Tucurui

Tucurui

Notícias

Alterar o idioma do Blog

Texto

As matérias mais recentes do Folha de Tucuruí

Últimas matérias do Folha

Publicidade

terça-feira, 10 de novembro de 2015

Políticos de Tucuruí incomodados com denuncias de corrupção tentam perseguir organizações sociais e fracassam totalmente

Mais uma tentativa de políticos locais de impedir as manifestações contra a corrupção em Tucuruí, desta vez foram utilizadas três pessoas para denunciar o MAB e a sua direção, prejudicando seus integrantes, pessoas pobres e carentes que dependem de ajuda de cestas básicas para sobreviverem.
          
Notem que as três denuncias são muito semelhantes e que o estilo das narrativas são muito parecidos, sugerindo que o autor intelectual das denuncias é a mesma pessoa. O objetivo destas "forças ocultas" aparentemente seria de cortar as cestas básicas dos atingidos e impactados pela construção de barragens, o que prejudicou "momentaneamente 2.410 famílias carentes, o que demonstra a ambição e a total falta de consciência, solidariedade e espírito cristão de certos políticos locais incomodados com as denuncias de corrupção da sociedade organizada em Tucuruí.
      
Pois bem, a delegada em vez de ouvir a direção do MAB na pessoa do Roquevam, imediatamente e sem dar o direito de defesa, comunicou a denuncia ao CONAB, que imediatamente suspendeu as cestas básicas do MAB em Tucuruí. No entanto o CONAB (ao contrário da autoridade policial) ouviu as justificativas do Roquevam e enviou representantes para Tucurui para apurar os fatos, e constatou que não existe nenhuma irregularidade na distribuição das cestas básicas pelo MAB em Tucuruí, e que a denuncia aparentemente era somente uma forma de perseguição pelas manifestações do MAB em defesa dos atingidos por barragens e pelas denuncias de corrupção contra o prefeito e outros políticos locais.
          
Em vista disso, o CONAB não só liberou as cestas básicas para o MAB de Tucuruí, como tendo em vista a situação e a carência das pessoas e o trabalho sério do MAB em Tucuruí, não só liberaram as cestas básicas, como aumentaram a quantidade que era de 2.410, para 3.407 cestas básicas para as famílias carentes dos atingidos por barragens em Tucuruí.
               
Outra coisa interessante, se os recursos são federais não seria a polícia e a justiça federal quem teria competência para investigar e apurar estas denuncias? Mas não, a denuncia foi feita e investigada pela polícia civil que está subordinada ao governo do estado e consequentemente ao Secretário de Segurança Pública e ao Governador Jatene (PSDB), aliado dos políticos locais denunciados pelo MAB por corrupção e desvios de dinheiro público. 
                     
Outra coisa, porque a pressa da autoridade policial que nem mesmo tendo ouvido o denunciado e apurado os fatos, fez a denuncia ao CONAB aparentemente para que o órgão parasse  de enviar de cestas básicas para o MAB de Tucuruí?
              
Vejam as "denuncias".
        
Até um cego percebe a semelhança de estilo, palavras e expressões utilizadas nos três depoimentos.
            
       
           
           

Nenhum comentário:

Postar um comentário

IMPORTANTE: Comentários contendo ofensas pessoais, palavrões, denuncias sem provas, ou afirmações negativas baseadas em “opiniões” ou suposições, tendo como objetivo perseguições pessoais ou politico partidárias, contra pessoas e/ou instituições, e não em FATOS concretos que se possa comprovar, serão moderados ou excluídos a critério da Equipe Folha. Evite também escrever em caixa alta (Letra maiúscula).

Agradecemos pela sua participação.

Um grande abraço!!!