Tucurui

Tucurui

Notícias

Alterar o idioma do Blog

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Mais da metade dos brasileiros aprovam maneira de governar da presidente Dilma

Por iG São Paulo
     
Ao todo, 52% dos entrevistas aprovam o governo atual; o percentual dos que desaprovam baixou de 46% para 41%.
     
A presidente Dilma Rousseff encerra o primeiro mandato com 52% de aprovação. O número de pessoas que aprova a maneira de governar da presidente subiu quatro pontos percentuais e passou de 48% em setembro para 52% neste mês, enquanto que o percentual dos que desaprovam baixou de 46% para 41%, segundo pesquisa CNI-Ibope divulgada nesta quarta-feira (17).
        
De acordo com o levantamento, 48% dos entrevistados consideram o governo bom ou ótimo, crescimento de dois pontos percentuais em relação a aferiação anterior. O número de entrevistado que acha o governo ruim ou péssimo baixou de 28% para 27%. 
         
Entre os entrevistados, 51% disseram que confiam na presidente, seis pontos percentuais superior aos 45% registrados em setembro. A confiança em Dilma Rousseff aumentou principalmente entre as pessoas que moram na periferia, onde alcançou 56%. Nas capitais, mesmo com o crescimento de oito pontos percentuais frente a setembro, o número dos que confiam na presidente, que é de 45%, é inferior aos 48% que não confiam.
     
A pesquisa revela ainda que a avaliação positiva do governo melhorou sobretudo na região Sudeste, onde o número dos que consideram o governo ótimo ou bom cresceu oito pontos percentuais entre setembro e dezembro. A aprovação da maneira de governar da presidente recuou 13 pontos percentuais nos municípios com até 20 mil habitantes e ficou em 56%. Nas cidades com mais de cem mil habitantes, esse número aumentou 8 pontos percentuais e alcançou 45%.
         

Nenhum comentário:

Postar um comentário

IMPORTANTE: Comentários contendo ofensas pessoais, palavrões, denuncias sem provas, ou afirmações negativas baseadas em “opiniões” ou suposições, tendo como objetivo perseguições pessoais ou politico partidárias, contra pessoas e/ou instituições, e não em FATOS concretos que se possa comprovar, serão moderados ou excluídos a critério da Equipe Folha. Evite também escrever em caixa alta (Letra maiúscula).

Agradecemos pela sua participação.

Um grande abraço!!!