Tucurui

Tucurui

Notícias

Alterar o idioma do Blog

segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Caos em Tucuruí, ex-prefeito Sancler Ferreira (PPS) deixou a prefeitura em calamidade pública

A situação da Prefeitura de Tucuruí está uma calamidade pública, a saúde está paralisada, falta tudo e além disso vários prédios de órgãos públicos estão com a energia elétrica cortada por falta de pagamento, entre eles está o prédio da Secretaria de Saúde, unidade do CAPS, Endemias, Vigilância Sanitária, Colégio Assis Rios e vários outros, a dívida do IPASET chega a R$ 41.000.000,00 (quarenta e um milhões) e o ex-prefeito não deixou dinheiro para o pagamento do salário de dezembro, neste caso o pagamento de dezembro será feito a partir do dia 10 de janeiro quando a nova administração começa a receber os repasses, a folha de pagamento da PMT de dezembro ultrapassa os R$ 12.000.000,00 (doze milhões), isso fora as indenizações dos contratados.
      
Falta combustível, material de limpeza e de expediente, aliás, falta tudo, Tucuruí está um caos e está quase soterrada pelas montanhas de lixo que se acumulam nas ruas.
        
Atualização: A Endemias quase perde todas as vacinas estocadas por causa do corte da energia elétrica no prédio, o corte de energia que afetou a refrigeração das vacinas.
        

Um comentário:

  1. informem ao prefeito Jones do descaso da feira municipal de tucurui qua a anos servidores (fiscais) só recebem salarios sendo que nao comparecem em seus postos de serviço, pois os mesmos sao fichados em empresas como rede celpa entre outras tendo como conivência duas senhoras que rebebem da secretaria de agricultura e praticam o mesmo ato


    também orientam a competente secretaria de educação quanto a determinadas pessoas que foram colocadas na semec que com cereza irao desmoralizar o trabalho da secretaria

    ResponderExcluir

IMPORTANTE: Comentários contendo ofensas pessoais, palavrões, denuncias sem provas, ou afirmações negativas baseadas em “opiniões” ou suposições, tendo como objetivo perseguições pessoais ou politico partidárias, contra pessoas e/ou instituições, e não em FATOS concretos que se possa comprovar, serão moderados ou excluídos a critério da Equipe Folha. Evite também escrever em caixa alta (Letra maiúscula).

Agradecemos pela sua participação.

Um grande abraço!!!