Tucurui

Tucurui

Notícias

Alterar o idioma do Blog

sexta-feira, 17 de maio de 2013

Fracassam as negociações entre o SINSMUT e a Prefeitura Municipal de Tucuruí

     
Apesar dos esforços do SINSMUT para concluir as negociações da data-base dos Servidores Municipais, as negociações fracassaram, pois o Prefeito se recusou a incorporar a parcela atrasada do Tiquet alimentação (2012) e se recusou a incorporar a parcela de 2013. O prefeito vai repassar apenas 6.32%, valor da inflação do período. 
      
Ao romper o acordo de incorporação das parcelas do Tiquet alimentação no salário base do servidor, um acordo e um compromisso assumido com a direção anterior do SINSMUT, o Prefeito inviabilizou o acordo coletivo da data-base de 2013. 
   
A justificativa do prefeito é que a incorporação das parcelas extrapola o limite legal da PMT com a folha de pagamento. A posição dos sindicalistas é que este limite está extrapolado devido à contratação política sem concurso público, o que onera injustificada e ilegalmente a folha de pagamento da PMT. 
   
Diante do impasse o Sindicato deverá protocolar um pedido de cópia da folha de pagamento da PMT, constando os nomes, lotação e salários de todos os servidores municipais efetivos e contratados. O objetivo do sindicato, além de fazer cumprir a Lei da Transparência é se informar sobre o valor exato da folha de pagamento e o peso das contratações políticas nas despesas da PMT com a Folha de Pagamento do Município. 
   
O Sindicato também deverá fazer todos os esforços possíveis para que o Concurso Público seja feito o mais breve possível em cumprimento ao TAC do Ministério Público Estadual. O SINSMUT entende que a contratação sem concurso público onera a folha de pagamento, prejudicando os funcionários em situação regular na PMT (efetivos), além de não permitir à população conseguir por seus próprios méritos e sem apadrinhamento político, um emprego público na Prefeitura de Tucuruí. Além do mais, o número reduzido de funcionários efetivos na PMT, inviabiliza a previdência Municipal (IPASET) que está sendo implementada pela Prefeitura. 
   
No entanto o SINSMUT mantém o diálogo e as portas abertas para a Administração Municipal, que poderá a qualquer momento, caso queira, restabelecer o diálogo e as negociações. 
   
O SINSMUT acredita que o Prefeito, sensível aos anseios e as necessidades do funcionalismo, encontrará um meio de contornar o impasse, cumprindo com os acordos já estabelecidos com os funcionários da prefeitura.
O SINSMUT não quer qualquer confronto com o prefeito, e acredita que sindicato e administração municipal podem ser parceiros e trabalhar unidos pelo progresso de Tucuruí e por uma Administração Municipais eficiente, com servidores públicos profissional e pessoalmente valorizados. 
   
A Direção do SINSMUT está confiante que tudo será resolvido da melhor forma possível e que este impasse é passageiro e apenas um equívoco. O SINSMUT deve convocar uma Assembléia Geral para os próximos dias para informar aos servidores municipais as causas do fracasso nas negociações, e discutir os próximos passos do SINSMUT na defesa dos interesses da categoria.
   
Temos certeza de que com fé em Deus tudo vai dar certo, e que SINSMUT e PMT deverão chegar a um acordo.
   

16 comentários:

  1. Sinceramente eu prefiro assim! pois essa incorporação só é bom negocio para os funcionários no momento, sendo que em curto prazo se torna um prejuízo no salário.
    O sindicato tem que negociar como era negociado antigamente: (Aumento do base e aumento do tiquet independentemente) Nós tínhamos um salário base acima do mínimo e ganhávamos aumento do tiquet todos os anos, as vezes pouco mas melhor que hoje. Pela primeira vez em cinco anos acho que o prefeito fez certo, apesar de estar um pouco fora da lei em relação aos contratados. ESSA É A MINHA OPINIÃO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que você não entendeu, o Prefeito vai dar o valor da inflação de 6.32% e nenhum centavo a mais, seja em salário ou Tiquet alimentação.
      Em que prefeitura você trabalha? A mais de quatro anos que os servidores públicos não tem aumento real, somente a reposição da inflação e mesmo assim em dois anos não receberam nada sendo que em 2012 a reposição foi menor que a inflação e este ano a reposição foi menor que o aumento do salário mínimo que foi de 9%.
      Vamos pedir ao sindicato que faça um histórico dos reajustes salariais da PMT nos últimos cinco anos, os números não mentem.
      Não existe ''um pouco'' fora da lei, da mesma forma que não existe um pouco grávida, ou está fora da Lei ou não está.
      Se você acha que o prefeito está certo em não aumentar o salário dos servidores, vá a Assembléia Geral do SINSMUT, diga isso e defenda o acordo de 6.32%.

      Excluir
    2. Não estou defendendo esse acordo de 6.32%. Só acho que foi menos pior que a incorporação! pois esse tiquet é o único abono que temos, tem que ser muito burro pra não vê que ele está sendo perdido! sendo incorporado num base que nunca sai da mesmice... o salário mínimo hoje é de 678, ano que vem 719. Se essa incorporação fosse tão boa era pra termos um base hoje no minimo de 756,85, pois a primeira parcela do tiquet de 78,85 somada com o salário minimo atual gera esse valor.

      Excluir
    3. Olha amigo, não vamos ficar defendendo a incorporação que este assunto já nem faz mais sentido já que o prefeito não deu e pronto, pedimos apenas que os servidores raciocinem, vamos pela lógica, sem paixão e sem babação: Se a incorporação não fosse boa para o funcionalismo e não fosse aumento real de salário e consequentemente um aumento na folha de pagamento da Prefeitura, me explique porque o prefeito não aceitou o acordo?
      Em sua opinião o prefeito é um anjo e não fez a incorporação do ticket porque está mais preocupado com os funcionários que o próprio sindicato, não é mesmo?
      Quero lembrar que os membros da direção do sindicato também são funcionários e vão receber o mesmo ''aumento'' que todos os outros servidores e como todos os outros eles também não querem ter prejuízo.

      Mas quem manda no sindicato são os servidores, se você acha que está bom, é só comparecer na Assembléia Geral defender a sua opinião e votar para que o SINSMUT assine o acordo, se a maioria concordar fica como está, caso contrário a luta continua.

      Excluir
    4. Pois é o Prefeito, o Sindicato e a maioria dos servidores, são todos burros pois todos acreditam que a incorporação é aumento de salário, só você que é muito esperto, inteligente e ganha bem pensa o contrário.

      Excluir
  2. Da pra vcs fazerem uma simulação de como vai ficar o contra cheque de uma funcionário do apoio com esse aumento, demonstrando o ganho real que terá. Lembrando que, quem recebe salário família provavelmente terá o beneficio cortado se ultrapassar determinado valor. E dependendo da situação e da quantidade de filhos, o funcinário pode ate perder em vez de ganhar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De acordo com a Portaria Interministerial MPS/MF nº 15, de 10 de janeiro de 2013 valor do salário-família será de R$ 33,16, por filho de até 14 anos incompletos ou inválido, para quem ganhar até R$ 646,55.

      Para o trabalhador que receber de R$ 646,55 até R$ 971,78, o valor do salário-família por filho de até 14 anos de idade ou inválido de qualquer idade será de R$ 23,36.
      Para calcular é só pegar o seu salário, acrescentar 6.32% e verificar se ultrapassa este valor.

      Excluir
  3. Sinceramente,não consigo entender como vcs ainda vão na corda do prefeito. será que vcs não entenderam de vez que esse cara não cumpre e não honra compromisso. Se ele não respeita o MP, como vão acreditar que ele vai respeitar um sindicato.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É simples, o dever do Sindicato é negociar e tentar resolver de forma pacífica, que a meu ver seria a melhor forma para ambas as partes.
      Tanto os servidores quanto a população viram que o SINSMUT fez a sua parte e tudo o que era possível para negociar, o prefeito infelizmente não fez a parte dele, agora é a vez do SINSMUT mostrar para os servidores a diferença entre um sindicato patronal e um sindicato de verdade.
      Esgotadas todas as tentativas e possibilidades de acordo, agora é que começa a luta que o SINSMUT tentou evitar.
      Não se preocupe que o SINSMUT tem plenas condições de se defender e de se sair bem nesta situação.

      Excluir
  4. Oh DJ libera aquela musiquinha para os servidores públicos concursados que votaram no ******** 1.2.3. e Agora e só vitoria, agora e so vitorio o ****** chegou e salario não aumentou agora e só vitoria

    ResponderExcluir
  5. O Sindicato pode ajuizar ação cobrando o vale-refeição com aplicação analógica do regime celetista ao estatutário, com fundamento na súmula 241 do TST.

    TST Enunciado nº 241 - Res. 15/1985, DJ 09.12.1985 - Mantida - Res. 121/2003, DJ 19, 20 e 21.11.2003

    Vale Refeição - Remuneração do Empregado - Salário-Utilidade - Alimentação

    O vale para refeição, fornecido por força do contrato de trabalho, tem caráter salarial, integrando a remuneração do empregado, para todos os efeitos legais

    ResponderExcluir
  6. Data base!!!!!!!!!, isso é um absurdo 6,32% de aumento, deveriamos ter no minino 10% de aumento no vencimento base, e elevação do tiquet alimentação para R$ 290,00, isso merece uma greve, ja que nas proximas eleições ele vem pedir voto para o candidanto(a) dele. Ki vergonha............!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Greve na Prefeitura??? Kkkkkkkk, é mais fácil tirar leite de onça e dar nó em pingo d'água.
      O prefeito seria o primeiro a aderir a greve, com a prefeitura quebrada, endividada e falida, ele teria uma boa desculpa para para não prestar serviço para a população, dizer que é perseguição política e ainda justificar contratações sem concurso.
      Seria o melhor presente que se poderia dar ao prefeito neste momento...
      E os babões então, que oportunidade de ouro para puxar o s**** furando a greve, falando mal do sindicato e da ''injustiça'' com o melhor prefeito do mundo, quiçá do universo inteiro.

      Excluir
  7. Não é preciso ser muito inteligente para saber que a inclusão do ticket de alimentação no salario base é uma verdadeira furada ! inicialmente vc tem aquele salario teoricamente satisfatório, mas porque o Prefeito Sancler aumentaria um salario q ja esta relativamente alto ? se o ticket alimentação for incluso passaremos longos anos sem reajuste salarial e ainda por cima perderemos o auxilio alimentação q foi uma conquista nossa !

    O sindicato que auto se denomina diferenciado tem que defender a proposta
    de aumento do salario base anualmente e do ticket alimentação, essa e a melhor alternativo para o bem da coletividade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acredito que temos que rever a Folha de Pagamento da Prefeitura. Este é o segundo comentário que diz que o salário da prefeitura é alto, tem alguma coisa errada ai.
      Quem está comentando deve receber um salário diferenciado e maior que o resto do funcionalismo, porque o salário da PMT é baixo, 80% dos servidores da PMT ganham pouco mais que o salário mínimo, o salário fica maior um pouquinho devido às gratificações por tempo de serviço e horas extras.
      Vamos lá, tichet alimentação não é salário, não incide sobre férias, 13º, tempo de serviço ou aposentadoria.
      Se incorporar o tichet alimentação no salário fosse bom para a Prefeitura e ruim para o funcionalismo o Prefeito já teria incorporado a tempos, pois sacanear os funcionários e arrochar salário é com ele mesmo.
      Você tem razão, é preciso mesmo ser inteligente para compreender que tichet alimentação não é salário e que se incluir o tichet não fosse aumento de salário o Sancler já teria incluído, por que não?
      Ele não quer incluir porque sabe que a inclusão é aumento real de salário e que isso repercute na folha de pagamento.
      Salário mais alto para o funcionalismo, menos dinheiro para contratar cabos eleitorais em troca de votos. Capiche?

      Excluir
    2. Não acho que o SINSMUT seja um sindicato diferenciado, acho que é um sindicato normal, cuja diretoria procura na medida do possível cumprir com a sua obrigação como sindicalistas.
      Diferenciado era quando a antiga direção do SINSMUT se vendia descaradamente em troca de portarias e quando tinha 35 funcionários (hoje são cinco como manda a Lei) cedidos para o SINSMUT para vadiar e ganhar salário sem trabalhar.
      Diferenciado será o SINTEP se o prefeito eleger a chapa dele.

      Excluir

IMPORTANTE: Comentários contendo ofensas pessoais, palavrões, denuncias sem provas, ou afirmações negativas baseadas em “opiniões” ou suposições, tendo como objetivo perseguições pessoais ou politico partidárias, contra pessoas e/ou instituições, e não em FATOS concretos que se possa comprovar, serão moderados ou excluídos a critério da Equipe Folha. Evite também escrever em caixa alta (Letra maiúscula).

Agradecemos pela sua participação.

Um grande abraço!!!