Tucurui

Tucurui

Notícias

Alterar o idioma do Blog

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Judiciário deve priorizar grandes demandas em 2015

          
O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) decidiu hoje (11) estabelecer como prioridade para o Poder Judiciário, em 2015, os julgamentos por meio de conciliação e os de grandes demandas repetitivas. A proposta foi aprovada durante Encontro Nacional do Judiciário, em Florianópolis (SC) - evento feito anualmente para debater metas e soluções para acelerar o julgamento de processos em todas as instâncias.
       
Entre as sete metas aprovadas para 2015, o Judiciário deverá julgar mais processos que receber; priorizar o julgamento de processos de corrupção e improbidade administrativa; aumentar o número de execuções e de resolução de ações coletivas.
      
Além das novas metas, os representantes dos tribunais se comprometeram a continuar o trabalho para cumprir os índices definidos para 2014. Entre as metas definidas, o objetivo é julgar, até o dia 31 de dezembro, ações de improbidade distribuídas em 2012.
     
De acordo com números apresentados pelo CNJ, a Justiça brasileira deve ter 144,5 milhões de processos em tramitação, em 2020. Nos últimos cinco anos, o número de processos novos aumentou 15% e o percentual de demandas não julgadas cresceu 11,86% ao final de cada ano. Atualmente, estão em tramitação, em todas as instâncias do Judiciário, 95 milhões de processos. Apenas 30% foram julgados até o momento. Fonte: Diário do Pará.
      
(Agência Brasil)
            

Nenhum comentário:

Postar um comentário

IMPORTANTE: Comentários contendo ofensas pessoais, palavrões, denuncias sem provas, ou afirmações negativas baseadas em “opiniões” ou suposições, tendo como objetivo perseguições pessoais ou politico partidárias, contra pessoas e/ou instituições, e não em FATOS concretos que se possa comprovar, serão moderados ou excluídos a critério da Equipe Folha. Evite também escrever em caixa alta (Letra maiúscula).

Agradecemos pela sua participação.

Um grande abraço!!!