Tucurui

Tucurui

Notícias

Alterar o idioma do Blog

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

O golpe destruiu o Brasil, regredimos 20 anos


A coluna de Vinicius Torres Freire, na Folha de hoje, é retrato disso e dela reproduzo um trecho:
Está um sururu na elite.
Empresários, economistas de proa e até banqueiros desesperam-se com uma recessão ainda pior do que imaginavam. As elites do Estado avacalham ou desmoralizam as instituições.
No universo que discute economia, passa-se a pedir “medidas” de modo meio atabalhoado, há grita contra os juros até entre insuspeitos de sempre do “mercado” e até mesmo cogita-se de aumentar impostos.
Curioso, para dizer a coisa de modo diplomático, é que esperassem desempenho melhor. O horror é grande, mas ainda parecido com o que era razoável esperar, dado o tamanho da desgraça e do plano aceito para atenuá-la. Onde estava todo mundo com a cabeça?
A utilização manifestamente política da Justiça, o acirramento do ódio provocado pelo inconformismo com a derrota eleitoral, a aliança oportunista entre conservadores, um ladrão público como Eduardo Cunha e os picaretas que ele agregou, a conspiração sórdida de um vice contra quem o elegeu, tudo isso fez que se partissem os sistemas de freios e contrapesos institucionais da democracia.
Ao depor Dilma, com nada além de alegações fabricadas, arrombaram a mais sagrada porta da democracia: o respeito ao voto popular.
Agora, o buraco negro da crise vai sugando tudo, política e economicamente. Perdido o peso da legitimidade, não há nada que não seja levado de roldão.
É tão incrível a sucessão de fatos, tão aguda a maneira em com que desqualificam a todos (e que todos se desqualificam, a si próprios), tão escancarada a ambição de tomar o poder, diante de um presidente tosco e fraco que, francamente, não é possível prever o que se passará com o Brasil.
Fizeram um sururu, as elites. Como sairão dele é algo que o lombo do povo sentirá.
Fonte: Blog Tijolaço.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

IMPORTANTE: Comentários contendo ofensas pessoais, palavrões, denuncias sem provas, ou afirmações negativas baseadas em “opiniões” ou suposições, tendo como objetivo perseguições pessoais ou politico partidárias, contra pessoas e/ou instituições, e não em FATOS concretos que se possa comprovar, serão moderados ou excluídos a critério da Equipe Folha. Evite também escrever em caixa alta (Letra maiúscula).

Agradecemos pela sua participação.

Um grande abraço!!!