Tucurui

Tucurui

Notícias

Alterar o idioma do Blog

Texto

As matérias mais recentes do Folha de Tucuruí

Últimas matérias do Folha

Publicidade

sábado, 5 de setembro de 2015

Mais de mil famílias ocupam as casas do Minha Casa Minha Vida na estrada do aeroporto

Hoje 04/09/2015, mais de mil famílias ocuparam as casas do Minha Casa Minha Vida, localizadas no Residencial Cristo Vive na estrada do Aeroporto, os ocupantes pediram apoio para o Roquevam e o MAB. As casas eram para ser entregue em 2013 pela empresa Zap Construções de São Paulo, a mesma empresa que doou R$ 200.000,00 duzentos mil para a campanha da Deputada Eliane Lima (PSDB).
   
A Zap não concluiu a obra e a outra Empresa Tec Casa que pertence ao mesmo grupo retomou a obra, mas vem atrasando o pagamento dos funcionários, os atrasos já chegaram há três meses e a obra vem se arrastando a passos de tartaruga, segundo informações hoje a empresa pagou aos seus funcionários os três meses de atraso.
      
     
        


10 comentários:

  1. A questão é como ficam as pessoas pré cadastrada nesse casso, já que inúmeras familias ocupam de forna inlegal essas casas, já que a mesma esta devidamente documentadas e pertencem a caixa, e pelo que observei têm muita gente lá, que não faz jus, são oportunistas que não têm nada a perder.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assim como tem muita gente neste ''cadastro'' que não faz jus, são oportunistas e não estão no cadastro por estarem de acordo com as exigências legais e por necessidade, mas estão cadastradas somente por apadrinhamento político. É preciso fazer uma triagem tanto dos que estão ocupando as casas como também dos que estão no ''cadastro''.
      É preciso também averiguar porque estas casas ainda não estão prontas, sendo que o prazo de entrega era em 2013, e porque a empresa responsável pela construção doou quase R$ 300.000,00 trezentos mil para a campanha da Deputada Eliane Lima (PSDB).
      No mínimo esta ocupação vai chamar a atenção da Justiça Federal para esta obra e para as empresa responsáveis. Para onde foi o dinheiro da obra? Bom, pelo menos uma parte do dinheiro já se sabe para onde foi...

      Excluir
  2. A populaçao esta certa msm!! É uma vergonha tanta gente precisando de moradia e essas casas se perdendo com o tempo por falta de competencia e responsabilidade dos gestores publicos.

    ResponderExcluir
  3. parabéns a todas as famílias, é mesmo uma vergonha ter esse um poder publico municipal inoperante isso e uma vergonha

    ResponderExcluir
  4. um dia eu vou ver esse prefeito ir preso pela policia federal

    ResponderExcluir
  5. As pessoas estão certas de invadirem essas casas porque o prefeito Estava esperando a próxima campanha pra se aproveitar e fazer política.

    ResponderExcluir
  6. libera logo essas casas para essas famílias, já gastaram, capinaram agr vão colocar iluminação.....
    bora prefeito, tenta limpar um terço do seu nome.

    ResponderExcluir
  7. Tem muitas família la que precisam ele estão certo porque que esse povo diz cadastrado porque não está lá também como ele

    ResponderExcluir
  8. São cadastro a cinco anos e nunca tomaram atitude. Agora que ja ta bonito la o negocio que querem. Mas é injustiça se issi acontecer. .... ja tem ate vídeo do sancler dando cadastro daquela casas. ... Vamos acordar gente.. Isso e mais mafia di prefeito. ... tem q liberar essaa casaa pra quem ta la mais de uma semana. E a lógica! !!!

    ResponderExcluir
  9. Justo aquelas pessoas ganhar aquilo ali. Tava uma imundice. Agora ta bonito agente passa de noite la e tem luz..... Vamos abrir o coração. Ease tal cadastrado de cinco anos tem q ser anulado. ... Não deve valer maia.

    ResponderExcluir

IMPORTANTE: Comentários contendo ofensas pessoais, palavrões, denuncias sem provas, ou afirmações negativas baseadas em “opiniões” ou suposições, tendo como objetivo perseguições pessoais ou politico partidárias, contra pessoas e/ou instituições, e não em FATOS concretos que se possa comprovar, serão moderados ou excluídos a critério da Equipe Folha. Evite também escrever em caixa alta (Letra maiúscula).

Agradecemos pela sua participação.

Um grande abraço!!!