Tucurui

Tucurui

Notícias

Alterar o idioma do Blog

quarta-feira, 30 de julho de 2014

Crianças em situação de risco no lixão da prefeitura

     
O lixão da Prefeitura de Tucuruí na Estrada Bom Jesus.

Detalhe das criancinhas brincando no lixão, os brinquedos são:
Uma seringa descartável e uma camisinha usada
O Aterro Sanitário Fantasma. 
                

Segundo informações ainda em 2010, a prefeitura no começo da administração do Prefeito Sancler Ferreira (PPS), comprou uma Área de Preservação Permanente, do Pastor Adauto com a justificativa de fazer ali um Aterro Sanitário. Segundo relatos a compra teria sido intermediada pelo Secretário de Gabinete da PMT.

    
A área de 35 alqueires teria custado R$ 30.000,00 trinta mil por alqueire, totalizando R$ 1.050.000,00 um milhão e cinquenta mil. Ora, em se tratando de APP caso o pastor tivesse vendido a R$ 5.000 cinco mil o alqueire (O que daria R$ 150.000,00 com uma economia de R$ 900.000,00) ainda estaria no lucro, pois o proprietário legalmente não poderia fazer nada nesta área, mas o prefeito pode, já que ele não respeita Lei nenhuma mesmo. 
   
Mas até hoje 30 de julho de 2014, portanto há mais de quatro anos, o tal de Aterro Sanitário não saiu do papel e as obras nem mesmo foram iniciadas, sendo que a prefeitura continua usando lixões. A área comprada para o tal Aterro Sanitário está na juquira e serve apenas de pasto para os bois das fazendas vizinhas. Vejam a matéria que o Folha fez em 2010.
    
Crianças em situação de risco 
   
Enquanto isso crianças catam lixo no lixão da Prefeitura, estas que podem ser vistas nas imagens tem entre três e cinco anos de idade, não dá para ver nas imagens, mas a menor está brincando com uma seringa como pistola de água e a outra com uma camisinha usada. É assim que as crianças carentes de Tucuruí são tratadas pela PMT, abandonadas em lixões vivendo e se alimentando de lixo. Esta é a Tucuruí verdadeira, não aquela que é apresentada nos programas da prefeitura pagas a peso de ouro com o dinheiro dos impostos cobrados do povo. Centenas de famílias estão abandoando a cidade, ou sendo obrigadas a viver pedindo esmolas e vivendo de catar e se alimentar de lixo, pois o desemprego na cidade é uma coisa de louco. 
     
Isso é uma vergonha!!!
     

SINSMUT após 20 anos de sua fundação, o SINSMUT recebe finalmente a Certidão de Registro Sindical

O SINSMUT recebeu a Certidão de Registro Sindical do Ministério do Trabalho e Emprego, estando assim plenamente legalizado pela primeira vez em sua história.
     
Parabéns á atual diretoria que conseguiu a legalização do SINSMUT após duas décadas.
            
Agora o SINSMUT pode afirmar que realmente representa legalmente o servidor Público Municipal de Tucuruí.
          
Abaixo a cópia da Certidão.
         
                  

terça-feira, 29 de julho de 2014

Prefeito de Tucuruí tenta encostar a justiça na parede, ou a PMT faz um concurso fajuto, ou não faz concurso algum

           
A decisão judicial que estamos publicando abaixo, mostra que o Prefeito Sancler Ferreira (PPS) está sendo obrigado pela justiça a fazer o concurso público na Prefeitura de Tucuruí, sob pena de pagar R$ 5.000,00 cinco mil de multa INDIVIDUAL por dia de atraso na publicação do Edital, Intervenção no Município e afastamento do Prefeito por descumprir ordem judicial.
       
Sendo assim, certamente orientado por advogados e contadores, o Prefeito Sancler Ferreira (PPS), tenta colocar a justiça contra a parede. Por um lado divulga um edital cheio de falhas, com apenas 30% das vagas disponíveis, e ainda COM DISPENSA DE LICITAÇÃO contrata uma empresa que está sendo processada na justiça (Já perdeu em duas instâncias), por fraude no concurso público de Salinópolis no Pará.
         
Parece-nos óbvio que o Prefeito espera e trama para que a justiça anule o Edital e o concurso, então o prefeito ganharia tempo, pois o Concurso em Tucuruí ficaria sub judice, e ele poderia empurrar este concurso com a barriga até o final do mandato, ou até mesmo não fazer e jogar esta responsabilidade para o seu sucessor.
     
Mas caso a justiça não se manifeste diante de tantas irregularidades e indícios de tentativa de fraude, e o concurso continue, Sancler pode fazer um concurso fajuto e ainda por cima e provavelmente garantir a maior parte das vagas disponíveis para seus apadrinhados e para os apadrinhados dos 12 vereadores da sua base, e ainda garantir grande parte das vagas que não foram disponibilizadas no concurso para os contratados e apaniguados, com o objetivo de captar votos em troca de emprego na Prefeitura...
          
Vejam que nas duas hipóteses o prefeito ganharia e teria lucro fazendo ou não fazendo o concurso, resta saber qual será a decisão da Justiça: se permite o um concurso cheio de falhas, vícios e irregularidades, ou se cancela o Concurso e permite que o Prefeito ganhe tempo, provavelmente até o fim do mandato, ou ainda se o Poder Judiciário vai encontrar uma forma de sair deste emparedamento, e obrigar o Prefeito a fazer um Concurso Público sério, dentro da Lei, com todas, ou pelo menos uns 2/3 das vagas disponíveis, e com o assessoramento de uma empresa reconhecida por sua seriedade e idoneidade, e que principalmente não esteja sendo denunciada por fraude.
          
Caso o poder judiciário seja obrigado a decidir entre as duas opções colocadas maquiavelicamente pelo Prefeito, em nossa opinião a melhor opção seria anular o edital e cancelar o concurso, é melhor não ter concurso algum do que fazer um concurso fajuto e cheio de ilegalidades, permitindo que a população de Tucuruí e cidades vizinhas percam seu tempo e dinheiro em um concurso parcial, com tantas irregularidades, falhas e indícios de tentativa de fraude. 
       
Quem quiser pode ver a matéria do Jornal de Tucuruí denunciando as inúmeras irregularidades e falhas deste "concurso". Para ver a matéria do JT, Clique Aqui.
    
Vejam a cópia da sentença que obriga o Prefeito Sancler (PPS) e fazer o concurso sob pena de multa pessoal e afastamento do cargo.
      


segunda-feira, 28 de julho de 2014

Charge...


PMT - Devo não nego, pago quando quiser...

              
Mais de 20 contratados lotados no Departamento de Juventude da Secretaria Municipal de Cultura, Juventude e Esporte, todos indicações do Vereador Freeway, não receberam seus salários do mês de maio apesar de terem trabalhado, e foram informados que somente receberão o pagamento de julho (Será?). 
              
Todas estas pessoas trabalharam para o Freeway em sua campanha eleitoral desde os tempos em que ele era o Diretor do Depto. de Juventude departamento que comanda todos os CIDs de Tucuruí.
         
E ai, o bandeco das crianças como fica? Os guris terão que esperar até o mês que vem para comer?
        
Olá Prefeito, paga para o pessoal, eles trabalharam... E você Freeway, não seja ingrato, faça alguma coisa de útil e peça para o prefeito pagar o salário dos funcionários.
            

Saiu o Edital do "Concurso Público" da Prefeitura de Tucuruí

Clique na figura ao lado e faça o download do Edital do Concurso da Prefeitura de Tucuruí. 
          
Mudei o arquivo do edital para a nossa conta no MediaFire. 
          
Podem acessar e fazer o download sem medo de vírus, bom sem vírus de computador pelo menos, porque livrar este concurso de "outros" vírus é quase impossível, a não ser para a Justiça, se quiser...
                
Agora Clique Aqui para ver uma notícia da empresa que vai fazer o concurso da PMT.
   Boa sorte!!!
                     

domingo, 27 de julho de 2014

Um bom exemplo para os políticos e "vereamadores" de Tucuruí...

Posto Cidade Luz - Aqui o povo de Tucuruí pega água boa para beber.
Este era o local onde havia uma torneira para o povo pegar água.
Vejam que só tinha uma torneira e o local é inadequado.
                
É possível ver por toda a cidade de Tucuruí bons exemplos de cidadania, são pessoas que cuidam das famílias carentes, pessoas que cuidam das crianças pobres, pessoas que cuidam e ajudam os dependentes químicos, pessoas que cuidam dos portadores de deficiência física, pessoas que fazem campanhas para ajudar os idosos carentes, pessoas que fazem sopa para aplacar a fome dos mais pobres e assim por diante, são pessoas voluntárias que não recebem salário da prefeitura para fazer isso, pelo contrário, são pessoas que até mesmo tiram dinheiro do próprio bolso para fazer o bem e ajudar as pessoas.
              
Estas pessoas são um bom exemplo para os políticos de Tucuruí, que só pensam em si mesmos e não hesitam um instante sequer em prejudicar toda a cidade se isso lhes for conveniente pessoal e politicamente, são pessoas que vivem dia e noite articulando e bolando planos para se dar bem, na maioria das vezes passando por cima de todo mundo, principalmente os mais fracos e os mais pobres e carentes, negando-lhes até a chance de conseguir um emprego público e ganhar a vida honesta e dignamente.
              
Mas um dos bons exemplos vem do dono do Posto Cidade Luz. Devido à péssima qualidade da "água" encanada fornecida pela autarquia Nossa Água (quando fornece), e pelo atraso nas obras da prefeitura para trazer água tratada da Eletronorte, um número considerável de famílias utilizam a água do poço artesiano do Posto Cidade Luz, uma água pura, límpida e de ótima qualidade.
                
Pois bem, havia uma torneira no posto em que se faziam filas de pessoas para pegar a água potável para beber, preocupados com as pessoas o dono do Posto (que não vou dizer o nome do dono, pois não pedimos autorização e o mesmo não é uma pessoa pública), colocou três torneiras em um local mais amplo para que as pessoas pudessem pegar água com mais rapidez e mais facilidade. Vejam que o empresário fez isso de graça, aliás, de graça não, ele paga energia elétrica para bombear a água do poço para dar às pessoas sem cobrar nada e sem pedir voto, endereço e cópia do título definitivo. Também não ganha salário diárias e nem emprega parente na Prefeitura como paga pelo serviço de utilidade pública.
           
Vejam a diferença deste empresário para os políticos de Tucuruí, o Prefeito Sancler (PPS) também tem um poço artesiano em sua casa, mas apesar do Bairro Pioneira passar dias e até semanas sem água, seu poço artesiano só serve para consumo próprio e para encher a sua piscina, nem tem como pedir um balde ou até mesmo um copo de água a ele, pois sua casa parece uma fortaleza, com vigia e porteiro eletrônico, cerca elétrica, portão de ferro maciço e muro de quatro metros de altura. Por isso ele não se preocupa em terminar a obra que dará água tratada e de boa qualidade para toda Tucuruí, ele tem água de sobra, para ele que o povo se exploda e morra de sede.
                
Mas graças a Deus, nem tudo está perdido, este exemplo como o do Posto Cidade Luz, renova em nós a convicção de que apesar da classe política, Tucuruí tem um povo bom, amigo, trabalhador, honesto e que se se preocupa com o interesse publico e com os mais pobres e necessitados.
            
Um dia ainda, se Deus quiser, teremos em Tucuruí, políticos que mereçam este povo, povo este que por ser bom demais, por isso mesmo é tão fácil de ser enganado e ludibriado pelos políticos espertalhões...
                  

sexta-feira, 25 de julho de 2014

Humor...

Vereador Jairo (PSDB)- Mostrando quem são os vereadores de Tucuruí

Vereador Jairo (PSDB)
O Vereador Jairo (PSDB), ex-funcionário contratado da prefeitura se elegeu porque teve o apoio maciço da esposa do prefeito Sancler Ferreira (PPS), na época Secretária de Ação Social da PMT e agora candidata a Deputada Estadual pelo PSDB, também Jairo se beneficiou politicamente da sua função como funcionário da Ação Social do Município, em que as pessoas mais simples e carentes são levadas a acreditar que os serviços ali prestados com dinheiro público e com servidores pagos para fazer este trabalho, seriam favores e ajuda pessoal. 
                
Jairo inclusive registrou a sua candidatura a vereador como "Jairo da ação social". Isso pode até não ser crime, mas é tremendamente imoral, pois nestes casos o político tira proveito eleitoral e se beneficia da carência e da simplicidade dos eleitores mais pobres e carentes, se pelo menos o político defendesse estas pessoas simples após ser eleito dava-se um desconto, mas não, depois de eleitos a maioria dos políticos como é o caso do vereador Jairo, defendem os interesses dos outros políticos e dos ricos e poderosos, esquecendo daqueles que mais precisam. Rico não precisa dos serviços e de emprego na Prefeitura, quem precisa são os pobres.
                  
Jairo é outro que como o Dionei, antes do poder era uma pessoa aberta e afável que inspirava confiança, depois que chegou ao poder se tornou deslumbrado, mais um vereador do Prefeito, e colocou em segundo plano o interesse público e a defesa do povo.
             
O Vereador Jairo tem um tio diretor e o pai é Secretário Municipal, secretário este que aluga um Caminhão 3/4 verde que atende à Secretaria de Agricultura e uma camionete prata que transporta funcionários do matadouro municipal. Jairo também tem um irmão concursado da prefeitura que é dono da empresa Galeria 31 que presta serviços de informática para a prefeitura de Tucuruí.
               
Vemos somente ai várias ilegalidades, no caso do tio Diretor isso é nepotismo, no caso da Galeria 31 o irmão do Jairo e o seu pai também não poderiam fazer negócios com a PMT por serem funcionários públicos, o que é proibido por Lei. Esta é uma questão que deve ser levada ainda na semana que vem ao conhecimento do Ministério Público Estadual, para que sejam tomadas as providências cabíveis. No caso do dono da Galeria 31, mesmo que a empresa esteja (oficialmente) no nome de outra pessoa, o MPE tem condições de apurar quem é na verdade o proprietário.
                
Sabe-se ainda que o Jairo (como outros vereadores do prefeito) indicou dezenas de pessoas para serem contratadas sem concurso público na PMT, tudo o que foi dito acima explica o empenho do vereador em apoiar um número mínimo de vagas a serem disponibilizadas para o povo de Tucuruí no concurso da prefeitura, o objetivo do Jairo em apoiar um número muito reduzido de vagas e apoiar um concurso fajuto na Prefeitura, é manter seu curral eleitoral à custa da prefeitura municipal, e tentar colocar o pessoal dele na PMT através do concurso, impedindo à população sem apadrinhamento político de conseguir um emprego com estabilidade na prefeitura. 
               
Jairo também pelo que estamos vendo, prepara o seu "curral eleitoral" na prefeitura visando às eleições de 2016, em que no momento é o mais cotado para ser o sucessor do prefeito Sancler, com o apadrinhamento e apoio da primeira dama Eliane.
                
O texto acima explica porque o Jairo é mais um vereador a defender o Concurso fajuto da prefeitura com apenas 20% das vagas disponíveis e porque ele, assim como os outros vereadores, coloca seus interesses pessoais e os interesses pessoais e políticos do prefeito acima do interesse do povo de Tucuruí.
         
ISSO É UMA VERGONHA!!!
               

quinta-feira, 24 de julho de 2014

Vereador Cantão (PPS) é a bola da vez em: Tirando as máscaras dos vereadores de Tucuruí parte II

Antes de começar a falar da turma dos vereadores empresários, vamos comentar as atividades do Vereador Cantão (PPS), um dos sete traíras e que apoiam publicamente o prefeito Sancler Ferreira (PPS) na farsa do Concurso Público que o Alcaide está montando.
     
O Vereador Cantão (PPS) é de uma família grande e antiga de Tucuruí, já foi vereador anteriormente e representa a velha política, da qual herdou inúmeros vícios, entre os quais a vassalagem aos prefeitos e a compulsão de colocar seu interesse próprio acima do interesse público.
            
Cantão vive há décadas ás custas de dinheiro público, ou como vereador ou exercendo cargo de confiança ou de assessoria de prefeitos, Cantão há tempos parasita a PMT e recebe polpudos salários apenas para fazer política e captar por diversos meios votos para os prefeitos.
           
Antes de se eleger para a atual legislatura, Cantão foi Diretor Executivo do Gabinete do Prefeito tendo sido admitido em 01/02/2009 (Prestem atenção no mês e no tempo que o Cantão "mama" nas tetas da PMT) junto com vários de seus parentes que já estavam pendurados na PMT sem concurso, inclusive o vereador aluga barcos para a Secretaria Municipal de Educação. Na época da matéria, Cantão tinha (e com certeza ainda tem) dois barcos alugados para a Prefeitura a R$ 4.300,00 cada um (estes valores já devem ter sido reajustados), no total de R$ 8.600,00 oito mil e seiscentos reais, um dos barcos estava em seu nome e outro barco em nome de um parente. Veja a matéria do Folha. 
                     
Cantão sempre fez da Prefeitura um cabide de emprego, usando a sua influencia como vereador (mesmo que inexpressivo), e como cabo eleitoral. Cantão tem indicado em várias administrações sucessivamente diversos parentes, amigos e cabos eleitorais para exercer cargos na prefeitura sem concurso público com a intenção de captação de votos em troca de emprego público para si e para os prefeitos e seus candidatos.
                     
O Folha compilou uma lista de parentes do Cantão contratados na prefeitura sem concurso público em 2013. Notem que quase todos os parentes do Cantão foram contratados em janeiro ou fevereiro de 2013, alguns poucos em março e abril, mas isso é só uma armação do Prefeito Sancler (PPS) para burlar a Lei e enganar o Ministério Público Estadual e a justiça, estes parentes estão há anos de forma irregular na PMT.
              
A estratégia é a seguinte: O prefeito Sancler Ferreira (PPS), demite contratados, comissionados e cargos de confiança em Dezembro de todos os anos, então manda o Edital de demissão e exoneração ao Ministério Público e depois recontrata todos em janeiro/fevereiro, em uma demonstração de descaso e desprezo pelas Leis e pela justiça, e por pura má fé.
          
Abaixo a lista dos parentes do Cantão contratados pela prefeitura sem Concurso Público, veja que só pudemos encontrar os parentes pelo sobrenome, mas a lista é muito maior, pois nesta lista não consta os nomes dos parentes mais distantes que não tem o mesmo sobrenome, e os nomes dos cabos eleitorais e aderentes.
              
Vejam a lista de 2013, dos parentes contratados do Cantão:
              
Contratados
     
1 - José Ronaldo Cantão Gonçalves - 22/2/2013

2 - Maria do Socorro Cantão - 1/2/2013
3 - Marilene Cantão Moraes - 1/3/2013
4 - Odirley Cantão Monteiro - 1/4/2013
5 - Getulio Rodrigues Cantão - 11/5/2010
6 - João do Carmo Cantão Correia - 19/11/2010
7 - Raimundo Paulo Cantão Costeira - 1/2/2013 
8 - Evanilde Cantão Sacramento - 1/2/2013 
9 - Antônio Joel Serrão Cantão - 1/3/2013 
10 - Maria Suzana Filgueira Cantão - 1/2/2013 
             
Comissionados
         
11- Cristina Cantão de Oliveira - 1/1/2013 
             
Ao mesmo tempo em que ocupam cargos na Prefeitura, a família do Cantão desrespeita a Legislação Municipal construindo em cima da calçada e embaixo da rede de alta tensão, sem ser incomodados pela Secretaria de Obras, que tem sido muito exigente e rigorosa (tendo demolido inclusive muro de igreja 20 cm na calçada) com os cidadãos mais pobres, e os que não são amigos e parentes do prefeito e dos vereadores.
                 
A Secretaria de Obras tem sido omissa e cúmplice das irregularidades cometidas pelos mais ricos, e pelos amigos e parentes do Prefeito Sancler (PPS) e dos vereadores (inclusive permitindo a construção de poços artesianos em calçadas).
               
Caso houvesse Lei e justiça em Tucuruí, o Secretário de Obras e o Diretor de Fiscalização de Obras do Município, responderiam criminalmente perante a justiça e poderiam ser presos por condescendência criminosa.
          

Código Penal - CP - DL-002.848-1940

Parte Especial
Titulo XI
Dos Crimes Contra a Administração Pública
  
Capítulo I
  
Dos Crimes Praticados por Funcionário Público Contra a Administração em Geral
  
Art. 319 - Retardar ou deixar de praticar, indevidamente, ato de ofício, ou praticá-lo contra disposição expressa de lei, para satisfazer interesse ou sentimento pessoal: 
  
Pena - detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, e multa. 
     
Condescendência criminosa 
   
Art. 327 - Considera-se funcionário público, para os efeitos penais, quem, embora transitoriamente ou sem remuneração, exerce cargo, emprego ou função pública.
 
§ 1º - Equipara-se a funcionário público quem exerce cargo, emprego ou função em entidade paraestatal, e quem trabalha para empresa prestadora de serviço contratada ou conveniada para a execução de atividade típica da Administração Pública.

§ 2º - A pena será aumentada da terça parte quando os autores dos crimes previstos neste Capítulo forem ocupantes de cargos em comissão ou de função de direção ou assessoramento de órgão da administração direta, sociedade de economia mista, empresa pública ou fundação instituída pelo poder público.

Vejam nas imagens a construção da família Cantão em cima da calçada, inclusive a rede elétrica de alta tensão passa em cima da laje da construção constituindo um risco de morte para os trabalhadores da obra. A obra está localizada em frete à Praça do Jardim Paraíso.
             
Um monumento que representa bem a irresponsabilidade criminosa da Secretaria de Obras Municipal e a impunidade que reina soberana em Tucuruí.

            
O texto acima explica de forma clara e inconteste porque o Vereador Cantão apoia o concurso fajuto do Prefeito Sancler, e porque em vez de defender o interesse público defende apenas o interesse próprio e os interesses pessoais, financeiros e políticos do Prefeito Sancler Ferreira (PPS). Demostra também a certeza que o prefeito e vereadores têm da sua impunidade e imunidade perante a justiça.
       
Veja este absurdo, a obra na calçada embaixo da rede de alta tensão.
Condescendência criminosa do Secretário de Obras da Prefeitura.

Imaginem se uma criança sobe nesta laje para pegar uma pipa na rede elétrica?
                     
De outro ângulo, a obra em cima da calçada e embaixo da rede de alta tensão.
Imaginem se fosse um pobre sem ter proteção do Prefeito?
Vejam os tambores da CTTUC em cima da laje...
   
Tucuruí, uma terra sem Lei...

              

quarta-feira, 23 de julho de 2014

Folha fala sobre a atuação do vereador Dionei (PSDB), o primeiro dos sete trairas

Ver. Dionei (PSDB)
Vamos iniciar as nossas matérias sobre os traíras da CMT com o Vereador Dionei (PSDB), o mais "comportado" (imagine os outros seis) dos sete, o Dionei, pelo que sabemos até agora, ao contrário de outros vereadores, não cometeu nenhuma irregularidade ou infringiu a Lei, o vereador, no entanto desconhece o seu papel como representante popular e fiscal do povo, Dionei é daqueles que pensam que ser vereador é ser subserviente e vassalo de prefeito.
                
Mas o prefeito ajudou a eleger o Dionei, diriam alguns... É verdade, mas a recíproca é verdadeira, Dionei também ajudou a eleger o prefeito, elas por elas, com vantagem para o Sancler, pois o cargo de prefeito é muito mais importante e lucrativo, que o cargo de vereador.
            
Tem também os que apoiaram o Dionei em troca de favores e outras coisas, mas estes já receberam, ou levaram calote, mas estes são apenas pessoas interesseiras, apostaram e perderam, e o vereador também não lhes deve nada.
       
Por último temos os amigos e colegas do Dionei que trabalharam e votaram nele por amizade, por confiar que ele faria um bom trabalho, por simpatia, ou simplesmente porque gostaram das suas propostas. Para com estes o Dionei tem uma enorme dívida de gratidão e tem a obrigação de honrar o cargo que seus amigos e o povo lhe confiaram. Com certeza o Dionei não se elegeu vereador prometendo puxar saco e defender os interesses do prefeito, ele com certeza prometeu defender os interesses do povo de Tucuruí, promessa esta que ele infelizmente "esqueceu".
           
Muitas vezes os interesses do prefeito não coincidem com os interesses do povo, neste caso do concurso, por exemplo, não coincide com certeza. O povo e Tucuruí, incluindo ai os contratados, tem o direito de concorrer a um cargo estatutário na prefeitura, este direito é garantido por Lei. Enquanto muitos pais de família são obrigados a abandonar Tucuruí em busca de empregos em outras cidades, tem contratado da Prefeitura em outras cidades e outros Estados, muitos nem precisam do emprego, o salário que recebem, muitas vezes sem trabalhar é só para comprar roupas, colocar gasolina no carro e curtir a vida, sendo que este dinheiro faz falta para quem precisa.
             
Já os contratados que realmente trabalham e precisam do emprego, também tem o direito de ter a chance de ter um emprego estável fazendo o concurso, e o direito de trabalhar sem ser humilhado e obrigado a votar em quem o prefeito manda.
              
O Dionei era muito querido dentre seus amigos e colegas de trabalho, mas parece que ele não resistiu e sucumbiu às tentações e ao fascínio do poder e ficou deslumbrado. Tão deslumbrado que se esqueceu dos compromissos assumidos para com seus amigos e para com o povo de Tucuruí, Dionei se transformou, não resistiu aos encantos do poder e traiu a todos, inclusive a si mesmo, ao colocar os interesses pessoais do prefeito acima dos interesses públicos, acima da moral, da ética e das Leis. Esta é a triste condição atual do vereador, não é nem a sombra do Dionei de antigamente, não sabe o vereador que terá que prestar contas um dia de tudo àquilo que Deus lhe deu e da oportunidade perdida de defender o povo, principalmente os mais carentes.
            
Vamos citar um caso que ilustra bem no que se transformou o Dionei: Quando candidato a vereador, um dos compromissos do Dionei para com seus colegas fonoaudiólogos e fisioterapeutas era de que estes profissionais (seus amigos e colegas) teriam direito às mesmas gratificações dos médicos.
         
Pois bem, depois de eleito Dionei se "esqueceu" destas e de outras promessas, então seus "colegas" foram procurar o Sindicato (SINSMUT) para que o mesmo fizesse alguma coisa, pois tinham sido abandonados pelo vereador e eles têm o direito à gratificação. O Raimundo então procurou o Dionei e pediu a ele que fizesse um projeto de Lei para que os profissionais recebessem a gratificação, afinal ele é da mesma categoria e amigo (só se for da onça) destes profissionais. Na verdade esta gratificação se trata do Abono de Complementação aos Profissionais da Saúde, e é pago proporcionalmente aos profissionais que trabalham quatro, seis e oito horas. Nesta categoria profissional também tem muito mais contratados que as vagas ofertadas neste concurso fajuto.
           
Mas surpreendentemente o vereador respondeu ao sindicalista que não faria nada, pois esta gratificação iria onerar a folha de pagamento da Prefeitura??? Isso mesmo que está escrito foi o que disse na maior cara-de-pau o vereador de uma cidade pequena como Tucuruí, que recebe vinte milhões por mês de repasses, a quinta maior arrecadação do Estado do Pará.
           
Ou seja, Dionei entre a valorização profissional justa e legal dos seus amigos e colegas que o ajudaram e apoiaram, e os interesses políticos/pessoais do Prefeito Sancler Ferreira (PPS), ele não hesita em dar prioridade e atender aos interesses do Prefeito. Agora se ele faz isso com seus amigos e colegas de profissão que o apoiaram na eleição, imagina o descaso e a falta de compromisso dele para com o RESTO do povo?
     
O Vereador Dionei seria mais ético e coerente caso renunciasse ao cargo de vereador, e fosse ser Secretário Municipal ou Chefe de Gabinete do prefeito, estes sim tem a obrigação de defender os interesses do prefeito, assim, se pelo menos se o Dionei não ajudasse, pelo menos não atrapalhava e prejudicava a população.
          
Não devemos esquecer que o Dionei também é fisioterapeuta e não é concursado (não é por enquanto, seu cargo já deve estar garantido na PMT com o "Concurso" do Sancler). Deus deu ao Dionei uma grande oportunidade de fazer o que é certo e de proteger os mais fracos, ele tinha tudo para conseguir, mas não resistiu aos encantos, às facilidades e às mordomias do poder.
      
É lamentável, hoje Dionei é um dos sete traíras da CMT, que apoiam a farsa do Concurso Público em Tucuruí.
        

“Se quiser por à prova o caráter de um homem, dê-lhe poder.” Abraham Lincoln

Unacon - Obra padrão Sancler (PPS) - Instalações com defeito antes mesmo da instituição começar a funcionar

A Unidade de Assistência de alta Complexidade em Oncologia que funcionará(?) no Hospital Regional (mais municipal de regional) de Tucuruí nem começou a funcionar o o prédio já apresenta problemas.

É mais uma obra padrão Sancler Ferreira (PPS) em Tucuruí.

As imagens falam por mil palavras.

Está escrito: O imposto que você paga está aqui... É, infelizmente está mesmo governador.
                 
                 
         

Enquete encerrada, 94% dos votantes não acreditam na lisura do concurso da Prefeitura

         
O Folha de Tucuruí fez uma enquete com perguntas sobre a seriedade do Concurso Público da Prefeitura de Tucuruí, e somente 5.98% dos votantes acreditam que o Concurso da Prefeitura será sério.
       
Os outros 94.02% não acreditam que o prefeito vai realizar um concurso sério e que a justiça vai fazer com que o prefeito cumpra a Lei.
          
A enquete teve 301 votos, e foi a enquete mais votada de todas as que o Folha já fez.
         
A pergunta da enquete foi: 
          
ENQUETE

Você acha que o Prefeito vai oferecer todas as vagas disponíveis no Concurso da PMT?
          
Estas são as respostas mais votadas em ordem decrescente:
           
1 - Acho que não vai ter concurso, o Prefeito vai enrolar a justiça como sempre faz, até o fim do mandato em 2016. 116 votos (38.54%).
   
2 - Sei la, em Tucuruí boi voa, galinha tem dente e ovo tem cabelo, parece Saramandaia. 73 votos (24.25%).
   
3 - Não, ele vai colocar uns 20/30% de vagas no Concurso pois confia na sua Impunidade. 66 votos (21.93%).
   
4 - Acho que ele vai colocar uns 50% das vagas e os outros 50% vai para o Cabide de Emprego. 28 votos (9.3%).
   
5 - Sim ele vai cumprir a Lei e oferecer todas as vagas disponíveis. 18 votos (5.98%).
     

terça-feira, 22 de julho de 2014

Vereadores votam contra o povo de Tucuruí e a favor da farsa do concurso público

O placar foi de sete a um, sete vereadores votaram em apoio ao projeto do prefeito, mais um passo para concretizar a farsa do Concurso Público em Tucuruí.
         
É bom que os prefeitos de outras cidades de todo o Brasil aprendam como se faz de um concurso público uma verdadeira farsa e como manter um curral eleitoral nas prefeituras. Um curso intensivo em sete lições de como burlar a Lei e contratar sem concurso para captação ilegal de votos.
         
1- Contrate milhares de apadrinhados seus e dos vereadores sem concurso público, para que eles dependendo do emprego votem em quem o prefeito mandar e ao mesmo tempo controlar a Câmara Municipal.
2 - Todo ano em dezembro demita todos os contratados, apresente o edital de exoneração ao Ministperio Público Estadual e depois recontrate todos de novo em janeiro.
3 - Empurre o MP e e ajustiça com a barriga por quanto tempo puder, em Tucuruí o prefeito tem sido bem sucedido neste item a mais de oito anos.
4 - Quando não der mais para enrolar a justiça crie um concurso fajuto disponibilizando apenas 23% das vagas ocupadas pelos apadrinhados.
5 - Para não perder estes 23% de todo, contrate sem licitação uma empresa acusada de fraude em concurso público, assim aumentam as chances de aprovação e classificação dos parentes e apadrinhados do prefeito e dos vereadores.
6 - Mostre para todo mundo quem manda e quem faz as Leis na cidade, coopte quem puder, e os que não puder passe por cima, quem não gostar que se exploda, reclame pro Bispo, e se mude pra outra cidade, pois manda quem pode e obedece quem tem juízo, ou está na folha de pagamento.
7 - Controle a Câmara Municipal fazendo com que os vereadores lhe obedeçam cegamente mesmo contra o povo e o interesse público, em troca de favores, cargos públicos e obras públicas para empresas de parentes.
   
Agora uma lista dos vereadores que estão apoiando a farsa do Concurso Público em Tucuruí, e estão tirando do povo a chance de conseguir um emprego na prefeitura de forma honesta, legal e sem ter que puxar saco de político e trocar voto por emprego.
 
 
Estes são os vereadores que não compareceram para defender o direito do povo de Tucuruí de conseguir um emprego na prefeitura através de um concurso sério e com todos as vagas disponíveis. Eles não estão nem ai se você e seus filhos estão desempregados.
         
       
O Vereador Dodo (PT do B) foi o único que teve a coragem de votar contra o famigerado projeto. Dodô tentou fazer emendas colocando os cargos da CTTUC, IPASET, Meio Ambiente e Nossa Água no projeto, seriam mais vagas para o povo, mas todas as suas emendas foram derrubadas pelos sete trairas que estão tirando do povo a chance de ter um emprego com estabilidade na prefeitura.
   
Vereador Dodo queria dar mais vagas para o povo no Concurso da Prefeitura,
mas foi vencido pelos sete vereadores que estão contra o povo
   

segunda-feira, 21 de julho de 2014

Olha a farsa do concurso público ai minha genteeee!!!!

Prefeito Sancler (PPS) passa por cima da Lei e da
justiça, e monta uma farsa no concurso da PMT.
O Prefeito Sancler Ferreira (PPS) deu mais uma indicação da farsa que será o "Concurso Público" da Prefeitura de Tucuruí.
                   
No projeto enviado á Câmara Municipal não consta os cargos para a Nossa Água (aliás, existem rumores de que a Nossa Água será privatizada), não tem o cargo de Agente de Transito, também não tem o cargo de Fiscal Ambiental, e não tem os cargos para o IPASET, estas autarquias continuarão a ser um curral eleitoral do Prefeito, no projeto do Prefeito não consta o número de vagas para o próximo "Concurso Público", isso somado à empresa contratada sem licitação para o "concurso", é mais uma indicação de que a população de Tucuruí terá poucas chances de conseguir as vagas disponíveis na prefeitura, sendo que a maior parte ficará com os contratados, parentes e apadrinhados do prefeito e dos vereadores.
              
Com esta situação os contratados que estão assumindo os cargos de Agente de Transito e os concursados em desvio de função como Fiscais Ambientais, continuarão atuando e multando ilegalmente a população de Tucuruí.
               
Todos estes indícios demonstram ainda a certeza de impunidade do prefeito Sancler, que deve manter, na "marra" e ao arrepio da Lei, seu curral eleitoral com pelo menos dois mil contratados sem concurso na Prefeitura de Tucuruí, e assim captar votos para seus candidatos, em uma afronta às Leis e à justiça.
        


A população deve ficar de olho, tem três vereadores que estão concorrendo ao cargo de Deputado Estadual nestas eleições, vamos ver quais os vereadores que vão votar a favor deste projeto que é contra a população de Tucuruí.
       

Ambulância do Samu sucateada pifa durante transporte de acidentado

                 
É lamentável a situação da saúde pública em Tucuruí, nem o Samu escapa das consequências da incompetência do Prefeito Sancler Ferreira (PPS). 
   
Desta vez ficou evidente a situação precária das ambulâncias do Samu que como a maioria da frota de veículos da Prefeitura roda sem as mínimas condições de trafegabilidade. Muitos veículos trafegam com pneus carecas, sem alinhamento, sem balanceamento, sem estepe, macaco, chave de rodas, triângulo e com os extintores vencidos. O engraçado é que os Agentes da CTTUC e os Agentes do DETRAN tão competentes para multar a população, fazem vista grossa para com as sucatas ambulantes da Prefeitura.
   
Nesta cena do vídeo uma ambulância do SAMU foi chamada para atender os feridos em um acidente com uma moto na Rua Vasco Braun na Jaqueira. Depois de muito tempo em que os feridos ficaram deitados na rua esperando a ambulância esta chegou e os para médicos colocaram os feridos dentro da ambulância para levá-los ao hospital, mas ao tentar sair à ambulância de defeito e só consegui seguir viagem após alguns reparos e a ajuda da população para empurrar o veículo.
     
Vejam as cenas que um cidadão filmou com um celular:
       

     

domingo, 20 de julho de 2014

Governo de MG construiu aeroporto em terra de tio de Aécio


A obra, que custou R$ 14 milhões, foi feita no fim do segundo mandato do tucano como governador do Estado de Minas Gerais
     
O jornal afirma que, para pousar no aeroporto, é preciso pedir autorização a familiares de Aécio
          
O governo de Minas Gerais construiu, em 2010, um aeroporto dentro de uma fazenda de um parente do senador e candidato à Presidência Aécio Neves (PSDB), na cidade de Cláudio. A obra, que custou R$ 14 milhões, foi feita no fim do segundo mandato do tucano como governador do Estado. As informações são do jornal Folha de S.Paulo.
        
De acordo com a publicação, o aeroporto é administrado por familiares de Aécio. A família de Múcio Guimarães Tolentino, 88 anos, que é tio-avô do tucano e ex-prefeito de Cláudio, guarda as chaves do portão do local.
          
O jornal afirma que, para pousar no aeroporto, é preciso pedir autorização aos filhos de Múcio. Segundo um deles, Fernando Tolentino, a pista recebe pelo menos um voo por semana, e seu primo Aécio Neves usa o aeroporto sempre que visita a cidade. Múcio é irmão da avó de Aécio, Risoleta Tolentino Neves, que foi casada por 47 anos com Tancredo Neves.
       
Segundo a publicação, a pista do aeroporto tem um quilômetro e pode receber aeronaves de pequeno e médio porte, com até 50 passageiros. Sem funcionários, o local é considerado irregular pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), que afirmou que ainda não recebeu do governo estadual todos os documentos necessários para a homologação do aeroporto.
          
Ao jornal, Aécio afirmou, por meio de sua assessoria de imprensa, que a construção do aeroporto seguiu critérios técnicos, e que o governo de Minas Gerais não levou em consideração o fato de o proprietário do terreno ter parentesco com ele.
          
        
Nota do Folha: Tá vendo povo leso... o Aécio disse que o fato dele ser Governador na época e o aeroporto ter sido construído por 14 milhões na fazenda do titio pelo Governo de Minas não tem nada a ver... Kkkkkkkkkk!!!!
Agora esta denuncia vir logo do Folha de São Paulo??? O que será que o PIG está tramando e onde estará o nó no pingo???
      
      

sábado, 19 de julho de 2014

Humor...


Pesquisa Vox Populi/Sensus - Dilma empata com seu principal adversário

              
O resultado da pesquisa Vox Populi e Sensus no mês de julho indica empate técnico entre Dilma Rousseff e seu principal adversário no primeiro e no segundo turno.  No primeiro Turno deu empate de 37 e 36%, e no segundo turno também deu empate técnico de 46 e 45% respectivamente...
        
Calma pessoal, esta pesquisa é do mês de julho de 2010, e a disputa era entre Dilma Rousseff e José Serra, antes do programa eleitoral no rádio e televisão. Em julho de 2010 o então candidato José Serra estava bem melhor posicionado nas pesquisas que Aécio Neves neste mesmo período. Para ver a pesquisa completa da eleição no primeiro e segundo turno das eleições presidenciais de 2010, Clique Aqui.
          
O programa eleitoral dá a todos os candidatos a oportunidade de apresentar as suas propostas de governo e mostrar o seu trabalho, sem a interferência e ajuda da mídia.
           

Como funciona o bafômetro?


     
por Fernando Badô 
     
Esse "pega-bêbado tecnológico" usa o álcool presente no hálito para calcular se a pessoa passou dos limites etílicos. Mas não pense que dá para enganar o aparelho mascando chiclete, tomando café ou comendo cebola. 
             
Não é o cheiro que ativa o bafômetro, mas a simples presença do etanol (nome científico do álcool) no ar exalado pelos pulmões. "A maior parte do álcool é metabolizada no fígado, mas de 5% a 10% são eliminados por outras vias, como o ar, a urina e o suor", afirma o biofarmacêutico Mauricio Yonamine, da Universidade de São Paulo. O responsável pela invenção que põe na parede os beberrões foi o policial forense americano Robert Borkenstein. 
              
Em 1954, ele apresentou o primeiro protótipo de um aparelho que determinava se o motorista extrapolou no bar. Por várias décadas, os tiras usaram um bafômetro descartável, um tubo plástico que continha uma substância que reagia em contato com álcool, adquirindo uma coloração em tons de verde ou azul, dependendo do grau de embriaguez. Hoje, bafômetros modernos usam células de combustível, que produzem correntes elétricas de acordo com o nível de álcool - quanto mais etanol, maior a corrente. 
              
De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, dirigir sob a influência de álcool em nível superior a 0,6 grama por litro de sangue é infração gravíssima. Para chegar a esse grau de manguaça, uma pessoa de 70 quilos precisa ter bebido pelo menos três copos de 250 mililitros de cerveja. "Esse limite depende do peso da pessoa e de outros fatores, como se ela está de estômago cheio ou se é homem ou mulher", diz Mauricio.
              
Antimanguaceitor - Beberrões são pegos pelo álcool exalado junto com o ar dos pulmões
             
1. A detecção do nível de álcool começa quando um sujeito manguaçado dá uma baforada dentro do bafômetro. O ar cheio de partículas de álcool entra no aparelho por meio de um tubo, viajando até um componente chamado célula de combustível

2. A célula de combustível é revestida com eletrodos de platina. Em contato com a platina, o álcool sofre uma reação química de oxidação, formando prótons (partículas positivas) e elétrons (particulas negativas) de uma substância chamada ácido acético

3. As células de combustível são recheadas com ácido eletrolítico. Os elétrons, que formam a corrente elétrica, passam direto pelo ácido eletrolítico. Essa passagem de elétrons é registrada por um medidor de corrente elétrica ligado à célula de combustível

4. A medida da corrente elétrica (a contagem de quantos elétrons passaram pela célula) indica o nível alcoólico do manguaceiro. Quanto maior a corrente, mais bêbado o motorista está

5. Por fim, um microprocessador "traduz" o valor de concentração alcoólica que equivale à corrente medida. Depois, o resultado aparece num visor. Se o nível alcoólico for maior do que 0,6 grama por litro de sangue, o bêbado paga multa e fica impedido de dirigir.
          

sexta-feira, 18 de julho de 2014

Tucuruí tem 11 candidatos a Deputado Estadual e 3 Federais

   
Em Tucuruí tem nestas eleições 11 candidatos a Deputado Estadual e 3 candidatos a Deputado Federal, o que deve pulverizar os votos dos eleitores tucuruienses, isso sem contar com os votos dos paraquedistas.
     
Os candidatos de Tucuruí são:
     
1 - Gualberto Neto - DEM
2 - Roquevan - PC do B
3 - Eliane - PSDB
4 - Prof. Junatas - PSOL
5 - Raul Cesar - PSOL
6 - Bena Navegantes - PROS
7 - Dodô - PC do B
8 - Artur Brito - PMDB
9 - Xandão - PMDB
10 - Deley PPS
11 - Almir Machado - PSDB
   
Deputado Federal
   
1 - Pato - PMN
2 - Prof. George - PSOL
3 - Vieira - PDT
   

Os cinco maiores arrependimentos das pessoas à beira da morte

Os cinco maiores arrependimentos das pessoas à beira da morte





Escrito por Marcinho Lc


Introdução
       
Quando estão perto da morte, é comum pessoas muito doentes arrependerem-se de escolhas feitas no passado e pensarem no que poderia ter feito diferente. Acordar cedo para ter mais tempo livre com os filhos. Trabalhar menos para se dedicar mais à família. Coragem pra fazer o que se quer. Cometer mais erros e não tentar ser sempre perfeito. Relaxar mais. Correr riscos. Viajar e ir a novos lugares. Ter problemas reais e não imaginários. Descubra quais são os cinco maiores arrependimentos de pessoas à beira da morte.
             
                
Aproveitar a vida do meu jeito
        
Muitas pessoas vivem a vida como uma imposição do destino, conforme preceitos e valores da sociedade. Assim, não questionam a forma de viver para buscar o que realmente é importante para elas. Ser uma pessoa exitosa, ganhar dinheiro e prestígio são ilusões que as motivam. Vivem vidas inconscientes. Quando se aproxima o fim da vida, percebem o quanto estiveram ocupadas com coisas que realmente não eram tão importantes. Muitas vezes, foram guiadas por opiniões alheias, para satisfazer o próximo e não a elas mesmas.
           

         
Trabalhei demais
       
Quantas vezes, ao sair para trabalhar, você teve vontade de inventar uma desculpa qualquer para aproveitar o dia de outra forma? Isso é natural, afinal de contas o trabalho absorve grande parte da nossa vida. Ao ver que a morte se aproxima, os pais costumam se arrepender de ter trabalhado em excesso e não ter desfrutado de mais momentos com seus filhos. Se seu trabalho enriquece você financeiramente e pessoalmente, esta cobrança acaba mascarada pelos êxitos alcançados. É mais comum cobrar-se o tempo perdido quando não se é feliz na atividade que realiza. Qualquer que seja a situação, o tempo investido no trabalho fará falta na contagem do tempo passado com os filhos.
                
            
Coragem para expressar sentimentos   
    
Para satisfazer as pessoas que conhecemos, ou por medo, acabamos não expressando nossos sentimentos. Com isso, muitos sonhos se perdem, muitas vidas medíocres são levadas adiante e talentos e vontades próprias são deixados para trás. Sem contar que muitas doenças se desenvolvem devido à amargura e ressentimento carregados. Porém, com o fim da vida, as pessoas, perdem a capacidade de fingir e começam a manifestar afeto e arrependimento pelo que poderiam ter sido e não se permitiram tentar.
          
         
Mais contato com quem se ama  
              
As relações que construímos são uma das coisas mais importantes. Pais, irmãos, tios, primos, companheiros de escola e trabalho: não importa quem seja, onde existe o afeto de um ser querido, existe um carinho a ser cultivado. Mas isso pode passar despercebido quando estamos tão envolvidos com nossas vidas. Não compreendemos que o intercâmbio com estas pessoas especiais gera altruísmo, cumplicidade, lealdade e benevolência. Neste último momento de vida, quando já não importa o que passou, é que percebemos a importância de cada um desses seres queridos para que pudéssemos ter tido uma vida mais feliz.
          
           
Ser feliz
           
Este arrependimento é resumo dos anteriores. Muitas pessoas não se dão conta de que a felicidade é uma opção, uma escolha na vida. Durante a longa caminhada não seguem seus sentimentos e evitam essa busca, como uma forma de autossabotagem. A grande ideia aqui é se renovar sempre e não se prender a hábitos e costumes que fizeram parte do seu dia a dia, não ter medo de mudanças e entender que a felicidade é a sensação da falta de algo que somente se realizará com a ação. Só assim, seremos plenamente felizes.