Tucurui

Tucurui

Notícias

Alterar o idioma do Blog

sábado, 16 de fevereiro de 2013

Premonição - A vida imita a arte

Casal que escapou de incêndio na Kiss morre em acidente de carro no Paraná 
 
A morte é democrática e a única certeza da vida. Não concede privilégios, não aceita jeitinhos ou suborno, não liga para beleza, riqueza, raça ou poder, é imprevisível (como toda mulher), e às vezes é caprichosa, irônica e muito criativa.
      
Jéssica de Lima Röhl e o namorado
Adriano Stefanel, que morreram
em acidente no Paraná 

Jéssica Röhl ajudou a organizar a festa universitária 'Agromerados', mas foi convencida pelo namorado a não ir. Casal bateu em carreta na rodovia PR-182, região de Toledo 
   
O Dia , Vania Cunha 
   
Uma jovem que participou da organização da festa universitária na boate Kiss, em Santa Maria, e deixou de ir à casa de show após o pedido da namorado, morreu em acidente automobilístico uma semana depois da tragédia. Jéssica de Lima Röhl, de 21 anos, era de Santa Maria, no Rio Grande do Sul. 
   
O acidente ocorreu no último sábado (2). Jéssica e o namorado, Adriano Veber Stefanel, de 20 anos, trafegavam na rodovia PR-182, na região de Toledo, no oeste do Paraná, quando colidiram de frente com uma carreta. Ela cursava Administração na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). 
   
Pouco mais de uma semana após a tragédia, Santa Maria começa a retomar a vida. Para superar as marcas deixadas pela perda dos 237 jovens, uma rede de ajuda foi montada para atender aos milhares de estudantes que retornaram às aulas. A Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) criou um Centro de Acolhimento e vai contratar 20 profissionais para atender os alunos. 
   
Nos próximos dois anos, psicólogos, assistentes sociais, pedagogos e educadores reforçarão os quadros da UFSM. O espaço, perto da reitoria, será para palestras e atendimentos individuais. Os professores também receberam orientações sobre como lidar com os jovens.

   

Nenhum comentário:

Postar um comentário

IMPORTANTE: Comentários contendo ofensas pessoais, palavrões, denuncias sem provas, ou afirmações negativas baseadas em “opiniões” ou suposições, tendo como objetivo perseguições pessoais ou politico partidárias, contra pessoas e/ou instituições, e não em FATOS concretos que se possa comprovar, serão moderados ou excluídos a critério da Equipe Folha. Evite também escrever em caixa alta (Letra maiúscula).

Agradecemos pela sua participação.

Um grande abraço!!!