Tucurui

Tucurui

Notícias

Alterar o idioma do Blog

sábado, 6 de maio de 2017

ASERT falida, ex-dirigentes expulsos e ações na justiça, nós bem que avisamos...


O Conselho Fiscal da ASERT deu quinze dias para a Diretoria comandada pelo Presidente Leonel e o Vice-presidente Prof. Reginaldo apresentar recibos que comprove gastos apresentados ao Conselho sem os devidos comprovantes de pagamento. Os recibos são referentes às despesas até agosto de 2016.
           
A ASERT passa por uma grande crise financeira, só em dois estabelecimentos comerciais a dívida ultrapassa meio milhão, só no Supermercado Fort Super a dívida chega a R$ 317.144,53 sendo que atualmente a Prefeitura não deve mais nada e os repasses estão em dia. Esta situação é preocupante, pois se trata da saúde e é uma questão de vida ou morte para os servidores municipais e seus familiares.
         
Comenta-se pela cidade que uma das razões para a falência da ASERT seria o financiamento de campanhas eleitorais, cabe ao Conselho Fiscal apurar as causas do endividamento da ASERT, apurar responsabilidades, e se for constatada negligência ou má utilização dos recursos da Associação, denunciar os responsáveis à justiça e pedir o ressarcimento dos prejuízos causados à entidade.
         
O Conselho Fiscal da ASERT pediu a expulsão do Ex-Presidente da ASERT, no que foi atendido pela Diretoria. O Conselho Fiscal identificou problemas na prestação de contas da Diretoria passada e uma dívida do ex-presidente que segundo o relatório do Conselho, ultrapassa R$ 40.000,00 (Quarenta Mil). Lembrando que o ex-presidente expulso foi o mesmo que expulsou o Raimundo Concursado por denunciar a Direção da ASERT por ter emitido Cheques sem Fundos para a Clínica Tucuruí.
      
É isso que eu digo, o poder é emprestado e é passageiro, e quem tem poder e não tem limites é tentado a abusar, e é ai que mora o perigo, pois o mundo gira e tudo que sobe, desce...
           
           
       
           
         

Nenhum comentário:

Postar um comentário

IMPORTANTE: Comentários contendo ofensas pessoais, palavrões, denuncias sem provas, ou afirmações negativas baseadas em “opiniões” ou suposições, tendo como objetivo perseguições pessoais ou politico partidárias, contra pessoas e/ou instituições, e não em FATOS concretos que se possa comprovar, serão moderados ou excluídos a critério da Equipe Folha. Evite também escrever em caixa alta (Letra maiúscula).

Agradecemos pela sua participação.

Um grande abraço!!!