Tucurui

Tucurui

Notícias

Alterar o idioma do Blog

sábado, 1 de novembro de 2014

Enquete finalizada - Vereador e vice-prefeita denunciam irregularidades na PMT e Previdência

Separação - A Vice Nilda (PSDB) e o Prefeito Sancler (PPS)
        
Resultado da enquete:
     
Pergunta: Você acha que o Deley vai à Rádio Floresta amanhã?
      
Respostas:
         
1 - Acho que sim, ele vai repetir as denuncias que fez na Câmara - 3 votos (23%)
         
2 - Acho que não vai ter coragem de ir - 8 votos (61%)
         
3 - Acho que sim, mas não vai ter coragem de denunciar - 2 (15%)
         
Vereador e vice-prefeita na rádio: Denúncias, Irregularidades e bandalheiras. 
            
Vereador Deley (PPS)
Bom, o resultado é que o Deley foi à rádio junto com a vice-prefeita e os dois fizeram graves denuncias.
     
Tucuruí vive uma situação caótica com desemprego, denuncias de corrupção, falta de transparência na gestão municipal, denuncia de apropriação indébita, falta de água, saúde pública caótica etc.
           
Quanto à Previdência Municipal (IPASET) a coisa é mais feia ainda. O Folha já vem denunciando há tempos à esculhambação que é a administração da Previdência Municipal. Logo de cara, após a criação do IPASET a administração do órgão contratou uma empresa que lesou e fraudou centenas de Previdência Municipais em cinco estados, inclusive os donos da empresa foram presos pela Polícia Federal por fraude e formação de quadrilha.
         
Não contente com isso o Prefeito Sancler Ferreira PPS nomeou como Diretor Financeiro da Previdência Municipal um cidadão que está respondendo a processo por Improbidade Administrativa na Justiça Federal por fraudes cometidas na Prefeitura de Barra do Corda no Maranhão. Ora, um cidadão como o Ademildo Medeiros, que responde a este tipo de processo por Improbidade Administrativa jamais poderia assumir um cargo como este de Diretor Financeiro da Previdência Municipal, para justamente administrar os recursos da Previdência. Ninguém sabe como está a situação financeira do IPASET, pois a Direção da Previdência Municipal não presta contas dos seus atos como manda a Lei, o que por si já é um forte indicio de irregularidades e bandalheiras. A questão já foi denunciada ao Ministério Público Federal, já que existem fortes indícios que a Previdência Municipal e Federal estão sendo lesadas.
              
Esta é a terceira vez que a Prefeitura cria a Previdência Municipal, as duas primeiras vezes deixaram um rombo de milhões aos cofres da prefeitura e esta não está sendo diferente. Segundo denuncia, a Prefeitura de Tucuruí já deve em torno de R$ 150.000.000,00 (Cento e cinquenta milhões) às previdências municipal e federal, e a dívida aumenta assustadoramente a cada mês, e é o povo de Tucuruí quem terá que pagar a conta.
          
Que a população de Tucuruí saiba que estes escândalos no IPASET não atingem somente os funcionários da Prefeitura, pois é o povo de Tucuruí quem vai pagar a dívida da Prefeitura para com a previdência pois no final do mandato ele vai embora da cidade deixando apenas o rombo e os cofres vasios. O dinheiro público que poderia ser gasto com saúde, educação, infraestrutura, saneamento básico e geração de emprego e renda está sendo desviado e cedo ou tarde toda a população de Tucuruí vai ter de arcar com os prejuízos.
          
E o concurso público? A denúncia da vice-prefeita de que poderia ter havido beneficiamento de parentes do Prefeito e outras pessoas ligadas a ele é gravíssima.
         
E a questão da água, que a Eletronorte gastou milhões para fazer a captação e as instalações para o tratamento de água para Tucuruí, mas o prefeito não faz a parte da prefeitura canalizando e distribuindo a água para a população. Esperamos que o MPF tome as providências cabíveis que estes fatos requerem, pois estão envolvidos recursos do Governo Federal tanto na questão da Previdência, quanto na questão dos gastos da Eletronorte com uma obra que não foi concluída.
         
São denuncias gravíssimas que precisam urgentemente ser apuradas sob pena de omissão por parte do Poder Judiciário e do Legislativo em Tucuruí. Tucuruí é uma terra sem lei e isso tem que acabar. Tem até denuncias de mensalão do PPS em Tucuruí envolvendo a Câmara Municipal passando por desvios de dinheiro público, e até falsificação de assinatura por parte do Chefe de Gabinete do Prefeito.
 
Não podemos esquecer a omissão e a cumplicidade dos vereadores de Tucuruí para com toda esta bandalheira, uma vergonha e uma desmoralização para com o poder judiciário em Tucuruí
         
Pedimos providências às autoridades competentes e pedimos encarecidamente ao Governador Jatene (PSDB) que ponha a mão na consciência e tenha um mínimo de consideração para com o povo de Tucuruí, e se estiver blindando o Prefeito Sancler para garantir a impunidade do prefeito, que pare com isso e pense um pouco no mal que pode estar fazendo a Tucuruí e ao povo inocente, principalmente os menos favorecidos que são os mais vulneráveis.
            
Se o senhor governador estiver fazendo isso, mesmo que não acredite em Deus, pense que um dia o senhor terá que responder por todo o mal que fizer direta ou indiretamente a este povo.
         
"Aquele servo que conhece a vontade de seu senhor e não prepara o que ele deseja, nem o realiza, receberá muitos açoites.
      
Mas aquele que não a conhece e pratica coisas merecedoras de castigo, receberá poucos açoites. A quem muito foi dado, muito será exigido; e a quem muito foi confiado, muito mais será pedido". Lucas 12:47-48

            

14 comentários:

  1. Alem do jatene que o proteje tem um pastor muito influente na cidade que o proteje tbem.

    ResponderExcluir
  2. Olha pessoal, o blog é para adultos, chacotas e brincadeiras infantis não são publicadas.

    ResponderExcluir
  3. Como não faz a diferença? São 10 mil votos...bacana. ..ele vende cada ovelha por 200. Ele tem poder pra parar qualquer processo no mundo. Ninguém tocará no atual gestor enquanto tiver o governador e esse pastor ai nas costas dele..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu amigo, estou em dúvida, agora não sei se você está delirando, ou se acredita mesmo em uma coisa absurda como esta ou se nos considera um bando de idiotas e analfabetos políticos.
      Eu acho que este seu comentário é uma ofensa aos evangélicos e nem deveria ser ter sido publicado, mas eu queria mostrar aos nossos leitores até onde você iria com esta conversa e com esta bajulação, e o que acontece quando se mistura politica com religião.
      Um pouco mais de respeito porque os evangélicos não são animais e não são ovelhas que podem ser compradas e vendidas, são pessoas, seres humanos com inteligencia e que tem vontade própria e livre arbítrio.
      E vamos encerrar com estes comentários absurdos pois não discutimos e nem misturamos religião com política, pois isso não é ético e nem é atitude de pessoas sérias.

      Excluir
  4. Depois de tanto tempo, e agora que a coisa não tá boa pro lado deles é que vem jogar a M.... no ventilador. fala sério !

    ResponderExcluir
  5. Não precisa publicar meu comentário mas vejo que voce é um desentendido do assunto. Não é o povo evangélico que se vende é o próprio pastor que os vendem. Uma pena voce apoiar essa corja de **********.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu pensei que fosse gozação sua, mas vejo que você não entende nada de política e dá muito valor a quem não tem. Ninguém pode vender o que não possui, esse negócio de que fulano tem 10, 200, 300 10.000 votos é caô, um tremendo 171 para enganar político otário mas que se acha esperto, cada um de nós só tem um voto, o resto é conversa mole de quem quer ganhar dinheiro fácil.
      Quando você diz que o cara tem 10.000 votos você endossa a enganação e dá ao indivíduo um poder que ele não tem.
      Este sujeito que você fala prometeu ao prefeito dez mil votos para a Eliane, onde estão estes votos? O pastor não pode vender os evangélicos porque não é dono deles, o evangélico não é mercadoria e nem gado que se possa vender ou comprar, é tão difícil assim entender uma coisa tão óbvia?
      Muitos acreditam que por ser evangélico a pessoa é ignorante e não sabe diferenciar religião de política e portanto são fáceis de enganar e manipular, mas isso é um engano, por acreditar e seguir a bíblia não quer dizer que o evangélico é bobo e ignorante, muito pelo contrário. Quando o evangélico vota no candidato do pastor é porque ele quer e tem simpatia pelo candidato e não porque o pastor mandou, se ele tem simpatia por outro partido e outro candidato ele vota no outro e pronto, aliás, a maioria dos evangélicos são pessoas sérias e conscientes e por isso são contra a politica partidária nas igrejas, eles não aprovam que religião e a politica se misturem.
      O pastor que vende os votos dos evangélicos não passa de um estelionatário pois vende o que não pode entregar, e no tempo certo colherá o que está plantando, pois a justiça de Deus não falha e Deus não aprova a corrupção. Mas isso é até bem feito para o político, pois quem compra votos merece ser enganado.
      Eu não apoio ''essa corja" como você diz, eu apoio a verdade, nós estamos aqui para mostrar e explicar os fatos como eles são, e não para confundir as pessoas e dar poder para quem não tem.

      Excluir
    2. Bem colocado, FOLHA. Nós, evangélicos, não seguimos opinião de pastor algum( mesmo que a denúncia fosse verdadeira) mas a Bíblia. Somente a Bíblia.

      Excluir
  6. e as denúncias feitas pelo conselheiro logo no começo do IPASET, que saiu no jornal liberal, não teve tanto destaque, é campanha pra 2016, não é o mesmo jogo que Sancler fez com o Claudio? como acreditar em politicos que votaram no IPASET pra que ele viesse ser a droga que ai esta.

    ResponderExcluir
  7. O genro da Secretária de Educação, tá na maior saia justa, passou no concurso para ensino fundamental, mais um na listagem dos aprovados.

    ResponderExcluir
  8. Conheço muitos que passaram no concurso e que não possuem qualquer ligaçao com a corja da prefeitura, e muitos que era certo ter o nome entre os classificados e na vdd foi reprovado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foram 500 vagas você não queria que eles ocupassem 100% das vagas não é? Só e fossem muito burros...

      Excluir
  9. Passei no concurso e tbm não tenho ligaçao com a prefeitura, estudei para passar. Não aceito é que tem pessoas que estão com dor de cotovelo por não ter passado e ficam falando besteira. Se anular o concurso, que anule, pq passo de novo, mas tem gente que pode fazer 1000 provas de concurso, que trabalho só consegue de puxa saco de prefeito.

    ResponderExcluir

IMPORTANTE: Comentários contendo ofensas pessoais, palavrões, denuncias sem provas, ou afirmações negativas baseadas em “opiniões” ou suposições, tendo como objetivo perseguições pessoais ou politico partidárias, contra pessoas e/ou instituições, e não em FATOS concretos que se possa comprovar, serão moderados ou excluídos a critério da Equipe Folha. Evite também escrever em caixa alta (Letra maiúscula).

Agradecemos pela sua participação.

Um grande abraço!!!