Tucurui

Tucurui

Notícias

Alterar o idioma do Blog

Texto

As matérias mais recentes do Folha de Tucuruí

Últimas matérias do Folha

Publicidade

segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Secretário quer que funcionários da PMT banquem reforma de prédio

A Junta do Serviço Militar que faz o alistamento militar e atualmente se encontra no prédio do Charão (ao lado do SINSMUT), vai mudar para antigo prédio do Conselho Tutelar.
      
O Secretário de Serviços Institucionais da Prefeitura Lázaro Araújo, aquele que usurpou a função de vereador e criou nas coxas e ilegalmente o cargo de “Guarda Municipal” (GAMASP) na Prefeitura de Tucuruí, propôs aos funcionários da PMT que trabalham na Junta que fizessem uma vaquinha de R$ 30,00 ou R$ 50,00 para bancar a reforma do prédio onde funcionava o Conselho Tutelar, pois segundo ele a Prefeitura não tem dinheiro.
    
O Secretário é realmente um humorista, se a PMT pode gastar R$ 800.000,00 mensal para o Cartão Cidadão (cartão do Sancler) para compra de votos no ano que vem, e se tem R$ 38.000.000,00 trinta e oito milhões para ser desviado, como não tem dinheiro para reformar um simples prédio???
       

Um comentário:

  1. A capacidade da cara de pau de algumas pessoas não nos dá tristezas mas sim nojo.Esse secretario Lázaro Araújo criou (GAMASP) e está criando o novo grupamento especial chama-se(G.E) já estão fazendo treinamento a dois mês,a história da humanidade está cheia de puxa-sacos. Eles são parasitas que florescem à sombra de quem tem poder. O puxa-saco não nasce, eles brotam e como tem puxa-saco nessa (GAMASP) e no ( G.E) qualificação ou qualidade nem uma temos vigilantes concursados com muito mais qualificações para assumir qualquer cargo nessa administração bom s é que podemos chamar esse novo tempo de administração,pai da nação é vc mesmo Lázaro Araújo nação cara de pau

    ResponderExcluir

IMPORTANTE: Comentários contendo ofensas pessoais, palavrões, denuncias sem provas, ou afirmações negativas baseadas em “opiniões” ou suposições, tendo como objetivo perseguições pessoais ou politico partidárias, contra pessoas e/ou instituições, e não em FATOS concretos que se possa comprovar, serão moderados ou excluídos a critério da Equipe Folha. Evite também escrever em caixa alta (Letra maiúscula).

Agradecemos pela sua participação.

Um grande abraço!!!