Tucurui

Tucurui

Notícias

Alterar o idioma do Blog

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

A Cabana

                  
Ontem eu assisti o filme A Cabana, simplesmente lindo, uma lição de vida, o filme mostra a necessidade do perdão como forma de libertação de quem perdoa.
           
Perdoar não quer dizer se relacionar com o seu inimigo, perdoar é deixar o outro livre, se libertar seguir em frente, quando você não perdoa você fica preso ao seu desafeto e ao passado tornando a sua paz e a felicidade impossível.
               
Você percebe que Deus não é o culpado pelos mares do mundo, o mal é causado pela ignorância das Leis divinas e pelo uso indevido do livre arbítrio.
               
Enquanto houver ignorância e livre arbítrio haverá o mau uso desta faculdade. A humanidade evoluiu muito em inteligência, mas moralmente ainda somos quase que animais, evoluímos muito pouco, o mal só vai acabar com a evolução moral da humanidade.
              
No filme é colocado que Deus nos ama e por isso seu perdão é infinito e sempre nos dá novas oportunidades, no entanto todos assumimos tudo de bom e de mal que praticamos, e mostra que vamos ter que assumir as consequência dos nossos atos, não como punição pois Deus não pune, mas como consequência do desrespeito a uma Lei universal e como aprendizado, somente sofrendo as consequências do mal aprendemos a valorizar e a praticar o bem. É o que diz a Lei da semeadura.
             
Lembre: justiça não é vingança, vingança é desejar o sofrimento do criminoso, justiça é a reparação do mal praticado, a vingança transforma a vítima em criminoso e o criminoso em vítima. A justiça repara o mal e liberta, enquanto que a vingança aprisiona. Somente o mal deseja o mal.
              
Quando você se vinga o seu inimigo para pelo seu crime, no entanto é você que fica em débito para com a Lei de causa e efeito, quando você se vinga você apenas troca de lugar com o seu inimigo (Uma péssima escolha), Deus não deu a ninguém o direito de ser o Juiz do seu próximo, nem mesmo o Cristo assumiu este papel, Cristo perdoou sem julgar e somente estabeleceu uma única condição: "Vá e não peques mais". Cristo não julgou, apenas advertiu para que sesse a prática do mal.
             
– Gálatas 6:7 “Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará”.
              
– Provérbios 11:18b “…mas, para o que semeia justiça, haverá galardão certo”
            
– Provérbios 22:8ª “O que semear a perversidade segará (colherá) males;…”
        
Assista o filme:
           
      

Nenhum comentário:

Postar um comentário

IMPORTANTE: Comentários contendo ofensas pessoais, palavrões, denuncias sem provas, ou afirmações negativas baseadas em “opiniões” ou suposições, tendo como objetivo perseguições pessoais ou politico partidárias, contra pessoas e/ou instituições, e não em FATOS concretos que se possa comprovar, serão moderados ou excluídos a critério da Equipe Folha. Evite também escrever em caixa alta (Letra maiúscula).

Agradecemos pela sua participação.

Um grande abraço!!!