Tucurui

Tucurui

Notícias

Alterar o idioma do Blog

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Ecologia - Fazendas e florestas verticais, a salvação da lavoura


A floresta vertical, batizada de Bosco Verticale
Finalmente se inicia a comunhão das cidades com a natureza. Incompatíveis no presente as cidades e a natureza começam a se fundir. Claro que ainda estamos longe da sustentabilidade, onde os homens e a natureza irão conviver harmonicamente, estes projetos são os primeiros passos e demonstram a grande preocupação da humanidade para com o meio ambiente, ainda é tempo, só depende de nós.
        
Antes dos homens, cataclismos naturais por inúmeras vezes ameaçaram e quase extinguiram a vida na terra, mas a natureza sempre conseguiu sobreviver e se recuperar. Se continuarmos a destruir o meio ambiente estamos condenando a humanidade e muitas outras espécies à extinção, mas não se iludam, se isso acontecer a natureza em alguns milhares de anos (em tempo geológico alguns segundos) estará recomposta e o homem não passará de fósseis curiosos enterrados sob os escombros das ruínas das suas cidades, destruído por sua própria ignorância e loucura, pois só os loucos destroem a sua própria casa.          
   
Florestas verticais em construção na Itália
Na cidade italiana, nascerá a primeira floresta vertical do mundo, batizada de Bosco Verticale. Projetada pelo escritório de arquitetura Stefano Boeri, a floresta cresce, na prática, dentro de duas torres de edifícios residenciais e sustentáveis.
  
No futuro, quem quiser comprar morangos poderá ir a um arranha-céu de 30 andares envidraçados, ao lado de casa, e procurar em cada piso a produção do cultivo da sua escolha. O prédio será urbaníssimo, mas até certo ponto: trata-se, mesmo, de uma roça high tech produtora, o ano todo, de alface, espinafre, ervas aromáticas, frutas, legumes, frangos e peixes. A cena pode parecer ficção científica, mas para os idealizadores das fazendas verticais deverá ser realidade em curto prazo. 
   
Sete bilhões de bocas para alimentar serão provavelmente 9 bilhões em 2050. Como arranjar comida para todos? As áreas de cultivo serão cada vez mais escassas, longínquas e a demanda de produção, cada vez maior. Se o ser humano vive em residências alinhadas verticalmente para aproveitar o espaço urbano, por que não usar o mesmo conceito para a agricultura? As fazendas verticais serão o próximo passo. 
     

Nenhum comentário:

Postar um comentário

IMPORTANTE: Comentários contendo ofensas pessoais, palavrões, denuncias sem provas, ou afirmações negativas baseadas em “opiniões” ou suposições, tendo como objetivo perseguições pessoais ou politico partidárias, contra pessoas e/ou instituições, e não em FATOS concretos que se possa comprovar, serão moderados ou excluídos a critério da Equipe Folha. Evite também escrever em caixa alta (Letra maiúscula).

Agradecemos pela sua participação.

Um grande abraço!!!