Tucurui

Tucurui

Notícias

Alterar o idioma do Blog

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Servidores do Hospital Regional de Tucuruí protestam contra corte de gratificação e condições de trabalo

    

Os servidores do HRT fizeram um ato público contra o corte de gratificação (GDI) e contra as péssimas condições de trabalho. O prédio está cheio de infiltrações e mofo, e o lixo hospitalar não é manuseado e armazenado de forma correta, tudo isso põe em perigo e compromete a saúde dos funcionários e pacientes, proporcionando ambiente propício para infecções hospitalares. Caso a situação não seja resolvida, os servidores prometem entrar em greve.
     
Não é segredo para ninguém que o objetivo do sucateamento dos hospitais paraenses segue um plano do Governador Jatene (PSDB), para entregar a saúde pública para as OS. Com as OS, o Governador pode indiretamente contratar sem concurso e comprar sem licitação, sendo este em nossa opinião, o verdadeiro motivo de entregar a saúde pública no Pará. 
   
As OS no Pará estão constantemente sendo denunciadas por prestar um serviço caro, deficiente e ineficiente. No final do contrato as OS terão embolsado, só no Pará, algo em torno de 1,6 bilhão do erário público paraense.
   
   
Agora vejam as imagens da situação do HRT:
 




 
Isso não é um hospital, isso é uma incubadora de bactérias...
    
Isso é uma vergonha, esta é a "saúde" pública do Pará.
    

11 comentários:

  1. Com um péssimo atendimento
    que esses funcionários prestam pra população. Devem e ter os salários reduzidos mesmo, e não aumentado!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É impossível um bom atendimento com condições de trabalho inadequadas e um hospital sucateado. Se o Jatene gastasse mais em saúde e menos em propaganda e conversa fiada, com certeza o atendimento seria bem melhor.

      Excluir
    2. Agora com a nova direção do H. Regional indicada pelo Sancler, a população e principalmente os servidores do HRT podem esperar que agora a vaca vai pro brejo de vez, o prefeito vai terminar o que começou quando colocou a Maternidade Municipal no HRT. Agora é só vitória...

      Excluir
  2. tratar bem as pessoas é o minimo que esses funcionários que por sinal são muito bem pagos, tem que fazer, não vem colocar a culpa no governo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Até agora não temos conhecimento de maus tratos à população por parte dos servidores, pode até ser que um ou outro faça isso, maçã podre tem em todos os cestos, mas a maioria trata bem e são trabalhadores dignos, o contrário dos parasitas do serviço público.

      Agora se alguém trata mal a população é porque não tem chefia, ou se tem, são incompetentes e inconsequentes, e estão lá só para ganhar dinheiro na moleza, fazer campanha política e defender os incompetentes que os indicou e nomeou.

      Quanto apagar bem, você com certeza pensa que a população é idiota, onde já se viu o Estado pagar bem os funcionários? O Jatene paga bem para os apadrinhados, assessores e cargos de confiança, funcionário do Estado ganha mal pra caramba, quem diz o contrário é no mínimo um mentiroso. Você deve estar confundindo o salário de funcionário que trabalha com o seu.

      Ganha bem os marajás do Estado, da Prefeitura e da Câmara Municipal, já que alguns em Tucuruí ganham até mais que o prefeito e ainda recebem diárias, e muitos ganham muito bem só para bajular político, sem ter que dar com um prego em uma barra de sabão.

      Quanto às despesas de manutenção do Regional, os assessores do desgovernador e do Sancler no HRT deveriam começar a utilizar devidamente as verbas do SIAFEM, assim os problemas do HRT poderiam começar a melhorar um pouco.

      E pelo que sabemos a nova "turma" do Sancler no HRT, nem bem esquentaram as poltronas, já estão tentando perseguir funcionários e sindicalistas no hospital. Esse pessoal é caso perdido e não aprendem mesmo!!!

      Excluir
  3. Tratam mal as pessoas sim, a pouco tempo uma mulher denunciou o mal atendimento quando foi dar a luz o que resultou na morte de seu bebê.muitas vezes tratam tão mal as pessoas que parece que estão trabalhando de graça e povo é quem paga os salários deles não é bem atendido.

    ResponderExcluir
  4. Vamos pelo começo: Quem é a tal mulher? Se isso aconteceu realmente houve crime, onde está a ocorrência policial? Nos envie a cópia do inquérito administrativo com o nome do Servidor, do médico e do Chefe responsável pela emergência.
    É fácil acusar e escrever denuncia de forma anônima, sem citar nomes e sem nenhuma prova real. Principalmente em um comentário que busca defender políticos.
    Não existe funcionário ruim, existe chefes incompetentes e irresponsáveis. Onde existem chefes responsáveis estes fatos (se é que realmente aconteceram), não aconteceriam, e se acontecessem os responsáveis seriam a fastados e punidos, a não ser que a responsabilidade fosse de algum chefe ou algum apadrinhado de um político, como o Secretário de Saúde, o Governador ou o Prefeito, neste caso o braço da justiça dificilmente os alcançaria.

    Se isso aconteceu e nenhuma providencia foi tomada é porque existe a participação e/ou a conivência das autoridades. Este é um fato lógico, se não houve punição por um crime cometido em um Hospital Público é porque algum político no poder é conivente ou é o responsável.

    A responsabilidade de tudo o que ocorre no Hospital Regional é da direção do Hospital e de quem os nomeou, no caso o Governador.

    Como a responsabilidade de tudo o que ocorre na prefeitura é do Prefeito e a responsabilidade do que ocorre no HRT é da Direção do Hospital, o resto é acusação leviana de algum assessor (geralmente pago para defender os interesses dos políticos), sem provas e sem fundamento, e se o anônimo não apresentar provas das suas alegações e acusações, esta discussão e este debate acaba aqui.

    ResponderExcluir
  5. Lembro aos que comentam no Folha que não publicamos comentários com palavrões e ofensas pessoais.

    É possível fazer críticas duras e contundentes, mas de forma educada e civilizada. Hay que endurecer, pero si perder la ternura jamás... (Che).

    Entendo a revolta dos servidores e da população, no entanto devemos manter civilizadamente o nível da discussão.

    Equipe Folha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lembro ainda que ao contrário da Prefeitura de Tucuruí, cujo Prefeito morre de medo de que a população saiba como ele gasta o dinheiro da prefeitura, a Folha de Pagamento do Estado do Pará é pública, portanto o salário dos servidores do Estado (inclusive do HRT) não é nenhum segredo.

      Os interessados podem acessar o link: http://www.portaltransparencia.pa.gov.br/ e verificar por si mesmos.

      Excluir
  6. o hospital está com dois diretores financeiro, a mulher que era diretora não quer largar o osso. juntamente com aquela loura lá do breu mais os teus dias estão contados, jatene já era....ela se acha só porque é irma da diretora da sead,

    ResponderExcluir
  7. Mais ela não é loura kkkkkkk

    ResponderExcluir

IMPORTANTE: Comentários contendo ofensas pessoais, palavrões, denuncias sem provas, ou afirmações negativas baseadas em “opiniões” ou suposições, tendo como objetivo perseguições pessoais ou politico partidárias, contra pessoas e/ou instituições, e não em FATOS concretos que se possa comprovar, serão moderados ou excluídos a critério da Equipe Folha. Evite também escrever em caixa alta (Letra maiúscula).

Agradecemos pela sua participação.

Um grande abraço!!!