Tucurui

Tucurui

Notícias

Alterar o idioma do Blog

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Deixa o Temer se afogar, o tempo é o maior aliado da justiça, e todos pagarão o preço pela insanidade

Uma genial análise da conjuntura nacional do Jornalista Paulo Henrique Amorim em seu Blog Conversa Afiada, os editores do Folha de Tucuruí assinam embaixo desta excelente matéria, uma aula de política e um exemplo de experiencia e lucidez, aliás as instituições brasileiras e os políticos estão morrendo à míngua de lucidez, um artigo cada vez mais raro no Brasil.
       
   

Do Blog Conversa Afiada
        
Deixa o Temer se ferrar até 2018!
Regra elementar: não se salva adversário que está afundando
      
Já o ansioso blogueiro está em busca de uma explicação para essa crise que o Janio de Freitas chama de “uma orgia, um fenomenal desvario”.
                   
Vamos tentar reproduzir de forma não literal as sabias observações do Oráculo.
                       
• Não vai ter eleição indireta no Congresso, porque o PMDB perdeu o controle da situação. Se o Temer sair – e a eleição for para o Congresso, como querem os idealizadores do Golpe de 2017 - isso significa que o PMDB virou farelo e a Presidência da República foi para o espaço.
                
• Quem se elegeria numa eleição indireta?
               
O Fernando Henrique? Seria trucidado no plenário.
                   
O Alckmin, o “santo”, vai largar o Governo de São Paulo para correr esse risco?
                        
O Serra está na mão da Odebrecht e do Aloysio 300 mil, que está na mão do Paulo Afrodescendente.
                 
• Se o Temer cai, o PMDB racha ao meio. Ninguém é de ninguém.
E aí o presidente do Brasil será um deputado do Centrão! Um Rosso, um Jovair! Com o apoio da Esquerda!
                  
• Vai ser um do Centrão e, veja bem: jamais será um paulista.
                      
• Porque ninguém aguenta mais os paulistas – nem o Centrão!
                       
• Isso mesmo! Com o apoio da Esquerda. Por isso, eles não vão derrubar o Temer.
                   
• O que é ótimo!
                        
• Há um princípio elementar na Poliítica: você não salva o adversário que está se afogando. Deixa ele se afogar!
Eles não rasgaram a Constituição?
Os novos donos da Constituição se encarregarão de rasgar, peça por peça, a indumentária deles.
                     
Eleição direta? Formalmente impossível.
                   
• Convulsão social? Provável, mas não já. Tem que doer mais: desemprego, Previdência (que mata pobre, mulher e camponês), fim da CLT.
                  
• Ainda não doeu tudo o que vai doer.
                  
• E deixa doer neles, nos nossos adversários.
                   
• E não vai ter Lott. Os militares não querem saber disso.
                    
• E estão conformados com a atual situação, desde que não falte dinheiro para a Defesa, para a Segurança Nacional.
        
• O Jugmann não é ministro deles: o Jungmann é um jarro de desfile. Os chefes militares despacham direto com o Temer.
       
• Essa crise está longe de um desfecho: vai durar até 2018, com mais instabilidade – e, provavelmente, violência nas ruas.
       
• Eles vão pagar o preço de rasgar a Constituição.
       
• Só que a Política é mais forte que o Judiciário, o Legislativo e o Executivo.
       
• A Politica faz milagres.
      
• Veja o caso desse menino de São Paulo. Assim que ganhou a eleiçao, o Dória disse que o Alckmin devia mais a ele do que ele ao Alckmin...
      
• Nas campanhas do segundo turno, os candidatos tucanos queriam mais vídeos do Dória do que do Alckmin…
       
• E um mês antes da eleição, quem diria, o Dória era o que é: um marqueteirozinho, tipico de São Paulo…
      
• Agora, é um Leão, o prefeito caviar.
      
• A política é como o mito grego, Anteu.
      
• Quando a Política voltar à Terra, isso tudo aí desaba.
      
• Vai ter eleição presidencial, com uma campanha do tipo “libertação nacional”, com a união do Centro para a Esquerda.
      
• União construída nas ruas, no desemprego, na insegurança jurídica, na violência urbana, na perda de direitos, na fome…
     
• E não vai ser o Lula. Tudo isso que está aí foi feito para impedir o Lula em 2018. Você acha que o Moro e o Supremo vão deixar o Lula concorrer em 2018? Que ingenuidade!
(O Lula sabe disso…)
Vão tirar um pedaço dele, mesmo que não seja preso – e provavelmente não será.
     
• E não precisa de Constituinte.
      
• Basta o novo governo – ELEITO! - ir costurando por dentro.
     
• Tirar as asas do MP, da PF e dos juízes.
     
• Acabar com essas castas que querem governar em lugar do povo. E furar tetos...
    
• Deixa o Temer se afogar.
     
• Depois a gente volta.
E o eleito, com sangue nos olhos, recostura o país.
    
• Deixa esses meninos do MP, da Justiça e da PF abusar bastante, se lambuzar na impunidade e na jactância. Cada passo deles é o caminho para desconstruí-los depois. Eles mostram, agora, o que precisaremos refazer! São uns gulosos… Apressadinho come cru, não é isso?
    
• Sem mexer na Constituição.
    
• Só ir por dentro, pauzinho por pauzinho, no decreto, no regulamento, no infra-constitucional...
    
• Pauzinho por pauzinho, aqueles com se constrói uma fogueira.
    
PHA, com a desinteressada colaboração do Oráculo.
      

Nenhum comentário:

Postar um comentário

IMPORTANTE: Comentários contendo ofensas pessoais, palavrões, denuncias sem provas, ou afirmações negativas baseadas em “opiniões” ou suposições, tendo como objetivo perseguições pessoais ou politico partidárias, contra pessoas e/ou instituições, e não em FATOS concretos que se possa comprovar, serão moderados ou excluídos a critério da Equipe Folha. Evite também escrever em caixa alta (Letra maiúscula).

Agradecemos pela sua participação.

Um grande abraço!!!