Tucurui

Tucurui

Notícias

Alterar o idioma do Blog

domingo, 22 de setembro de 2013

Oito benefícios do sexo para a saúde. Anote as dicas!

       
Dores de cabeça, artrite ou tensão pré-menstrual podem melhorar depois do sexo.
      
Listamos as vantagens que vão da melhora da autoestima à diminuição do estresse, passando pelo emagrecimento e um sono de qualidade. Anote as dicas e melhore sua qualidade de vida!
     
Sono - Mais qualidade

A liberação de oxitocina durante o orgasmo ajuda a dormir melhor. Uma boa noite de sono também está relacionada a outros benefícios à saúde, como a manutenção de um peso saudável e uma boa pressão arterial.
    
Dor - Mais endorfina
      
A oxitocina também ativa a endorfina, o analgésico do organismo. Dores de cabeça, artrite ou tensão pré-menstrual podem melhorar depois do sexo.
      
Autoestima - Bem e animada
      
Pesquisadores da Universidade do Texas descobriram que a melhora da autoestima foi uma das 237 razões pelas quais as pessoas fazem sexo. Ninguém precisa de sexo para se sentir bem, isso tem muito a ver com várias outras questões. Mas se você já estiver bem, uma vida sexual animada pode ajudar com que você se sinta ainda incrível.
      
Peso - Queima de calorias
    
Trinta minutos de sexo queimam 85 calorias ou mais. Não parece muito, mas 42 sessões de meia hora queimam 3.570 calorias, o suficiente para perder meio quilo.
     
Coração - Menos mortes

Um estudo feito durante 20 anos no Reino Unido mostrou que homens que faziam sexo até duas vezes por semana tinham riscos 50% menores de morrer do coração em comparação com aqueles que faziam sexo menos de uma vez por mês.
     
Imunidade - Combate resfriados e infecções
    
Fazer sexo uma ou duas vezes por semana está relacionado a níveis maiores de Imunoglobulina A (IgA, presente na lágrima e na saliva, por exemplo), que pode proteger contra resfriados e infecções. Um estudo da Universidade Wilkes, nos EUA, acompanhou a frequência com que 112 estudantes faziam sexo e também colheu a saliva desses voluntários. Os que faziam sexo uma ou duas vezes por semana tinham níveis maiores de IgA que os demais.
    
Intimidade - Poder do abraço
     
Sexo e orgasmos aumentam os níveis de oxitocina, o hormônio do amor, que faz com que as pessoas formem laços. Em um estudo com 59 mulheres, os pesquisadores mediram os níveis de oxitocina antes e depois de elas abraçarem seus parceiros. Mulheres com níveis mais altos do hormônio foram as que tinham tido maior contato físico com o parceiro.
     
Estresse - Sem pressão
    
Fazer sexo pode baixar o nível de estresse e a pressão arterial, segundo um estudo escocês que acompanhou a atividade sexual de 24 mulheres e 22 homens. Os pesquisadores colocaram os voluntários em situações de estresse (como falar em público ou fazer contas em voz alta) e mediram sua pressão arterial. Aqueles que tinham feito sexo responderam melhor ao estresse.
      

Nenhum comentário:

Postar um comentário

IMPORTANTE: Comentários contendo ofensas pessoais, palavrões, denuncias sem provas, ou afirmações negativas baseadas em “opiniões” ou suposições, tendo como objetivo perseguições pessoais ou politico partidárias, contra pessoas e/ou instituições, e não em FATOS concretos que se possa comprovar, serão moderados ou excluídos a critério da Equipe Folha. Evite também escrever em caixa alta (Letra maiúscula).

Agradecemos pela sua participação.

Um grande abraço!!!