Tucurui

Tucurui

Notícias

Alterar o idioma do Blog

Texto

As matérias mais recentes do Folha de Tucuruí

Últimas matérias do Folha

Publicidade

quinta-feira, 10 de setembro de 2015

O Residencial Cristo Vive do Minha Casa Minha Vida em Tucurui pode ser usado como moeda na compra de votos

                        
A prefeitura, no mandato do Prefeito Sancler Ferreira (PPS) sempre faz cadastro de casas populares em período próximo de eleições, principalmente eleições municipais, o "golpe" é simples, mas eficiente. A Prefeitura cadastra milhares de pessoas e estas pessoas ficam na expectativa de receberem as casas, mas para que recebem elas são induzidas a acreditar que só receberão as casas caso votem em determinados candidatos.
    
No caso do residencial Cristo Vive do projeto do Governo Federal Minha Casa Minha vida onde estão sendo construídas 1000 (mil) casas, a coisa funciona da mesma forma, milhares de pessoas são cadastradas e são induzidas a acreditar que somente receberão os imóveis caso determinados políticos sejam eleitos, o que induz estas pessoas ao voto de cabresto para terem a casa própria. 
    
Este artifício se torna mais fácil e eficiente porque o cadastro não é público, portanto as pessoas cadastradas não sabem o número e a sua posição no cadastro, cada cadastrado acredita que está dentro do número de pessoas que serão contempladas, o que facilita as coisas para os políticos e seus cabos eleitorais.
    
No caso do Residencial Cristo Vive financiado pela Caixa Econômica Federal, o Superintendente da CEF disse que a Prefeitura não repassou à Caixa Econômica o tal cadastro (foram feitos vários), mas como pode ser isso se as casas não estão sendo construídas pela prefeitura e sim pelo Ministério das Cidades com recursos Federais?
   
Ora, dizem que já tem mais de oito mil pessoas inscritas para apenas mil casas, ou seja, sete mil pessoas acreditam que receberão estas casas e estão sendo enganadas e levadas a crer que serão contempladas caso certos candidatos sejam eleitos ou reeleitos, isso é estelionato, pois estas pessoas estão sendo levadas ao erro por políticos objetivando vantagens pessoais/eleitorais. 
   
Esta farra do golpe da casa própria têm de acabar em Tucuruí, este cadastro deve ser de conhecimento público, deve ser fiscalizado pela sociedade organizada e deve ser tirado da Prefeitura, pondo fim a este círculo vicioso eleição/promessa de casa própria, assim como a entrega das casas deve ser feita pelo menos três meses antes das eleições pela própria CEF e/ou um representante do Ministério das Cidades. Existem denuncias de que o prefeito e os vereadores têm cotas de inscrição e de indicações neste cadastro.
   
Onde estão os representantes do Governo Federal em Tucuruí que estão se omitindo e talvez até mesmo sendo cúmplices diante do uso político/eleitoral e do desvio de finalidade do Projeto Minha Casa Minha Vida no município? Onde está a fiscalização da CEF? Será que a miopia da gerencia da CEF se deve ao fato de que a Caixa Econômica Federal tem os direitos da Folha de Pagamento da Prefeitura Municipal e por isso fecham os olhos diante dos abusos e desvios?
   
Acreditamos que a Gerencia da CEF deve explicações à população de Tucuruí e à Justiça Federal, quanto ao atraso nas obras do projeto Minha Casa Minha vida em Tucuruí, e sobre a questão destes "cadastros" anuais para lá de suspeitos. Ainda mais tendo em vista o histórico de uso indevido de casas populares como moeda de troca eleitoral em Tucuruí por parte de políticos locais.
   
Já passou da hora de dar um basta nesta esta pouca vergonha.
    

9 comentários:

  1. EU SABIA, DENUNCIAR PRA QUEM?.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por favor não comentem em caixa alta (Letras maiúsculas).

      Excluir
    2. O que falta pra essa quadrilha ir pra cadeia, com tanta roubalheira explicita

      Excluir
  2. Esse cadastro pela prefeitura é fria. Ja existe ate vídeo do sancler dando cadastro daquela casas. Isso não pode. Pq não dar logo essas casas pra quele povos que ta la acampados e capinando. Ali tem gente ate passando fome. Basta entrar e ver a realidade. Se existir esse cadastro ele não deve vigorar. É tudo do prefeito aquilo ali. Ele só vai escolher o dele...

    ResponderExcluir
  3. Verdade. Antes eles do que as pessoas da prefeitura. Eiiiiiii alguém tem q ajudar aqueles pessoas. Td dia vai gente la ajudar famílias que está com fome ali dentro.

    ResponderExcluir
  4. A vida ali dentro e difícil. ... enquanto os tal cadastrado tão aí assistindo novela. Os q realmente querem ta ai vendo a noite passar. Ahhhhh fala sério. Essas casas tem q ser daquela família q esta ali a mais de uma semana

    ResponderExcluir
  5. Engano seu meu amigo pois conheço pessoas ali q já tem casa grande d hovenaria ,gente q TM comércio pagando pessoas p ocuparem as casas então nem todos q estão ali precisam. E se forem p os cadastrados ir p lá e ocupar com certeza eles lrao só q tem muitos espertinhos por se.

    ResponderExcluir
  6. E as pessoas que invadiram lá irão sair ou não?

    ResponderExcluir
  7. As família estão precisando de água. É nisso q nossos governante tem q pensar agora.Tem pessoas passando cede,fome e ninguem fala nada.Isso sim é um caso sério. ......

    ResponderExcluir

IMPORTANTE: Comentários contendo ofensas pessoais, palavrões, denuncias sem provas, ou afirmações negativas baseadas em “opiniões” ou suposições, tendo como objetivo perseguições pessoais ou politico partidárias, contra pessoas e/ou instituições, e não em FATOS concretos que se possa comprovar, serão moderados ou excluídos a critério da Equipe Folha. Evite também escrever em caixa alta (Letra maiúscula).

Agradecemos pela sua participação.

Um grande abraço!!!