantoches de Tucuruí.
      
Mas o poder judiciário recusou esta aberração jurídica e reconheceu a liberdade de manifestação e de expressão da população de Tucuruí, garantida pela Constituição Federal. Parabéns ao Poder Judiciário que mais uma vez defendeu a Constituição Federal e os direitos do povo.
      
Na sentença o Juiz Dr. David Guilherme de Paiva Albano, reconhece e defende o direito de livre manifestação popular, é inadmissível um protesto sem transtornos, pois são estes mesmos transtornos que tornam visíveis as manifestações pacíficas e democráticas.
    
O Juiz em sua sentença dá uma lição de cidadania e de democracia ao prefeito e sua Procuradoria Jurídica.
     
A hipocrisia desta gente é inacreditável, enquanto o partido do Prefeito o PPS na televisão apoia as manifestações, suas lideranças nos Estados e municípios, quando lhes convém, tentam impedir e criminalizar os líderes destas mesmas manifestações. Para o PPS as manifestações só valem para os adversários.
     
Diante de tudo isso fica a pergunta que não quer calar: Quem será o mais incompetente, o ditador de Tucuruí Sancler Ferreira (PPS), ou a Procuradora Jurídica do Município Drª. Idalene Maria Barroso Barbosa? 
    
Pelo menos o prefeito tem a desculpa de que não é advogado.
    
Vejam o processo: Clique nas imagens para ampliar.
    



terça-feira, 25 de junho de 2013

Sindicalistas e Servidores Municipais fazem ato de protesto na Câmara Municipal de Tucuruí

Sindicalistas e servidores do município estiveram hoje na seção da Câmara Municipal, a última antes do recesso parlamentar. A Câmara Municipal de Tucuruí recebeu mais de R$ 2.000.000,00 dois milhões somente este ano, e não temos conhecimento de nenhum benefício para a população de Tucuruí, pelo contrário, os vereadores trabalham CONTRA o povo e CONTRA o interesse público, e o que é pior, sem prestar contas para a sociedade. 
   
Ninguém sabe o que os vereadores de Tucuruí estão fazendo com o dinheiro público, pois na CMT não existe transparência. O dinheiro gasto com a CMT é um dinheiro que está sendo jogado fora, um gasto inútil e que poderia estar sendo empregado em coisas mais importantes para o povo, como saneamento básico, saúde e educação.
     
Sabendo do comparecimento dos servidores, dez dos treze vereadores não tiveram coragem de mostrar as suas caras limpas e nem tiveram coragem de olhar no rosto daqueles que traíram e prejudicaram. 

Somente três vereadores foram machos o suficiente para mostrar a cara, foram os vereadores: Deley, Bena e Cleiton, os outros fugiram como ratos, e provavelmente aproveitaram para gastar o nosso dinheiro e suas diárias (que ganham na maior moleza) em Salinas, Fortaleza ou nas praias do Nordeste, quem sabe até no exterior, afinal tem uma população de palhaços que pagam suas contas e mordomias.
     
Mas os funcionários municipais podem ter certeza de que esta briga está longe de acabar, ainda tem muita água para passar debaixo da ponte antes que o prefeito e SEUS vereadores possam comemorar a vitória, a luta agora é que está começando.
     
Outra coisa, a Lei que criou o IPASET é municipal e se não conseguirmos derrubar esta Lei podemos trabalhar para não reeleger estes vereadores e acabar com o IPASET na próxima legislatura, mandando esta turma pra casa e elegendo vereadores de verdade nas próximas eleições (um dia a gente acerta), é só a gente não esquecer nunca, e lembrar esta traição a cada pagamento no final do mês, até o final do mandato deles. Nós vamos esperar porque não existe mal que sempre dure. Enquanto isso vamos fiscalizar para saber o que este pessoal faz com o dinheiro público...
    

Vejam as imagens:     
     
Servidores na CMT
   
Servidores na CMT - O cartaz diz: IPASET me rouba logo.
   
Vereadores que não são covardes e não tem medo de povo conversam com servidores.
     
Servidores comem a pizza dos vereadores em frente a CMT
     
Servidores em frente ao MPE
   
Servidores protestam em frente ao MPE
   

Autores do Ficha Limpa lançam o ‘Reforma Política Já’

REFORMA POLÍTICA JÁ
       
O MCCE lançou mais um projeto de lei por iniciativa popular. Dessa vez iremos trabalhar pontos estruturantes que mudam nosso sistema eleitoral.
   
Precisamos de voluntários em todos os Municípios.
   
O IFC dará treinamento e enviará material para coleta das assinaturas.
    

Informações: ifc@ifc.org.br
  
    
   
REFORMA POLÍTICA JÁ
     

segunda-feira, 24 de junho de 2013

Prefeitura de Tucuruí é pressionada pelo MPF a cumprir a Lei da Transparência

A Prefeitura de Tucuruí e outras prefeituras da região estão sendo pressionadas a prestar contas cumprindo a Lei da Transparência.
    
Vejam a matéria "Pressão" do Repórter Diário do diário do Pará de domingo (23/06/2013).
    
"O Ministério Público Federal em Tucuruí instaurou Inquérito Civil Público para averiguar cumprimento da Lei Complementar nº 131/2009, a Lei da Transparência Pública, pelos municípios de Tucuruí, Novo Repartimento, Pacajá, Jacundá, Breu Branco, Goianésia e Tailândia.
    
O procurador da República Paulo Marques oficiou aos prefeitos com pedidos de informações sobre a existência ou não de páginas oficiais na Internet e dos portais de Transparência com publicação de despesas, receitas arrecadadas, licitações e convênios."
    
Comentário do Folha: Existe uma página da PMT com receitas e despesas, mas as informações estão defasadas e incompletas, pois a Lei determina que as informações sejam prestadas EM TEMPO REAL e não com um ou dois anos de atraso. Além disso, as informações são incompletas, pois mostram o beneficiado com pagamentos, descreve o valor da despesa, mas não os serviços ou os bens adquiridos, assim como a modalidade da compra ou contratação dos serviços e não consta os dados cadastrais das empresas e do prestador de serviços que receberam pagamento da PMT. 
    
Além do mais a PMT dificulta a prestação de informações que pela lei Orgânica do Município deveria ser prestada em no máximo 15 dias. O SINSMUT requereu à PMT a relação da Folha de Pagamento, e o prazo já se extinguiu há vários dias, sendo que o representante do Sindicato está sendo enrolado e empurrado com a barriga.
    
Segundo a Direção do SINSMUT amanhã será a última tentativa para conseguir a informação da PMT, caso a Lei não seja cumprida o próximo passo será uma representação formal ao Ministério Público.
    
Câmara Municipal
    
O Folha de Tucuruí também deverá solicitar a Folha de Pagamento da Câmara Municipal de Tucuruí, assim como um relatório detalhado de receita e despesas da CMT. Estima-se que a Câmara Municipal já tenha recebido só este ano, algo em torno de R$ 2.000.000,00 dois milhões em repasses da PMT, sem que a população tenha conhecimento de qualquer retorno deste dinheiro em benefícios para o povo de Tucuruí, queremos saber o que os vereadores estão fazendo com todo este dinheiro. A CMT também deverá ser denunciada por não cumprir a Lei da Transparência ao não prestar contas como manda a Lei.
      
O Folha de Tucuruí tem apoiado incondicionalmente a luta do Ministério Público contra a PEC 37, por considerar que esta luta é de interesse de toda a sociedade brasileira, e gostaríamos da  retribuição do MPE, nos ajudando a fiscalizar o poder público no município.
    
Unidos, Ministério Público e sociedade organizada, poderemos defender o interesse público e moralizar este país.
         

Prefeitura de Tucuruí com uma frota de menos de 100 veículos gasta R$ 12 milhões por ano de combustível.

"A gestão do prefeito Sancler Ferreira em seus primeiros quatros anos de governo, gastou com abastecimento dos veículos oficias da Prefeitura Municipal de Tucuruí a quantia astronômica de quase R$ 50 milhões, uma média de R$ 12 milhões por ano, aproximadamente 4 milhões de litros de combustível ano, totalizando 16 milhões de litros de combustível nos últimos 4 anos." Leia a matéria completa.
     
Texto do Jornal de Tucuruí
-------------------------------------------
    

Nota do Folha: O Folha de Tucuruí já havia feito uma denuncia em relação ao gasto absurdo de combustível pela prefeitura, isso já em março de 2012 através da matéria: "Gastos astronômicos de combustível na prefeitura de Tucuruí".
   
No entanto apesar da denúncia pública, nenhuma autoridade "competente"(?) tomou qualquer atitude para estancar a verdadeira sangria nos cofres públicos através de gastos exagerados e descabidos com combustíveis pela prefeitura. É comum vermos uma infinidade de carros particulares, inclusive com placas de outros municípios e até mesmo de outros Estados abastecendo à custa da PMT.
    
Caso o Ministério Público tenha interesse e queira apurar as denuncias é só pedir as planilhas de abastecimento (que as prefeituras tem obrigação de elaborar) para comprovar os abusos e as irregularidades.
   
Vejam a foto da maior parte da frota de veículos da Prefeitura de Tucuruí.


Imagem Jornal de Tucuruí
    
ISSO É UMA VERGONHA.

Dois oficiais e dois suboficiais estão sendo acusados do desvio de alimentos e combustíveis no 8º Grupamento do Corpo de Bombeiros em Tucuruí.

MP denuncia desvios em Tucuruí
    
Na semana em que o Corpo de Bombeiros do Pará ganhou as páginas dos jornais envolvido em suspeitas de venda de laudos de vistorias técnicas para liberação de Habite-se de imóveis em Belém, vem à tona uma nova denúncia que compromete ainda mais imagem da corporação no Estado. Desta vez a acusação atinge dois oficiais e dois suboficiais acusados do desvio de alimentos e combustíveis no 8º Grupamento do Corpo de Bombeiros em Tucuruí. 
    
As denúncias foram feitas por um tenente e levaram o Ministério Público Militar a investigar e denunciar à Justiça os quatro integrantes da corporação, entre eles, o então comandante do Grupamento, o major Helton Charles Araújo Moraes. Também foram denunciados o hoje capitão Marcos Felipe Galúcio de Souza, que está em Marabá, e os o sub-tenentes Lucivaldo Bittencourt Pompeu e Ronaldo do Espírito Santo.
      
Segundo a denúncia, o Corpo de Bombeiros em Tucuruí recebia combustíveis doados pela prefeitura municipal do município, pela empresa Eletronorte, que administra a usina hidrelétrica e tem escritório na cidade, e ainda contava com suprimentos do próprio Comando da Corporação. Da prefeitura de Tucuruí saiam mensalmente 480 litros de óleo diesel. Já a Eletronorte doava 248 litros de gasolina, que seriam suficientes para manter a frota do grupamento ao longo do mês. 
   
Não havia, contudo, na administração da unidade, qualquer controle sobre o uso dessas doações. “Soa estranho que não haja registro de entrada de combustível nos livros de partes diárias do fiscal de dia do 8º GBM, não havendo nenhum outro documento comprobatório de que o referido combustível tenha entrado no quartel do 8º GBM e também registro de consumo que comprove a fiscalização do combustível”, constatou o Ministério Público na denúncia apresentada à Justiça. A empresa Eletronorte confirmou as doações. Segundo testemunhas, o combustível era transportado em carotes e em carros particulares.
     
QUENTINHAS
    
O Ministério Público apurou também o desvio de alimentos que eram doados ao Corpo de Bombeiro pela empresa Camargo Correa, responsável por obras no município como a das eclusas. Segundo testemunhas, a empresa doava quentinhas que eram consumidas no grupamento, o que facilitava o desvio de alimentos não perecíveis enviados pelo Comando. 
    
“Eram entregues nas unidades apenas alimentos não perecíveis, excluindo-se, portanto, os perecíveis, o que leva a concluir que o primeiro denunciado [o major Helton], a quem cabia a gestão administrativa militar do 8º GBM, se apropriava indevidamente desses”, diz a denúncia. 
    
A ação inclui ainda irregularidades no uso dos recursos arrecadados com o aluguel da quadra de esportes do Grupamento e a suposta apropriação de uma antena de acesso a Internet do programa “Navega Pará”, do governo do Estado, que teria sido tirada do local de origem e instalada em local definido pelo então comandante do 8º Grupamento para uso particular.
    
As denúncias deram origem a um inquérito militar que resultou na denúncia à Justiça e foi aberto também processo administrativo para apurar falhas de conduta dos militares envolvidos. Na última sexta-feira, o responsável pelo caso, o promotor Armando Brasil determinou também a instauração do Conselho de Justificação, instância responsável por julgar pedido de expulsão contra bombeiros. O Conselho deve ser formado por três integrantes com patentes mais altas que as dos denunciados e os nomes são escolhidos pelo governador do Estado, Simão Jatene.
     
O subcomandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Mário Moraes, garantiu que todas as denúncias contra integrantes da corporação serão rigorosamente apuradas. “Qualquer denúncia que recebemos é investigada”. Além do Conselho de Justificação, ainda não instaurado, os militares estão sujeitos a possíveis sanções funcionais que podem ir da advertência à prisão. Os oficiais e suboficiais acusados foram afastados de Tucuruí, mas enviados para outros grupamentos do Estado. “O afastamento é necessário para que eles não interferissem na investigação, mas o caso não foi julgado então não cabe afastá-los totalmente das funções”, explicou Moraes. Não há previsão para o fim do processo.
     
Dos investigados, apenas o major Helton Charles Araújo Moraes falou ao DIÁRIO. Ele garantiu que não teve envolvimento nos desvios. “Vai ficar claro ao longo do processo que minha assinatura foi falsificada. Minha história na corporação é pautada pela licitude. Já recebi comenda e elogios do governador. Tenho interesse em que a investigação ocorra o mais rápido possível. Esse tipo de denúncia desgasta a gente, mas o servidor público está sujeito”.
    
(Diário do Pará)
    

domingo, 23 de junho de 2013

Vários vereadores não vão participar da seção de encerramento dos trabalhos antes do recesso


      
Vários vereadores disseram que vão viajar e que não participarão da "Sessão Solene" de encerramento dos trabalhos legislativos antes do recesso (um destes vereadores é o Marajá, o nome já diz tudo).
    
É muito engraçado este negócio de encerrar trabalhos legislativos na Câmara Municipal de Tucuruí, que trabalhos são estes? Aprovar os desmandos do ditador prefeito de Tucuruí? Mentir e faltar com a palavra para com a população?
   
Os vereadores sabem que está programada uma manifestação em frente à Câmara Municipal para cobrar as atitudes do legislativo tucuruiense e alguns fogem como ratos, pois tem medo do povo.
     
COVARDES
    
O mesmo medo que levou o presidente da Câmara Municipal e vereador de um só mandato o Vereador Florisval, vulgo Flor, a mentir e faltar com a sua palavra para com os servidores do município. 
    
Esta é a pior legislatura de todos os tempos em Tucuruí, os outros pelo menos tentavam disfarçar.
    
ISSO É UMA VERGONHA.
      


sábado, 22 de junho de 2013

Brasil, os políticos são corruptos por representar uma sociedade corrupta?

       
Normalmente vemos pessoas tentando justificar a corrupção e a ladroagem dos políticos dizendo que eles fazem parte da sociedade e foram eleitos pelo povo, logo se os corruptos são povo e se foram eleitos pelo povo, o povo brasileiro também é corrupto.
     
Espera aí, esta lógica demoníaca que enaltece e tenta justificar a desonestidade e a falta de caráter dos políticos brasileiros não se sustenta diante de um raciocínio mais apurado, vejamos:
    
Como os políticos são eleitos no Brasil?
    
Primeiro eles tem que estar filiados em um partido político, em minha opinião praticamente não existe partido político de fato no Brasil, mas este tema será discutido em outra oportunidade.
    
Depois de filiado ele tem que conseguir ser candidato, e para isso ele tem que estar nas boas graças dos caciques ou ter um grupo político dentro do partido para ser indicado nas prévias.
    
Muito bem, o cidadão está filiado, conseguiu ser candidato sem comprar ninguém, e agora está na hora da campanha eleitoral e é aí que a porca torce o rabo, para se eleger ele precisa de dinheiro, muito dinheiro para fazer a sua propaganda política e a sua campanha e eventualmente comprar votos. 
    
E onde ele vai buscar este dinheiro? Ahá, ou aceita ser financiado com dinheiro público desviado por políticos corruptos que já estão no poder e querem se perpetuar no cargo, e aumentar a quadrilha e os "lucros", ou entre os comerciantes e empreiteiros que por sua vez financiam o candidato em troca de contratos (licitações direcionadas, fajutas e muitas vezes sem licitação nenhuma) com prefeituras, Estados e Governo Federal. Tem um ditado na política que diz que o político safado para se eleger vende a mãe e se ganhar a compra de volta.
    
Esta é a primeira etapa da corrupção, nesta faze os cidadãos de bem que não aceitam se vender não terão dinheiro para a campanha e estão sujeitos a sabotagens e boicotes, pois os corruptos não querem correr o risco de ter gente honesta entre eles, os que aceitaram já venderam a alma ao demônio e estão comprometidos com a corrupção.
    
Pois bem, passada esta primeira etapa vem à segunda seleção que é a necessidade de mentir e enganar. Já é de consenso na política brasileira que mentir e enganar para se eleger não é desonestidade, o povo brasileiro em sua maioria acredita em tudo, tanto é que são costumeiras vítimas de malandros, vigaristas, vendedores da fé e políticos desonestos. Quanto mais honesto é o cidadão, mais fácil de ser enganado já que ele acredita que todos são iguais a ele.
    
E ai nós temos este sistema infernal que faz a seleção dos políticos entre os piores da sociedade. É claro que tem político sério e competente neste país, tem gente que consegue de alguma forma burlar o sistema e ser eleito mesmo sendo sério e honesto, mas estes são minoria.
    
Dizer que os políticos brasileiros são corruptos porque a sociedade é corrupta é um absurdo. É como separar dez ou vinte feijões podres e carunchados de um saco de feijão e usar estes feijões podres como referencia para os outros milhares de feijões sadios. Se você escolhe os podres como amostra, como saber realmente a qualidade do saco inteiro? É um absurdo, não é?
     
Diante do que foi exposto dá para entender por que cidadãos aparentemente honestos e cheios de boas intenções, quando no poder se transformam em corruptos, mau caráter e bandidos. É porque eles já eram corruptos e bandidos antes, só lhes faltava oportunidade para mostrar o que realmente são, e ao entrar no meio político normalmente corrupto e imoral eles se identificam e se corrompem assumindo compromissos com o crime organizado antes mesmo de se elegerem. 
    
Então não tem dessa de achar que foi o poder e o meio quem corrompeu o político, isso não existe, caráter vem de berço, está na natureza e no DNA do cidadão de bem, o político corrupto já era corrupto, e segundo os mais recentes estudos da psicologia a corrupção e a ladroagem é um desvio de caráter que não tem cura, é como o psicopata e o pedófilo, a única forma de impedir que estes degenerados continuem cometendo crimes é tirar estas pessoas do convívio social, ou não lhes dar oportunidades de praticar as suas taras, no caso do corrupto a única solução é afastá-lo definitivamente da vida pública.
    
Vemos políticos cassados por corrupção que retornam à vida pública pelo voto do povo e muitos estranham, mas é claro que volta, pois o sistema o beneficia e facilita a sua eleição, quanto mais corrupto, mentiroso, desonesto e safado, mais fácil é para o político se eleger e reeleger.
    

Mas como eleger pessoas de bem em um sistema eleitoral que beneficia justamente a eleição de corruptos e bandidos, e dificulta a eleição de pessoas íntegras e honestas? 
    
Ou o Brasil muda o seu sistema eleitoral ou a sociedade vai continuar refém dos corruptos e do crime organizado indefinidamente.
   

sexta-feira, 21 de junho de 2013

População e manifestantes rejeitam partidos políticos

Imagem do Blog do Parsifal
   
Inglaterra se oferece para sediar a copa de 2014.
   
Caso o Brasil não possa sediar a copa do mundo de 2014, a FIFA tem uma carta na manga. A Inglaterra seria o país que pode sediar a copa de 2014. 
    
A imagem do Brasil hoje deixou de ser a imagem de um país grande, forte e independente e passou a ser visto como um país de miseráveis, um país que é incapaz de sediar uma copa do mundo, estamos em inferioridade até mesmo de um pequeno país como a África do Sul, que ao contrário do Brasil sediou a copa do mundo e nem por isso seus habitantes passaram fome.
     
O problema da Copa do Mundo no Brasil não são os investimentos, o problema é que a copa do mundo coincidiu justamente em um ano eleitoral. Época em que a classe política não hesita em prejudicar todo um país para viabilizar seus projetos políticos de poder.
     
São dois os problemas mais graves deste país, o primeiro é a corrupção e o segundo são os políticos que a pratica.
    

Manifestantes fecham BR em Tucuruí

Centenas de manifestantes fecharam a BR 422 nos dois sentidos em frente ao Posto Petromax. Pessoas que tentam partidarizar a manifestação são hostilizadas e vaiadas. 
   
Muitos partidos políticos tendo em vista as eleições do ano que vem, tentam direcionar as manifestações de acordo com os seus interesses, mas o que se vê é uma insatisfação e revolta contra todos os partidos políticos, contra a política e a corrupção em geral. 
    
Em Tucuruí são feitas críticas severas aos vereadores que tem protagonizado atitudes deploráveis de submissão aos interesses do prefeito e um total descaso para com a população, praticando o que tem de pior na política em Tucuruí.

Vejam imagens do protesto de hoje na BR:









A falta de respeito e de vergonha do político brasileiro, ninguém aguenta mais.

Vejam este vídeo que retrata muito bem a situação caótica por que passa o Brasil nestes tempos. A classe política deste país é uma vergonha nacional. 
    
E não é só em Brasília, nos Estados como o Pará e nos municípios como Tucuruí, a bandalheira é geral, são políticos desonestos, sem palavra, mentirosos e sem caráter que envergonham o povo brasileiro. 
     
Quem mente rouba, e quem rouba mata...
     

38 bebês morrem em 19 dias na Santa Casa em Belém e para o Jatene (PSDB), AGORA é tudo normal???

A morte de criancinhas continua na Santa Casa em Belém, mas desta vez sem a indignação da imprensa e de políticos hipócritas

Do Blog da Franssinete


É de clamar aos céus: 38 bebês já morreram no Hospital da Santa Casa de Misericórdia do Pará em 19 dias deste mês de junho, e um bebezinho de 3 meses, depois de agonizar durante cinco dias no PSM da 14 de Março à espera de um leito em algum hospital de Belém, não resistiu a tanta desumanidade e morreu ontem. Leia a matéria completa.

Isso é uma vergonha!!!

quinta-feira, 20 de junho de 2013

Nota do Ministério Público sobre as manifestações populares

NOTA DE APOIO AS MANIFESTAÇÕES POPULARES

O Ministério Público do Estado do Pará vem a público manifestar apoio à sociedade que está nas ruas, pacificamente, nas manifestações multitemáticas, no Estado do Pará, e em todo o País, em defesa da saúde, educação, transportes, segurança e demais direitos fundamentais, todos, indistintamente, causas primeiras para o próprio Ministério Público, que defende, diariamente, os interesses sociais e individuais indisponíveis. 
       
E em respeito e solidariedade à população mantém as suas atividades em regime de normalidade, e em pleno funcionamento, de portas abertas à sociedade.
      
Atenciosamente,

Edson Gillet e Edyr Falcão
Assessoria de Imprensa do MPE/PA
http://www.mp.pa.gov.br/
http://twitter.com/MPEPA
imprensa@mp.pa.gov.br
(91) 4006-3586
(91) 4006-3487

Milhares de pessoas participaram do protesto em Tucuruí

Milhares de pessoas participaram do protesto em Tucuruí contra a passagem alta do transporte público, contra a corrupção, contra o Prefeito ditador de Tucuruí Sancler Ferreira (PPS), contra os vereadores que votaram a favor do famigerado IPASET e votaram contra os servidores municipais.

Apesar do boicote da Viação Tucuruí que se negou a transportar os manifestantes o comparecimento foi em massa, os ativistas vieram de carona, de mototáxi e até a pé.

O Presidente da Câmara Municipal de Tucuruí Florisval, foi muito criticado pois faltou com a palavra dada aos servidores municipais de que faria uma audiência pública antes da votação do projeto, no entanto agiu como um moleque covarde colocando o projeto para ser votado de surpresa. 

O Presidente da Câmara mentiu de forma deslavada para os servidores municipais. É preciso que a população de Tucuruí fique de olho neste rapaz, quem não cumpre com a sua palavra não tem honra e é capaz de tudo, quem não respeita a si mesmo não respeita nada e ninguém.

Amanhã tem mais protesto, na mesma bathora e no mesmo batlocal, não percam, vamos encurralar e desmascarar a corrupção em Tucuruí.

As imagens do protesto valem por mil palavras.

Imagens do FaceBook: