Tucurui

Tucurui

Notícias

Alterar o idioma do Blog

quinta-feira, 27 de junho de 2013

Direitos & Direitos

Fala-se muito em direitos no Brasil, mas um direito em especial é constantemente citado pelos governantes que é o direito Constitucional de Ir e Vir. Os governantes usam este direito como desculpa para inviabilizar manifestações e protestos públicos.
   
É certo que a Constituição em seu Art. XV diz que é livre a locomoção no território nacional em tempos de paz. Mas a Constituição também em seu Art. IV, diz que é livre a manifestação do pensamento, o que inclui o direito de protestar, e no Art. XVI a Constituição diz que todos podem reunir-se pacificamente, sem armas, em locais abertos ao público.
   
Pois bem, em primeiro lugar não existe direito absoluto, um direito não pode inviabilizar outro direito. Ou seja, o Direito de Ir e Vir não pode inviabilizar o direito de expressão, de manifestação e de reunião. A obstrução “temporária” de uma via pública não pode inviabilizar e impedir o exercício do direito de reunião e de protestar. 
   
Alguns podem contestar dizendo que a manifestação prejudica e causa transtornos para quem não tem nada a ver com isso, e que as vezes nem concorda com as reivindicações dos manifestantes. Mas este argumento não se sustenta diante de um simples raciocínio lógico. 
   
Vamos dar alguns exemplos:
    
1 - Se o direito de ir e vir fosse absoluto deveriam processar os padres quando interrompem e obstruem as vias públicas nas procissões do Círio de Nazaré, pois isso, prejudica o direito de ir e vir de quem não é católico, e de quem não tem nada a ver com isso.
    
2 - Se o direito de ir e vir fosse absoluto deveriam processar os Pastores Evangélicos quando obstruem as vias públicas para a Marcha Para Cristo, pois isso prejudica o direito de ir e vir de quem não é evangélico, e de quem não tem nada a ver com isso.
   
3 - Se o direito de ir e vir fosse absoluto deveriam processar os Gays quando interrompem e obstruem as vias públicas nas Paradas Gays, pois isso prejudica o direito de ir e vir de quem não é gay, e de quem não tem nada a ver com isso.
    
4 - Se o direito de ir e vir fosse absoluto deveriam processar os ruralistas quando interrompem e obstruem e sujam de estrume as vias públicas nos desfiles da Expotuc, pois isso prejudica o direito de ir e vir de quem não é ruralista e de quem não tem nada a ver com isso.
    
5 - Se o direito de ir e vir fosse absoluto deveriam processar os responsáveis pelos Blocos Carnavalescos, quando os mesmos interrompem e obstruem as vias públicas na passagem dos trios elétricos e dos brincantes, além de sujarem as vias públicas, urinarem em muros e calçadas, quebrarem árvores, danificarem semáforos e provocarem poluição sonora, pois isso, isso prejudica o direito de ir e vir e o sossego público de quem não gosta de carnaval e de quem não tem nada a ver com isso.
   
6 - Se o direito de ir e vir fosse absoluto deveriam processar os responsáveis pelas festas juninas, quando interrompem e obstruem as vias públicas, pois isso prejudica o direito de ir e vir de quem não gosta de festa junina, e de quem não tem nada a ver com isso.
   
7 - Se o direito de ir e vir fosse absoluto deveriam processar o Prefeito todas as vezes que ele fechar a Avenida Santo Antônio para fazer eventos públicos, pois isso prejudica o direito de ir e vir de quem não participa destes eventos.
   
8 - Se o direito de ir e vir fosse absoluto deveriam soltar todos os presos da delegacias e penitenciárias, pois estão todos prejudicados em seu direito de ir e vir.
    
Graças às manifestações o Brasil avançou vinte anos em apenas vinte dias.
    
Então caro cidadão, pense antes evocar o Direito de Ir e Vir para puxar saco de governantes, condenar e criticar quem exerce o direito de se manifestar. É melhor ficar calado do que demonstrar publicamente a sua enorme ignorância.
    

4 comentários:

  1. Desculpa meu caro, mas um erro não justifica o outro. Em primeiro lugar, quando há os citados eventos, sempre há uma rota alternativa! SEMPRE. E pela br 422 ser a única rota existente entra Tucurui - Vila, isso é sim uma violação do direito de ir e vir, além de prejudicar os trabalhadores que necessitam deste percurso, pessoas, em sua maioria, domésticas, que ganham um salário mínimo e cumprem essa rotina toda semana, e que, por assim, causarem um efeito cascata.

    Vou ficar por aqui, só quis contestar as abobrinhas que você falou sem me aprofundar muito.

    Dica: arrume um revisor para os seus textos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Está desculpado, eu até poderia até lhe dar razão, caso a obstrução fosse permanente.

      Como não é o caso, não prejudica trabalhador algum, já que a falta é justificada e só uma anta ou um cretino (não se ofenda que desta vez não me refiro a você), teria a ideia e a coragem de descontar do salário de um trabalhador uma falta involuntária.

      O que prejudica mesmo o trabalhador é a passagem de ônibus cara e a corrupção no setor público. O que prejudica mesmo o trabalhador é um bando de assessores parasitas incompetentes e contratados sem concurso público, que sangram os cofres públicos e ganham altos salários para puxar saco de prefeito e presidente de Câmara Municipal.

      O que prejudica mesmo o trabalhador são os TACs e os Processos por Improbidade Administrativa engavetados há anos.

      E as abobrinhas pode engolir todas, pois é você quem as produz aos montes e ainda é pago pra isso, não eu.

      Quanto aos seus conselhos, guarde para quem os solicita, precisa deles, para os seus cúmplices, e para o seu dono.

      Excluir
  2. Meu caro, ser pago para tal? Por favor, me poupe. Não há como debater algo com uma pessoa como você, envolto nesse véu de orgulho e impenetrabilidade. Além de possuir uma clara mania de perseguição. Como blogueiro, ou reporter, acreditei que debateria de forma inteligente, mas de fato, falhei ao julga-lo como tal.
    Passar bem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caraca, levou somente três dias pensando para responder isso? O nível intelectual dos parasitas está evoluindo.
      Consultou algum psicólogo fajuto ou algum outro parasita para fazer a análise da nossa personalidade e ai chegar às conclusões sobre os nossos complexos?
      Que foi não está acostumado a ser tratado da mesma forma que trata os outros?
      Surpreso porque nem todos os tucuruienses abaixam a cabeça e nem tem medo dos parasitas e bajuladores do poder?
      Se quiser ser respeitado respeite primeiro, aqui ninguém dá a outra face, aqui deu coice leva chibatada e bateu levou.
      Aqui não ninguém é orgulhoso, o que você chama de orgulho é amor próprio e coragem de dizer o que pensa e devolver o insulto e a ironia com a mesma moeda seja lá a quem for.
      Aqui tem gente que vive do trabalho digno e honesto e por isso não temos necessidade de bajular e puxar saco de político e sua corte para sobreviver e para enriquecer a custa do dinheiro público, este é o nosso orgulho, o orgulho de ter caráter.
      Eu por minha vez não o julguei mal, e, portanto felizmente não cometi nenhuma injustiça, você é exatamente quem e o que eu pensei que é.

      Passamos bem sim, mas com dinheiro honesto.

      Excluir

IMPORTANTE: Comentários contendo ofensas pessoais, palavrões, denuncias sem provas, ou afirmações negativas baseadas em “opiniões” ou suposições, tendo como objetivo perseguições pessoais ou politico partidárias, contra pessoas e/ou instituições, e não em FATOS concretos que se possa comprovar, serão moderados ou excluídos a critério da Equipe Folha. Evite também escrever em caixa alta (Letra maiúscula).

Agradecemos pela sua participação.

Um grande abraço!!!