Tucurui

Tucurui

Notícias

Alterar o idioma do Blog

terça-feira, 14 de outubro de 2014

Iveiga - Helder Barbalho (PMDB), lidera a disputa ao governo do Estado neste segundo turno com 5,1 pontos de vantagem

O candidato da coligação Todos pelo Pará, Helder Barbalho (PMDB), lidera a disputa ao governo do Estado neste segundo turno das eleições. Se a votação fosse hoje, Helder venceria com 5,1 pontos de vantagem. Na pesquisa estimulada – aquela em que o nome dos candidatos é apresentado aos eleitores - Helder lidera com 47,1% das intenções de voto contra 42% de Simão Jatene, que concorre à reeleição. Os eleitores que disseram votar em branco ou nulo somam 5,3% e outros 5,7% não opinaram.
              
          
Os dados são do Instituto iVeiga, comandado pelo cientista político Edir Veiga. No primeiro turno, o iVeiga foi o único a apontar a liderança de Helder desde o início, fato que se comprovou com o resultado das urnas. Na pesquisa espontânea (quando o eleitor precisa lembrar do nome do candidato), o Iveiga também aponta Helder como pleno favorito. Nesse caso, o candidato do PMDB, tem 45,7%, enquanto o candidato à reeleição fica com 41,1%. Os brancos e nulos chegaram as 5,4% e os que não souberam ou não opinaram representam 7,8%.
     

O Iveiga ouviu 1,2 mil eleitores nos municípios de Santarém, Monte Alegre, Breves, Portel, Afuá, Muaná, Belém, Ananindeua. Abaetetuba, Cametá, Bragança, Capanema, Moju, Igarapé-Miri, Tomé-Açu, Acará, Viseu, Marabá, Parauapebas, Tucuruí, Paragominas, Redenção, Itaituba e Altamira.
         
A pesquisa foi feita entre os dias 9 e 13 de outubro e está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob número 01092/2014 e no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) com o número 00046/2014. O intervalo de confiança estimado é de 95% e a margem de erro máxima é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.
               

Nenhum comentário:

Postar um comentário

IMPORTANTE: Comentários contendo ofensas pessoais, palavrões, denuncias sem provas, ou afirmações negativas baseadas em “opiniões” ou suposições, tendo como objetivo perseguições pessoais ou politico partidárias, contra pessoas e/ou instituições, e não em FATOS concretos que se possa comprovar, serão moderados ou excluídos a critério da Equipe Folha. Evite também escrever em caixa alta (Letra maiúscula).

Agradecemos pela sua participação.

Um grande abraço!!!