Tucurui

Tucurui

Notícias

Alterar o idioma do Blog

segunda-feira, 20 de abril de 2015

Grupo estaria planejando uma armadilha visando "neutralizar" e destruir o Roquevam

           
Forças "ocultas" (nem tão ocultas assim) supostamente estariam armando uma arapuca para condenar criminalmente o Roquevam, que está incomodando e assustando muita gente poderosa na cidade.
           
Segundo informações, teria havido uma reunião "secreta" de certo grupo com a intenção de neutralizar o Roquevam. A tática seria a seguinte: Eles convenceriam uma mulher que já teria saído com o Roquevam a fazer uma denuncia de estupro em troca de uma quantia que para o grupo seria "irrecusável", neste caso falaram na tal reunião em R$ 100.000,00 cem mil.
        
Pelo suposto plano o grupo composto por pessoas influentes, atuaria para que o inquérito policial e o processo tramitassem com rapidez, depois de condenado, mesmo que depois o Roquevam fosse absolvido, isso levaria anos (como aconteceu com o Wanderley), pois depois da primeira condenação o processo tramitaria com a lentidão de sempre, mas o estrago já estaria feito, a reputação do Roquevam seria destruída e o mesmo neutralizado, o que atenderia aos objetivos do grupo. No entanto o Roquevam já foi avisado e já está preparado.
        
Este mesmo grupo já havia planejado incriminar o Wellington Hugles, forjando um flagrante do jornalista com menores de idade. Outra opção do grupo seria agredir e aterrorizar o jornalista como foi feito com um radialista da Rádio Energia há alguns anos, Clique Aqui. O plano contra o Hugles só falhou e não teve prosseguimento porque o golpe foi descoberto e o Wellington foi avisado a tempo. O Folha na época também denunciou o plano, Clique Aqui.
            
Não faz muito tempo o Ex-Conselheiro Tutelar Wanderley Dourado também foi vítima de uma armação, tendo sido acusado de tentativa de estupro de uma menor no interior de uma sala do Conselho Tutelar em Tucuruí. Wanderley Dourado que também é deficiente visual, foi afastado do Conselho Tutelar e teve a sua reputação e a sua vida pessoal praticamente destruídas. No final a verdade prevaleceu e o Wanderley foi inocentado, pois se descobriu que todas as "provas", inclusive o depoimento da menor e das "testemunhas" eram falsos (mas o estrago já tinha sido feito). Depois mais tarde se descobriu que havia coisa errada no Conselho Tutelar, mas o Wanderley não tinha nada a ver com isso, mas estava incomodando muita gente e precisava ser neutralizado. O Folha também noticiou e acompanhou este caso, Clique Aqui.
         
É preciso tomar muito cuidado com um grupinho que supostamente faz parte do crime organizado em Tucuruí, um grupo de pessoas sem escrúpulos e sem limites, que estão à serviço de interesses escusos e criminosos, um grupo cujos integrantes estão raivosos, desesperados e muito incomodados com as ações dos cidadãos destemidos em Tucuruí, que ousam os enfrentar e atrapalhar seus "lucros" e seus "negócios" escusos. As feras e os monstros quando acuados entram em desespero e são capazes de tudo.
          
Só que esta turma não está lidando com idiotas e muito menos com beiços furados, a sociedade organizada de cidadãos unidos de Tucuruí está preparada, tem coragem e têm olhos e ouvidos em todos os cantos, buracos, covis e serpentários da cidade. Te cuidem que as batatas estão assando!!!
            

2 comentários:

  1. Este tipo de atitude mostra apenas que esse grupo esta morrendo de medo e que são capazes de usar atos baixos e sem escrúpulos.

    ResponderExcluir
  2. Meu Deus mais que falta de ser homens.
    Bando de moleques. Isso sim esses grupos são. Não é capaz de enfrentar coisas com verdades. Bando de cafa na cueca. Ruelas. Medrosos.

    Vcs estão rodados. Isso é errado cara!!! Muito errado. Vcs são um bando de animais

    ResponderExcluir

IMPORTANTE: Comentários contendo ofensas pessoais, palavrões, denuncias sem provas, ou afirmações negativas baseadas em “opiniões” ou suposições, tendo como objetivo perseguições pessoais ou politico partidárias, contra pessoas e/ou instituições, e não em FATOS concretos que se possa comprovar, serão moderados ou excluídos a critério da Equipe Folha. Evite também escrever em caixa alta (Letra maiúscula).

Agradecemos pela sua participação.

Um grande abraço!!!