Tucurui

Tucurui

Notícias

Alterar o idioma do Blog

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Dias de cão para os golpistas, dois golpes falharam e um está sob investigação da justiça

   
Golpe 1 - Tentativa de criação de um Sindicato Pelego
         
Época difícil para os golpistas em Tucuruí, em pouco tempo 2 golpes falharam e um está sob investigação da justiça.
               
O primeiro golpe foi tentado contra o SINSMUT no início da primeira administração do Miranda/Raimundo. Pessoas ligadas ao ex-prefeito Sancler tentaram criar um novo sindicato dos servidores municipais para defender os interesses do prefeito, já que sabiam que a nova direção do SINSMUT iria defender os servidores em vez de defender os interesses do Prefeito e de uma direção pelega como tinha sido as administrações anteriores do SINSMUT.
               
Com o apoio da administração e se aproveitando que faltavam alguns documentos para legalizar definitivamente o SINSMUT tentaram registra outro sindicato no lugar do SINSMUT, o novo sindicato se chamaria SINDSPUNT.
           
Ocorre que durante a tramitação do registro do tal SINDSPUNT, a direção do SINSMUT conseguiu regularizar definitivamente a documentação do SINSMUT, e como a Lei não permite que existam dois sindicatos para a mesma base, e em sendo o SINSMUT mais antigo o Ministério do Trabalho e Emprego indeferiu o registro do novo sindicato frustrando aqueles que tramaram o golpe.
            
Vejam a tentativa de registro do SINSPUT.
             
Na imagem 1 o indeferimento do registro e na imagem 2 a relação da "diretoria".
                   
                               
Golpe 2 - Anulação da eleição da ASERT
            
Pessoas relacionadas a um grupo político local, tentaram anular a eleição da ASERT. Um servidor municipal que não faz parte da chapa vencedora da Eleição da ASERT teria sido gravado dizendo que a chapa 1 teria comprado votos e assim ganhado a eleição, assim o tal servidor fez uma denuncia tentando anular a eleição.
              
No entanto um comentário em uma mesa de bar de um servidor que não faz parte da chapa e sem nenhuma prova não é o bastante para anular uma eleição. Ainda mais que a Comissão Eleitoral assinou a ata do resultado de apuração, assim como a ata de posse da nova direção. Sendo assim este segundo golpe também foi frustrado.
                 
Golpe 3 - Criação de perfil fake no facebook
             
Os golpistas desta vez criaram um perfil fake no Facebook, com o intuito de denegrir a imagem do Raimundo, da Suely e do Alexandre com postagens mentirosas e denúncias anônimas, já que o dono do Perfil não se identifica, o que contraria o preceito constitucional da proibição do anonimato. 
              
Constituição Federal, TÍTULO II - Dos Direitos e Garantias Fundamentais - CAPÍTULO I - DOS DIREITOS E DEVERES INDIVIDUAIS E COLETIVOS, Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes: IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato.
                  
Este golpe terá o mesmo resultado dos anteriores, pois a justiça está investigando e logo chegará à identidade dos responsáveis pelo perfil e os mesmos responderão por seus atos, é só uma questão de tempo.
                     
O problema é que tem muita gente em Tucuruí que não aceita perder eleição e quando perdem são capazes de qualquer coisa, até matar.  Outra questão interessante é que o Raimundo e a Suely que usam os blogs e as redes sociais para informar a população foram citados no perfil fake, mas o Wellington Hugles também blogueiro da cidade não foi citado e foi poupado pelos caluniadores fake.

            

Nenhum comentário:

Postar um comentário

IMPORTANTE: Comentários contendo ofensas pessoais, palavrões, denuncias sem provas, ou afirmações negativas baseadas em “opiniões” ou suposições, tendo como objetivo perseguições pessoais ou politico partidárias, contra pessoas e/ou instituições, e não em FATOS concretos que se possa comprovar, serão moderados ou excluídos a critério da Equipe Folha. Evite também escrever em caixa alta (Letra maiúscula).

Agradecemos pela sua participação.

Um grande abraço!!!