Tucurui

Tucurui

Notícias

Alterar o idioma do Blog

terça-feira, 4 de julho de 2017

Convênio SINSMUT/Supernorte bloqueado por falta de pagamento por culpa da Secretaria Municipal de Educação

   
O Convênio entre o SINSMUT (sindicato dos Servidores Municipais de Tucuruí) e o Supermercado Supernorte foi bloqueado por falta de pagamento, acontece que a PMT descontou os valores do convênio do salário dos servidores, mas a Secretária Municipal de Educação não repassou para o SINSMUT pagar o Convênio com o supermercado, o que resultou no bloqueio das compras prejudicando o SINSMUT, o Supermercado e os servidores municipais não só da Educação, como também das demais Secretarias, já que as compras dos servidores da educação representam mais de 50% do débito total das compras dos servidores no supermercado. 
               
Segundo informações do SINSMUT, a Secretária de Educação, tem fugido das tentativas de contato com a Diretoria do SINSMUT, que não sabe quando e como esta situação absurda e por que não dizer criminosa vai ser solucionada (já que houve apropriação indébita de parte do salário do servidor), e não sabe se o SINSMUT será preciso recorrer ao poder judiciário em defesa dos seus filiados
         

3 comentários:

  1. Se existe uma irregularidade e o sismut não recorre judicialmente a essa irregularidade o sismut passa a ser conivente e tão irresponsavel quanto.

    ResponderExcluir
  2. O que houve até agora foi atraso no repasse da Secretaria de Educação em relação à PMT. A Prefeitura tem até o 5º dia útil (dia 6) para efetuar o pagamento do servidor e repassar os descontos do servidor ao SINSMUT, tecnicamente o prazo venceu ontem e hoje tem um dia de atraso em apenas uma Secretaria, houve atraso mas não houve crime. O SINSMUT antes de recorrer à justiça deve negociar o dia do pagamento até por uma questão de bom senso...

    ResponderExcluir
  3. 5º dia útil é hoje, dia 7, pois os dias 1 e 2 foram sábado e domingo respectivamente.

    ResponderExcluir

IMPORTANTE: Comentários contendo ofensas pessoais, palavrões, denuncias sem provas, ou afirmações negativas baseadas em “opiniões” ou suposições, tendo como objetivo perseguições pessoais ou politico partidárias, contra pessoas e/ou instituições, e não em FATOS concretos que se possa comprovar, serão moderados ou excluídos a critério da Equipe Folha. Evite também escrever em caixa alta (Letra maiúscula).

Agradecemos pela sua participação.

Um grande abraço!!!