Tucurui

Tucurui

Notícias

Alterar o idioma do Blog

terça-feira, 11 de agosto de 2015

Na pressa para cumprir o prazo do Ministério Público, o prefeito Sancler está entregando a obra da Maternidade Municipal inacabada

O Ministério Público deu prazo até ontem (10/08/2015), para que o Prefeito Municipal terminasse a obra da maternidade municipal e comprasse os equipamentos necessários, para que a maternidade saísse do Hospital Regional de Tucuruí, onde permaneceu por mais de quatro anos, prejudicando o atendimento médico do Hospital e consequentemente prejudicando a população de toda a região. A permanência da Maternidade Municipal no HRT prejudicou o inicio do funcionamento da UNACON - Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia, que já deveria estar funcionando em uma área do Hospital Regional de Tucuruí e poderia estar atendendo a população e os pacientes nos municípios de toda a região que precisam de tratamento de câncer.
                 
Não fosse o Ministério Público pressionar para a conclusão da obra e a maternidade continuaria indefinidamente no HRT, e se o MP não tivesse pressionado a PMT, e mesmo que houvesse a mudança, a maternidade continuaria a utilizar os equipamentos do Hospital Regional.
     
A maternidade está sendo entregue de acordo com o prazo dado pelo MPE, mas sem a central de ar-condicionado, sem a instalação de Arco Cirúrgico, sem os vidros da porta da sala de cirurgia, os quartos em lâmpada e sem ventilador e o local com forte cheiro de tinta fresca. O prefeito levou mais de quatro anos para reformar a maternidade municipal e mesmo assim a reforma acabou mal feita.
       
Na pressa para cumprir o prazo a obra ficou inacabada, como demonstra as imagens.
         
As placas de "inauguração"
      
Clique na imagem para ampliar
Esta é a cozinha e lavanderia por fora.
     

 
Esta é a situação da cozinha da Maternidade, vejam este fogão.
 

Outra imagem da cozinha

   
Esta é a imagem da "lavanderia"
   
   
Outra imagem da "lavanderia"
 
   
Mais uma imagem da "lavanderia"
   
 
Máquina que enxuga as roupas do açou... ops, "maternidade" amarrada com um trapo
   
   
Ventilador da lavanderia queimado
   
   
A área da recepção está fechada
   
          
O Prefeito "esperto" manda fechar a passagem da ala da maternidade que dá acesso à cozinha, para enganar e impedir a fiscalização do MPE e MPF. 
Quem não conhece pensa que é a penas uma parede.
          
    
ISSO É UMA VERGONHA!!!
   

3 comentários:

  1. Está piorando como é de se esperar. Que irresponsabilidade desse governo de Tucuruí.

    ResponderExcluir
  2. Será que vai ter outro concurso pra preencher as vagas no hospital?

    ResponderExcluir
  3. "Sonhar mais um sonho impossível..."

    ResponderExcluir

IMPORTANTE: Comentários contendo ofensas pessoais, palavrões, denuncias sem provas, ou afirmações negativas baseadas em “opiniões” ou suposições, tendo como objetivo perseguições pessoais ou politico partidárias, contra pessoas e/ou instituições, e não em FATOS concretos que se possa comprovar, serão moderados ou excluídos a critério da Equipe Folha. Evite também escrever em caixa alta (Letra maiúscula).

Agradecemos pela sua participação.

Um grande abraço!!!