Tucurui

Tucurui

Notícias

Alterar o idioma do Blog

sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

Miranda é o novo Superintendente do IPASET

           
Miranda Presidente do SINSMUT (Sindicato dos Servidores Municipais) é o novo Superintendente do Instituto de Previdência Municipal - IPASET.
       
O Prefeito Bena que também é Servidor Municipal Concursado, entende que o IPASET (Previdência Municipal) deve ser administrado por um servidor municipal concursado, já que o IPASET é a previdência municipal e ninguém é mais indicado para cuidar do IPASET que um dos seus donos, um Servidor Municipal Efetivo.
         
Com o afastamento do Miranda o Raimundo Concursado passa a ser o Presidente do SINSMUT.
                 

Tucuruí - Folha de pagamento de dezembro supera a arrecadação municipal em mais de cinco milhões

                     
A Folha de Pagamento da Prefeitura de Tucuruí superou os repasses do Governo Estadual e Federal, com um saldo negativo de R$ 5.110.740,10 (Mais de cinco milhões).
          
Repasses do Governo do Estado:
ICMS        - 9.558.581,19
IPI             - 269.008,59
IPVA         - 67.223,96
FUNDEB - 2.045.921,28
           
Total Repasse do Estado: R$ 11.910.735,02
              
Repasses do Governo Federal:
Total: R$ 8.135.528,21
            
Total dos repasses Federais e Estaduais: R$ 20.046.263,23
           
Folha dezembro  - R$ 13.463.434,47 
Folha 13º             - R$ 11.723.568,86 
Total                    - R$ 25.187.003,33
              
Saldo Negativo: R$ 5.110.740,10
        
Tem ainda os recursos próprios da Prefeitura, que seria o ISS, o IPTU e o recolhimento de taxas. O IPTU, como todos sabem o Tucuruiense não paga, já  os valores do ISS e das taxas cobradas pela PMT são irrisórios (R$ 5.615,46 em dezembro), em comparação com os repasses Federais e Estaduais.
           
Além do saldo negativo na receita/despesa, a Prefeitura tem de manter os serviços oferecidos para a população como: Saúde, Educação, Água encanada, Limpeza Pública e demais serviços essenciais, deve fazer os repasses para o IPASET e custear as demais despesas para manter a Prefeitura funcionando, como por exemplo, combustíveis, material de limpeza e expediente, energia elétrica, compra de medicamentos, manutenção de veículos, logradouros públicos, etc.
            
Além de Tudo isso temos uma situação política e administrativa instável, só em 2017 a Prefeitura de Tucuruí teve três Prefeitos, sendo um foi assassinado, outro foi afastado pela justiça acusado de Crime de Responsabilidade e também afastado e está sendo investigado pela Câmara Municipal.
        
O atual Prefeito Bena Navegantes que é o Presidente da Câmara Municipal assumiu a Prefeitura a pouco mais de um mês, e de cara teve que pagar uma folha de pagamento maior que a receita do município, isso em meio à maior crise política da história da cidade, o que prejudicou a manutenção dos serviços prestados pela PMT tem impedido investimentos da Prefeitura na cidade.
            
O assassinato do Prefeito Jones foi uma grande tragédia, não só para ele e sua família, mas também para Tucuruí, sua população e para a Prefeitura, pois a instabilidade política causada pelo crime que chocou a população da cidade, acarretou também uma grande instabilidade administrativa e financeira da Prefeitura, e o que é pior, não se sabe quando esta crise vai ter um fim definitivo.
             
A cada vez que muda de prefeito, administrativamente a PMT tem de recomeçar praticamente do zero, já que o novo Prefeito precisa de tranquilidade, estabilidade e pessoas de sua confiança em locais estratégicos para conseguir governar.
           
Diante desta situação catastrófica por que passa Tucuruí, nós do Folha achamos que o Bena está se saindo bem e tomando as medidas corretas, pagou o funcionalismo injetando desta forma 25 milhões na economia de Tucuruí em dezembro, aquecendo o comércio e a prestação de serviços, e dando uma certa estabilidade política na cidade.
              
Apesar do saldo negativo da receita e despesa em dezembro na PMT, a folha de pagamento está em dia, em janeiro a arrecadação tende a ser bem maior que em dezembro, devido ao aumento dos impostos arrecadados e às festas de fim de ano, aliado a isso, temos a redução na folha de pagamento em janeiro, assim deve sobrar algum recurso para investimento, segundo informações, a PMT deve começar a investir em serviços para a população ainda este mês, isso se a tempestade política que assola Tucuruí, continuar sob controle.

              

sábado, 30 de dezembro de 2017

Feliz Ano Novo, que 2018 seja um ano de recomeço e o início de uma nova era para Tucuruí

Estamos no final do ano de 2017, um ano difícil para o Brasil e para Tucuruí. A democracia em nosso país sofreu inúmeros golpes, o ódio se alastrou como um rastilho de pólvora insuflado por golpistas e oportunistas irresponsáveis, um golpe levou o país a ser governado por pessoas indignas (sem votos e sem credibilidade), aventureiros e entreguistas à serviço dos seus interesses, dos interesses econômicos internacionais e dos interesses de outros países.
         
Direitos trabalhistas duramente conquistados há meio século foram solapados pela Reforma Trabalhista (escravagista), a Reforma da Previdência ameaça o futuro dos trabalhadores que não têm condições de pagar previdência privada, reforma esta que se fosse boa não deixaria de fora os militares e o judiciário, durante este ano e em anos anteriores pessoas foram perseguidas, presas e condenadas sem provas, e sem um julgamento justo pela Lava Jato em sua cruzada "moralista", seletiva e ideológica, que errou tanto quanto acertou, onde os bandidos de estimação foram poupados, blindados e continuam no poder rindo, gozando da cara da população e vendendo o Brasil.
           
Em Tucuruí foi ainda pior, no Brasil uma presidente eleita foi afastada sem crime, em Tucuruí a democracia foi ferida de morte, pois o Prefeito escolhido pela população em eleições livres e democráticas foi covardemente assassinado e tombou no serviço, trabalhando para a população, vítima da ganância e da ambição desmedida. A vontade popular foi desrespeitada e os votos da maioria da população foram rasgados.
         
Assim como o Brasil, Tucuruí entrou em uma profunda crise política, que é o que acontece sempre que os interesses de grupos se sobrepõe à vontade do povo, e quando alguém resolve ferir a democracia e governar sem apoio popular e sem voto. Tucuruí se tornou um navio sem leme, envolto em uma grande crise política e com uma população revoltada.
          
Diante disso, e sem nenhuma perspectiva e clareza política, a equipe que edita o Folha de Tucuruí, que é um Blog essencialmente politico, até para não piorar a situação política que já estava caótica, resolveu dar uma pausa até que a politica e a população se acalmassem, e até que tivéssemos uma visão clara do que estava acontecendo, assim como uma perspectiva de solução para a crise que se instalou em nossa cidade, pois nesta situação tão difícil, não basta denunciar e criticar, é preciso visualizar os problemas e suas causas e apontar soluções.
        
Após o Bena assumir a Prefeitura a pouco mais de um mês, a cidade se acalmou, pois a população percebeu que havia finalmente uma luz no fim do túnel.
        
Qualquer pessoa sensata sabe que as crises que assolaram o país e Tucuruí somente poderão ser resolvidas definitivamente através da democracia e de eleições livres, onde governará quem tem voto e apoio da população, sem voto, sem apoio popular e sem credibilidade ninguém consegue governar de verdade, e em vez de fazer gestão o "ditador" vai passar todo o mandato administrando crises e apagando incêndios... E isso não é bom para o país e para Tucuruí e também não é bom para a população.
       
A história se repete, assim como seu pai e ex-prefeito Navegantes, que na época em que era presidente da Câmara Municipal deu um choque de gestão na cidade, que na época atravessava uma crise de gestão, já que a cidade estava praticamente sem comando, agora Bena tem uma grande responsabilidade histórica e moral para com Tucuruí e seu povo, Bena tem agora a missão de apaziguar a população, conter a grave crise política que se instalou depois do assassinato do Jones, e "arrumar a casa" colocando Tucuruí de volta nos trilhos e preparando a cidade para novas eleições, pois somente através de novas eleições Tucuruí poderá virar esta triste página da sua história, e continuar em frente. Vamos todos torcer e lutar para que a democracia seja respeitada e para que nunca mais os votos dos Tucuruienses sejam rasgados à bala, e para que a democracia em nossa cidade seja respeitada e fortalecida.
         
Hoje em dia os Blogs de verdade, editados por cidadãos responsáveis, comprometidos com o interesse público e com a verdade, editores estes que se identificam e assumem a responsabilidade social e jurídica pelos conteúdos que publicam, estes Blogs tem o dever de bem informar e combater a desinformação, diante do cabaré e da casa-da-mãe-Joana em que se transformaram as redes sociais, em que proliferam como moscas as páginas anônimas e perfis fake, disseminando notícias falsas, injúrias, calúnias e difamações, objetivando atender a interesses escusos e à serviço de políticos desonestos, em que seus editores se escondem no anonimato como qualquer criminoso covarde se esconde atrás de uma máscara.
         
É preciso que a população tenha informação confiável e pontos de referência contrapondo tanta informação falsa e deturpada. Informar, politizar e defender o interesse público, estes foram nossos principais objetivos nestes 16 anos de existência do Folha de Tucuruí e continuarão sendo enquanto Deus permitir.
        
Agora, neste momento tão importante e decisivo para Tucuruí, toda a população, inclusive a classe política, tem o dever de arregaçar as mangas e ajudar a colocar novamente nossa cidade nos trilhos e no rumo certo. 
       
Com esforço, com honestidade, seriedade, coragem, boa vontade e principalmente com a ajuda de Deus, nós venceremos, sairemos desta crise e chegaremos ao nosso objetivo, pois Deus sempre ajuda aos homens de boa vontade,  a verdade sempre prevalece e o bem sempre vence.
         
FELIZ ANO NOVO, QUE DEUS ABENÇOE O NOSSO BRASIL, ABENÇOE TUCURUÍ E TODO O NOSSO POVO, TRAZENDO AMOR, PROSPERIDADE E PROGRESSO PARA A NOSSA AMADA TUCURUÍ.
        
Um grande abraço...
           
Equipe Folha!!!

      

terça-feira, 3 de outubro de 2017

TCM faz uma Inspeção Extraordinária e Tomada de Contas no IPASET

O IPASET está sob fiscalização do TCM.
                
Ontem servidores do Tribunal de Contas dos Municípios estiveram no IPASET para uma Inspeção Extraordinária e estiveram reunidos com o Conselho Fiscal anterior e com a direção atual do Instituto.
                   
A comissão nos termos do Artigo 67 do RITCM/PA, requer a disponibilização de todos os saques efetuados, extratos bancários das aplicações e rendimentos, folha de pagamento, bem como demais documentos que a Equipe Técnica entender necessários referentes aos exercícios de 2013 e 2014.
                         
Ontem o Raimundo foi resolver um problema de um funcionário da PMT no IPASET e quando chegou, soube da reunião do TCM, então ele resolveu participar da reunião como representante do SINSMUT.
                    
Em sua manifestação diante dos representantes do TCM, o Raimundo renovou as denuncias do IPASET no Folha de Tucuruí e cobrou do TCM providências no sentido de apurar as irregularidades e os desvios de dinheiro da Previdência Municipal, segundo o Raimundo chegou-se ao absurdo de vários cheques do IPASET no valor de R$ 80.000,00 (oitenta mil) e até cheque de R$ 180.000,00 duzentos mil, serem sacados em espécie na boca do caixa do banco, uma coisa inacreditável.
                        
O Raimundo questionou os servidores do TCM sobre ausência de fiscalização do Tribunal de Contas dos Municípios sopre o Instituto Municipal, questionou o Conselho Fiscal e o Conselho Administrativo do IPASET, e também questionou a atuação da Câmara Municipal representada pelos vereadores, que não fiscalizaram e ainda aprovaram ilegalmente dois parcelamentos de dívidas do IPASET!
                       
Raimundo disse aos servidores que caso o TCM não tivesse se omitido, os prejuízos à previdência municipal poderiam ter sido bem menores, mas que mesmo tardiamente, ele espera que desta vez tudo seja apurado e os desvios dos recursos do IPASET sejam sanados, e os recursos desviados devolvidos aos cofres públicos.
                           
Raimundo disse ainda ter esperança que o TCM deixe de ser um Tribunal Faz de Contas dos Municípios (O governo finge que cumpre a Lei e o TCM finge que fiscaliza), e passe a ser efetivamente um Tribunal de Contas dos Municípios do Pará fiscalizando e zelando pelo erário e pelo interesse público.
           
Vejam as imagens da reunião.
             
           
           
Termo de Abertura de Inspeção Extraordinária TCM