Tucurui

Tucurui

Notícias

Alterar o idioma do Blog

quinta-feira, 13 de abril de 2017

Amistoso sí, pero no mucho!!!

              
O político brasileiro é o espelho da nossa sociedade?
        
Do lado de lá ou do lado de cá, tanto faz, o importante é estar em algum lado e assumir uma posição, esta é a atitude que se espera de uma pessoa de bem mesmo que esta pessoa seja um político, classe da qual no Brasil não se espera grande coisa, o que é um erro, existem muitos canalhas e escroques na política nacional é uma verdade inquestionável e é bem possível que sejam maioria, no entanto existem muitas pessoas de bem na política, e estes heróis merecem todo o nosso apoio e consideração, colocar todos os políticos no mesmo balaio não é justo para com aqueles que resistem das investidas das quadrilhas e das máfias que assaltam o poder. Ser um político decente no Brasil é uma das tarefas mais árduas e arriscadas a que se pode submeter um cidadão brasileiro. 
               
Os canalhas, canalhas, canalhas da política não são espelhos que refletem a sociedade brasileira, que em sua maioria é composta por trabalhadores e pessoas de bem, acontece que poucas são as pessoas de bem dispostas a se tornarem políticos, e destes poucos que se dispõe por idealismo e espírito público a se tornarem políticos, conseguem se eleger sem mentir, sem comprar votos e sem fazerem acordos espúrios, as pessoas de bem quando candidatos não mentem, não compram votos e não se comprometem com bandidos, justamente por serem pessoas de bem, e destas pessoas de bem dos que conseguem se eleger, alguns se deixam contaminar pelo ambiente político corrompido, degenerado e pelo canto das sereias. Basta um só ato corrupto para que o politico seja comprometido para sempre, não tem como sair, é uma máfia, é o crime organizado, e uma corrupção leva a outra e a outra...
                      
Portanto como podemos ver, a classe política no Brasil não reflete a sociedade brasileira como um todo, a classe política brasileira em sua maioria, reflete o que a sociedade e a natureza humana têm de pior. Mas isso não quer dizer que todos os políticos são canalhas e cafajestes, não é isso, o que eu quero dizer é que a maioria é, no entanto uma boa parte dos políticos são sérios, acontece que o mal se destaca mais, muitas pessoas tem um fascínio por bandidos e cafajestes, se um político sério salva uma vida, cumpre com o seu dever e leva uma vida decente passa despercebido, mas se rouba, adultera ou mata vira celebridade, pois o mal dá ibope e vende jornais e revistas.
               
Mas voltando ao tema inicial, do lado de lá e do lado de cá, ou seja, tem político que gosta de ficar em cima do muro como calango ou como os Maria-vai-com-as-outras, pessoas sem caráter e sem personalidade, gente que se comporta como merda na água, vai e vem com a maré e de acordo com interesses próprios e momentâneos, não raro espúrios.
                
"Meu Deus, protegei-me dos meus amigos! Dos meus inimigos, eu me encarregarei. (Voltaire)."
                 
O fogo "amigo" é muito pior que o fogo inimigo, o fogo inimigo quase sempre sabemos de onde vem, o fogo "amigo" é traiçoeiro e quase sempre nos pega de surpresa.
               
Na política é onde o "fogo amigo" faz os maiores estragos, pois alguns políticos da "base" falam como aliados e amigos e agem como oposição traindo como meretrizes, pois sempre acreditam que recebem menos do que merecem, e não importa o quanto ganhem, nunca se satisfazem e tentam de todas as formas imporem a sua vontade, em benefício próprio é claro, e quando não conseguem manipular as pessoas para satisfazer as suas ambições desmedidas, agem e falam como inimigos, normalmente pelas sombras e pelas costas, espalham veneno e intrigas pelas ruas e esquinas, sem ter coragem de assumir uma posição, as consequências dos seus atos e as suas verdadeiras intenções.
                 
É muito melhor ter um adversário honrado que um aliado canalha.
        
Sei que muitos vão vestir a carapuça até o pescoço, por mim tudo bem estejam à vontade, esta é a intenção, mas saibam que as pessoas estão vendo tudo, a política é como um reality show, todos estão vendo o que fazem, e quem está de fora é quem tem o verdadeiro poder, quem julga de fato, e quem dá a última palavra sobre quem sai e quem permanece no jogo.
                  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

IMPORTANTE: Comentários contendo ofensas pessoais, palavrões, denuncias sem provas, ou afirmações negativas baseadas em “opiniões” ou suposições, tendo como objetivo perseguições pessoais ou politico partidárias, contra pessoas e/ou instituições, e não em FATOS concretos que se possa comprovar, serão moderados ou excluídos a critério da Equipe Folha. Evite também escrever em caixa alta (Letra maiúscula).

Agradecemos pela sua participação.

Um grande abraço!!!