Tucurui

Tucurui

Notícias

Alterar o idioma do Blog

quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Ocupação Cristo Vive, atraso nas obras e na entrega das casas, uma situação que deve ser muito bem esclarecida

Onde foi para o dinheiro?

Hoje era às 09:00 hs para ter tido uma reunião entre a Comissão que representa os ocupantes das casas residenciais Cristo Vive, o Ministério Público Federal, o Superintendente da Caixa econômica, o representante da PMT e a empresa Tec Casa, no entanto devido a compromissos do Procurador do MPE a reunião não foi possível. A empresa Tec Casa entrou com um mandado de reintegração de posse na justiça estadual, no entanto esta área e esta obra são federais, portanto a competência é da Justiça Federal, além do mais quem tem de requerer a reintegração de posse é o Ministério das Cidades e não a empresa responsável pela obra.
     
Esta situação é uma ótima oportunidade para que se esclareçam algumas coisas, por exemplo:
      
1 - Por que esta obra não foi entregue em 2013 como previsto?
2 - Quanto em recursos federais a Caixa Econômica já investiu nesta obra?
3 - Por que a obra está paralisada há tanto tempo sem que a Caixa Econômica tenha tomado às providências cabíveis?
     
Outra situação que veio à tona é que segundo informações o cadastro da PMT para estas casas tem mais de oito mil nomes, sendo que só tem 1000 casas no residencial Cristo Vive.
     
Crime anunciado?
       
Será que este atraso não tem como objetivo "empurrar" esta obra para o ano que vem para que este cadastro seja usado na campanha do sucessor do Prefeito Sancler? É muito fácil para o Sancler prometer que se ele eleger seu sucessor dará casa cada uma destas oito mil pessoas (ou mais) em troca dos votos. É bom lembrar que a empresa responsável pela obra é doadora de campanha da Deputada Eliane Lima (PSDB).
      
Este cadastro tem de ser público, para que a população saiba quem são os inscritos e a ordem de inscrição, assim será mais difícil ludibriar as pessoas para angariar votos de forma ilegal, assim como fica mais fácil para a população investigar se as pessoas inscritas estão realmente precisando e se estão de acordo com as normas, ou se estas pessoas são apadrinhados políticos do Prefeito e dos vereadores. Existem comentários de que o Prefeito e os vereadores fizeram centenas de "indicações" para este cadastro que foi feito pela própria Prefeitura.
      
Vejam no vídeo abaixo, como o prefeito Sancler (PPS), usa as casas populares construídas com recursos públicos em campanhas eleitorais em Tucuruí. Se ele já fez isso e ficou impune, por que não faria novamente no ano que vem? Se nada for feito e se nada mudar, o resultado é simplesmente um crime anunciado, não é preciso ser vidente para saber o que vai acontecer. 
     
Assistam o vídeo e tirem as suas próprias conclusões.
       

               

Nenhum comentário:

Postar um comentário

IMPORTANTE: Comentários contendo ofensas pessoais, palavrões, denuncias sem provas, ou afirmações negativas baseadas em “opiniões” ou suposições, tendo como objetivo perseguições pessoais ou politico partidárias, contra pessoas e/ou instituições, e não em FATOS concretos que se possa comprovar, serão moderados ou excluídos a critério da Equipe Folha. Evite também escrever em caixa alta (Letra maiúscula).

Agradecemos pela sua participação.

Um grande abraço!!!