Tucurui

Tucurui

Notícias

Alterar o idioma do Blog

Texto

As matérias mais recentes do Folha de Tucuruí

Últimas matérias do Folha

Publicidade

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Prefeito não paga a Clean, empresa atrasa salário e não paga direitos trabalhistas

Funcionários da Clean Service conversaram com os funcionários que fizeram manifestação em frente à empresa, na conversa os funcionários da empresa explicam que a Prefeitura deve mais de (R$ 3.000.000,00) três milhões à Clean, e por isso a empresa está atrasando o pagamento de salários e também não está pagando os direitos trabalhistas aos funcionários demitidos.
               
Na conversa os funcionários tentam convencer os trabalhadores a entrar com um processo contra a PMT para bloquear repasses da prefeitura em vez de processar a Clean. Ora, os trabalhadores prestam serviço para a Clean e não para a Prefeitura, portanto quem deve aos funcionários é a empresa e é a Clean quem deve cobrar da Prefeitura.
                 
O Prefeito Sancler e a administração do PPS em Tucuruí estão destruindo a economia da cidade. A falência da prefeitura está quebrando Tucuruí, as empresas e a sua população. A PMT é a maior empregadora da cidade e ao não pagar o comércio, as empresas que prestam serviço para a prefeitura, não pagar a ASERT que por sua vez não paga o comercio e hospitais conveniados está provocando a falência de empresas e o desemprego em massa em Tucuruí, isso fora os escândalos de corrupção na Prefeitura.
                 
O pior é que é a população quem paga a conta deste governo corrupto e incompetente, tem mais, a PMT não pagou a Caixa Econômica e os funcionários é quem foram penalizados, a PMT não paga a ASERT e os funcionários são penalizados, agora a Prefeitura não paga a Clean e os trabalhadores da empresa é quem são penalizados e pior são até ameaçados. 
                     
No vídeo dá para ver o funcionário da Clean ameaçando o cidadão que estava filmando a reunião, uma reunião aberta, feita em local público, por uma pessoa que estava participando da reunião e que é parte interessada, quem esse pessoal acha que é? Pensam que a Lei foi feita apenas para beneficiá-los? Pensam que pobre e trabalhador não tem direito e não tem quem os defenda? Se a Clean quer processar alguém que processe, o problema é dela, não é só a Clean quem tem direitos e advogados, mas antes de ameaçar e processar alguém que a Clean pague o que deve primeiro, para depois ter moral para invocar a justiça. Processar trabalhador humilde é fácil, quero ver valentia de verdade é processando o prefeito.
        
A Clean está devendo o restante do 13º, o ticket alimentação está atrasado três meses, férias atrasadas há 2 anos, os veículos estão sem manutenção e estão com o licenciamento atrasado, o gerente ameaça os funcionários que se recusam a trabalhar sem receber. Também tem o crime ambiental pois a Clean deposita lixo no párti da própria empresa em área urbana. Em 2015 a Clean recebeu R$ 5.557.764,19 da Prefeitura de Tucuruí. Os funcionários da empresa estão desesperados, suas famílias estão passando necessidades e eles tem todo direito de reclamar e de se manifestarem.
      
Caminhão da Clean sem menutenção

Crime ambiental, lixão particular em área urbana
Agora bonito, os funcionários da Clean cobrando a dívida da PMT com a empresa e perdendo tempo até o final do mandato do Sancler, que vai deixar o abacaxi e a conta para o próximo prefeito pagar. Muito conveniente tanto para a Clean quando para o Prefeito Sancler.
        
A prefeitura e Tucuruí está um caos, e é assim com desmandos, abusos e irresponsabilidade que o PPS governa. E depois vem o Deputado Jordy com a maior cara-de-pau falar em corrupção e incompetência no horário do PPS na televisão, como se os políticos do seu partido não tivessem rabo preso, o cúmulo da hipocrisia. 
         
Vejam o vídeo.
                       

          

Nenhum comentário:

Postar um comentário

IMPORTANTE: Comentários contendo ofensas pessoais, palavrões, denuncias sem provas, ou afirmações negativas baseadas em “opiniões” ou suposições, tendo como objetivo perseguições pessoais ou politico partidárias, contra pessoas e/ou instituições, e não em FATOS concretos que se possa comprovar, serão moderados ou excluídos a critério da Equipe Folha. Evite também escrever em caixa alta (Letra maiúscula).

Agradecemos pela sua participação.

Um grande abraço!!!