Tucurui

Tucurui

Notícias

Alterar o idioma do Blog

Últimas matérias do Folha

terça-feira, 31 de março de 2015

Câmara Municipal, uma vergonha para Tucuruí, isso é que é voto perdido...

                     
Voto perdido não é o voto em um político que não se elege, voto perdido é votar em um político que não merece o voto que recebeu e a confiança do eleitor.
               
Uma vergonha a atuação dos Vereadores da Câmara Municipal de Tucuruí, se alguém quer saber o que um bom político não deve fazer é só verificar o que estes vereadores fazem, estes são os piores exemplos que a política brasileira pode produzir.
                  
Esta é a terceira vez seguida neste ano, que não tem sessão na Câmara Municipal, os vereadores de Tucuruí cancelaram a sessão de hoje na Câmara Municipal, desta vez a desculpa foi a falta de energia elétrica.
              
Na verdade não se perdeu grande coisa, pois 99% do que sai destas sessões não interessa ou é prejudicial para a população de Tucuruí, então quanto menos eles "trabalharem" como costumam "trabalhar" é melhor para o povo, no entanto os vereadores deveriam respeitar pelo menos a presença da população que sai das suas residências e perdem seu tempo para comparecer na sessão da Câmara Municipal mesmo que em uma das piores legislaturas de todos os tempos, quem votou nestes vereadores votou contra Tucuruí sem querer.
                      
Vejam os vídeos e a revolta do povo publicados no Facebook...
                  
Os vereadores encerram a Sessão e são vaiados...

             
O povo cobra trabalho e compromisso dos vereadores...

                  

A falência da Prefeitura de Tucuruí e o sumiço do Prefeito

Tucuruí, cidade onde o rabo abana o cachorro.

A coisa está feia a Prefeitura de Tucuruí está em uma fartura só, falta salário, falta gasolina, falta material de limpeza, falta material de expediente, falta papel higiênico e principalmente: Falta vergonha e competência.
      
Hoje a coisa chegou às raias do absurdo e faltou papel sulfite no Departamento de Recursos Humanos da Prefeitura de Tucuruí. Aliás, os funcionários da Prefeitura tiveram uma grande dificuldade para ler seus holerites deste mês, pois devido à falta de tinta nas impressoras do DRH, as letras do holerite estão quase invisíveis. Mas o que mais prejudica Tucuruí não é a situação de miséria da PMT, o que prejudica mesmo a cidade é a falta de prefeito e de vereador, faz tempo que a cidade não sabe o que é isso.
   
Aliás, está mais fácil para a população de Tucuruí ver leite de onça que o prefeito Sancler (PPS), que passa o tempo todo fugindo do Oficial de Justiça para não ser citado, aliás, é incrível a dificuldade do Oficial de Justiça para localizar o prefeito Sancler, mas quando é para citar o responsável pelo Folha de Tucuruí o oficial de justiça encontra o Raimundo até no fim de semana (Sábado), em menos de 24 horas da decisão judicial, e olha que o Raimundo é bem menor fisicamente, mora bem mais longe do Fórum e é mais magro que o Sancler, portanto pelo menos em teoria deveria ser bem menos visível... Se alguém quiser se esconder do Sancler é só se trancar no gabinete dele na PMT, não vai achar nunca.
   
Mas isso são coisas de Tucuruí, onde o carro anda na frente dos bois, bois que, aliás, voam, e a cidade onde o rabo abana o cachorro.
             

segunda-feira, 30 de março de 2015

Empresário compra imóvel para alugar para a Prefeitura?

            
Dizem por ai que um mega empresário da cidade comprou um grande imóvel por uma grana preta, com o intuito de alugar por R$ 30.000,00 (trinta mil) para a PMT. É muita coragem do tal empresário gastar um dinheirão em um imóvel para alugar para uma prefeitura falida e que não paga ninguém... 
          
Como o tal empresário é muito "esperto" e não dá ponto sem nó, deve ter coelho nesta moita, e um coelhão daqueles...
       
A não ser que este imóvel na verdade pertença a algum "político" que não pode aparecer.
                 
Se for mesmo verdade, o antigo dono do terreno já foi laranja de "político" em Tucuruí, então muda só a laranja, mas a laranjada é a mesma.
    
E adivinhem quem vai pagar a laranjada mais uma vez????
                

sábado, 28 de março de 2015

Corrupção em FURNAS - Alberto Youssef confirma propina repassada a Aécio Neves em depoimento prestado no dia 12/02/2015.

                  
Não queremos proteção, não queremos vingança, não queremos arbitrariedades e não queremos privilégios, queremos apenas que a Lei seja cumprida e que a justiça seja igual para todos, independente de partido ou ideologia e independente de poder político ou econômico, como manda a Constituição Federal do Brasil. A justiça não pode ser seletiva, a justiça seletiva não é justiça.
                        
Não queremos que a justiça engavete processos por anos, como acontece com os processos por improbidade envolvendo o Prefeito Sancler (PPS) em Tucuruí, e ao mesmo tempo dê a máxima celeridade a processos de censura a imprensa, no caso ao Folha de Tucuruí, processos que são julgados em questão de poucos dias nas matérias que envolvem a Prefeitura e pessoas de confiança do prefeito, processos estes que são julgados em tempo recorde.
                       
Vejam agora a denúncia do Alberto Youssef na PF envolvendo o Aécio e o PSDB no escândalo de corrupção em FURNAS.

          

    

sexta-feira, 27 de março de 2015

Suspenso atendimento médico aos segurados do IASEP em Tucuruí

IASEP - Instituto de Assistência dos Servidores do Estado do Pará
O atendimento médico pelo IASEP (O Instituto de Assistência dos Servidores do Estado do Pará) nas clínicas e hospitais conveniados em Tucuruí foi suspenso por atraso dos pagamentos.
    
É por isso que o Governador Jatene (PSDB) protege o Prefeito Sancler (PPS) e lhe garante imunidade e impunidade, os dois são iguaizinhos quando se trata de irresponsabilidade e incompetência administrativa.
    
Jatene está falindo o IASEP e Sancler já faliu a ASERT, já os trabalhadores e segurados que se danem, se explodam, e que morram nas portas dos hospitais públicos desta pobre cidade e deste pobre Estado.
   
Pobre Tucuruí...
   
Pobre Pará...
   
ISSO É UMA VERGONHA!!!
    

quinta-feira, 26 de março de 2015

Quadra do Colégio das Irmas, uma VERGONHA uma obra sem fim

A construção da quadra coberta da Escola (E.M.E.F) Nossa Senhora da Conceição (Colégio das Irmãs) no Bairro Colinas, vai fazer aniversário de atraso no término da obra no dia 04/04/2015. Apesar da construção da quadra coberta ser uma obra com recursos do Governo Federal a empresa paralisou a obra mais uma vez, provavelmente pelo mesmo motivo que as demais obras da Prefeitura estão paradas em Tucuruí: Falta de pagamento.
   
Dizem que o Prefeito Sancler (PPS), detesta pagar contas, mesmo quando o dinheiro não é seu, aliás, o prefeito ao que parece, tem uma grande dificuldade em distinguir o que é seu dinheiro e o que é dinheiro da prefeitura, e também costuma confundir a Prefeitura com uma empresa familiar e particular.
   
Enquanto isso os alunos é que são os maiores prejudicados, pois tem de fazer educação física no tempo e ao ar livre, sujeitos à chuva e sol.
    
Mesmo com várias denuncias inclusive do Folha de Tucuruí, nada é feito para terminar esta obra, que provavelmente será terminada (se for) durante a campanha eleitoral do ano que vem.
    
ISSO É UMA VERGONHA!!!
   

     

quarta-feira, 25 de março de 2015

Processo por improbidade contra o Prefeito Sancler (PPS) está engavetado a 16 meses no MPE

MPE Tucuruí
               
O processo nº 00058529820138140061 de Improbidade Administrativa contra o Prefeito Sancler Ferreira (PPS), está engavetado a um ano e quatro meses no Ministério Público Estadual esperando Vista da promotoria. 
            
Já se tornou rotina no MPE em Tucuruí, engavetar por meses e até por anos processos e denúncias de crimes e irregularidades que envolvem a Prefeitura de Tucuruí. Existem outros processos nesta mesma situação. Este processo foi entregue ao MPE para Vista no dia 29/11/2013 e até agora permanece parado. 
                   
É inacreditável que um processo por Improbidade Administrativa que é de interesse público, permaneça por quase um ano e meio engavetado, e justamente no Ministério Público.
             
     

terça-feira, 24 de março de 2015

A principal causa da impunidade nos municípios do Brasil

Foto dos personagens Vinicius e Tereza da novela Babilônia da TV Globo
Muitos cidadãos em Tucuruí estão se perguntando por que a justiça está atuando contra a impunidade, investigando e processando aqueles que praticam crimes contra o erário e contra a administração pública em Tucuruí, fato inédito no município, que sempre foi o paraíso da impunidade e da malversação do dinheiro público.
                  
Na novela Babilônia em um trecho de conversa entre os Personagens Tereza e Vinicius, ambos advogados, Tereza uma advogada experiente e famosa aconselha Vinicius a procurar a Polícia Federal para denunciar um Prefeito corrupto. A conversa entre dois personagens de novela retrata bem a infame realidade do nosso Brasil, e mostra a fragilidade das instituições Estaduais diante do apadrinhamento de Prefeitos pelos Governadores, que usam o seu poder e a sua influencia para garantir a impunidade dos prefeitos seus aliados, que desta forma podem tranquilamente zombar das Leis, da Justiça, e praticar toda sorte de crimes contra o erário e contra a administração pública sem ser incomodado e sem qualquer temor de vir a sofrer punições.
             
A resposta do porque a impunidade está sendo finalmente combatida em Tucuruí é muito simples: A Justiça Federal, que tem autonomia para agir e não está atrelada a político ou partido algum, não está se omitindo, muito pelo contrário, está atuando e fazendo o seu papel que é de cumprir e fazer cumprir à Lei, defender a sociedade, o erário, o interesse e o patrimônio público.
        
Vejam este trecho da novela Babilônia, qualquer semelhança com Tucuruí é mera coincidência, mas o diálogo esclarece como as coisas "funcionam" aqui também.
      
            

sábado, 21 de março de 2015

Quadra da Escola Plácido de Castro: sejam bem vindos a uma terra de ninguém!

Infelizmente continua o abandono da quadra da escola Plácido de Castro desde a sua inauguração em dezembro do ano passado. A expectativa da população era que ali se tornasse um centro de espaço de lazer para a comunidade e um lugar de incentivo ao esporte para os jovens. Mas o que se vê na realidade é bem diferente disso. Como NÃO HÁ VIGILANTE OU PORTEIRO para cuidar dos horários e para zelar pelo patrimônio, o local tem sido usado para fins nada pedagógicos. 
         
Nas tardes em que não acontecem as aulas de educação física, os alunos se aglomeram no local, muitos dos quais nem entram na escola para ficar “vadiando” pela quadra, alguns fumando e ingerindo bebidas alcoólicas. A presença de MENINAS MENORES DE IDADE É CONSTANTE, várias delas em companhia de adultos, ouvindo músicas e ensaiando danças pra lá de sensuais. 
            
Até o Conselho Tutelar já foi acionado para verificar denúncias envolvendo crianças, assim como a polícia para tentar acabar com a baderna. Garotos trafegando em motocicletas em alta velocidade também é cena comum de se ver. Ou seja... Do jeito que está essa quadra só veio trazer preocupação e oferecer perigo aos alunos e comunidade. 

         
No turno da noite, quando as luzes são desligadas, a quadra vira “motel” para muitos casais e esconderijo para usuários de drogas, um perigo especialmente para estudantes do turno da noite por conta dos riscos de assalto e (pra que duvidar?) ESTUPROS, uma vez que a escuridão é intensa ao se desligarem todos os postes e refletores, impedindo a alguém de fora visualizar o que há lá dentro. Há também o risco de algum bandido se esconder ali pra fazer emboscada a algum aluno. 
      
Na noite da última quinta (12) um aluno foi esfaqueado dentro da escola. A polícia e o SAMU foram chamados. As crianças da comunidade, que nos primeiros dias da inauguração costumavam frequentar a área ao lado da quadra, já não são mais vistas por lá, pois os pais já estão com medo da bandidagem. 
            
Socorro!!! Isso mesmo!!! Pedimos socorro!!! 
        
É preciso deslocar um ou dois VIGIAS URGENTEMENTE para cuidar exclusivamente da SEGURANÇA da quadra antes de acontecer UMA TRAGÉDIA. 
         
É preciso CONSERTAR O PORTÃO QUE ESTÁ QUEBRADO para que se possa controlar a entrada das pessoas e impedir o acesso de pessoas MAL INTENCIONADAS. O mesmo vale para as portas dos banheiros que continuam danificadas desde que bandidos as arrombaram para furtar os espelhos que havia lá dentro. 
           
É preciso destinar PROFISSIONAIS DE LIMPEZA também. 
          
É preciso ISOLAR COM GRADES e CADEADOS os padrões que controlam a iluminação, tanto o que fica do lado dentro como o que está situado no muro do lado de fora. 
      
Não basta fazer... Tem que cuidar!!! Esse é o grito de ajuda de uma comunidade em DESESPERO.
         
Vestígios de cigarros de maconha encontrados em um vestiário da quadra
       
Muita sujeira nos banheiros
         
Fósforos espalhados pelos banheiros, outro sinal do uso de drogas.
       
Infiltração em inúmeros pontos dos banheiros: iluminação danificada.
     
Infiltração em outro ponto
       
Camisinha encontrada ao lado das arquibancadas prova de que
o local é usado como "motel" pelos casais durante a noite
          
Matéria de um colaborador anônimo
         

sexta-feira, 20 de março de 2015

Governo do PPS é campeão de improbidade em Tucuruí...

     
Governo do PPS na administração Sancler Ferreira bate recorde e é o campeão de todos os tempos em improbidade e gestão temerária em toda a história do município de Tucuruí.
                

quinta-feira, 19 de março de 2015

Ministério Público denuncia o Prefeito Sancler Ferreira (PPS) por improbidade e pede o afastamento da direção da ASERT

Sancler Ferreira (PPS) - Prefeito de Tucuruí
Sancler responde a inúmeros processos por improbidade.
            
O Ministério Público Estadual denuncia o Prefeito de Tucuruí Sancler Ferreira (PPS) e Jane Sheila Vaz Rodrigues, Secretária Municipal de Finanças da PMT, por apropriação indébita ao se apropriarem indevidamente dos valores que retém dos servidores da prefeitura, e que deveriam ser repassados integralmente em favor da Associação dos Servidores Municipais de Tucuruí - ASERT. Devido a esta apropriação indevida do dinheiro dos servidores municipais, a Associação está inadimplente com o comércio e os respectivos prestadores de serviços médicos.
             
Além de a apropriação causar a inadimplência da Associação, causa ainda danos morais aos associados da ASERT devido à perda de crédito dos servidores perante o comércio local. Pior ainda é a situação dos servidores diante da inadimplência da ASERT - Associação dos Servidores Municipais de Tucuruí (que tem hoje dois mil associados), perante as clínicas, hospitais e laboratórios, pois devido à inadimplência da ASERT devido ao calote do prefeito e secretária de finanças, os prestadores de serviços de saúde conveniados com a ASERT, constantemente suspendem o atendimento aos servidores que são abrigados a pagar duas vezes pelo mesmo serviço, já que descontam para a ASERT, e quando precisam tem de pagar novamente em dinheiro para serem atendidos nos hospitais e clínicas conveniadas.
               
Mesmo quando o serviço retorna, devido ao pagamento parcial da dívida (A ASERT paga um mês e fica devendo dois meses ou mais), o atendimento fica prejudicado e restrito a dois atendimentos diários o que é insuficiente para atender às necessidades da demanda.
             
De acordo com os fornecedores da ASERT, a associação deve aos comerciantes o valor de R$ 1.807.848,13 (Um milhão, oitocentos e sete mil, oitocentos e quarenta e oito mil e treze centavos), constando ainda que a Prefeitura deve à ASERT referente à apropriação indevida dos descontos dos servidores, a quantia de R$ 2.268.254,32 (Dois milhões, duzentos e sessenta e oito mil, duzentos e cinquenta e quatro reais e trinta e dois centavos). Para citar um exemplo: só para o Supermercado Carajás, a ASERT deve R$ 590.000,00 (Quinhentos e noventa mil).
                   
Os comerciantes de Tucuruí, além de ter de suportar a crise econômica por que passa o país e em especial Tucuruí, devido à falta de políticas públicas de incentivo ao emprego e renda no município, e devido ao achatamento salarial dos servidores municipais da Prefeitura que é a maior empregadora da cidade, ainda tem que suportar o calote aplicado deliberadamente pelo prefeito municipal.
         
O Prefeito Sancler Ferreira (PPS), desde o ano de 2009, vem se apropriando indevidamente dos descontos dos servidores, que já recebem um salário que mal dá para cobrir suas despesas necessárias e muito menos para custear suas despesas médicas e uma consulta de R$ 200,00 (fora despesas com os exames) em clinicas e hospitais particulares, tendo em vista que se precisar da saúde pública em Tucuruí vai morrer á míngua, pois a saúde pública municipal está falida. Muitas pessoas têm de recorrer à Justiça com mandados de segurança para serem atendidos na Saúde Pública do Município.
          
O Ministério Público ao ser acionado convidou o Prefeito Municipal para mais de uma reunião para discutir uma solução para o problema, mas em mais de uma ocasião o Prefeito simplesmente ignorou o convite. Ora se o Prefeito não respeita o Ministério Público como vai respeitar à Lei?
         
Existem suspeitas de que membros da própria direção da ASERT, mancomunados com o Prefeito para lesar os interesses dos associados visando benefícios pessoais. Se isso se confirmar durante as investigações do Ministério Público, estas pessoas podem ser responsabilizadas por suas condutas tanto na área cível como na área criminal e administrativa, podendo as consequências ir da demissão/exonerados dos seus cargos na Prefeitura, até a prisão dos envolvidos, já que a ASERT não pode patrocinar os interesses do Prefeito e sim dos associados na associação.
           
É evidente que foi o Prefeito quem se apropriou dos descontos dos servidores, contudo é sabido que ninguém, nem mesmo o prefeito, consegue sustentar um sistema de desvio de dinheiro ou outra fraude qualquer sozinho, de modo que existem fortes indícios da participação da Secretária de Finanças da Prefeitura senhora Sheila na máquina de desvio montada pelo Prefeito para ludibriar os Servidores Municipais, pois por ela passa as finanças do município e consequentemente o dinheiro relativo aos descontos dos servidores da Prefeitura.
               
Desta forma o MP pede o afastamento da Secretária do cargo para averiguar, por exemplo, se a evolução patrimonial da secretária é incompatível com seus vencimentos e sua renda familiar, e apurar outras irregularidades, é de se observar que a Senhora Sheila já está sendo investigada pelo MPF por outras supostas fraudes por ela praticadas valendo-se do seu cargo.
       
O próprio Prefeito Sancler Ferreira (PPS) do alto da sua sensação de impunidade, confessou por escrito que cometeu crime de peculato de que trata o assunto, em documento dirigido ao Procurador da República (Ministério Público Federal), onde assume que desviou dinheiro dos servidores, admitindo que esteja devendo a ASERT e se apropriando de parte do salários dos servidores da Prefeitura, é inacreditável mas o Prefeito disse a um Membro do Ministério Público Federal que estava "inadimplente" com a Associação dos Servidores Municipais.
              
É bom salientar que o prefeito é reincidente, pois já foi condenado em uma ação no valor de R$ 231.437,49 (Duzentos e trinta e um mil, quatrocentos e trinta e sete reais e quarenta e nove centavos), ação esta movida pela ASERT na gestão do ex-presidente Professor Israel. É bom esclarecer que esta dívida ainda será acrescida de correção monetária, juros de mora e outras multas previstas em Lei. É bom que a população saiba que é a Prefeitura de Tucuruí quem vai pagar esta conta e o povo é quem vai arcar com o prejuízo.
        
O Ministério Público Estadual também cita a omissão do Poder Legislativo Municipal, representado pelos vereadores, já que a Lei Orgânica do Município artigo 79, §1º, XI que os atos de desvio/apropriação de dinheiro por parte do Prefeito, implicam em crimes de responsabilidade, cuja apuração e aplicação das respectivas sanções politico/administrativas cabem ao Poder legislativo Municipal, e no caso de omissão, os vereadores também podem ser punidos nos termos da Lei 8.429\92. Deste modo o Ministério Público oficiará à Câmara Municipal para que as devidas providências sejam tomadas, sob pena de em sendo os Vereadores omissos os mesmos também serão responsabilizados.
                
Ressalta ainda a representante do MPE que o Prefeito usou o termo inadimplência quando confessou o desvio ao Procurador da República (MPF), mas na verdade a tal inadimplência na verdade significa: Peculato, desvio e apropriação indébita. Inadimplência é quando o devedor não consegue ou não pode pagar uma dívida, no caso em questão não é inadimplência, pois o dinheiro foi descontado diretamente do pagamento do servidor e a única coisa que o Prefeito deveria fazer era repassar estes recursos para a ASERT.
          
Alerta o MPE, que mesmo que o Prefeito repasse integralmente, com juros e correção monetária, os valores indevidamente apropriados, a devolução em nada prejudica esta ação, haja vista os atos criminosos e ímprobos praticados Pelo Prefeito em conluio com a Secretária Municipal de Finanças.
         
O MPE requer na ação o afastamento do Prefeito e sua Secretária de Finanças dos seus cargos e funções, pois a sua permanência nos cargos enseja a prática de fraudes e desvios para saldar a dívida para com a ASERT e para que apropriações indevidas continuem a ser praticadas.
             
O MPE requer o bloqueio dos bens do Prefeito e Secretária de Finanças da PMT, e solicita a quebra de sigilo bancário dos mesmos nos últimos cinco anos, incluindo movimentação financeira com cartões de crédito.
             
O MPE requer que seja oficiado à Polícia Federal - Serviço de Imigração, para que informe os destinos e quantidade de viagens para o exterior dos réus nos últimos cinco anos.
       
O MPE requer a condenação do Prefeito e secretária ao pagamento de R$ 1.000.000,00 (Um milhão) por dano moral coletivo com relação aos dois mil associados da ASERT.
            
O MPE requer o afastamento cautelar imediato de toda a Direção da ASERT até o fim da instrução, tendo em vista os sérios indícios (demonstrados de forma documental) que a direção da ASERT vem patrocinando interesses pessoais do Prefeito ao invés de defender os interesses dos associados.
           
O MPE requer uma auditoria nos convênios da ASERT com seus fornecedores, para se chegar ao valor exato do que foi apropriado ilegalmente pelo prefeito, a auditoria deverá ser feita por empresa técnica, que será paga pelo Prefeito e Secretária de Finanças. 
             
Para fazer o download da denúncia completa Clique Aqui.
     
Cópia desta denuncia se encontra à disposição dos cidadãos no site do MPE. Ao acessar a página, clique nas opções nesta ordem: Região Sudeste III - Tucuruí - Petição Inicial Ação de Improbidade Proposta - 2015 - ACP ASERT.pdf.  
      

Ministério Público Estadual denunciou funcionários da Prefeitura de Tucuruí

O Governo do PPS em Tucuruí...
O Ministério Público Estadual denunciou à justiça os Servidores do Município de Tucuruí Lucília da Silva Ciliprandi e Jean Carlos Guedes Ribeiro por Improbidade Administrativa.
                    
O MPE investigou e apurou através do Procedimento Investigatório Criminal 001/2014 3ª PJ Tucuruí que os referidos servidores cometeram irregularidades na contratação da Senhora Tereza Pereira de Souza, que foi inserida irregularmente na Folha de Pagamento da Prefeitura de Tucuruí, por meio de Conduta Improba praticada pelos réus.
                      
A Sra. Lucília, funcionária concursada da Prefeitura de Tucuruí e ex-secretária de Comunicação da Prefeitura de Tucuruí, de posse dos documentos da Sra. Tereza inseriu seu nome na Folha de Pagamento da PMT e se apropriou do seu cartão bancário para receber seu salário. A Sra. Tereza só descobriu a fraude quando tentou se aposentar no INSS e descobriu que era funcionária da Prefeitura se saber.
           
O Jean por sua vez como Diretor do Departamento de Cultura era responsável pelas locações e contratações e autorizou a contratação da Sra. Tereza mesmo sabendo que ela não trabalhava e fraudava a frequência da servidora fantasma.
               
O MPE constatou neste caso três modalidades de Improbidade Administrativa: Dano ao erário público, enriquecimento ilícito e violação dos princípios administrativos.
            
O MPE pede o afastamento dos réus dos seus cargos na PMT e o bloqueio dos bens. O MPE pede ainda a perda da função pública (exoneração), suspensão dos direitos políticos de três a cinco anos, pagamento de multa de até cem vezes o valor recebido pelo agente, proibição de contratar ou receber benefícios do poder público pelo prazo de três anos.
              
O Ministério Público Estadual pede ainda na ação o ressarcimento de R$ 35.000,00 ao erário, o valor deverá ser atualizado e acrescido de correção monetária, juros de mora até a data do ressarcimento aos cofres públicos. Vejam a denúncia integral do MPE
             

terça-feira, 17 de março de 2015

Justiça Federal bloqueia bens do Prefeito de Tucuruí e ex-presidente da AMAT Sancler Ferreira (PPS)

                
A Justiça Federal acatou o pedido do Ministério Público Federal e bloqueou os bens do Prefeito de Tucuruí e ex-presidente da AMAT Sancler Ferreira (PPS). O MPF pediu a condenação e o bloqueio de bens do Prefeito Sancler Ferreira, da ex-secretária de Educação Marivani Pereira e do Empresário Sidcley Albuquerque, em razão dos prejuízos causados ao erário público, pelo uso indevido de Recursos Federais do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Saúde (FUNDEB).
             
Segundo o que foi apurado no Inquérito Civil Público Nº 1.23.007.000018/2013-14 o prefeito Sancler Ferreira e a Ex-Secretária de Educação Municipal Marivani Pereira, foram responsáveis pelo pagamento irregular e prorrogação irregular do contrato de aluguel de barcos pra o transporte de alunos da rede municipal que residem nas ilhas do lago da hidrelétrica. O contrato foi firmado com a empresa S.A. de Freitas - EPP, cujo sócio administrador é o empresário Sidcley Albuquerque.
     
O inquérito apurou um prejuízo para o erário publico (na época e sem correção monetária) no valor de R$ 1.659.262,50 (Um milhão, seiscentos e cinquenta e nove mil, duzentos e sessenta e dois reais e cinquenta centavos). Veja a decisão do Juiz.
         

As contradições da PM Paulista...

               
Número de pessoas na manifestação na Avenida Paulista no dia 15
     
Para a PM paulista 1.000.000
     
Para o Data Folha 210.000
         
Número de pessoas na manifestação do dia 13
       
Para o Data Folha 41.000.
       
Para a PM paulista 12.000.
     

Humor...


segunda-feira, 16 de março de 2015

Calcula-se que dez mil pessoas saíram às ruas ontem (15 de março) em Tucuruí

     
Autoridades locais calculam que em torno de dez mil pessoas foram às ruas ontem (domingo 15 de março) em Tucuruí. 
     
Destas dez mil, nove mil novecentas e setenta foram ao supermercado, feira livre ou saíram para passear ou visitar parentes, as outras trinta foram protestar na Praça do Rotary...
      

domingo, 15 de março de 2015

GOLPE contra o povo de Tucuruí, Prefeito quer vender a água que Tucuruí recebe de graça da Eletronorte

                   

GOLPE, o Prefeito Sancler Ferreira (PPS) quer que o povo de Tucuruí pague pela água que a Eletronorte dá de graça para a população da cidade, em compensação pelo alagamento das terras do município e pelos prejuízos ambientais causados pela barragem da hidrelétrica de Tucuruí.
  
A Eletronorte através do PIRTUC (Plano de Desenvolvimento Regional do Território do Entorno de Tucuruí) construiu várias obras no município, o PIRTUC basicamente é uma série de programas e projetos sociais direcionados à melhoria da qualidade de vida e ao desenvolvimento sustentável de comunidades e regiões onde a Empresa atua. Como podemos ver as ações e obras do PIRTUC visam à melhoria da qualidade de vida das populações das áreas de influência da ELETRONORTE, populações estas que foram impactadas pela construção da Hidrelétrica.
   
A ETA
   
A ETA (Estação de Tratamento de Água de Tucuruí) é uma obra do PIRTUC que tem como objetivo o fornecimento de água tratada a toda a população de Tucuruí e para uma população de 300 mil habitantes (mais de três vezes a população atual do município). Esta obra custou até agora mais de R$ 12.000.000,00 doze milhões aos cofres do Governo Federal. Eu digo até agora, pois a responsabilidade e os custos da captação e do tratamento de água ficarão para a ELETRONORTE. 
   
O povo de Tucuruí nunca se conformou pelo fato de que os habitantes das Vilas Residenciais da Hidrelétrica de Tucuruí não pagam Água (de boa qualidade fornecida 24 horas por dia) e Luz, ao contrário do resto da população da cidade que tem a energia elétrica mais cara do Brasil.
    
Foram feitas várias tentativas de estender o benefício da isenção do pagamento da energia elétrica a toda população de Tucuruí, no caso da energia elétrica não foi possível, no entanto a distribuição da água tratada fornecida de graça pela Eletronorte daria à população de Tucuruí água tratada de boa qualidade sem nenhum custo para o nosso povo, o que reduziria em parte a diferença entre o povo da cidade com os moradores das vilas residenciais, sendo que a Prefeitura teria somente que distribuir para o povo a água que recebe de graça. Agora vai piorar, pois além de pagar a energia elétrica mais cara do Brasil, o povo de Tucuruí vai passar a pagar também pela água.
   
E isso vai acontecer graças aos vereadores e ao prefeito Sancler que não se conformam em entregar de graça a água que a Prefeitura de graça recebe da Eletronorte. O Prefeito pretende privatizar a Nossa Água, para que uma empresa privada receba a água de graça da Eletronorte e cobre para entregar para a população. O povo de Tucuruí está sofrendo com o abandono da cidade, com o péssimo serviço prestado pela Prefeitura à população e pelo desemprego, agora Sancler e seus vereadores vão criar mais uma despesa para o povo só para enriquecer algum empresário amigo, que vai poder vender a água que vai receber de graça do Governo Federal por um período de 35 anos. O mal causado pelo Sancler e seus vereadores vai causar prejuízos ao povo de Tucuruí por várias décadas depois do fim do seu nefasto mandato.
     
O interessante é que o Prefeito Sancler e seu sogro ex-deputado Zé Lima têm poços artesianos em sua casa e na pousada, portanto vai ter água de graça, mas o povo pobre que não pode fazer o mesmo vai ter de pagar pela água que consumir, imagine pagar água com tanta água no lago da barragem.
   
Seria o caso de uma denuncia ao Ministério Público Federal, para que a Eletronorte cobre da empresa que vai administrar o serviço de água na cidade as despesas de bombeamento e tratamento de água, pois não é justo que uma empresa privada lucre com a água tratada que a Eletronorte dá de graça para a população de Tucuruí, água que é tratada com recursos do Governo Federal, isso é um absurdo. 
    
Se a empresa vai cobrar a água do povo de Tucuruí, ela também terá de pagar a Eletronorte por esta água, caso contrário a população estaria pagando duas vezes por esta mesma água, uma vez pagará diretamente para a empresa e mais uma vez pagará pelo tratamento através de impostos.
    
O Prefeito Sancler Ferreira (PPS) e seus vereadores subalternos, vão mais uma vez prejudicar e dar prejuízo ao povo de Tucuruí, um povo que confiou neles e os elegeram pensando que eles fossem retribuir a confiança com trabalho e com ações para beneficiar a população da nossa cidade. 
   
A ingratidão é um dos piores defeitos do ser humano, nem mesmo os cães mordem a mão de quem os alimenta.
    
Agora graças ao "Prefeito" Sancler e seus vereadores, o povo de Tucuruí perde a única chance que tem de ter pelo menos parte dos benefícios que tem os moradores das Vilas Residenciais, com água tratada de boa qualidade e de graça. 
    
Mas não tem problema não Prefeito Sancler e vereadores, o dinheiro que vocês vão tirar sem necessidade vai fazer falta para o povo de Tucuruí, principalmente para os mais pobres e humildes, mas lhe garanto que este dinheiro não vai ser de nenhuma valia para vocês, nem nesta e nem na outra vida, pois um dia Deus e a vida lhes cobrarão centavo por centavo e por tudo de mal que vocês estão fazendo contra o nosso povo, por puro egoísmo, maldade e ambição, mais cedo ou mais tarde, todos terão que colher o que plantaram. Vejam a cópia do projeto.

         
Salmos 7:14-16
Todo aquele que gera maldade concebe o sofrimento e dá à luz a desilusão...
          
Gálatas 6:7,8
Não vos enganeis: Deus não se permite zombar. Portanto, tudo o que o ser humano semear, isso também colherá! …
              

Imagens do protesto de hoje, golpistas pedem a ditadura militar e 3º turno


       

INCOMPETÊNCIA - Crateras colossais estão substituindo as ruas na periferia de Tucuruí

Os moradores da Rua 13 de maio no Bairro Santa Isabel estão sofrendo com a incompetência da Prefeitura de Tucuruí que abandonou as ruas da cidade e seus habitantes. A rua está intransitável mesmo para o trânsito de pedestres.
              
Inúmeras ruas estão intransitáveis e muitos moradores se arriscam em pontes improvisadas sobre os buracos gigantescos, alguns com quase três metros de profundidade, como é o caso das "crateras" da Rua 11 de setembro no Bairro Palmares, as ruas deste bairro mais parece à superfície lunar com suas imensas crateras. Vejam as imagens, pois elas falam por si mesmas.
     
Esta é a Rua 13 de março no Bairro Santa Isabel.
     
     
   
   
Imagens do Grand Canyon de Tucuruí localizado no meio da Rua 11 de setembro no Bairro Palmares.
       
   
     
Esta cratera no meio da rua tem quase três metros de profundidade.
       
         
     
     
     
  
Esta é a verdadeira Tucuruí...
           
Isso é uma vergonha!!!
              

sábado, 14 de março de 2015

Justiça do Pará censura o Blog Folha de Tucuruí por publicar informações públicas

            
A Justiça do Pará censurou o Blog Folha de Tucuruí por divulgar informações de acesso público.
     
O Folha de Tucuruí acata a decisão judicial, mas informa que vamos recorrer até ao STF se for preciso para garantir o direito à liberdade de expressão e de imprensa.
     
Um assunto que em pouco tempo seria esquecido agora terá repercussão nacional.       
-------------------------------------------------
         
*O que é uma decisão liminar?
            
Liminar é uma ordem judicial provisória. É toda decisão judicial tomada in limine litis (em latim), literalmente "na soleira, isto é, na fronteira ou início do litígio, da lide, da disputa." Muitas vezes a própria lei especial prevê expressamente essa possibilidade.
Há liminar cautelar: destinada à proteção da eficácia do poder de jurisdição (cautelar conservativa) ou processo principal em razão da provável veracidade dos fundamentos invocados (fumus boni juris) pelo requerente e da possibilidade de ocorrer dano grave ou irreparável (periculum in mora) em decorrência da demora da decisão judicial. Que pode, ou nao, ocorrer sem a oitiva prévia do requerido (art. 804, CPC), dependendo da necessidade.
E liminar que antecipa os efeitos, no todo ou em parte, da resolução da lide já no despacho inicial(liminar satisfativa): a tutela antecipada, prevista no art. 273, do CPC.
No direito brasileiro, a liminar é considerada gênero de tutela de urgência, da qual são espécies a tutela antecipada e a tutela cautelar.
            

Protestos em todo o Brasil, o povo pede impeachment

Protestos em todo o Brasil em que participaram milhares de pessoas pediram o impeachment do presidente da república, o ano era 1999 e o Presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), e os motivos eram: Corrupção no Governo e a exploração do FMI.
      
Vejam as imagens das manifestações na época:
       
 
   
   
   

   
     
Hoje estamos vendo apenas mais uma reprise de um velho filme, quem esquece o passado está condenado a repeti-lo indefinidamente. 
         
Até quando seremos uma manada tangida pelos interesses dos políticos e da elite?
     
Como pode tanta desinformação em plena era da Internet?
            

sexta-feira, 13 de março de 2015

Câmara Municipal aprova aumento de até 75.9% para os servidores da Prefeitura

                     

A Câmara Municipal em uma votação quase secreta aprovou ontem quinta-feira, aumento de salário de até 79.9% para os funcionários do IPASET, é claro que os vereadores não se preocuparam com o aumento do "resto" dos servidores municipais, que para eles não tem nenhum valor e não precisam de aumento de salário.
   
Comenta-se que os vereadores mais chegados ao Prefeito e à direção do IPASET deverão indicar apadrinhados para ocupar as vagas que foram criadas.
   
Votaram contra mais esta "gracinha" do prefeito os vereadores: Deley, Dodô, Clayton e Vieira.
   
Vejam o quadro de pessoal do IPASET após a alteração de ontem. Os cargos com um C antes da função foram criados pela nova Lei.

             
         
Quadro de pessoal do IPASET anterior.
     

Este foi o primeiro ato do novo Presidente da CMT, vereador Daivyson Freeway em seu mandato como presidente... 
             
Esse aumento vai sair do bolso do servidor municipal mesmo. Quem atira com pólvora alheia não mede distância.
      
Agora imagine a população o que mais vem por aí. 
               
Este cidadão está só se aquecendo, vem muito mais bomba por ai e é bom que o povo de Tucuruí prepare o bolso para o prejuízo, porque somos nós população que vamos pagar a conta...
             
ISSO É UMA VERGONHA!!!
            

quinta-feira, 12 de março de 2015

Manifestação popular ou campanha eleitoral do terceiro turno?

                 
Movimentos contra Dilma usam material de Aécio
           
Grupos pró-impeachment estão editando e compartilhando na internet vídeos da campanha do senador Aécio Neves (PSDB) à Presidência da República, denunciou nesta quarta-feira (11) o Partido dos Trabalhadores.
            
Segundo o PT, o material teria sido veiculado em outubro de 2014 e tem sido usado para convocar a população para as manifestações marcadas para o domingo (15).
          
Em um dos vídeos, o movimento Vem Pra Rua divulga imagens de pescadores, donas de casa e pequenos fazendeiros trabalhando em uma cidade no interior do País, usadas nas propagandas eleitorais tucanas para a TV. Outro material compartilhado manipula cenas de protestos do ano passado vinculadas a uma música gravada em estúdio, convocando as pessoas para o dia 15.
          
Zuza Nacif, coordenador da campanha de Aécio nas redes sociais, é uma das pessoas responsáveis por espalhar estes vídeos. Procurado pelo jornal “Folha de S. Paulo”, ele afirmou que distribuiu as imagens pelo aplicativo Whatsapp para uma lista pessoal, mas negou ter produzido o material.
        
No início deste mês, um vídeo com atores supostamente convocando a população para as manifestações foi publicado por grupos contra a presidenta Dilma Rousseff. Porém, as imagens foram retiradas de um vídeo gravado para a campanha intitulada Gota D’água, um protesto contra a construção da usina de Belo Monte.
          
A atriz Letícia Sabatella também desmentiu a participação no ato contra a presidenta Dilma. “Por favor, retirem este post com imagens do Gota D’água que manipularam para fomentar este golpe contra a democracia do Dia 15! Eu, Leticia Sabatella, não compactuo com isto!”, publicou a atriz.
         
No ano passado, durante a campanha presidencial, eleitores de Aécio Neves utilizaram o mesmo arquivo para fazer um vídeo contra a presidenta Dilma. Na ocasião, Leticia também se manifestou. “Eu não vou votar no Aécio Neves”, escreveu no Facebook. Leia a matéria.
       
Fonte: (DOL)
             

Sindicatos, concursados e estudantes participaram ontem de ato público

Os participantes do Ato Público percorreram diversas ruas da cidade.
               
O SNSMUT, SINTEP, Comissão dos Concursados e estudantes da rede pública participaram ontem do ato público em que estão em pauta várias reivindicações dos sindicatos, concursados e alunos do Colégio Simão Jacinto.
         
Os participantes do Ato Público percorreram diversas ruas da cidade e pararam em frente ao Fórum onde foi protocolado um documento da Comissão dos Concursados solicitando que a justiça Julgue a Ação do Concurso Público, houve uma parada em frente ao Ministério Público Estadual para cobrar a devolução do dinheiro do IPASET e para que seja feita uma agenda para os Alunos do Colégio Simão Jacinto.
            
Hoje ainda o Folha deve publicar uma cópia do documento e mais detalhes do Ato Público.
       
A concentração em frente do MPE