Tucurui

Tucurui

Notícias

Alterar o idioma do Blog

terça-feira, 17 de setembro de 2019

PMT estuda anular a nomeação de alguns servidores do último Concurso Público por suspeita de irregularidades

               
Estive hoje à tarde no SINSMUT e fui informado que a Prefeitura de Tucuruí, estaria estudando a anulação de algumas Portarias de Nomeação de servidores que fizeram o último Concurso Público da Prefeitura Municipal, segundo a informação, entre as nomeações a serem anuladas, estaria a Portaria de Nomeação de um pré-candidato a Prefeito de Tucuruí.
                  
Na época do último Concurso Público da Prefeitura de Tucuruí, houveram diversos comentários sobre supostas irregularidades na nomeação de pessoas ligadas a Administração Municipal,  políticos e empresários locais, pessoas que seriam próximas ao Prefeito na época. Não sei se estes rumores procedem, no entanto (pode ser que este não seja o caso), diz o ditado popular que quando há fumaça, tem fogo... Não sei.
              
Na opinião deste Editor tendo em vista a possibilidade de ter supostamente havido fraude no concurso, isso deve ser apurado sim, e se houve irregularidades no concurso da Prefeitura, o erro deve ser corrigido e os responsáveis punidos, pois não é justo que a população que estudou e pagou pelo concurso seja prejudicada impunemente. 
                
Mas também, esta situação deve ser apurada com o máximo de isenção, imparcialidade e rigor possível, para que não se cometa injustiças.
                 
Vamos aguardar os acontecimentos.

Atualização 23:12: Tive acesso a uma lista de servidores que supostamente teriam sido nomeados de forma irregular no Concurso da PMT de 2014, e portanto poderiam ter as suas Portarias de Nomeação anuladas.
    
Não vou divulgar a lista para não constranger estas pessoas. 
Não sei se existem mais servidores na mesma situação, além dos que estão na lista a que tive acesso, mas os cargos são os seguintes:
        
1 - Três Merendeiras
2 - Duas Assistentes Sociais
3 - Nove Pedagogos Adm. Escolares
     
             
Nesta lista esta incluído um pré-candidato a Prefeito Municipal.
                   
André Resistência.
           

SINSMUT entrega a servidores municipais três cheques referentes a ações na Justiça Federal

Servidoras recebendo os cheques do Presidente do SINSMUT

O Presidente do SINSMUT Raimundo Concursado entregou três cheques referentes a ações na Justiça Federal, pagos pela Caixa Econômica Federal e Prefeitura de Tucuruí.
      
A ação movida pelos Servidores Municipais através do Advogado do SINSMUT se refere a cobranças indevidas de Empréstimos Consignados, e também a inclusão indevida dos nomes dos servidores no cadastro do SPC.
          
Entendam o caso: Os Servidores Municipais fizeram Empréstimos Consignados na Caixa Econômica Federal, que tem convênio com a Prefeitura de Tucuruí. Como é de conhecimento público, no Empréstimo Consignado, a PMT desconta em Folha de Pagamento o valor das parcelas do Empréstimo Consignado e repassa para a CEF.
          
No entanto a PMT desconta e não repassa o valor à CEF e a CEF por sua vez, também de forma indevida, cobra os valores dos Servidores Municipais inclusive, incluindo seus nomes indevidamente no Cadastro de Inadimplentes do Serasa, causando prejuízos ao crédito do servidor, assim como constrangimentos e danos morais. Sendo a CEF um órgão Federal, a competência em caso de processos é da Justiça Federal. 
       
Foi assim que inúmeros servidores ha pelo menos dois mandatos de prefeito vem recebendo indenizações, que foi o caso dos referidos servidores.
         
O SINSMUT está de parabéns pelo bom trabalho na defesa do servidor, agora imaginem se o SINSMUT tivesse uma diretoria pelega e vendida, a situação que estariam os servidores agora.
           
Em tempo: Desculpem a falta de atualização nos últimos dias, é que eu estava um pouco doente, como muitos sabem eu estou em tratamento médico a algum tempo, mas já estou em condições de editar o blog novamente.
              
Agradeço a todos vocês que me honram com a sua visita. 
           
Um grande abraço!!!
       
André Resistência
     

quinta-feira, 12 de setembro de 2019

Vídeo - Prefeito Artur Brito e Raimundo Concursado comentam sobre o Decreto de Contenção de Despesas na PMT

           
Em entrevista no Programa TJ Regional do Sistema Floresta, o Prefeito Artur Brito e o Presidente do SINSMUT Raimundo Concursado, comentam sobre o mais recente Decreto Municipal de Contenção de Despesas, Decreto este e que deverá acarretar demissões na PMT.
            
Vejam o Vídeo:
       
             

quarta-feira, 11 de setembro de 2019

Seu celular pode estar sendo rackeado através do WhatsApp

       

Falha no WhatsApp permite manipulação total de mensagens de grupos | Avast
     
Texto do Blog da Avast.
Autor: Lisandro Carmona de Souza
      
Pesquisadores revelam falha no aplicativo usado por mais de 1,5 bilhão de pessoas na conferência de segurança Black Hat 2019.
       
É assustador que o aplicativo usado por mais de 1,5 bilhão de pessoas continue permitindo "interceptar e manipular mensagens enviadas em conversas privadas e em grupo", segundo informou a empresa israelense de segurança cibernética Checkpoint Research na conferência de segurança Black Hat 2019, em Las Vegas no dia 7 de agosto.
        
Falha permite criar e disseminar informações falsas que parecem vir de fontes confiáveis: 
       
Pode-se incluir algo que não existia antes.

Pode-se modificar uma resposta já dada por um usuário.

Pode-se enviar uma mensagem privada para um participante do grupo, disfarçada de mensagem pública para todos.
        

Somente a vítima recebe uma mensagem enviada a um grupo. Fotooriginal. Adaptação: Avast.
        
As vulnerabilidades foram comunicadas em agosto de 2018 e somente a terceira foi corrigida. Naquela altura, o Facebook - dono do WhatsApp - informou que para corrigir as outras duas seria preciso registrar todas as mensagens do WhatsApp e que não estava preparado para isso por razões de privacidade.
        
Mesmo com a criptografia ponta a ponta, as mensagens puderam ser quebradas no WhatsApp Web - que sincroniza o conteúdo dos chats com um computador - com base nas chaves de criptografia pública e privada antes da geração do QR Code de emparelhamento e com o código “secreto” enviado pelo smartphone no momento do escaneamento.
          
A partir desse ponto, o monitoramento do WhatsApp é completo, permitindo que uma pessoa pense que converse com alguém, mas, de fato, está recebendo mensagens do cibercriminoso. Especialistas acreditam que a falha pode ser usada para disseminar fake news. Até o momento, nada foi revelado sobre uma possível falha semelhante no Telegram Web, que foi o pivô dos escândalos de invasão de celulares de autoridades brasileiras.
         
Mais detalhes técnicos sobre a falha no WhatsApp foram publicados aqui.
Vazamento de dados pessoais para dentro e para fora
            
Infelizmente, é comum vermos notícias sobre invasões de sites e vazamentos de dados pessoais que vão parar na darkweb. Mas também ocorrem vazamentos para “dentro” das próprias empresas. Recentemente, vimos uma empresa parceira do Instagram, a Hyp3r, coletar secretamente os stories que deviam desaparecer após 24 horas. Obviamente, nem você nem a rede social autorizaram isso.
        
Depois, seus dados de localização vão parar em redes de anunciantes: você posta um selfie comendo uma pizza e começa a receber propaganda de delivery de pizza. Mas não é só isso, as empresas mantêm um registro persistente dos locais exatos onde você esteve e algoritmos adicionam os objetos ao redor, os tipos de lugares que você visita, dados dos seus dispositivos e cria o seu perfil online (fingerprint).
          
Empresas de segurança continuam melhorando seus aplicativos para evitar esse tipo rastreamento e o fingerprinting. Depende de você adotar essa tecnologia de privacidade.
Suas conversas via Wi-Fi estão sendo ouvidas
        
Recentemente, a Apple informou que suspenderia a permissão para que funcionários e terceirizados (que normalmente trabalham em suas próprias casas) ouvissem os comandos de voz feitos ao assistente Siri. O Google fez o mesmo depois que ficou público que os comandos ao Assistente do Google também estavam sendo ouvidos por humanos. A Alexa da Amazon também fazia o mesmo.
        
Parece que todos eles conseguem ouvir também quando não se está diretamente usando os assistentes nos dispositivos, e, para complicar, junto com os dados de áudio estão vinculados dados pessoais do usuário e a sua localização.
          
As empresas usavam trechos íntimos da vida privada - desde tráfico de drogas, visitas de médicos até aventuras sexuais - para “melhorar os sistemas”, mas não solicitavam explicitamente a permissão aos usuários para serem ouvidos por humanos.
           
Agora chegou a vez da Microsoft. A Motherboard conseguiu documentos, capturas de tela e áudios com conversas íntimas provando que o Skype faz o mesmo no seu serviço de tradução. O mesmo acontece com os comandos de voz dados ao assistente Cortana.
         
        
Especialistas sugerem que você desative o compartilhamento de informações nas Configurações do Windows (Privacidade > Fala > Reconhecimento de fala online) e excluir os dados armazenados online em sua Conta da Microsoft (Privacidade > Atividade de Voz > Exibir e Limpar a Atividade de Voz > Limpar).
Uma simples iMessage e seu iPhone é invadido
       
Uma falha de segurança descoberta pela pesquisadora Natalie Silvanovich do Project Zero do Google permite que cibercriminosos assumam o controle do seu iPhone ou iPad, e a vítima não precisa fazer nada: nem baixar um arquivo, nem abrir um anexo de e-mail, nem mesmo clicar em um link. Pior: não precisa nem abrir a mensagem recebida. A falha ainda não foi corrigida pela Apple.
Apple teve de retirar - de novo - um falso aplicativo da sua loja
        
Também nesta semana, “retornou” à App Store o aplicativo que abusa do TouchID, engana o usuário e faz com que ele compre sem querer a versão paga por R$ 340,00. O aplicativo "Medição da Frequência Cardíaca" promete medir seus batimentos cardíacos usando o sensor de digitais do iPhone. Ele havia sido retirado da loja e, agora, retornou com o nome "Pulso. Batimento Cardíaco".
      
Reduzindo ao mínimo o brilho da tela, a vítima mantinha o dedo no sensor e ativava o Touch ID que aprovava a compra. Nesses casos, para ter o seu dinheiro de volta, você tem 24 horas para entrar na página de assinaturas da Apple e cancelar a compra. A Apple retirou - pela segunda vez - o aplicativo da sua loja.
           
Leia atentamente as avaliações dos usuários e não confie apenas na Apple. 
           
Russos invadem redes via impressoras e dispositivos IoT
         
A Microsoft detectou que os mesmos grupos cibercriminosos russos - Strontium, Fancy Bear e APT28 - acusados de invadir o Comitê do Partido Democrata dos EUA em 2016 e dos ataques do ransomware NotPetya contra a Ucrânia em 2017, estão usando telefones VOIP (voz sobre IP), impressoras conectadas à internet e outros dispositivos inteligentes (que usam senhas padrão ou não foram atualizados) para invadir redes.
        
Lembre-se de qualquer equipamento conectado à rede precisa de segurança para não se tornar a porta de entrada dos cibercriminosos.
     

As graves consequências dos diversos tipos de suicídio

     
As graves consequências dos diversos tipos de suicídio
     
Paiva Netto
     
Ninguém está livre das influenciações espirituais inferiores, as quais, mesmo quando não se revelam num gesto tão extremado como matar-se, encerram consequências que podem configurar verdadeiro suicídio em vida.
         
Quantas empresas, por exemplo, são levadas à “morte”, ou seja, à falência? Quantos casais estão em conflito, arrastando em seu bojo a felicidade dos filhos? 
         
Quantos se entregam à “morte” pelos vícios da bebida, do cigarro, das drogas, que enfermam e destroem nosso veículo físico e distorcem a Alma?
         
E as chagas do ódio, da violência doméstica, do feminicídio, da pedofilia, da efebofilia, dos estupros...? 
       
Quantos são drasticamente atingidos, arrancados do mundo por essas barbáries? 
           
E as guerras, o desmantelamento econômico de países, os conflitos étnicos de toda sorte?... 
       
E a hipnose coletiva que, pelo planeta, enceguece governantes e governados? 
       
Todos são Espíritos na carne; portanto, completamente suscetíveis de sofrer o magnetismo inferior desses “invasores de Almas”, que aqui denominamos “lobos invisíveis” ou espíritos obsessores. 
         
Contudo, em medida ainda mais vigorosa, qualquer pessoa é capaz de se tornar instrumento benfazejo sob os cuidados das Falanges Divinas, das Almas Benditas. Todos somos médiuns, conforme nos revela Allan Kardec (1804-1869). E poder nenhum é maior que o de Deus.
          
Reitero a importância da leitura de “Quanto à Abrangência do Templo da Boa Vontade” e “O equilíbrio como objetivo”, páginas nas quais esclareço que o mundo material não mais poderá evoluir sem o auxílio flagrante do Mundo Invisível Superior. (...)
          
Como impedir a ação dos espíritos malignos?
        
Meus Irmãos e minhas Irmãs, que drama enfrentam, muitas vezes, nossos Anjos Guardiães a fim de nos livrar de funestas ambiências, que acabamos atraindo para dentro de nossos lares, de nossas empresas, de nossas igrejas, de nossas comunidades, de nossos países! 
          
No entanto, alguém pode dizer: “Mas, Irmão Paiva, eu tento, eu luto; contudo, não consigo afastar esses obsessores espirituais de meu caminho. No ambiente da minha empresa, pelas ruas, em minha casa, nas dos meus entes queridos, eles sempre estão lá, ou acolá, me atormentando, fazendo com que minha competência no trabalho seja abalada; minha felicidade, minha saúde, minha paz sejam postas abaixo. Já não tenho forças...”
         
Tem forças, sim!!! Quem lhe disse que não? Afaste de si as sugestões de fraqueza, justamente, do aqui ultradenunciado “lobo malfeitor espiritual”. 
        
E ore por ele, de maneira que a prece fervorosa toque os recônditos de sua alma, tornando-o, pela transformação do caráter, um bom sujeito. Rogue pelo apoio de seu Anjo da Guarda, ou Espírito Guia, ou Nume Tutelar — seja qual for a maneira que você denomine esses Benfeitores (ainda) Invisíveis.
          
Como bradava Alziro Zarur (1914-1979): “O Bem nunca será vencido pelo mal”.
         
José de Paiva Netto, jornalista, radialista e escritor.
paivanetto@lbv.org.br — www.boavontade.com