Alterar o idioma do Blog

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Aprovada a CPI da saúde em Tucuruí

Por unanimidade foi aprovada a CPI da saúde em Tucuruí. Apesar de olharmos com desconfiança uma CPI em Tucuruí, ainda mais aprovada por unanimidade, inclusive com os votos da base do prefeito e mesmo do seu partido. 

Mas vamos ver no que vai dar, quem sabe por um milagre os vereadores nos surpreendam positivamente desta vez...

Informar a população em Tucuruí agora é caso de polícia

Em plena Câmara Municipal de Tucuruí, adentrou no plenário o Capitão Augusto e uma dezena de policiais militares à procura do cidadão que estava transmitindo a sessão da Câmara, com o intuito de prender quem tentava informar o povo de Tucuruí.

Com certeza Tucuruí não tem bandidos e nem violência para que policiais militares, em vez de caçarem os marginais tentem prender um cidadão por querer voluntariamente manter o povo de Tucuruí informado sobre o que acontece na CMT. Enquanto isso quadrilhas de roubo de motos, de residências e estupradores fazem a festa na cidade.

Interessante é que os vereadores insistem em dizer que a CMT é a casa do povo, que casa é essa em que os cidadãos são tratados como bandidos? Só não houve prisão por que os vereadores interviram. 

Comentam nas ruas de Tucuruí, que o cidadão quase foi preso por que se esqueceu de pedir permissão ao Ademildo e ao Zé Adão para fazer a transmissão.

Por que será que os vereadores não querem que as sessões sejam transmitidas?

Quem foi que ordenou a interferência da polícia?

Por que os responsáveis pelas rádios comunitárias em Tucuruí, que utilizam sinal que ultrapassa o limite permitido para rádios deste tipo também não são presos? Quem tem coragem de prender o Dep. Wlad ou o Pastor Océlio? 

A Lei Federal Nº 9.612, de 19 de fevereiro de 1998 tem a seguinte redação: 

Art. 1º Denomina-se Serviço de Radiodifusão Comunitária a radiodifusão sonora, em freqüência modulada, operada em baixa potência e cobertura restrita, outorgada a fundações e associações comunitárias, sem fins lucrativos, com sede na localidade de prestação do serviço.

§ 1º Entende-se por baixa potência o serviço de radiodifusão prestado a comunidade, com potência limitada a um máximo de 25 watts ERP e altura do sistema irradiante não superior a trinta metros.

§ 2º Entende-se por cobertura restrita aquela destinada ao atendimento de determinada comunidade de um bairro e/ou vila.  


TODAS AS RÁDIOS QUE OPERAM EM DESACORDO COM A LEI SÃO PIRATAS!!!

Em Tucuruí a potência das rádios comunitárias Energia FM e Filadélfia cobrem toda a cidade, As Vilas Residenciais (que ficam a 13 KM ou mais do bairro onde estão instalados os transmissores), e até mesmo outros municípios, em total desrespeito à legislação vigente.

Nós do Folha primamos pela legalidade e defendemos a obediência à Lei, no entanto a Lei que é aplicada somente para alguns e de acordo com as conveniências de outros, não é justiça, não é democracia. Ou a Lei é para todos, ou não é para ninguém.

Mas por que o medo de se transmitir às sessões da Câmara Municipal de Tucuruí para a população?

Será que nossos valorosos edis têm vergonha do povo e da sua atuação?

Parece que sim...

20 comentários:

  1. Vou antecipar os resultados dessa CPI.
    Não tenho bola de cristal, mas sei enxergar na penumbra.
    A CPI foi aprovada por unanimidade, já é um indício de que ela vem, com aquiescência do prefeito, para validar os feitos da Secretária Henilda, dará a ela um atestado de boa conduta.
    O vereador Tom será atropelado pelos outros dois componentes, que aprovarão um relatório light, pondo uma pedra sobre o assunto.

    ResponderExcluir
  2. Acertou na mosca, a UNAMINIDADE já disse tudo. Dizem que a unanimidade é burra... E é mesmo, a não ser que seja combinado, ai são outros quinhentos.

    Mas o anônimo se esqueceu de outra utilidade para esta CPI, criar uma cortina de fumaça para distrair a opinião pública dos graves problemas que a cidade está passando, e a incompetência do prefeito para os resolver.

    O prefeito está se matando e queimando os miolos, para criar factoides e situações para distrair a opinião pública.

    ResponderExcluir
  3. Caros amigos do folha hoje me sentir coagido na sessão CMT, pois em plena sessão fui constrangido pela atitude desse tal capitão Augusto que me chamou no meio do povo e queria me da voz de prisão alegando que eu estaria transmitido, não sei de que forma a sessão da CMT ao vivo para radio Mapará, talvez se não fosse a intervenção dos vereadores tom, Jones e pastor Antonio, eu teria sido preso, sendo que eu estava na sessão cumprindo meu deve de funcionário publico em grava a sessão por ordem do vereador Tom pois faço parte de sua assessoria política.
    E também venho agradece a ajuda do Dr. Walter em comparece e explicar algumas coisas a esse Capitão Augusto.

    ResponderExcluir
  4. Boa noite a todos. É lamentável que a lei não seja aplicada a todos. Porém não quero me atear ao ocorrido. Acredito que esta CPI irá dar resultado, ou melhor, quero acreditar nisso. Contudo observamos mais uma vez o Prefeito Sancler entrar para o rol dos péssimos mandatários deste país, pois se não bastasse à transferência do Municipal para o Regional, a calamidade da Feira Municipal, da Nova Matinha e tantas outras no Município, o Prefeito abriu um Novo tempo não apenas sendo um pseudo Prefeito, mais também por grifar seu nome na história recente deste município, como sendo o primeiro Prefeito que por unanimidade a Câmara Municipal irá investigar. Tenho a lamentar que a Saúde tenha que ter este tipo de remédio para poder voltar à normalidade, lembro-me que dias atrás peguei um ônibus na vila e uma enfermeira muito atenciosa e educada, estava me dizendo da calamidade que se encontra o Regional após a transferência do Municipal para suas dependências, e pasmem! Ela é funcionária do município, me disse na ocasião, da sobrecarga que estavam todos submetidos, o que é temeroso, pois lidam com vidas e com certeza serão responsabilizados caso algo de grave ocorra. Percebo que o Prefeito Sancler assim como naquele filme Homens de Preto, tem um dispositivo que o fez esquecer de suas promessas de campanha, que pelo tempo de esquecimento era apenas balela, lábia, uma forma astuta e dissimulada e tantos outros adjetivos que possamos imaginar para ganhar a eleição. Parece-me que ele age com Tucuruí assim como aquele médico macabro que além de matar o paciente tem coragem de ir à missa de sétimo dia, posso infelizmente concluir que meu voto foi erroneamente equivocado, o pseudo bom moço virou vilão há muito tempo.
    Wendell Magalhães

    ResponderExcluir
  5. Pois é Jonas, a segurança pública em Tucuruí deve estar às mil maravilhas, não deve ter nenhum bandido solto pela cidade, para que a Polícia Militar em vez de procurar e prender bandidos e defender a população, perca seu precioso tempo com picuinhas políticas.

    Isso é o Pará, isso é Tucuruí minha gente...

    ResponderExcluir
  6. Olha Wendell, está na cara que a aprovação da CPI foi combinada, a UNANIMIDADE provou isso, este pessoal subestima tanto a inteligência do povo que não tiveram o cuidado de dar um mínimo de credibilidade à CPI, com um voto contra de pelo menos o líder do prefeito.

    O que chateia mesmo não é tanto a armação e o teatrinho, e sim o insulto à nossa inteligência.

    ResponderExcluir
  7. Mais informações:
    http://pererecadavizinha.blogspot.com/2011/04/pode-dar-haraquiri-caso-cerpasa-chega.html
    Postado por Mapará FM 100,3 às 07:38 0 comentários
    Enviar por e-mail BlogThis! Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Compartilhar no Google Buzz
    IOEPA. Breu Branco abre licitação para suas escolas
    DIÁRIO OFICIAL Nº. 31887 de 04/04/2011
    MUNICÍPIOS
    PREFEITURA MUNICIPAL DE BREU BRANCO

    Número de Publicação: 218047

    PREFEITURA MUNICIPAL DE BREU BRANCO

    A Prefeitura Municipal de Breu Branco/PA, através do seu Pregoeiro, torna público, que fará licitação na modalidade Pregão Presencial, tipo Menor Preço global, por Lote, para contratação de empresa(s) para o fornecimento imediato de materiais: Didáticos e de Expediente, Limpeza e Utensílios, Permanentes, Esportivos, e de Apoio Pedagógico, destinados ao atendimento das Escolas da rede Municipal de Ensino, conforme descrições completas no Termo de Referência, anexo I do Edital. ABERTURA: 13/04/2011 - 09:00h. LOCAL: Sede da Prefeitura. EDITAL: O Edital completo deverá ser adquirido na sala da CPL, sede da Prefeitura, sito à Av. Belém, s/nº, Centro, Breu Branco-PA, mediante o pagamento da taxa de R$ 30,00, se preferir o Edital e anexos na forma impressa e/ou gratuitamente, se através de gravação de arquivos em CD-ROM ou Pendrive fornecidos p/interessado. INFORMAÇÕES: Pelo fone: (94) 3786-1110, ou e-mail: licitação@breubranco. pa.gov.br. Breu Branco-PA, 31 de março de 2011 - ELIAS SOARES DE OLIVEIRA - Pregoeiro.
    Postado por Mapará FM 100,3 às 07:19 0 comentários
    Enviar por e-mail BlogThis! Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Compartilhar no Google Buzz
    TCM. Conselheiro Aloísio Chaves enquadra ex-deputado Deley Santos
    ACÓRDÃO Nº 20.788, DE 08/02/2011
    Processo nº 840022002-00 – 200303240-00
    Origem: Câmara Municipal de Tucuruí
    Assunto: Prestação de Contas de 2002
    Responsável: Wanderley da Silva Santos
    Relator: Conselheiro Aloísio Chaves

    Decisão: Aprovar, com ressalva, a prestação de contas da Câmara Municipal de Tucuruí, exercício financeiro de 2002, de responsabilidade do Sr. Wanderley da Silva Santos, a quem deve ser concedido Alvará de Quitação, no valor de R$ 4.008.420,25 (quatro milhões, oito mil, quatrocentos e vinte reais e vinte e cinco centavos), somente após a comprovação dos seguintes recolhimentos:

    - Aos cofres municipais, no prazo de 15 (quinze) dias:

    1) R$ 887,50 (oitocentos e oitenta e sete reais e cinquenta centavos), referente ao ISS não retido sobre os serviços prestados pelos credores Júlio Souza Carneiro (Assessoria Jurídica) e Thelir de Oliveira Ramos (serviço publicitário), conforme demonstrado às fls. 109;

    - Ao Fundo de Modernização, Reaparelhamento e Aperfeiçoamento do Tribunal de Contas dos Municípios do Estado do Pará – FUMREAP, da acordo com o Art. 3º, III, da Lei nº 7.368, de 29/12/09, no prazo de 30 (trinta) dias:

    1) R$ 3.010,00 (três mil e dez reais), com fundamento no Art. 120-B, IV, do RI/TCM, pelo atraso na remessa do 1º, 2º e 3º quadrimestres, superior a 90 (noventa) dias, vencidos neste item os Conselheiros Alcides Alcantara e Mara Lúcia.
    Postado por Mapará FM 100,3

    ResponderExcluir
  8. Eu sabia que ia ter dedo do PiG nisso... agora sabemos que essa rádio, por enquanto, não faz parte do PiG. Por isso que disse no outro comentário... pra eles estarem com essa moral toda, 'alguem' deveria ter deixado... e agora esse 'alguem' apareceu e não gostou nada disso.

    ResponderExcluir
  9. AMO TUCURUÍ4/05/2011 8:55 AM

    Parabéns a Câmara Municipal de Vereadores, vamos acreditar de que realmente vai dar frutos essa CPI
    Por que estamos falando da saúde, que não é novidade pra ninguém é de conhecimento de todas uma população que a saúde de nosso município está uma calamidade publica,ATE UM HOSPITAL FECHOU.cadê o dinheiro que vem e veio para sua manutenção
    Ate O Tac que fez a transferência da maternidade não foi assinada pelo o prefeito municipal,o mesmo recusou assinar, então nem essa transferência tem legalidade,por que sabemos que o conselho estava la e não concordou.Se tem conhecimento também de que nem medico tem no PSF,que deveria esta funcionando com medico,nisso já esta ilegal.
    Quando o anônimo fala sobre a senhora Henida,é bom frisar que ela era uma gestora em saúde,mais quem dava veracidade as decisões da saúde é o prefeito municipal,pois o mesmo é quem assina as resolução do conselho municipal de saúde, então mostra que ela só gerenciava de nome.
    Tenho conhecimento através de um amigo, do que falei e que também o conselho municipal de saúde, pediu ao ministério da saúde a suspensão dos recursos da maternidade e de que encaminhou muitas denuncias para o SUS ,ministério publico federal,policia federal,segundo também fiquei sabendo o ministério publico solicitou A CGU PARA VIM AO MUNICIPIO.
    Então a Câmara tem que mostra e fazer divulgação da CIP,que com certeza a população vem junto,ai quero ver vereadores votar contra.ai folha a saúde faliu o buraco esta tão grande que eles nem sabem como tampar.
    A UPA,esta mais de ano pra terminar e nem se sabe como coloca pra funcionar,o CEO,só esta bonito e de amarelo,Poe que dentro esta oco,nem tem material para funcionar.
    Se ficarem de plantão em frente do Hospital Regional, vai verificar que o material que vem do municipal,lençóis vem dentro de uma ambulância suja,e em qualquer saco ,neste dia era saco de lixo quando vir,e os outro material,vem vindo em outros carros.
    Falta material, lençol na maternidade do municipal,na do Regional mulheres sendo acompanhada por psicólogo,só não falta na maternidade do municipal é a famosa dobradinha.

    ResponderExcluir
  10. Todos os vereadores da base do Pré-feito votaram a favor da CPI da Saúde.

    Só faltou o Presidente Zé Gomes, que por não ser bobo e conhecer bem a situação, ficou em Belém para tratar da própria saúde.

    Esta votação da ba$e de apoio do Pré-feito poderá ter diversas especulações. Vejamos algumas delas:

    • O Pré-feito não cumpriu compromi$$o$ a$$umido$ com a bas$e de apoio;

    • O Pré-feito não pagou o combinado com os seis vereadores da base pela aprovação (6/4) da autorização de linha de crédito especial no valor de R$ 37.000.000,00(TRINTA E SETE MILHÕES DE REAIS).

    • O Pré-feito mandou votar favorável a CPI para colocar o Deley e sua esposa na palma da mão;

    • Assim como faz com o time do Independente, que só não depende no nome, o Pré-feito não tem base de apoio, mas aluga os vereadores de uma fictícia base e está com o aluguel atrasado;

    • Depois de receber o preço do aluguel, agora com um considerável aumento, a base de apoio vai boicotar a CPI, inviabilizando seus trabalhos, o que dará ao Pré-feito um falso diploma de honesto.

    Se a população não encampar a CPI, já sabemos qual serão os resultados, que não serão nada de bom para o povo.

    ResponderExcluir
  11. A Policia Militar, sem mandato judicial e sem autorização da Mesa Diretora da Casa, AGRAVOU a instituição CÂMARA MUNICIPAL quando, tentando prender um cidadão acusado sem provas de que transmitia a sessão via rádio, INVADIU, armado, o recinto do plenário da Câmara Municipal, que se encontrava em plena Sessão, cometendo um ato criminoso, que remonta aos tempos da ditadura militar e que deveria ser imediatamente comunicado ao Comando Geral da PM e Secretaria de Estado da Segurança Pública, pedindo providencias contra o Capitão Augusto, por ter cometido tal ato, que é inconstitucional! A lei é para todos.

    Alias, a presença de um policial militar durante as Sessões é conveniente e necessária para a segurança da casa, mas o policial que estiver de serviço na Câmara, não pode portar arma no recinto do plenário. Quando a Mesa Diretora vai se posicionar e comunicar ao Comando da PM local sobre esta inconstitucionalidade?

    ResponderExcluir
  12. Pena que é assim mesmo galera, só nos resta esperar até as próximas eleições para então renovarmos essa leva de corruptos, por outra bem novinha, não tem outra forma, cada um tem que roubar um pouco, infelizmente nosso sistema governamental só nos oferece essa forma de governo, elegermos essa gentinha aproveitadora e termos o direito de renovação a cada 04 anos.

    ResponderExcluir
  13. Amigos leitores do FOLHA realmente tudo foi combinado, não existe em lugar neh-nhum do planeta que um Lider do prefeito vote contra, também faz sentido, o prefeito quer anular a vice e com essa CPI ela tá ferrada, quanto a atitude desse militar é totalmente errada, veja bem em Tucuruí parece que não temos delegado é só ele que tem um bloco inteirinho no TJ, ele tem que saber o seu lugar a Câmara por ser a casa do povo nenhum cidadão pode ser preso no seu interior.

    ResponderExcluir
  14. Os leitores acham que a atitude do policial foi errada, positivo, pois o que dizer da atitude da administração da Câmara que chamou os policiais?
    Todos nós sabemos que o Sr. Ademildo, contador da Câmara é designado para manter o "controle" daquele espaço, como se a população que lá comparece, fosse formada por bandidos perigosos. E sabemos também que o mesmo ligou para a polícia fazer a revista nos cidadãos que assistiam a sessão. O que é um absurdo. Isto leva a crer cada vez mais no mau uso dos recursos públicos em Tucuruí. É lamentável!

    ResponderExcluir
  15. Parabéns aos vereadores, mostrem a todos que desacreditam em voces, que Prefeito não negocia votos nesta camara.

    ResponderExcluir
  16. lembrando que nas rádios todas horas passa obras do prefeito
    fazendo um pequena soma de 4º serie do ensino fundamental fala nos comerciais que vez 166 obra no ano q assumiu Tb na radio ele fala q no ano que assumiu a pmt ela estava sem condições de trabalho.
    Essa quantidade obra da duas obras em cada 2 dias contando com feriados, semana santa, carnaval, sábados e domingos

    ResponderExcluir
  17. Existe uma coisa que todos, principalmente os agentes públicos e em especial os órgãos de repressão devem ter que é: BOM SENSO.

    Mesmo que tenha sido o todo poderoso Ademildo que tenha chamado a polícia, o Cap. Augusto deveria ter usado o bom senso, em vez de ir com mais de uma dezena de policiais armados e interromper uma sessão da Câmara Municipal.

    Este incidente demonstra mais uma vez a desmoralização a que chegou o poder legislativo em Tucuruí, nem os funcionários da CMT e nem a polícia respeitam os vereadores e a Câmara Municipal. Parece coisa da ditadura militar, onde a polícia e o exército invadiam o parlamento e prendiam quem bem entendessem.

    Policiais Militares adentrando armados no plenário da CMT em plena sessão e constrangendo assessores parlamentares que estavam a serviço dos vereadores, e tudo isso sem mandado judicial e sem a comprovação que ali estivesse sendo cometido qualquer tipo de crime, cismaram com a cara do assessor e foram pra cima. E o que é pior e assessor estava trabalhando e gravando a sessão a mando do vereador Tom. Quem estava fazendo a transmissão (isso é crime?) saiu logo que a polícia entrou.

    É o cúmulo do abuso de poder dos militares e o cúmulo da desmoralização de um poder da república. Nós sempre defendemos a polícia militar, mas é lamentável que a PM se submeta a se tornar joguete de picuinhas políticas e de interesses de donos de emissoras de rádio e TV em Tucuruí(PIG), como se a PM não tivesse mais o que fazer, como se não houvessem bandidos agindo e soltos pela cidade, e como se a segurança pública em Tucuruí fosse uma maravilha.

    Lamentamos muito pela péssima imagem que a PM e da CMT, passaram para a população neste episódio lamentável.

    ResponderExcluir
  18. não quero defender o capitão augusto, mas se ele foi até a camara municipal com cumprindo ordem de seu superior. certamente alguem (ADMILDO) ligou para o coronel solicitando força policial no recinto da camara, nobres vereadores até quando vocês vão permitir que esse xxxxxx mande mais que vocês. tomem uma atitude urgente.
    -------------------
    Opinião do Folha - Kkkk, vereador tomando atitude contra o Edemildo? Tá pra nascer macho pra fazer isso...

    ResponderExcluir
  19. A um tempo atrás era Ademildo, agora virou Admildo e por fim Edemildo.
    Afinal, qual o nome desse homem? kkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  20. Esqueceram que alguns íntimos do poder o chamam de "AD", quando querem que ele dê um "jeitinho" na xxxxxxxxxx deles kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir

IMPORTANTE: Comentários contendo ofensas pessoais, palavrões, denuncias sem provas, racismo, homofobia, misoginia, discurso de ódio e intolerância de qualquer tipo, serão moderados e publicados ou excluídos a critério da Equipe Folha. Evite também escrever em caixa alta (Letra maiúscula).

Agradecemos pela sua participação.

Um grande abraço!!!