Tucurui

Tucurui

Notícias

Alterar o idioma do Blog

domingo, 31 de julho de 2011

Presidente se irritou com declaração sobre voto em Serra

A presidente Dilma Rousseff tratou o ministro da Defesa, Nelson Jobim, de forma protocolar durante um evento oficial no Palácio do Planalto e cogita substituí-lo, segundo o jornal Folha de S. Paulo.

O descontentamento de Dilma tem a ver com as declarações de Jobim de que teria votado no tucano José Serra na eleição presidencial de 2010.

Ela já sabia da opção eleitoral de Jobim desde o ano passado, mas manteve-o no cargo por influência de Lula e pela influência dele no meio militar.

O ministro está no governo desde Fernando Henrique, mas perdeu espaço recentemente ao deixar de mediar negociações com o mundo jurídico e não conseguir concluir a compra dos caças Rafale.
-------------------------------
Nota do Folha – “Não conseguir concluir a compra dos caças Rafale. Está explicado!!! 

Como pode um adversário ocupar cargo de confiança no Governo Federal???


Uhulll se segura bandidos...

Do Blog do Parsifal...

Oposição, o grande pilar da democracia



Quando a oposição denunciou o esquema do mensalão, que, diga-se de passagem, sempre foi uma prática comum nos governos brasileiros, na verdade ajudaram o Lula a se livrar do Paloci e do Zé Dirceu, e assim conseguir governar com independência.


Agora a oposição através de denuncias na grande imprensa ligada ao PSDB, dá a presidente Dilma a mesma oportunidade de se desfazer justificadamente da banda podre do seu governo. Até o ex-presidente Fernando Henrique elogiou a faxina que a Dilma está fazendo, e que ele mesmo não teve coragem para fazer. Mas tudo bem.

Na verdade a oposição a Dilma não tem, como objetivo sanear o governo federal dos corruptos e ladrões, e sim minar a base política da presidente, impedindo assim a governabilidade, como a oposição nos EUA está fazendo com o Obama, afinal ladrões é o que não falta na política brasileira.

Acontece que esta é uma faca de dois gumes, e o Fernando Henrique (PSDB) já percebeu isso, tanto que aconselhou ao PSDB apoiar a faxina. Agora se os aloprados tucanos vão seguir o sábio conselho é que são elas, a maioria deles estão ainda amarrados à antiga e ultrapassada política de subestimar a inteligência e a perspicácia do eleitor brasileiro.

sábado, 30 de julho de 2011

Surpresa...

Estamos preparando uma grande matéria para esta segunda-feira.


Aguardem!!!

Humor e utilidade pública (pelo menos para os homens)

CUIDADO COM O QUE VOCÊ FALA

A noite, já estavam deitados, quando...

MULHER : Se eu morresse você casava outra vez?
MARIDO: Claro que não!
MULHER: Não?! Não por quê?! Não gosta de estar casado?
MARIDO: Claro que gosto!
MULHER: Então por que é que não casava de novo?
MARIDO: Está bem, casava...
MULHER: (com um olhar magoado) Casava?
MARIDO: Casava. Só porque foi bom com você...
MULHER : E dormiria com ela na nossa cama?
MARIDO: Onde é que você queria que nós dormíssemos?
MULHER: E substituiria as minhas fotografias por fotografias dela?
MARIDO : É natural que sim...
MULHER: E ela ia usar o meu carro?
MARIDO: Não, ela não dirige...
MULHER:  (silêncio)
MARIDO: ( em pensamento ) Fudeu !!!

MORAL DA HISTÓRIA:

JAMAIS  prolongue um assunto com uma mulher...
apenas  abane a cabeça ou diga 'A-HAM' ou 'UM-HUM'...

Recebido por e-mail

CEO...

Na imagem à esquerda o antigo CEO no Jardim Mariluce, e a direita o novo na casa do malvadeza (Rs).

Esse prédio que aparece na foto foi construído para funcionar o Centro de Estética Odontológica (CEO), irregularmente funcionava como Centro de Saúde da Família e como Unidade Básica, o prefeito alugou a casa do Toninho malvadeza e lá instalou o CEO. 

No Jardim Mariluce ficou somente o PSF que funciona como todos, muita deficiência e falta material, é um Centro de Saúde totalmente abandonado.  

O Coordenador de Odontologia vem de uma gestão anterior, ao contrário da Eliana Magalhães que é uma incompetente, já o Junior Almeida é muito competente o que falta a ele é apoio, como não devia deixar de ser a Odontologia claro é ligada à Secretaria de Saúde. 

Edimilson Rodrigues Maciel
    Escritor e Pesquisador


sexta-feira, 29 de julho de 2011

Advogado não desiste e entra na Justiça contra Sarney, que arquivou impeachment de Gilmar Mendes.

O advogado Alberto de Oliveira Piovesan é chato. Daquele tipo de chato de que precisamos no Brasil. Ele entrou com pedido de impeachment contra o ex-presidente do STF Gilmar Mendes, com denúncias muito bem fundamentadas, como mostrei aqui: Advogado pede impeachment de Gilmar Mendes por 'relações perigosas' com advogado da Globo, de Dantas... E de Gilmar Mendes.

Mas não adiantou nada: Sarney mandou arquivar pedido de impeachment contra Gilmar Mendes.

Piovesan não desistiu. Entrou no STF com um mandado de segurança contra a decisão de Sarney, que acusa de ilegal, por ter mandado "arquivar, ilegalmente e violando direito do lmpetrante, sem obedecer aos ditames da Lei Federal no. 1079, de 10 de abril de 1950, requerimento visando instauração de processo de impeachment que lhe foi endereçado em 12 de maio deste ano de 2011".

O advogado diz que o pedido de impeachment teria que ser examinado pelo Senado e não por sua Assessoria Jurídica, e voltou à carga:

Ocorreu que, ao invés de o Impetrado dar a petição curso conforme estabelecem os artigos 44 e seguintes da referida Lei Federal 1079/1950, ordenou fosse encaminhado a Assessoria Jurídica do Senado Federal, a qual, por sua vez, opinou pelo arquivamento do pedido, adentrando o mérito, usurpando as atribuições dos Senhores Senadores, que teriam de ser eleitos pela Casa para compor Comissão Especial com atribuição de opinar sabre a denúncia.

Cumpre afirmar que a Douta Assessoria Jurídica do Senado Federal somente poderia examinar a legalidade quanto aos aspectos extrínsecos do requerimento apresentado pelo Impetrante, jamais o mérito do pedido, eis que cabe, e exclusivamente, ao Senado Federal deliberar, em analisando o mérito, pelo arquivamento, ou não da denúncia, nos claros termos do artigo 48 da Lei 1079/1950:

Art. 48. Se o Senado resolver que a denúncia não deve constituir objeto de deliberação, serão os papéis arquivados.

E agora, será que a Casa Verde vai internar Simão Bacamarte? Ou vai ficar num jogo de compadres empurrando o advogado com a barriga até que se acabe o período de Gilmar Bacamarte Dantas no STF - embora isso só ocorra em 2025?

Caiapônia-GO - Ordem judicial garante sociedade civil gravar sessões da Câmara

A ACORDEE - Associação Caiaponiense da Ordem Desenvolvimento e Ética, Foi impedida de filmar e documentar os trabalhos dos vereadores em suas sessões ordinárias no dia 26 de agosto de 2010. 

Através do Presidente da Câmara dos Vereadores de Caiapônia-Go, v. Exa Argemiro Rodrigues dos Santos Neto, afixaram aviso proibindo a entrada de filmadoras e câmeras fotográficas durante suas sessões. 

Indignados com tal ato inconstitucional, a ACORDEE, através de seu Presidente Executivo, Senhor Rosemberg Nascimento Duarte, impetrou Mandado de Segurança junto ao fórum deste município (Caiapônia-Go). 

O Ministério Publico através da Promotora de justiça, Dr. Terezinha, tentou derrubar as ações da ACORDEE, (neste mandado de segurança) e por conseqüência, os direitos dos cidadãos Caiaponiense de exercer sua cidadania, como o direito de publicidade e fiscalizar os gastos públicos. 

No dia 19 de julho de 2011 o Meritíssimo Juiz Thiago Soares Castelliano Lucena de Castro, concedeu a ordem para determinar que a Câmara de Vereadores do Município de Caiapônia permita as filmagens ou outro tipo de registro das Sessões Legislativas. 

Humor...


Um homem entrou no cemitério olhou para o lado e viu em uma lapide escrito assim:

- Aqui jaz um político e um homem honesto.

Então ele pergunta ao coveiro que está ali perto:

- Uê por que enterraram dois na mesma cova???


Caos na saúde, falta de material

No U.S.F. do jardim Marilucy os dentistas estão parados a tempos por falta de material. Os pacientes, tem enviado e-mails e nos parado nas ruas para denunciar a propaganda enganosa da saúde pública em Tucuruí. E o pior é que estamos recebendo denuncias de falta de material em dos os postos inclusive no CEO (na verdade virou um inferno para a população que precisa de tratamento bucal e dental).

Onde está a tão propalada competência do Secretário de Saúde Municipal Charles Tocantins?

Está provado por a + b que a Nilda (vice-prefeita) não foi a única culpada pelo caos que se tornou a saúde pública em Tucuruí na atual administração. Para começar a população não vota em secretários, a população vota em prefeito, e se votasse em secretários, não votaria em forasteiros, que estão em Tucuruí passando uma chuva e se dando bem, sem retribuir ao povo que lhe paga o salário e as mordomias. 

TODA  a responsabilidade pelos atos e pelo trabalho dos Secretários Municipais é do prefeito, ele os escolhe e ele é o único responsável por eles, assim como por toda a administração. Se os secretários são incompetentes, mais incompetente ainda é o prefeito que os nomeou.

Se existe uma coisa boa nesta administração é que ela é uma destruidora de reputações, pois mostra as pessoas como elas realmente são.

Fim do mistério - Leia a íntegra do relatório sobre o acidente do voo da Air France

Órgão francês apontou série de falhas de pilotos na queda do voo Rio-Paris em 2009

Fonte R7

O BEA (Escritório de Investigações e Análise), órgão oficial francês encarregado de investigar o acidente do voo Rio-Paris em 2009, considerou em seu relatório divulgado nesta sexta-feira (29) que uma série de erros dos pilotos provocou a queda da aeronave.

Leia a seguir a íntegra do documento, publicado hoje. A tradução para o português foi feito pelo órgão da França.

"Investigação de segurança sobre o acidente ocorrido em 01 de junho de 2009 com o Airbus A330-203, voo AF447

Le Bourget, 29 de julho de 2011

No domingo, 31 de maio de 2009, o Airbus A330-203 matrícula F-GZCP operado pela empresa Air France decolou às 22h29 para efetuar o voo regular AF447 entre Rio de Janeiro (Galeão) e Paris (Charles de Gaulle). Doze membros da tripulação (3 PNT, 9 PNC) e 216 passageiros estavam a bordo.

Introdução

O relatório da etapa No. 3 pode ser emitido gracas a leitura completa dos registradores de bordo, recuperados no inicio de maio de 2011, apos varias incursões de pesquisadores submarinos.

Até então, as informa coes disponíveis não permitiam uma compreensão das circunstancias do acidente. Ainda assim, com base nessas informa coes, varias recomenda coes de segurança já haviam sido emitidas pelo BEA: elas aparecem no relatório da etapa No. 2.
Nas ultimas semanas, a analise dos dados do registrador de dados e do registrador de voz tem deram uma contribuição decisiva para a investigação. Eles permitiram conhecer as circunstancias exatas do acidente, ter elementos de analise sobre a evolua-o do voo, estabelecer novos fatos e emitir recomenda coes de segurança, que figuram neste relatório.

A investigação prosseguiu em direção a uma analise mais aprofundada para determinar as causas do acidente, que serão incluídas no relatório final do BEA.

Desenrolar do voo e novos fatos estabelecidos

Le vol a ete decompose en trois phases:

- Fase 1: do inicio da gravação do CVR ate a desconexão do piloto automático

- Fase 2: da desconexão do Piloto Automático ate o disparo do alarme de estol-

- Fase 3: do disparo do alarme de estol ate o fim do voo

Fase 1 : do início da gravação do CVR até a desconexão do piloto automático

No inicio do CVR, pouco depois da meia-noite, o avião esta em cruzeiro ao nível do voo 350. O piloto automático 2 e a autopropulsão estão engajados. O voo e tranquilo A tripulação esta em contato VHF com o centro de controle de Recife.

A tripulação discute a alta temperatura (padrão mais onze) e constata que as condições meteorológicas não representam problema.

O Comandante de bordo propõe ao copiloto que descanse um pouco por causa do comprimento de seu turno. Este ultimo respondeu que não queria dormir.

As 01 h 35 min e 15 s, a tripulação informou o controlador ATLÂNTICO que passou o ponto INTOL e anuncia as seguintes estimativas:

SALPU as 01h48 e ORARO as 02h00. Ela também transmite o seu código SELCAL e um teste e realizado com sucesso.

As 01 h 35 min 46 s, o controlador pediu que ele mantenha FL350 e informe sua estimativa para o ponto TASIL.

Entre 1 h 35 min 53 s e 1 h 36 min 14 s, o controlador pede mais três vezes a estimativa para o ponto TASIL, sem resposta da tripulação. Não haverá mais contato entre a tripulação e os orgãos de controle.

As 1h55, o comandante de bordo desperta o segundo copiloto e diz "[...] vá assumir o meu lugar".

Entre 1 h 59 min 32 s e 2 h 01 min 46 s, o comandante de bordo assiste a reunião entre os dois copilotos, onde PF disse principalmente que .o pouco de turbulência que você acabou de ver [...] devemos encontrar outras mais a frente [...] estamos na camada, infelizmente não podemos subir muito mais agora porque a temperatura esta diminuindo menos rapidamente do que o esperado. e que .o acesso com Dacar falhou.. O comandante de bordo deixou a cabine.

Fatos estabelecidos:

- A saída do c comandante de bordo é feita sem recomendações operacionais claras

- A composição da tripulação estava em conformidade com os procedimentos da operadora

- Não havia repartição explícita das tarefas entre os dois copilotos

O avião se aproxima do ponto ORARO. Ele voa em nível de voo 350 e a velocidade Mach de 0,82; a inclinação longitudinal e de cerca de 2,5 graus. O peso e o centro de gravidade do avião são de cerca de 205 toneladas e 29%. O piloto automático 2 e autoimpulsão estão engajados.

- O peso e o centro de gravidade do avião estavam dentro dos limites operacionais

As 2 h 06 min 04 s PF chamou os PNC e lhes disse que "em dois minutos devemos atacar uma área onde deve haver um pouco mais de turbulência que agora e devemos tomar cuidado" e acrescenta "eu lhe lembrarei logo que sairmos de la".

A 2 h 08 min 07 s ?PNF propõe "você pode, possivelmente, levar um pouco para a esquerda [...]". O avião começou uma ligeira virada para a esquerda; o desvio em relação a rota inicialmente seguida e de cerca de 12 graus. O nível de turbulências aumenta ligeiramente e eles decidem reduzir a velocidade para Mach 0,8.

- A tripulação havia identificado os ecos em seu radar meteorológico

- A tripulação executou uma alteração na direção de 12° à esquer da de sua r ota

Fase 2 : da desconexão do piloto automático até o disparo do alarme de estol

As 2 h 10 min 05 s, o piloto automático e a autoimplusão são desativados e PF anuncia "eu tenho os comandos". A aeronave rolou para a direita e PF exerce uma ação a esquerda e de elevação do nariz. O alarme de estol dispara duas vezes imediatamente. Os parâmetros registrados mostraram uma queda brutal de cerca de 275 kt para 60 kt da velocidade mostrada do lado esquerdo; poucos momentos depois a velocidade e mostrada no instrumento de resgate (ISIS).

- O piloto automático foi desativado quando o avião estava operando na camada superior de uma camada de nuvens ligeiramente turbulenta,

- Houve incoerência entre as velocidades medidas, presumivelmente como resultado da obstrução das sondas Pitot em ambiente de cristais de gelo.

- No momento da desconexão do piloto automático, o comandante de bordo estava descansando,

As 2 h 10 min 16 s, PNF disse "perdemos as velocidades" e "alternate law protections”.

A inclinação da aeronave aumenta gradualmente para acima de 10 graus e leva a uma trajetória ascendente.

- Apesar de ter identificado e anunciado a perda das indicações de velocidade, nenhum dos dois copilotos recorreu ao procedimento "IAS questionável"

- Os copilotos não tinham recebido treinamento para alta altitude do procedimento “IAS questionável” e sobre pilotagem manual

- Nenhum anúncio padrão de desvio em r elação às atitudes e à velocidade vertical foi realizado

PF exerce acoes de pique e alternadamente da direita para a esquerda. A velocidade de subida, que atingiu 7.000 pés/min, diminuiu para 700 pés/min e a rolagem variou entre 12 graus a direita e 10 graus a esquerda. A velocidade mostrada a esquerda aumentou brutalmente para 215 kt (Mach 0,68).

- A deficiência da velocidade mostrada no PFD esquer do durou 29 segundos.

A aeronave se encontra então a uma altitude de cerca de 37.500 pés e a incidência registrada foi de cerca de 4 graus.

A partir de 2 h 10 min 50 s, PNF tentou por varias vezes chamar o comandante de bordo.

Fase 3 : do disparo do alarme de estol até o fim do voo

As 2 h 10 min 51 s, o alarme de estol soa novamente. As alavancas de controle de impulso são colocados no entalhe TO/GA e PF mantem sua ordem de elevar o nariz. A incidência registrada, de cerca de 6 graus no disparo do alarme de estol, continua a aumentar. O estabilizador horizontal regulável passa de 3 para 13 graus ao levantar o nariz em 1 minuto aproximadamente; ele permanecera nesta posição ate o fim do voo.

- A abordagem do estol foi caracterizada pela ativação do alarme seguida do apar ecimento do buffet

- Pouco depois da ativação do alarme de estol, PF aplicou impulso TO/GA e exerceu a ação de ele var o nariz

- Em menos de um minuto após a desativação do piloto automático, o avião sai de seu domínio de voo como resultado das acoes de pilotagem manual, predominantemente de elevar o nariz

- Até a saída do domínio de v oo, os movimentos longitudinais do avião foram coerentes com a posição dos comandos

- Nenhum dos pilotos faz referência ao alarme de estol

- Nenhum dos pilotos identificou formalmente a situação de estol

Quinze segundos depois, a velocidade mostrada no ISIS aumenta abruptamente para 185 kt;

- A deficiência da v elocidade mostrada no ISIS dur ou 54 segundos.

Ela e consistente com a outra velocidade registrada. PF continua a dar ordens de elevar o nariz. A altitude da aeronave atinge o seu máximo de cerca de 38 mil pés, sua inclinação e sua incidência são de 16 graus.

As 2 h 11 min 45 s, o comandante de bordo retorna a cabine. Em poucos segundos, todas as velocidades registradas se tornam invalidas e o alarme de estol para.

- O comandante de bordo entra na cabine cerca de 1 min 30 s após a desa tivação do piloto automático

- A incidência é o parâmetro que permite ativar o alarme de estol; se os valores de incidências forem inválidos, o alarme para

- Pelo projeto, quando as medições de velocidade forem inferiores a 60 kts, os 3 valores de incidência são considerados inválidos

- Cada vez que o alar me de estol é ativado, a incidência sup era o valor de seu limite teórico de ativação

- O alarme de estol foi acionado de maneir a contínua durante 54 s

A altitude esta, então, em cerca de 35.000 pés, a incidência ultrapassa a 40 graus e a velocidade vertical e de aproximadamente -10.000 pés/min. A inclinação da aeronave não excede a 15 graus e os N1 dos motores estão perto de 100%. O avião sofre oscilações de rolagem que chegam perto de 40 graus. PF exerce uma ação no manche no limite para a esquerda e de levantar o nariz, que dura cerca de 30 segundos.

- A incidência do a vião não é apr esentada diretamente aos pilotos.

A 2 h 12 min 02 s, PF disse "eu já não tenho nenhuma indicação", e PNF disse "não ha nenhuma indicação que seja valida".

Neste ponto, as alavancas de comando de impulsão estão no encaixe IDLE, os N1 dos motores estão em 55%. Quinze segundos depois, PF faz acoes de pique. Nos instantes que se seguem e constatada uma diminuição da incidência, as velocidades tornam-se novamente validas e o alarme de estol e reativado.

As 2 h 13 min 32 s, PF disse "vamos chegar ao nível cem". Cerca de quinze segundos depois, acoes simultâneas dos dois pilotos nos minimanches são registradas e PF diz "vamos la, vocês tem os comandos".

A incidência, quando e valida, ainda esta acima de 35 graus.

- Durante o voo, os movimentos dos comandos de profundidade e do PHR esta vam coerentes com as ações do pilot o.

- Os motores funcionaram e sempre responderam aos comandos da tripulação.

- Nenhum anúncio foi feito aos passageiros.

Os registros param as 2 h 14 min 28 s. Os últimos valores registrados são velocidade vertical de -10.912 pés/min, velocidade de solo de 107 kt, inclinação de 16,2 graus de elevação do nariz, rolagem de 5,3 graus a esquerda e um rumo magnético de 270 graus.

Não ha nenhuma mensagem de socorro emitido pela tripulação. Os destroços foram encontrados a 3.900 m de profundidade em 3 de abril de 2011 a 6,5 milhas náuticas e a norte-nordeste da ultima posição emitida pelo avião."

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Tucuruí mais uma vez é notícia na grande imprensa

O Liberal na página Sul e Sudeste do Estado noticiou a denúncia do Vereador Jones William (PT) contra a Prefeitura de Tucuruí e a Eletronorte.

Vejam a notícia:

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Déjà vu...

Segundo o Miguel em seu blog na matéria Será o mesmo filme?, o prefeito Sancler (PPS) prometeu construir 3.000 casas até dezembro de 2012. Parece que já vimos isso antes, será um déjà vu?

Desafiamos a PMT a se comprometer a entregar estas casas em setembro de 2012, antes das eleições municipais, e não depois. Acreditamos que três meses não é tanto assim, se é que a promessa é verdadeira e que a intenção não é a compra de votos.

Lembramos que até lá a PMT (Se for em dezembro), para cumprir a promessa, terá que construir 176 casas por mês. De repente o mensaleiro ficha suja petista consegue convencer a Dilma a fazer as casas para o prefeito, e ainda doar a tinta amarela...

Vocês pensam que a gente duvida???

Em terra de cego, quem tem um olho só é rei!!!

Já basta os que nós já temos...

O número de vereadores na Câmara Municipal de Tucuruí deve aumentar nas próximas eleições, passando de 10 para 15 cadeiras.

Agora perguntamos: Temos dez vereadores e só uns dois ou três honram e cumprem com as suas obrigações e compromissos assumidos perante a população, para que aumentar mais cinco? 

Se apenas seis entre os dez fizessem o seu trabalho, já estaria de bom tamanho. Não precisa aumentar o número de vereadores, precisa aumentar o compromisso, e seriedade e o amor próprio, por parte de pelo menos a maioria dos atuais dez vereadores. O que importa não é a quantidade, mas a qualidade dos vereadores.
----------------------------------

SE O BRASIL REAGIR, TUDO MUDARÁ!

PARABÉNS À POPULAÇÃO DE JARAGUÁ DO SUL, PELA CORAGEM DE MANIFESTAR O QUE PENSA. E PENSA CERTO!!!

Todas as cidades deviam fazer isso!!!!!!!!

Se concordar, repasse esta matéria e entre no movimento “menos vereadores + professores!”.

O outdoor colocado na rua Olívio Domingos Brugnago, no bairro Vila Nova, em Jaraguá, demonstra a indignação sobre a proposta de aumento do número de vereadores na Câmara.

Na Ilha da Figueira, bairro de Jaraguá do Sul, foi colocado o outdoor abaixo:

E finalmente...

TENHO CERTEZA QUE NÃO PRECISAMOS DE MAIS VEREADORES...

NEM DE MAIS DEPUTADOS (ESTADUAIS OU FEDERAIS)... 

Recebido por e-mail.

Defendendo tese

Recebido por e-mail. Lógica pura!!!

terça-feira, 26 de julho de 2011

Prefeito condenado por não prestar contas

Do Blog do Jeso

O ex-prefeito de Bagre Leoci da Cunha Macedo foi condenado a 1 ano e três meses de detenção por não ter prestado contas de R$ 256,2 mil (NF*. Só isso? AMADOR!) repassados nos anos de 1999 e 2000, pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), para que o município fornecesse merenda escolar aos estabelecimento de ensino da rede pública.

Na sentença, o juiz federal Antônio Carlos Campelo, da 4ª Vara, substituiu a pena privativa de liberdade por uma pena restritiva de direitos, porque o ilícito cometido pelo ex-prefeito não ultrapassa os 4 anos de reclusão.

Em audiência que ainda será marcada, será definido o tipo de restrição de direitos que o réu será obrigado a cumprir no período da pena.

Na ação civil pública por improbidade administrativa proposta pelo Ministério Público Federal, Leoci Macedo é acusado de não ter prestado contas dos valores dos valores de R$ 126.979,70 e R$ 129.246,00 que o município recebeu do governo federal nos anos de 1999 e 2000.

A defesa do ex-prefeito reconheceu que ele realmente não prestou contas, mas mostrou que os recursos foram corretamente aplicados. E ressaltou que a ausência de prestação de contas somente ocorreu em relação ao exercício de 1999.
-----------------------------
NF* = Nota do Folha.

PIRTUC - Vereador denuncia que prestação de contas da PMT e relatório técnico da Eletronorte foram fraudados

O Vereador Jones William (PT), denunciou ao TCM que houve fraude na prestação de contas da Prefeitura de Tucuruí e no relatório da Eletronorte, quanto aos serviços executados pela PMT em convênio com a Eletronorte, Convênio PIRTUC nº 007/2009.

Denuncia

No dia 02 de setembro de 2009, foi firmado entre o Município de Tucuruí e a Eletrobrás/Eletronorte o Convênio PIRTUC nº 007/2009, tendo como objeto do convênio a recuperação de 425 (quatrocentos e vinte e cinco quilômetros) de vicinais de acesso às comunidades rurais do Município de Tucuruí. A responsabilidade da Eletronorte foi à transferência de 250.000 (duzentos e cinqüenta mil) litros de óleo diesel, que foi entregue ao município em lotes de 25.000 (vinte e cinco mil litros), iniciado em 08/02/2010 e finalizado em 01/07/2010. A contrapartida do município foi o fornecimento de uma patrulha mecanizada, com operadores para a execução de serviço de subleito, escavação, carga, transporte e espalhamento de laterita.

Prazo de vigência: 02/09/2009 a 01/03/2011
Prazo de execução dos serviços: Cinco meses
Inicio da entrega do óleo diesel: 05/02/2010
Finalização da entregas do óleo diesel: 01/07/2010
Situação do convênio: Expirado em 03/01/2011

Após investigação no local, o vereador constatou que a prestação de contas do Município de Tucuruí, assim como o Relatório técnico da Eletronorte foram FRAUDADOS, para que a prefeitura justificasse a utilização de R$ 1.678.500,00 (Um milhão, seiscentos e setenta e oito mil e quinhentos reais) junto ao Tribunal de Contas dos Municípios no ano de 2010, e da prestação de contas referente à utilização de 250.000 (Duzentos e cinqüenta mil litros de óleo diesel).

Caso a obra tivesse sido executada em sua totalidade teria beneficiado 973 famílias que desfrutariam de suporte para o escoamento de produção, facilitaria o deslocamento de alunos até a escola, facilitaria o trânsito entre os Projetos e geraria renda com o turismo comercial e bem estar de aproximadamente sete mil pessoas que residem na área.

Na denuncia o vereador apresenta, além da documentação várias imagens e áudio.

Constatada a fraude fica evidente mais uma vez a promiscuidade entre fiscais de órgãos do Governo Federal e a Prefeitura de Tucuruí em relação aos convênios firmados entre as duas esferas de governo, em especial as fiscalizações que envolvem a Eletronorte, como por exemplo, a construção irregular das casas da Nova Matinha e agora o PIRTUC.

O problema é: Será que adianta denunciar aos Tribunais de Contas? Quem sabe, talvez se Tucuruí fosse uma cidade pobre adiantasse...

Vamos esperar para ver o que acontece, o brasileiro é teimoso e não desiste nunca, só o fato de um vereador em Tucuruí ir atrás, apurar e denunciar, já é um grande avanço...

Que o Brasil e o mundo saibam o que acontece em Tucuruí.

E agora, quem poderá nos defender??? Vejam a denuncia completa.

Além da denúncia, o vereador pediu ao TCM a cópia da prestação de contas da PMT dos anos de 2009/2010. O motivo do pedido é que o Prefeito se nega a prestar contas com a Câmara Municipal, e as tentativas de conseguir a prestação de contas através da justiça, até agora não deram nenhum resultado.

Vejam os protocolos do TCM:



segunda-feira, 25 de julho de 2011

Vapt, vupt - Atualização em tempo real

Pedimos desculpas aos amigos visitantes do Folha pelos testes feitos nas postagens. Estávamos testando a publicação de matérias e imagens direto via celular.

Esta forma de postagem vai nos permitir publicar matérias de qualquer lugar e em tempo real, o que vai agilizar muito o nosso trabalho.

Estamos constantemente procurando meios de melhorar o nosso trabalho acompanhando os avanços tecnológicos.


Um abraço a todos...

Operação da Polícia Rodoviária Federal interdita duas madeireiras

TUCURUÍ

Os agentes fizeram apreensões de armas e carros, que seriam roubados.

Uma operação relâmpago da Polícia Rodoviária Federal, com o apoio de agentes do Ibama, interditou ontem duas madeireiras situadas no município de Tucuruí, no sudeste do Pará. De acordo com a inspetora Maria Isabel Nogueira de Faria, da Divisão de Combate ao Crime da PRF, as ações fecharam o balanço da "Operação Vendetta", realizada entre os dias 20 e 22 de julho e que tinha como meta coibir crimes ambientais, com ênfase no combate ao desmatamento e transporte ilegal de madeiras na região de Tucuruí. Ainda segundo informações da inspetora, antes da operação ser deflagrada, todos os policiais envolvidos participaram de uma reciclagem de legislação ambiental, promovido por servidores do Ibama.

No total, foram apreendidos aproximadamente 100 metros cúbicos de madeira, 10 veículos, entre roubados, adulterados e utilizados na prática de crime ambiental, 5 armas 26 munições e 1 motosserra. Durante a ação, 8 pessoas foram detidas por crimes diversos e apresentadas na delegacia de Polícia Civil de Tucuruí. Segundo informações repassadas a O Liberal, as ações ocorreram sempre nas primeiras horas da manhã, pegando de surpresa os devastadores da floresta. A Operação Vendetta, contou com a participação de 30 agentes e mobilizou mais de 10 viaturas.

A madeira e a motosserra apreendidas foram encaminhados para o pátio do Ibama, sendo que os carros e as armas, bem como as 8 pessoas detidas, foram apresentados na Delegacia de Tucuruí. "Além de coibir os crimes ambientais, esse tipo de fiscalização visa desarmar os madeireiros e apreender veículos roubados que circulam na região, trazendo mais segurança para a população", afirma a inspetora Maria Izabel, ressaltando que a Policia Rodoviária vai intensificar a fiscalização em outros municípios do sudeste paraense. "O elemento surpresa é fundamental para o êxito do trabalho. Com certeza iremos continuar as ações na região", finalizou Izabel.

Fonte: O Liberal

Saúde Pública

Tucuruí hoje é considerado um município pólo, tem no entorno sete municípios que diretamente a sua população precisa vir a Tucuruí em busca de negócio bancário, aposentadoria, salário, pecuarista enfim, hoje em Tucuruí circula algo em torno de quarenta milhões de reais ao mês, mesmo assim temos um atendimento de saúde deficiente.

A poucos meses foi trocado o secretário de saúde e nada mudou, os postos de saúde deixaram de atender durante toda a semana por falta de soro fisiológico, isso mesmo, um frasco de soro fisiológico sai para a prefeitura por R$ 0,33 centavos, e soro fisiológico é essencial na unidade de saúde.

Enquanto isso a Coordenadora de Enfermagem enfermeira Eliana Magalhães, coloca como diretoras de unidades pessoas sem a mínima qualificação, contrata enfermeiros que nem terminaram o curso na UEPA para cobrirem os médicos faltosos, esses enfermeiros fazem consultas receitando antibióticos e outros medicamentos que somente quem é médico pode receitar.

O que está faltando é o Secretário de Saúde o Senhor Charles Tocantins trocar essa Coordenadora de Enfermagem, temos tantos profissionais na saúde com capacidade de exercer esse cargo, como por exemplo: Enfermeiro Adalberto, Enfermeiro Rodrigo, Enfermeira Cláudia Gerard, Enfermeiro Emerson, Enfermeira Ailda, Enfermeira Susiane e tantos outros profissionais da enfermagem. Vamos substituir todos os diretores de unidade que foram concursados e efetivados para exercerem o cargo de zeladoras, e colocar pessoas capacitadas para tal cargo. 

Edimilson Rodrigues Maciel
    Escritor e Pesquisador

sábado, 23 de julho de 2011

Nos bastidores da política: Calma que o leão é cego...

Realmente Tucuruí está progredindo e são previstos novos e grandes investimentos na cidade. 


Comentam-se nos bastidores da política local, que vai ser montada uma grande lanchonete na saída da cidade, em um terreno comprado da Buriti.

Segundo estes comentários, o terreno foi comprado por R$ 450.000,00 quatrocentos e cinqüenta mil reais, pela esposa de um importante político local, e foi pago com três cheques de R$ 150.000,00. 

O cidadão que emitiu os cheques é funcionário público, o que demonstra duas coisas: Primeiro que funcionário público em Tucuruí ganha dinheiro que nem presta, e que o leão além de manso, é cego...

PRIORIDADES...

As imagens abaixo mostram quais são as prioridades do Governo Municipal.

Na foto abaixo temos o que a PMT chama de passarela, que está localizada ao lado da Igreja Assembléia de Deus na Avenida Tancredo Neves. A tal "passarela" já provocou diversos acidentes e danificou e continua a danificar os veículos. 

Com esta "passarela" a prefeitura criou uma nova modalidade de buraco, é o buraco elevado, pois fica em cima da "passarela". Acreditamos que esta "passarela" foi um novo experimento da PMT de tentar fazer concreto sem cimento. Como podem ver, não deu certo, pois a "passarela" está desmanchando.
Na segunda foto vemos uma outra passarela em frente os portões da mesma Igreja, em uma rua com pouco movimento. 
Notem que esta passarela está mais conservada, acreditamos que nesta, a PMT tenha usado um pouco de cimento misturado com areia, pois a obra é de melhor qualidade.
Na terceira foto vemos mais uma passarela na mesma quadra (são três, duas da igreja e uma do pastor) em outra rua com pouco movimento, esta muito bem feita e está localizada em frente à Faculdade Gamaliel, que é uma faculdade particular e pertence ao Pastor Océlio Nauar da Igreja Assembléia de Deus.
Por último vemos a FAIXA DE PEDESTRE quase apagada, em frente à Escola Municipal Ana Pontes Francês, ainda na mesma quadra, onde estudam crianças e adolescentes, que pelo visto não precisam de cuidados e proteção, da mesma forma que os adultos que estudam na faculdade particular do Pastor.

Como dissemos, é tudo uma questão de prioridade, filho de pobre que estuda em escola pública em Tucuruí, não é prioridade.

Bom, pelo menos até este ano, quem sabe no ano que vem os pobres voltem a ser prioridade, pelo menos no horário eleitoral...

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Festa!!! 400 mil visitas, Folha o número um em Tucuruí e região.



Completamos hoje 400 Mil Visitas. 
O Folha de Tucuruí é o Blog número um em Tucuruí e região.

Temos amigos visitantes assíduos em todo o Brasil, e nos quatro continentes.

Não somos jornalistas profissionais, não somos políticos influentes, não somos cidadãos ilustres e ricos, não temos financiadores, não fazemos propaganda de nenhum tipo...

O Folha foi criado, e é mantido por cidadãos comuns e voluntários, gente como você, lutando pelos nossos direitos, por Tucuruí e por um Brasil melhor.

Estamos fazendo a nossa parte. Não vamos salvar o mundo, mas também não vamos ajudar a destruir.

Os maus brasileiros, traidores da pátria e do nosso povo não descansam um minuto sequer em sua triste tarefa de lesar e corromper, portanto não podemos parar nunca e não podemos nos dar ao luxo de descansar.

Mas como ninguém faz nada sozinho, isso só está sendo possível, graças ao seu apoio, a sua confiança e a sua participação.

Agradecemos a todos...

Um grande abraço.

Equipe Folha.

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Tentativas de reduzir as garantias constitucionais e legais do Ministério Público são rechaçadas pela ANPR

Nota oficial

“A Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR) vem a público rechaçar qualquer tentativa de reduzir as garantias constitucionais e legais do Ministério Público para a defesa da ordem jurídica e do regime democrático. A entidade refuta enfaticamente as acusações de que membros do MP estariam ameaçando advogados públicos e extrapolando os limites da aplicação da Recomendação como instrumento jurídico.

Em petição ao Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), no último dia 13, o Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil alegou que “no exercício de sua atribuição de expedir recomendações, membros do Ministério Público, de forma reiterada, efetuam ameaças de responsabilização pessoal dos advogados públicos que, tão somente, discordam do entendimento ministerial ali expresso”.

Ao contrário do que imagina a OAB, a ANPR defende que o membro do Ministério Público que tiver conhecimento de irregularidade tem a obrigação de atuar, adotando medidas extrajudiciais ou judiciais para evitar o dano e preservar o interesse público.

O instrumento jurídico da Recomendação - previsto expressamente nas leis federais que regulam as atribuições do Ministério Público - visa a alertar autoridades públicas e particulares sobre irregularidades identificadas, tornando público ao seu destinatário o reclamo legal sobre determinado tema, em busca de solução extrajudicial. Assim, dá-se oportunidade de sanar a irregularidade, evitando o prejuízo ao interesse público e a ocorrência de um processo judicial.

Diariamente, diversas Recomendações são expedidas por membros do Ministério Público em todo o Brasil, evitando desperdício de recursos públicos e ocorrência de atos danosos ao interesse público; assim, qualquer tentativa de restringir a utilização da Recomendação é uma afronta ao Estado Democrático de Direito e uma tolerância à ilegalidade. A própria Constituição estipula que os atos relativos à atividade fim do Ministério Público - como as Recomendações - são insuscetíveis de revisão ou desconstituição pelo Conselho Nacional do Ministério Público.

A ANPR defenderá em todas as instâncias o instrumento jurídico da Recomendação e sua plena utilização, na forma que garantem a Constituição e a lei, evitando qualquer expediente de diminuição do Ministério Público na defesa dos princípios da República, da sociedade e do bem comum.

Brasília, 20 de julho de 2011

Alexandre Camanho de Assis
Procurador Regional da República
Presidente da ANPR”

Seis Ações Civil Públicas de autoria do MPE, contra o prefeito Sancler (PPS) aguardam julgamento no Fórum de Tucuruí


Uma coleção de processos contra o prefeito Sancler Ferreira (PPS) aguardam julgamento no Fórum de Tucuruí, e a maioria das Ações Civis Públicas (6) são de autoria do Ministério Público Estadual.

Muitas pessoas têm injustamente feito críticas ásperas e duras contra o Ministério Público Estadual, como se a instituição tivesse culpa dos abusos e dos crimes cometidos pela administração municipal e pelo prefeito.

A população deve tomar conhecimento que o Ministério Público Estadual tem feito sim o seu trabalho, apesar do acúmulo de serviço e do número insuficiente de promotores na comarca. Temos conhecimento de inúmeras ações do MPE no sentido de defender a legalidade, o interesse público e o direito dos cidadãos.

No entanto a falta e/ou a demora no retorno destas ações e a punição dos responsáveis pelas ilegalidades, quando as mesmas contrariam os interesses do Prefeito e da Administração Municipal, provoca a indignação da população, que desconhecendo o trabalho do MPE, criticam dura e injustamente a instituição.

O Ministério Público Estadual é quem está realmente defendendo a legalidade e o interesse público em Tucuruí, e em consequência contrariando os interesses do poder público municipal. 
O MP é a instituição que enfrenta o poder público e os poderosos interesses econômicos e políticos envolvidos. Onde estão os auditores dos Tribunais (faz) de Contas? Onde estão os auditores e fiscais do SUS e do Ministério das Cidades? Onde está a Polícia Federal, será que a PF tem conhecimento do que ocorre em Tucuruí? Onde está a Câmara Municipal?

O Ministério Público tem feito o seu papel e temos como demonstrar.

Vejam algumas das inúmeras ações do MPE:

- Denuncia contra o Prefeito por Improbidade Administrativa.
- Denuncia contra o prefeito por crime ambiental.
- Embargo e denuncia contra a Imobiliária Buriti por crime ambiental. Multa de R$ 500.000,00 e apreensão das máquinas.
- Fechamento do lixão do Palmares.
- Defesa da população contra o Hospital Regional quanto às cópias de prontuários médicos que levavam meses para serem liberadas, prejudicando centenas de pessoas.
- Defesa dos concursados da PMT que pela primeira vez na história de Tucuruí foram TODOS nomeados.
- Recomendação para que a CMT faça obras para dar acesso ao plenário aos Portadores de Necessidades Especiais (as obras estão em andamento).

Vejam agora a relação de Ações Civis Públicas de autoria do MPE que estão aguardando julgamento:

1 - 0000649-54.2010.814.0061 - 03/03/2010 - Em andamento
2 - 0003715-50.2010.814.0061 - 16/11/2010 - Em andamento
3 - 0000992-09.2011.814.0061 - 25/03/2011 - Em andamento
4 - 0001781-41.2011.814.0061 - 30/05/2011 - Em andamento
5 - 0002179-88.2011.814.0061 - 29/06/2011 - Em andamento
6 - 0002180-83.2011.814.0061 - 29/06/2011 - Em andamento

Portanto diante dos fatos fica claro e evidente que o MPE não tem culpa pela sensação de impunidade em Tucuruí, pela morosidade da justiça, e nem pelos desmandos e ilegalidades cometidas pela Administração Municipal.

Vamos ser críticos sim, injustos não!

Aids, se proteja, o perigo é real

Conselheiros pedem intervenção federal na OAB

A Ordem dos Advogados do Brasil no Pará (OAB-PA) rachou de vez. Nove conselheiros pediram ontem a intervenção do Conselho Federal da entidade para afastar o presidente Jarbas Vasconcelos e toda a diretoria, composta pelo vice, Evaldo Pinto, secretário-geral Alberto Albuquerque Campos, tesoureiro Albano Martins Junior, e secretário-geral-adjunto Jorge Medeiros. O pedido foi encaminhado à corregedora-geral da OAB nacional, Márcia Regina Machado Milaré.

O motivo da manifestação dos conselheiros - fato raro nos mais de 100 anos de história da Ordem - foi a desastrada venda do terreno da subseção de Altamira, cuja procuração para o fechamento do negócio teve falsificada a assinatura do vice.

Evaldo Pinto e Jorge Medeiros, ouvidos pelo DIÁRIO, informaram que estavam inclinados a pedir o próprio afastamento da diretoria, mas para fazer isso teriam que submeter-se ao prazo regimental de pelo menos 60 dias. Segundo os conselheiros, o afastamento dos diretores visa “possibilitar aos envolvidos no episódio o sagrado direito da ampla defesa e do contraditório, e, sobretudo, resguardar a imagem da instituição”.

Para eles, se faz necessário “preservar a credibilidade” da OAB paraense perante a classe dos advogados e a sociedade paraense, além de garantir a normalidade das atuações da entidade junto às demandas da sociedade civil. Leia mais no Diário do Pará.

Fonte Diário do Pará.