Tucurui

Tucurui

Notícias

Alterar o idioma do Blog

quarta-feira, 18 de abril de 2012

PMDB - CRISE DE IDENTIDADE

   
Repercutiu muito mal a suposta tentativa de indicação de um candidato laranja pelo PMDB. O objetivo seria indicar um candidato sem chances, a exemplo do Juvenil nas eleições para governador do Estado, com a intenção de dividir e impedir a união das oposições contra o prefeito nas eleições municipais.
  
Enquanto o ex-prefeito Cláudio Furman dizia não ser candidato "a não ser que não tivesse alternativa", a cidade se encheu de outdoors do Cláudio com a foto rejuvenescida e melhorada com fotoshop como qualquer propaganda política que se preze. Além disso, membros do diretório saíram pelas ruas de Tucuruí, falando com o povo e filiados do PMDB dizendo cobras e lagartos e queimando o Gualberto afirmando que o mesmo não é o candidato do partido.
   
Já os aliados do prefeito a exemplo de membros do PMDB, reforçam a candidatura do ex-prefeito cuja candidatura favorece ao chefe, além disso o prefeito disse em uma participação no Programa Tucuruí Agora, que nestas eleições fará gol sem goleiro, numa óbvia afirmativa de que não terá adversário (literalmente).
  
O prefeito já havia falhado em controlar o PC do B e expulsar o Roquevam, o resultado foi que a executiva inteira foi expulsa do partido e o Roquevam ficou, falhou também no PT apostando em outro candidato do partido nas prévias, e falhou ainda na tentativa de tornar o Jones inelegível.
  
Já no PMDB encontrou terreno fértil e propício, diante das ambições pessoais de membros da executiva e líderes do partido, e do controle que o prefeito tem junto à maioria dos vereadores que vão aprovar (ou não) as contas dos ex-prefeitos Cláudio Furman e Parsifal Pontes, que estão na Câmara Municipal para serem aprovadas.
  
O Gualberto está em Belém e não se sabe o que será resolvido, se o PMDB assume uma postura de partido sério, ou se mantém a mesma postura do sem querer querendo. Não se sabe se o Gualberto conseguirá contornar a situação, ou se vai entrar no jogo e se submeter aos interesses pessoais da liderança do partido, ou se vai chutar o pau da barraca e dar a volta por cima. Vamos esperar para ver.
  
O fato é que ser candidato do PMDB em Tucuruí é um empreendimento de risco, já que o partido tem o péssimo hábito de trabalhar contra seus próprios candidatos. Um exemplo foi que nas eleições municipais passadas membros do Partido foram ao programa eleitoral do adversário do PMDB (na época o então prefeito Cláudio Furman) se identificaram como membros do partido ("família" 15) e pediram voto para o adversário do PMDB e ficou por isso mesmo. Parece que foi combinado.
  
Outra situação foi que a direção do Hospital Regional de Tucuruí que era do PMDB no governo passado (agora é do PPS), trabalharam intensamente para eleger o atual Vereador Tabaco do PRP e abandonando à própria sorte os candidatos do PMDB, que sem apoio não conseguiram se eleger, o resultado é que o PMDB não fez um vereador enquanto o nanico PRP, praticamente desconhecido da população de Tucuruí, fez um representante na CMT. 
   
Por "coincidência" e apesar de dever seu mandato ao PMDB, o vereador Tabaco faz parte da base aliada do prefeito, sendo que todos sabem da influência que o Parsifal (pelos motivos já explicados) tem sobre o Edil. Parece que é combinado. 
  

18 comentários:

  1. Boa noite a equipe da folha quero saber quando for confirmado a candidatura do Gualberto a prefeitura oque vc´s vão falar quem sabe dos bastidores da politica sabe que o candidato é Gualberto o resto é boato porque o PMDB quer fazer o máximo de prefeitura mais talvez Tucuruí não seja importante para o projeto do PMDB no PA, o PMDB quer fazer o próximo governador mais talvez o Miguel e Pacheco seja mais importante do que esse projeto do PMDB eu até concordo com a folha que Miguel e Pacheco não queira o Gualberto, agora dizer que eles vão conseguir barra a candidatura do Gualberto isso conversa pra boi dormi eles são zero a esquerda na decisão do partido quando vim a ordem de cima ai quero ver oque eles vão dizer PMDB é Jader , Elder depois Parsifal , todos os 3 são bem bestas vão coloca o Claudio ai oque acontece ninguém fecha com PMDB porque ninguém confia no Claudio, ai talvez o PMDB com todo esse projeto dele no PA querendo fazer o Elder governador feche com PPS pra ser vice ai lança o Miguel como vice e PPS sendo base do governo Tucano é cara esse Miguel e Pacheco são muito forte.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É disso que estamos falando, veja o seu comentário. Uma hora você diz que os dois são fortes, outra hora que são fracos. Uma hora diz que o candidato é o Gualberto, mas admite que o Miguel possa ser vice do Sancler.
      O que esta turma quer é exatamente isso, embaralhar e bagunçar a eleição. Acontece que tem vida inteligente fora do círculo das raposas felpudas da política. Nós conhecemos o jogo político e por isso somos mais difíceis de enganar por estes truques velhos e manjados.
      Além do mais, dispomos de um meio de comunicação em massa (Internet), para alertar a população, frustrar as armações e arrancar as máscaras.
      Isso que está acontecendo não é novo, sempre aconteceu nas eleições passadas. Como vocês pensam que este pessoal se perpetua no poder apesar das lambanças que promovem?
      A diferença hoje em dia é que o povo está mais esperto e crítico, o povo antes não tinha acesso a estas informações por que este pessoal sempre teve o controle da mídia.
      Agora ficou mais complicado enganar a população...
      O REI ESTÁ NU!!!

      Excluir
  2. Não costumo responder anônimos, mas como essa postagem é da equipe Folha, pessoas que conheço e respeito, vou responder.
    Como vc. citam a direção do HRT na época da Eleição, quando eu era lá diretor e coordenador da campanha. Afirmo para todos que possam se interessar.
    Os recursos da campanha foram distribuídos equitativamente, entretanto o meu apoio pessoal foi ao vereador Tabaco. Usei toda a influência que pude para eleger o vereador Tabaco, ou melhor para deseleger vereadores que em nada contribuiram ao partido, coisa que não me arrependo.
    A derrota dos vereadores em questão, nada subtraiu do PMDB porque a sua vitória 4 anos antes, também nada somou.
    Quanto ao pre-candidato Gualberto, me reservo o direito de não tecer comentários, uma vez que o processo ainda está em curso e comentários podem ser mal interpretados e não quero de forma alguma usar os meios de comunicação para influir no processo. Entendo que neste momento a discussão deve ser feita dentro do partido.
    Vocês como instrumento de comunicação noticiam, especulam, fazem sugestões, elaboram teses, das quais alguns concordam e outros não.
    Todavia a decisão é absolutamente partidária. E o partido sempre arca com as consequencias de suas decisões.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Engraçado Pacheco, você não querer tecer comentários sobre o Gualberto, é só ir no seu Blog e ler as matérias publicadas por você:
      1 Campanha Eleitoral, cronograma e atropelo - que terce que o Gualberto estava sendo precipitado e atropelando as etapas da campanha.

      2 A CORRIDA ELEITORAL - que fala sobre a união dos partidos e da fala do Miguel na Radio sobre a suposta provocação do Deley a qual nos bastidores diz-se que foi combinado.

      3 Sapo é Sapo e Príncipe é Príncipe - a qual começa de maneira explicita a indigestão com o nome do Gualberto

      4 - CHORANDO DE BARRIGA CHEIA - a qual fala do suposto apoio incondicional ao Gualberto mais que mesmo assim ainda nem deu um salto imagine decolar

      5 - Claudio Furman - a qual fala de uma suposta candidatura do Claudio por anseio da população.

      6 - Estupro político - a qual explica a forma desastrosa que o Gualberto esta conversando com outros partidos

      7 - Miguel do lado de Sancler - que fala de uma brincadeira da parte do Miguel, mais que tem um fundo de verdade

      8 - A BIA - BIA - Baixo Índice de Aceitação - a qual fala da inexpressividade do Gualberto como candidato (A QUAL FOI RETIRADA A MANDO DO PARSIFAL)

      9 - ( OS ANJOS MIGUEL E PACHECO) - SUGESTÃO

      Excluir
    2. vc é realmente meu leitor assíduo, nem eu lembrava dessas postagens, absolutamente verdadeiras e coerentes.

      Excluir
  3. Peemdebista historico4/19/2012 12:42 AM

    O Gualberto é o pre-candidato do partido, caso não se viabilize até meados do mês de maio, será substituido. O partido tem o Claudio como segunda opção. O partido errou em apostar no Gualberto, esse moço não é agregador, todas as oposições(PR,PDT,PCdoB e PTB, não querem nem conversar mais com o Gualberto, sua arrogância é extrema.Ele afirma que tem mais preparo e apoios e por isso tem que ser o candidato, os outros que escolham seu vice. Diante disso a turma não quer nem ouvir falar seu nome. Se o PMDB insistir nesse moço, teria dificuldades em encontrar um vice de peso. O PMDB perdeu um pouco de sua identidade quando indicou esse ******** como pre-candidato.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso não é verdade, o Cláudio passou a ser a primeira e única opção quando o Gualberto não se submeteu às manipulações e interesses pessoais de alguns dirigentes do PMDB.
      Até ai tudo bem, todos sabem que a política no Brasil e em especial em Tucuruí não prima pela ética e existe para atender a interesses obscuros. Esta é a razão de nunca termos conseguido eleger o prefeito que a nossa cidade merece. Agora a direção do PMDB deveria ter um mínimo de decência e colocar tudo em pratos limpos, não só em respeito ao Gualberto como também a toda a população de Tucuruí.
      Nós acreditamos que o candidato ideal para o PMDB (não para Tucuruí) é realmente o Cláudio Furman, afinal ele e a liderança do partido têm muito em comum, inclusive os objetivos, a forma de pensar e agir, e a capacidade de destruir tudo o que administram.
      Apesar dos grandes problemas da atual administração, eu como editor do Folha de Tucuruí (uma opinião pessoal), acredito que entre o Cláudio e o Sancler, apesar de tudo, para Tucuruí o atual prefeito ainda é o melhor, sem sombra de dúvida e sem medo de errar, entre Cláudio e Sancler, dos dois o Sancler é o melhor.
      O Sancler apesar de ter sido o agente catalisador por trás desta crise ética no PMDB, só está obtendo êxito por que encontrou um terreno fértil e pessoas enlouquecidas por cargos e pela ambição desmedida. O Sancler ainda tem a desculpa de estar lutando pela sua reeleição e para salvar a sua pele, mas todos sabem o que ele quer e o que está fazendo. Ele não está pondo uma faca no pescoço de ninguém, não está mentindo, trapaceando e traindo o seu próprio partido e os seus próprios companheiros, neste aspecto ele é muito mais ético que o PMDB.
      Outra coisa, não sabia que a Direção Executiva do PMDB falava em nome dos outros partidos, penso eu com o meu humilde conhecimento político que a oposição não senta mesmo é com o Cláudio, mas tudo bem, vamos ver quem tem razão.
      Eu acredito que a questão já está decidida e que a culpa é realmente do Gualberto, não pelos motivos apontados e sim por ter sido tão tolo a ponto de acreditar que o PMDB em Tucuruí fosse um partido sério e confiável, o que demonstra falta de conhecimento e experiência para lidar com este tipo de política rasteira que se pratica em Tucuruí e no Pará, em especial que é praticada no PMDB, que tem como ícone um dos símbolos mais fortes da corrupção no Brasil.

      Excluir
  4. eita com esse comentario do pacheco o folha de tucurui da certissimo,o PMDB Pacheco Miguel D Boa no colo do pinocler,isso é uma vergonha!!!,o pacheco todo mundo conhece, agora o miguel?? esse é o PMDB de verdade,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se o Sancler não tivesse feito nada por Tucuruí, só o fato de ter ajudado a desmascarar este pessoal do PMDB já teria justificado o seu mandato.

      Excluir
    2. Tava 2 a 0 pra oposição, O Sancler reagiu e fez o primeiro gol, o placar diminuiu.
      Menos um candidato com chance, o PMDB já era...
      Só falta agora nocautear o PT pro Sancler virar o jogo e fazer o gol sem goleiro como ele prometeu na rádio.

      Excluir
  5. o acordo do PMDB com o sancler é a CTTUC e a secretaria de saude,pra CTTUC ja foi nomeado o CHAVICO conforme o jornal de tucurui e regiao repercutiu, pra saude deve ser nomeado o miguel e pacheco juntos,o resto do PMDeBestas que se danem,o sancler nao quer a soma do PMDB e sim a seu racha,foi assim no PC do B, como ele ja acabou com o DELEY e agora com o GUALBERTO, o Claudio nem se fala,o PARSIFOI vai pro tribunal realmente ele fez um golaco.

    ResponderExcluir
  6. Parabens ao folha de tucurui pelas informacoes que estao trazendo pra sociedade de tucurui e regiao,só assim a populacao fica sabendo da podridao politica que una parte da classe politica ta metida,tenho certeza que esse blog ta sendo um dos melhores do estado do Pará PARABENS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Surpreso(a)? Até agora só levantamos uma pontinha do véu.
      Prepare-se que muitas outras máscaras vão cair e toda podridão virá à tona.

      Excluir
    2. tem que votar em um caditado novo até preta um, to povo tem que acordar para vida, acorda povão, tira esse povo que esta ai

      Excluir
  7. Bom dia tenho novidades, sabem aqueles pessoais que faziam parte do PC bo B Odecio e companhia,perderam mais uma vez outro partido o PSL 17, foi dado uma rasteira pela equipe do empresário Heder Menezes, que passou o partido para o Sr. Moisés e Melk. Essa não é a novidade tem outra o atual prefeito disponibilizou 04 portaria para o Sr, ODECIO, CRISTIANO ARRAIS, DOMINGOS BARBUDO, IVAN E ELINEU "JUB",os mesmo estão recebendo sem trabalhar em troca o partido fechava com o atual prefeito mais foi tudo por agua baixo. Investiguem

    ResponderExcluir
  8. A soluçao e jones prefeito e gualberto vice.O povo nao quer e nao tolera mais esse prefeito.

    ResponderExcluir
  9. PARA QUEM QUISER SABER: O ex-0deputado gualberto neto está com um pé fora do pmdb, apoiando o calcanhar no Democratas.
    Hoje o deputado Lira Maia deu até o dia 30 de abril para o almofadinha retornar ao DEM, caso não retorne não será mais aceito e para ganhar uma vaga de deputado com 4º suplente da coligação, o moço terá que ir para o DEM até 30 deste mês.
    Claro e obvio que ao sair do PMDB esse jovem político que uma maneira nova de fazer política sairá do PMDB atirando até para se justificar.
    Como sua potencialidade para prefeito é nula, ele vai.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele tem que sair mesmo, mas não para o DEM que é um apêndice do PSDB e não tem vontade própria.
      Pra sair de um partidinho de marionetes e ir para outro não vale a pena.
      Ele teria que ir para um partido de verdade e fazer uma coligação já nestas eleições municipais visando 2014, com certeza boa parte do PMDB vai junto.
      O Gualberto é jovem e tem toda uma carreira política pela frente, não precisa perder tempo com este tipo de gente, mas com certeza ele sai desta mais experiente e vai aprender a não confiar nas pessoas erradas. Agora é sair do PMDB, limpar a sujeira do sapato e seguir em frente sem olhar para trás.
      Quanto ao tiro, com o Pacheco, Miguel e o Claudio no PMDB nem precisa atirar, vão morrer sozinhos e abraçados comendo na mão do Sancler que nem periquitos na tábua...
      Depois de usar este pessoal o Sancler vai jogar fora, que ele não é doido e nem bobo de criar serpentes.

      Excluir

IMPORTANTE: Comentários contendo ofensas pessoais, palavrões, denuncias sem provas, ou afirmações negativas baseadas em “opiniões” ou suposições, tendo como objetivo perseguições pessoais ou politico partidárias, contra pessoas e/ou instituições, e não em FATOS concretos que se possa comprovar, serão moderados ou excluídos a critério da Equipe Folha. Evite também escrever em caixa alta (Letra maiúscula).

Agradecemos pela sua participação.

Um grande abraço!!!