Tucurui

Tucurui

Notícias

Alterar o idioma do Blog

quarta-feira, 31 de julho de 2019

Aquilo que não dizemos...


LBV - O Sol da Caridade

         
O Sol da Caridade, Jesus.
         
Diante da imensidão dos Universos de Deus, os ideais de vaidade e de domínio humanos não possuem futuro.
           
Paiva Netto 
        
Ao serem atravessadas as águas do “rio da morte”, desfazem-se as quimeras de uma Ciência quando sem entranhas, bem como os terrores de crenças quando carregadas de preconceitos e intolerâncias, além de todo espírito de concorrência desalmada e do conceito bélico, que separam as pátrias. 
         
Isso até que o Sol da Caridade, que é Jesus, espante as trevas da ignorância insolente e, abrindo a visão espiritual dos seres humanos, faça-os inferir que apenas o exercício das Divinas Leis da Fraternidade Ecumênica e da Solidariedade Social trará Paz à Terra. 
            
Nesse tempo, o ensino sublime do Evangelho-Apocalipse do Mestre Amado terá finalmente acalmado os corações, que encontrarão no Regaço de Deus o descanso para os seus Espíritos desorientados. 
         
É a época tão almejada por todos os missionários do Bem, momento em que a humanidade terá entendido que de nada adianta ilustrar a mente, se o coração for esquecido e que é delírio completo desejar o progresso da sociedade, se os princípios da confiança e do respeito forem avis rara nas relações interpessoais.
            
Admoesta o Professor Celeste: “De que adianta ao homem conquistar o mundo inteiro e perder a sua Alma?”
 (Boa Nova de Jesus, consoante Marcos, 8:36).
                
Fundamental e sábia reflexão do Rabi da Galileia, uma vez que não ansiamos percorrer caminhos equivocados, que inevitavelmente resultarão em retrocesso, em virtude de nossa indiferença ao conhecimento do Espírito — que não está jungido à religião ou à irreligião de quem quer que seja. Daí ser o lema da Legião da Boa Vontade (LBV), há tanto proclamado, promover Desenvolvimento Social, Solidário e Sustentável, Educação e Cultura, Arte e Esporte, com Espiritualidade Ecumênica, para que haja Consciência Socioambiental, Alimentação, Segurança, Saúde e Trabalho para todos, no despertar do Cidadão Planetário.
              
E aqui reforço a expressão Espiritualidade Ecumênica, porquanto esta é o berço dos mais generosos valores que nascem da Alma, a morada das emoções e do raciocínio iluminado pela intuição, a ambiência que abrange tudo o que transcende ao campo comum da matéria e provém da sensibilidade humana sublimada, a exemplo da Verdade, da Justiça, da Misericórdia, da Ética, da Honestidade, da Generosidade, do Amor Fraterno.
              
Ora, que as mais elevadas aspirações, que carregamos em nosso íntimo esclarecido, possam expandir os horizontes do pensamento e consigam com espírito de iniciativa e com criatividade enfrentar os graves desafios mundiais de nosso tempo, traduzindo-se em resultados efetivos que beneficiem toda a humanidade, que, unida, insiste em sobreviver às mais borrascosas situações.
           
José de Paiva Netto, jornalista, radialista e escritor.
paivanetto@lbv.org.br — www.boavontade.com

terça-feira, 30 de julho de 2019

Tucuruí cidade sem Lei e desrespeito ao cidadão

               
Esta semana eu constatei mais uma vez que Tucuruí é uma terra sem Lei. 
              
O cartão de estacionamento para idoso é um direito garantido por lei para os cidadãos brasileiros que tem mais de 60 anos de idade. A Lei 10.741/03, também conhecida como Estatuto do Idoso e a Resolução do CONTRAN nº 303/08 garantem este direito em qualquer lugar do país. 
                
Acontece que não é possível tirar a Carteira para Estacionamento para Idosos em Tucuruí, ou seja, em Tucuruí tem estacionamento para idosos, mas não tem como tirar a carteira que permite ao idoso estacionar nas vagas para idosos. Parece piada, mas é mais um descaso do poder público.
                 
Eu procurei a CTTUC que é a Companhia de Transito do Município. portanto o órgão que devria emitir este documento, e perguntei aos agentes se lá eles emitiam esta carteira, os agentes me disseram que não, e me mandaram procurar a Associação de Deficientes Físicos (Para a CTTUC idoso é deficiente físico???).
             
Lógico que não fui, porque não sou um idiota para desconhecer a diferença entre deficiente físico e idoso. O direito do idoso de estacionar nas vagas para idosos, e o direito de requerer a carteira de estacionamento é garantido por lei como já demonstrei.
               
Então eu fui ao CIRETRAN e me informaram que o CIRETRAN de Tucuruí não fornece esta carteira, e me disseram para que eu comprasse um adesivo de idoso para colocar no carro, um adesivo que não existe em Tucuruí, e se existisse não teria valor legal.
               
Então acessei o chat do Site do DETRAN PARÁ, expliquei a situação para o atendente, e ele me disse para procurar a Prefeitura de Tucuruí. 
Assim se fechou o círculo da sacanagem e do empurra, empurra, cada um jogando o pobre cidadão para o outro, e fazendo a população de besta. O cidadão quer cumprir a Lei e não pode, porque Tucuruí é terra sem Lei.
              
Agora a CTTUC na hora de multar, apreender veículos e punir é boa para fazer cumprir a Lei, mas na hora de garantir direitos, e quando a Lei beneficia o cidadão a CTTUC é omissa.
                  
Em Tucuruí a Lei só serve para punir pobre, porque quando o cidadão é rico ou poderoso ela não serve pra nada, e a impunidade corre solta na cara-de-pau para todo mundo ver. 
          
Isso é uma vergonha!!!
                

domingo, 28 de julho de 2019

IPASET - Nos Bastidores da Política VI

          
Como o IPASET é financiado com dinheiro do funcionalismo municipal e com o dinheiro do povo de Tucuruí, eu estou prestando contas e dando transparência ao período em que exerci o cargo de Diretor Administrativo e Financeiro do IPASET. 
          
             

Como eu já havia dito em matérias anteriores, no começo da atual Administração do IPASET, o órgão estava muito tumultuado com as auditorias e investigações do TCM e do MPE, já que a todo o momento a diretoria recebia ofícios solicitando informações e documentação das administrações anteriores, ainda por cima muitos contratos já haviam sido encerrados, havendo a necessidade de se fazer licitações para não paralisar a Administração do IPASET.
              
Como não havia pregoeiro no IPASET, o Superintendente resolveu contratar um amigo para um cargo de confiança, para em seguida o nomear pregoeiro e assim fazer as licitações que se faziam necessárias. O problema, eu soube depois, é que o pregoeiro havia feito o curso pela Internet, não tendo experiência prática em licitações.
          
Diante disso, o Superintendente resolveu pedir ajuda a um ex-pregoeiro da PMT que trabalhou no mandato do Jones, este pregoeiro é um Ex-vereador do Partido dos Trabalhadores e segundo o Superintendente muito experiente em licitações, e desta forma poderia orientar o pregoeiro do IPASET nas licitações.
     
E mais, o ex-pregoeiro não iria cobrar nada do IPASET, seria uma ajuda para a administração e um favor pessoal ao Superintendente. Desta forma eu me tranquilizei quanto às licitações, e como Diretor Administrativo Financeiro não precisaria interferir nas licitações, e assim evitar questionamentos quanto à lisura do processo licitatório e poderia cuidar de outras coisas também urgentes e que requeriam minha atenção.
        
Mas o pregoeiro do IPASET teve muitas dificuldades além da sua inexperiência, já que os comerciantes de Tucuruí não queriam participar das licitações do IPASET, e não queriam fornecer as cotações de preços por dois motivos:
     
Primeiro, que a maioria tinha dinheiro para receber da Prefeitura e não conseguiam receber, muitos já davam por certo que teriam prejuízos.
      
Segundo, O valor das licitações não compensava o trabalho e os gastos, sendo que algumas empresas nem mesmo tinham as certidões necessárias para participar das licitações.
          
Diante da inexperiência do Pregoeiro, e mesmo com ajuda, as licitações estavam travadas e o tempo passando. Assim, diante da urgência de se fazer licitações, já que os limites para compra direta estavam se esgotando, o pregoeiro teve a ideia de aproveitar as cotações das licitações anteriores de material permanente e de consumo.
       
Desta forma seriam resolvidos os problemas, pois teríamos as cotações e teríamos os preços cotados no ano passado e nas licitações anteriores. Seriam mantidos, segundo ele, os preços e as quantidades, sendo que o IPASET compraria somente o necessário, mesmo que fosse licitado um número maior de produtos e assim ganharíamos tempo.
     
A princípio achei a ideia logica, sem imaginar que eu iria me arrepender e arrumar uma grande dor de cabeça com esta “solução”.
       
Por sua vez, a lista de material de informática com as especificações técnicas necessárias para atender o IPASET, assim como a cotação de preços, ficou a cargo do responsável pela área de informática do IPASET, e que agora é o Diretor de Benefícios.
          
Assim as licitações foram feitas, eu confiava na competência do ex-pregoeiro da PMT, na boa vontade do pregoeiro do IPASET que poderia compensar a sua falta de experiência, eu acreditava que tudo correria bem e dentro das normas do devido Processo Licitatório, assim não interferi nas licitações.
         
O tempo provou que eu estava errado e que eu teria muita dor de cabeça, ficaria muito estressado e que sairia prejudicado.
          
Mas esta matéria já está muito extensa e como eu quero fazer esta prestação de contas com muita calma e com o máximo possível de detalhes e informações. 
              
Darei continuidade na matéria na próxima postagem (IPASET VII).
          
Um grande abraço a todos os amigos que acompanham o Folha de Tucuruí.
          
André Resistência.
       

Aviso do Folha de Tucuruí

 
Amanhã estaremos postando a matéria IPASET - Nos Bastidores da Política VI.
   
Aguardem...
   

Denunciar é fácil, difícil é provar...

         
Se a viúva do Ex-prefeito Jones William cometeu ilicitudes, como afirmam seus inimigos, como Graciele Galvão não é ré em processos, não foi afastada do cargo no Banpará, e não está respondendo a Processo Administrativo (PAD) como Servidora Pública Estadual?
          
Êta estorinha para acalentar bovino, sô...
     
Estão pensando que o povo de Tucuruí é leso???
            

sábado, 27 de julho de 2019

A terra na visão dos terraplanistas

Imagem da terra plana.
 
Por incrível que pareça, ainda hoje, em pleno século XXI ainda tem gente tão ignorante que acredita que a terra não é redonda, acreditam que a terra é plana.
        
A imagem acima mostra a terra como os terraplanistas imaginam.
     
Acima temos uma terra plana com uma abóboda (Nem faço idéia do que é feita). As estrelas estão coladas na abóboda, já o Sol e a lua são redondos (???) e giram em torno da terra.
         
O Polo Norte está no centro da terra e a Antártida (Polo Sul) está em volta com sua muralha de gelo, impedindo os mares de derramar pela borda da terra. Já o inferno está na parte de baixo da terra.
          
E para não cair a terra tem alicerces que a impedem de desabar. Agora não me perguntem em que os alicerces estão apoiados.
          
Ao que parece estamos vivendo uma pandemia de estupidez...
            
Que Deus tenha piedade de nós.
             
André Resistência.
     

quinta-feira, 25 de julho de 2019

Graciele Galvão, viúva do ex-prefeito de Tucuruí Jones William, fala durante o Programa Tucuruí Agora, dos dois anos do assassinato do marido

Ex-prefeito Jones William, assassinado em 25/07/2117 enquanto fiscalizava uma obra na cidade.
Graciele Galvão viúva do Ex-prefeito Jones William, se pronunciou hoje dia 25/07 no Programa Tucuruí Agora da Rádio Floresta, neste dia em que se completam dois anos do assassinato do ex-Prefeito de Tucuruí. 
            
Graciele fala do sofrimento da família do Jones.
            
             

terça-feira, 23 de julho de 2019

Tucuruí - Prefeito cria uma associação para chamar de sua e o tiro sai pela culatra

                  
O Prefeito Artur Brito cria uma associação dos Comissionados e Contratados do Município de Tucuruí, é óbvio que comissionados e contatados jamais criariam uma associação sem o aval e o patrocínio do prefeito.
                
DIREITOS
             
1 - Se você foi contratado por tempo determinado e possui contratos de trabalho sucessivos (2 ou mais) com qualquer órgão público, seja ele Federal, Estadual ou Municipal, inclusive Autarquias, você tem sim direito ao FGTS e às demais verbas trabalhistas previstas na legislação que regulamenta seu cargo. 
            
Portanto a PMT terá que pagar o 13º salário, férias e recolher todo o FGTS dos servidores contratados, inclusive indenizar os que já foram destratados. Vejam jurisprudências aqui...  e vejam a jurisprudências aqui...
              
2 - Os servidores temporários também tem o direito à isonomia salarial com os servidores efetivos, neste caso os temporários além da isonomia podem requerer na justiça, as doferenças não pagas.
            
3 - As servidoras públicas, detentoras de função públicas designadas a título precário, possuem direito à licença-maternidade e à estabilidade provisória, desde a confirmação da gravidez até cinco meses após o parto, consoante os termos dos arts. 7º, XVIII, da CF/88 e 10, II, "b", do ADCT, sendo-lhes assegurado o direito à indenização correspondente às vantagens financeiras pelo período constitucional da estabilidade.
        
4 - Nada impede a criação de uma Associação de Servidores Comissionados e Servidores Temporários, no entanto a Constituição Federal, de acordo com o Art. 8º Inc. III diz que: Ao sindicato cabe a defesa dos direitos e interesses coletivos ou individuais da categoria, inclusive em questões judiciais ou administrativas. 
           
Portanto a associação não poderá legal e formalmente negociar Acordo Coletivo ou fazer negociações com a Prefeitura em nome dos servidores municipais, qualquer acordo que viole a competência do sindicato é legalmente nulo.
              
Quanto à participação de Associação nas Reuniões do Acordo Coletivo (Data-base) só poderá ser efetivada com a concordância do Sindicato, e assim mesmo como observadora, sem direito a participação e apresentação de propostas. 
         
É evidente que o interesse da Administração Pública na criação da associação, é interferir indevida e ilegalmente nas atividades sindicais, o que é proibido por Lei.
             
5 - Quanto aos convênios da Associação com o comércio, é um sério risco para os comerciantes, pois sendo a contratação de servidores temporários e a investidura em cargos comissionados de natureza precária, podendo os mesmos serem exonerados e distratados a qualquer momento, ainda mais com a política instável por que passa Tucuruí, os comerciantes podem sofrer sérios prejuízos financeiros.
           
Conclusão
            
A criação desta Associação é mais uma aventura desesperada do Prefeito Artur brito, para intervir nas atividades sindicais. A boa notícia é que os servidores temporários estão sabendo agora que a PMT não cumpre com a Lei e não respeita o direito dos servidores temporários, cabendo agora ao SINSMUT incluir estes direitos na negociação do Acordo Coletivo e acionar a justiça caso a PMT se negue a pagar os direitos trabalhistas dos temporários caso não haja acordo.
           
Penso que o tiro saiu pela culatra, o Prefeito está se especializando nisso...
                
Vejam a notícia da criação da Associação dos Comissionados e Contratados da PMT.
                   
Organizadores da "Associação".
Notícia da Associação e objetivos.
                         
Autor: André Resistência.
     

segunda-feira, 22 de julho de 2019

IPASET - Nos Bastidores da Política Parte V

      
Como o IPASET é financiado com dinheiro do funcionalismo e com o dinheiro do povo de Tucuruí, eu estou prestando contas do período em que exerci o cargo de Diretor Administrativo e Financeiro do IPASET. 
           
                  
AS FINANÇAS DO IPASET.
          
Quando o Prefeito Municipal teve seu mandato cassado pela Câmara Municipal de Tucuruí, assumiu o cargo o Vereador Presidente da Câmara Municipal Bena Navegantes, até que se realizassem novas eleições.
           
Enquanto assumiu o cargo de Prefeito, Bena Navegantes preocupado com os escândalos que envolveram as Diretorias do órgão de Previdência Municipal desde a sua criação, escândalos estes que levaram diversos diretores a serem processados e presos, resolveu entregar a direção do IPASET ao sindicato dos Servidores Municipais de Tucuruí, SINSMUT.
        
Assim o Presidente do SINSMUT assumiu a Superintendência com liberdade total para administrar o órgão e nomear os membros da Diretoria, ficando os demais cargos para indicações políticas.

O atual Superintendente então se afastou da Presidência do SINSMUT e assumiu o cargo, com o compromisso de fazer uma administração séria e voltada para beneficiar os servidores municipais no limite da Lei, e nomear livremente os Diretores do IPASET dentre os CONCURSADOS da Prefeitura (Com o passar do tempo estes compromissos se perderam, mas isso será tema para futuras postagens).
       
Para assumir um cargo na Diretoria, o Superintendente convidou um Professor  Concursado, que é um dos líderes do SINTEP, para compor a Diretoria (falamos sobre este Diretor na matéria anterior), sendo que depois da saída da Controladora do IPASET, foi nomeado para assumir a Controladoria um concursado membro da Direção do SINSMUT, que está no cargo até hoje.
       
Quando a atual diretoria assumiu os cargos havia quase dois milhões de reais nas contas do IPASET. Mas havia as despesas de folha de pagamento e despesas, que depois de pagas reduziram o caixa do IPASET já no primeiro mês para pouco mais de um milhão.
         
O Prefeito Bena quando assumiu começou a fazer os repasses até a sua saída da PMT, quando o Prefeito Artur Brito retornou ao cargo por decisão da justiça. Quando o Bena saiu, o caixa do IPASET (destinado a custear as aposentadorias) já estava em quase cinco milhões de reais.
        
Quando o Prefeito Artur Brito reassumiu o cargo, havia a possibilidade do Superintendente e toda a diretoria ser exonerada, já que estes cargos são de confiança e livre exoneração do Prefeito, mas o Superintendente tem um padrinho muito forte e que tem grande influência sobre o Prefeito e o manteve no cargo, além disso, o Superintendente conseguiu a confiança do Prefeito e família, esquecendo a amizade que dizia ter pelo ex-prefeito Jones.
          
O Superintendente conseguiu manter a diretoria composta por concursados por algum tempo (agora tudo mudou), apesar das pressões, já os outros cargos continuaram a serem preenchidos por indicações políticas. O IPASET é o filé mignon das indicações políticas no município, cargos destinados a apadrinhados “de elite”, próximas de políticos de peso, devido ao alto salário pago pelo IPASET, em comparação com  os salários pagos pela prefeitura municipal, perdendo estes salários apenas para a Câmara Municipal. 
          
Pois bem, quando a atual prefeito reassumiu a Prefeitura simplesmente parou de fazer os repasses para o IPASET, e quando repassava, os valores eram tão irrisórios que não pagava sequer as despesas do IPASET, quanto mais a Folha de Pagamento. Assim o IPASET, utilizou todo o seu caixa para se manter e ficou sem dinheiro, comprometendo os recursos para futuras aposentadorias. 
          
Assim o caixa do IPASET que deveria ter mais de cem milhões em 2018 ficou praticamente a zero. O prefeito, com muita luta repassava (e acredito que seja assim até hoje), apenas o suficiente para as despesas do IPASET, mais ou menos a metade do valor total, retendo a outra parte na Prefeitura, para ser utilizada não se sabe onde...
          
Por inúmeras vezes eu como Diretor Administrativo Financeiro do IPASET, solicitei ao Superintendente que comunicasse formalmente ao MPE a apropriação indébita dos recursos do IPASET e fizesse a cobrança judicial dos valores devidos pela PMT, mas infelizmente não fui atendido o que me deixava muito decepcionado e chateado, mas acredito que não havia, e que ainda não há por parte da Direção do IPASET, nenhum interesse em contrariar os interesses do prefeito, mesmo que estes interesses prejudiquem o IPASET e os Servidores Municipais.
              
Continuaremos na Parte VI desta matéria.
              
 Autor: André Luiz (AndréResistência).
           

sexta-feira, 19 de julho de 2019

Se eu me divorciar, posso mudar meu sobrenome?

      
Se eu me divorciar, posso mudar meu sobrenome?
             
Ao casar, você assumiu o sobrenome do seu cônjuge, no entanto, com o divórcio, pode surgir a seguinte dúvida: voltarei a usar meu antigo sobrenome? 
        
Algumas vezes, permanecer com o sobrenome do ex-cônjuge pode ser extremamente incômodo para várias pessoas, por conta disso, o ordenamento jurídico oferece meios para que a pessoa altere o nome durante o processo de divórcio. 
          
Entretanto, é importante saber que o nome é um dos atributos principais da personalidade, portanto, é extremamente relevante juridicamente e, por isso, tratado com certa rigidez. 
       
Desta forma, a mudança de nome em casos de divórcio deve ser feita com a devida cautela e conhecimento acerca de como proceder da forma mais eficaz, tendo em mente a real necessidade da alteração. 
        
Se eu quiser mudar meu sobrenome, o que devo fazer?
       
Apesar do pouco conhecimento geral acerca desse detalhe, é de grande importância que a vontade de mudar o nome seja expressada durante a ação de divórcio, pois, dessa forma, a mudança de nome passa a ser cláusula fundamental para a dissolução do casamento. 
        
De acordo com o poder judiciário, apenas em casos excepcionais é possível mudar o nome após o divórcio. Assim, é necessário entrar com ação judicial em prol da mudança e obter sentença favorável, ou seja, não é garantido que você conseguirá a mudança.
       
Uma vez que a vontade de mudança do nome tenha sido manifestada na ação de divórcio, é importante que você esteja ciente de que todos os documentos pessoais precisarão ser alterados também, de acordo com os procedimentos burocráticos de cada órgão responsável. Por exemplo, o CPF pode ser modificado em agências de bancos federais, enquanto a alteração do RG é feita no órgão expedidor de cada estado.
        
É de fundamental importância que, ao se dirigir aos órgãos burocráticos necessários para efetuar a mudança de nome nos documentos pessoais, você esteja de posse da Certidão de Casamento Averbada, uma vez que esta é a comprovação do divórcio.
         
E se eu não quiser mudar o sobrenome?
Algumas vezes, a mudança de sobrenome pode trazer prejuízos financeiros a uma das partes, uma vez que o sobrenome de casado pode estar vinculado a atividade profissional da pessoa. Nesses casos, também é possível manter o sobrenome, desde que a vontade seja expressada nos atos do divórcio.
         
Assim, sendo observadas as medidas cautelares e procedimentos que precisam ser realizados, o procedimento de mudança de nome em casos de divórcio é um processo permitido pelo poder judiciário. 
         
No entanto, é importante ter em mente que se trata de uma decisão de extrema importância e de grande impacto na vida civil e social do indivíduo, e todas as consequências da alteração devem ser ponderadas durante a execução do procedimento de divórcio.
         
VLV Advogados - Escritório de Advocacia Valença, Lopes e Vasconcelos.
         
       

Epidemia de vírus nos Classificados do Facebook

Um exemplo de link para vírus nos Classificados
        
Atualmente existe uma epidemia de vírus no Facebook.
       
Clicar em um link nos Classificados se tornou um ato de risco que pode lhe trazer muitos prejuízos, desde roubo de senhas, clonagem do telefone e acesso a todos as suas informações pessoais, profissionais e financeiras.
       
Isso acontece em parte porque os Administradores dos Classificados não excluem os membros do grupo que publicam links com vírus.
      
Todo cuidado é pouco, não cliquem em links de Classificados e instale um bom antivírus em seu celular.
     

quinta-feira, 18 de julho de 2019

Raimundo Concursado foi nomeado Inteventor na Prefeitura de Tucuruí?

          
Segundo um áudio que circula no WhatsApp, o Raimundo Concursado (Presidente do SINSMUT), teria sido nomeado pelo Governador Helder como Interventor na Prefeitura de Tucuruí.
              
É o que se entende pelo Áudio Fake, no áudio o cidadão falou que o Prefeito obedece às ordens do Raimundo e é o Raimundo quem manda contratar e descontratar na PMT, o que se presume pela fake news é que a Prefeitura está sob Intervenção.
               
O Brasil virou um hospício e Tucuruí parece seguir no mesmo ritmo. Tem gente que não é fantasma, mas gosta de aparecer... 😆😆😆
             
Só levando na gozação mesmo...
          
     
Vejam a Nota de Repúdio do SINSMUT.
       
       

Tentar agradar a todos, impossibilidade e caminho certo para ser infeliz.



Não leve para o pessoal 
        
Em Los Cuatro Acuerdos, célebre ensaio publicado em 1998 por Miguel Ruiz, a segunda lei diz: “Não leve nada para o lado pessoal”.
       
O médico mexicano argumenta que para manter o equilíbrio emocional e mental não se pode dar importância ao que ocorre ao nosso redor, já que “quando você encara as coisas de forma pessoal, sente-se ofendido e reage defendendo suas crenças e criando conflitos. Faz uma montanha a partir de um grão de areia”.
          
- Deixar de lado a necessidade de ter razão. Parar de gastar energia em tentar convencer os outros, que têm suas próprias crenças, é profundamente libertador. Quem anda pelo mundo levando tudo para o lado pessoal vê inimigos por toda parte e nunca consegue ficar verdadeiramente tranquilo, já que sempre tem contas pendentes que circulam por sua mente, causando sofrimento.
         
- Segundo Miguel Ruiz, nada do que as outras pessoas fizerem ou disserem deveria nos fazer mal se assumimos o seguinte axioma: “Você nunca é responsável pelos atos de outros; só é responsável por si mesmo”. 
Francesc Miralles é escritor e jornalista experiente em psicologia. leve para o pessoal 
           
- Em Los Cuatro Acuerdos, célebre ensaio publicado em 1998 por Miguel Ruiz, a segunda lei diz: “Não leve nada para o lado pessoal”. O médico mexicano argumenta que para manter o equilíbrio emocional e mental não se pode dar importância ao que ocorre ao nosso redor, já que “quando você encara as coisas de forma pessoal, sente-se ofendido e reage defendendo suas crenças e criando conflitos. Faz uma montanha a partir de um grão de areia”.
          
- Deixar de lado a necessidade de ter razão. Parar de gastar energia em tentar convencer os outros, que têm suas próprias crenças, é profundamente libertador. Quem anda pelo mundo levando tudo para o lado pessoal vê inimigos por toda parte e nunca consegue ficar verdadeiramente tranquilo, já que sempre tem contas pendentes que circulam por sua mente, causando sofrimento.
          
- Segundo Miguel Ruiz, nada do que as outras pessoas fizerem ou disserem deveria nos fazer mal se assumimos o seguinte axioma: “Você nunca é responsável pelos atos de outros; só é responsável por si mesmo”. 
          
Autora: Francesc Miralles - escritor e jornalista experiente em psicologia.

quarta-feira, 17 de julho de 2019

Você acredita que existe trabalho escravo na China?


     
           
Muita gente, por falta de conhecimento acha que existe trabalho escravo na China, isso não é verdade, existe trabalho escravo é no Brasil mesmo.
        
Na china muitos trabalham dez ou doze horas por dia, porque querem comprar coisas boas, como celulares, roupas de marca ou carros importados, então se arrebentam de trabalhar. Existe uma cultura de ostentação na China e o governo estimula o consumismo com crédito e juros irrisórios, para movimentar a economia, quanto mais o Chinês ganha, mais gasta e a economia do país cresce. Mas os Chineses que não tem tanta ambição e vaidade trabalham normalmente sete ou oito horas por dia.
             
A partir do dia 1º de abril o salário mínimo na cidade de Xangai passou a ser 2.480 yuans (US$ 370) por mês. No valor do dólar hoje o salário mínimo na China é R$ 1.391,2 (Mil trezentos e noventa e um mil reais e dois centavos). Compare com o mínimo do Brasil em 2019 (R$ 998,00), e me diga quem é o trabalhador escravo.
           
No vídeo abaixo um casal de Brasileiros que trabalha e mora na China, comenta como é que na verdade vive o trabalhador Chinês. Veja o vídeo e o testemunho de quem mora na China e tire as suas próprias conclusões.
            

          

terça-feira, 16 de julho de 2019

Os Justiceiros - A Grande Astúcia do Mal

      

Os Justiceiros
             
Autor: André Luiz (Andréresistência).

          
Em toda a história da humanidade, os que ousaram fazer justiça com as próprias mãos a pretexto de combater o mal, se tornaram, eles mesmos parte deste mal e em muitos casos, um mal ainda maior do que o mal que diziam combater.
               
Justiça sem controle e sem regras não é justiça, já que os homens não são perfeitos e a sua justiça obviamente não tem como ser perfeita.
               
Sempre que um grupo de homes se reúne em comunidade, surge a necessidade de se criar normas e leis. Mesmo que um homem, pela força, pelo carisma ou por conhecimento e uma inteligência superior assuma o poder total, ele precisa criar regras e leis, pois em comunidade sem regras e sem leis não funciona e se desagrega.
              
Houve uma época, na década de 1960, em que a criminalidade assustava a população, principalmente nas grandes cidades, essa estória de antigamente a criminalidade era controlada é uma grande farsa.
                
Pois bem, em 1960, foi criado a Scuderie Le Cocq apelidada Esquadrão da Morte composta por policiais e o seu “objetivo” era eliminar a bandidagem, esta associação de matadores teve início para vingar a morte em serviço de Milton Le Cocq, famoso detetive de polícia do estado do Rio de Janeiro. O emblema da Scuderie Le Cocq era uma caveira em cima de ossos cruzados.
                   
Pois bem, logo que as atividades do Esquadrão da morte teve início e os criminosos começaram a serem mortos, à medida em aumentava o número de criminosos mortos, aumentava o apoio popular, afinal o Esquadrão da Morte matava apenas criminosos que eram nocivos à sociedade e aos "homens de bem” (sempre eles).
              
A associação era liderada pelos chamados "Doze Homens de Ouro" (um para cada casa do zodíaco), eram doze famosos policiais escolhidos pelo Secretário de Segurança Pública do Rio de Janeiro, Luis França, para "limpar" a cidade.
         
Integravam o grupo os policiais Anibal Beckman dos Santos (Cartola), Euclides Nascimento Marinho, Hélio Guahyba Nunes, Humberto de Matos, Jaime de Lima, Lincoln Monteiro, Mariel Mariscot, Nelson Duart, Neils Kaufman (Diabo Loiro), José Guilherme Godinho (Sivuca), Vigmar Ribeiro e Elinto Pires. Segundo o delegado Sivuca, "o grupo foi criado para dar satisfação à sociedade".
           
Os doze homens de ouro eram agentes que mataram proeminentes bandidos da época, a começar pelo "Cara de Cavalo", depois "Mineirinho" e muitos outros bandidos famosos da década de 60, que foram mortos em suas próprias comunidades. Zé Pretinho, por exemplo, foi morto na porta de seu barraco, no Morro dos Macacos, em Vila Isabel. Bidá morreu no Morro do Querosene, no Catumbi, e Passo Errado, no Morro do Tuiuti, em São Cristóvão.
            
Membros do Esquadrão da Morte ao executar criminosos ligavam para a imprensa e assumiam a morte do criminoso e assim ganharam o apoio da imprensa e da sociedade. Isso lembra alguma coisa?
              
Quando o Esquadrão da Morte (Assim como a Lava Jato) ganhou o apoio irrestrito da sociedade, seus membros passaram a obedecer somente às suas próprias Leis e regras, eles mesmos se corromperam, se tornaram criminosos e começaram a cometer crimes para ganhar dinheiro e atender aos seus interesses pessoais, isso lembra alguma coisa?
         
O Esquadrão da Morte então passou a dar cobertura para atividades ilegais e a eliminar rivais em sua atividade criminosa, a eliminar desafetos pessoais de membros do esquadrão e a praticar assassinatos por encomenda (pistolagem).
                  
Assim, mais uma organização criminosa de justiceiros se tornou pior que o mal que diziam combater.
                   
Não se pode combater o crime cometendo crimes, não se combate o mal fazendo o mal, mesmo a pretexto de fazer o bem.
                    
O crime não se combate cometendo crimes. O mal se trata com JUSTIÇA. Porque no momento em que você comete um crime para combater um criminoso, você se torna igual a ele.
                      
Esta é a grande armadilha e a maior astúcia do mal, ele te faz acreditar que os fins justificam os meios, lhe insufla o ódio, o desejo de vingança, o orgulho, e sem perceber você se torna o monstro criminoso que acreditava combater.
               
        
Leia mais sobre a Scuderie Le Cocq