Tucurui

Tucurui

Notícias

Alterar o idioma do Blog

terça-feira, 25 de novembro de 2014

Vereadores do Prefeito tentam controlar o HRT e tirar o foco das graves denuncias de corrupção na PMT

             

Os vereadores do prefeito tentam tirar o foco das graves denúncias de corrupção feitas pelo Vereador Deley (PPS) e pela Vice-prefeita Nilda (PSDB) contra o Prefeito Sancler Ferreira (PPS).

           
Em vez de mandar o prefeito tirar a Maternidade Municipal de dentro do Hospital Regional e averiguar as denúncias de sucateamento dos postos de saúde e do Hospital Municipal, os vereadores resolveram perturbar os trabalhos da Diretoria do Hospital Regional de Tucuruí, hospital este que é do Governo do Estado.
         
Os vereadores sem ter nada melhor e de mais útil para fazer, vão convocar a administradora do HRT para dar explicações sobre as Cirurgias Eletivas no Hospital Regional. Como eles não fazem o seu trabalho, acreditam que os outros também não têm mais o que fazer. Segundo nossas fontes, o INTERESSE REAL dos vereadores não tem nada a ver com o interesse público, o interesse ai parece ser outro completamente diferente.
         
A atual direção do Hospital Regional de Tucuruí desde o início teve sérios problemas e foi perseguida por alguns políticos locais, que usavam as cirurgias eletivas como moeda de troca de votos nas eleições municipais ao "furar" a fila e a lista de pacientes, para antecipar cirurgias eletivas de parentes e cabos eleitorais visando suas reeleições.
         
A atual direção acabou com a farra e isso gerou a ira de certos políticos, principalmente agora que as eleições municipais se aproximam, e 2016 já ano de eleições municipais. Como os vereadores não tem o que mostrar para a população, vão tentar se reeleger "na marra" através de "manobras políticas" e uso da máquina pública.
        
Com este artifício os vereadores do prefeito querem matar dois coelhos com uma só cacetada: Tirar a atenção da sociedade das acusações de corrupção na Prefeitura, e ao mesmo tempo pressionar a direção do Hospital Regional de Tucuruí para que a prioridade nas listas de espera para Cirurgias Eletivas no Regional, seja os apadrinhados políticos e não a lista de pacientes por tempo de espera. 
    
Muitos políticos antigamente, estavam acostumados a chegar no HRT e passar por cima e na frente de todo mundo para atender os seus apadrinhados, alguns ganharam a eleição às custas do HRT. Só que a farra teve fim e muitos não se conformam com isso.
         
Em Tucuruí é assim, quem concorda em participar dos esquemas é protegido, mas se o servidor público quer andar direito a perseguição é certa.
       
O Folha já denunciou anteriormente manobras e perseguições políticas contra a Direção do Hospital Regional, com o objetivo de impor o controle político das listas de espera de Cirurgias Eletivas no HRT. Para rever a matéria, Clique Aqui.
       
ISSO É UMA VERGONHA!!!
            

4 comentários:

  1. Cirugia eletiva e basica obrigacao do municipio

    ResponderExcluir
  2. Porque Vereador Cantão não cobra do Prefeito Dele a reforma dos postos de Saúde que estão a anos sendo empurrado com a barriga ou a construção de um Hospital Municipal pra Tucuruí fica querendo se meter na administrarão do Hospital Regional de Tucuruí, fala sério ninguém merece

    ResponderExcluir
  3. Cantão deveria olhar o Colégio Julia Passarinho que está Caindo na cabeça das Crianças ou Maria Fernandes q pegou fogo estar abandonado pelo Prefeito ou as quadras dos colégio que estão a meses paradas por falta de Pagamento( e não querendo mandar na direção do HRT que é da competência do estado pede pra ***** cantão e sai de fininho

    ResponderExcluir
  4. Alguns comentários foram excluídos por terem sido redigidos em caixa alta (letras maiúsculas) o que é contra as regras do Blog.

    ResponderExcluir

IMPORTANTE: Comentários contendo ofensas pessoais, palavrões, denuncias sem provas, ou afirmações negativas baseadas em “opiniões” ou suposições, tendo como objetivo perseguições pessoais ou politico partidárias, contra pessoas e/ou instituições, e não em FATOS concretos que se possa comprovar, serão moderados ou excluídos a critério da Equipe Folha. Evite também escrever em caixa alta (Letra maiúscula).

Agradecemos pela sua participação.

Um grande abraço!!!