Tucurui

Tucurui

Notícias

Alterar o idioma do Blog

quarta-feira, 29 de maio de 2013

Cunhado de paciente internado no HRT sem atendimento médico desabafa e reclama da Saúde Pública em Tucuruí

    
Um paciente com suspeita de ter contraído Gripe Suína foi transferido do Hospital de Goianésia para o Hospital Regional de Tucuruí. Até ai tudo bem, acontece que o hospital não avisou a família da transferência feita no último domingo, quando o cunhado do paciente soube da transferência se dirigiu até o Hospital Regional e constatou que o paciente estava internado, mas sem atendimento médico, segundo ele não havia médico no hospital.

   
Revoltado com o descaso, ontem o cunhado do paciente procurou a Delegacia, mas segundo ele o policial se recusou a fazer a ocorrência, então ele procurou o Fórum, mas o Fórum estava em reforma e ele não foi atendido. O cidadão então chamou o Folha para desabafar em frente à promotoria de Justiça onde o mesmo pretendia ser atendido pela promotora. Até a hora da entrevista ele estava esperando ser atendido, mas não sabemos o que aconteceu.
    
Soubemos, no entanto, que depois de tanta gritaria e confusão, finalmente o paciente foi atendido. Temos que entender o desespero das famílias e pacientes quando é a vida humana que está em risco. A saúde pública em Tucuruí é um caso de polícia, e a falta de médicos na cidade é uma calamidade pública. 
     
O partido que está no poder no Estado, diz que tem um projeto de se manter no poder até 2030, mas se continuar deste jeito daqui a algum tempo vão governar um estado fantasma, ou pelo menos sem pobre, pois todos terão se transformados em cadáveres, nas portas dos hospitais públicos.
     
Vejam a entrevista com o cunhado do paciente:
     
    
ISSO É UMA VERGONHA!!!
    

Nenhum comentário:

Postar um comentário

IMPORTANTE: Comentários contendo ofensas pessoais, palavrões, denuncias sem provas, ou afirmações negativas baseadas em “opiniões” ou suposições, tendo como objetivo perseguições pessoais ou politico partidárias, contra pessoas e/ou instituições, e não em FATOS concretos que se possa comprovar, serão moderados ou excluídos a critério da Equipe Folha. Evite também escrever em caixa alta (Letra maiúscula).

Agradecemos pela sua participação.

Um grande abraço!!!