Tucurui

Tucurui

Notícias

Alterar o idioma do Blog

domingo, 15 de janeiro de 2012

Educação Municipal é deficiente e não tem salas de aula suficiente para a quantidade de alunos no município, diz Secretária de Educação de Tucuruí


Como todos sabem a Educação, assim como a saúde pública em Tucuruí está um caos, o prefeito tem sido incompetente para administrar o município e prestar os serviços públicos essenciais. O prefeito gasta fortunas em propaganda para se apropriar de obras alheias e se esquece da administração da Prefeitura e do interesse público.

Preocupado tão somente em assumir como suas as obras do Governo Estadual e Federal,  o prefeito já gastou mais de meio bilhão de reais em seu mandato sem no entanto investir em serviços públicos como por exemplo Saúde e Educação. Pelo contrário são inúmeras as denuncias fartamente documentadas de irregularidades, falta de transparência, desperdício de dinheiro público e fraudes em licitações. Denuncias estas que já lhe renderam mais de meia dúzia de processos por Improbidade Administrativa, sendo que alguns processos esperam a mais de dois anos para serem julgados.

Na saúde o prefeito transferiu a Maternidade Municipal e a quase totalidade dos serviços da rede básica de saúde para o Hospital Regional de Tucuruí causando o colapso do hospital, sendo que por este motivo o HRT passou a funcionar de forma precária, em prejuízo da população de toda a região. Isso sem contar com o sucateamento de prédios, ambulâncias e falta de remédios, materiais hospitalares nos postos de saúde do município.

Caos também na Educação, com alunos estudando em prédios alugados e em salas de aula improvisadas, isso sem contar com os turnos intermediários (Turno da fome). Na zona Rural, principalmente nas ilhas as escolas (se é se pode chamar aquilo de escolas) estão deterioradas e falta inclusive merenda escolar. Pior é que os profissionais e líderes comunitários que reclamam, são perseguidos por esta administração perseguidora e truculenta. 

O dinheiro do FUNDEB que pertence aos professores também desapareceu e enquanto municípios menores, vizinhos de Tucuruí e com arrecadação muito inferior, pagaram em janeiro deste ano de quatro a cinco mil em bônus para cada professor, já em Tucuruí os docentes não receberam um centavo.

O Conselho Tutelar reclamou para a Secretária de Educação pela falta de vagas para as crianças nas escolas. Disseram que quando com sacrifício e muita luta as crianças conseguem as vagas, os alunos têm que estudar em salas de aula improvisadas, inadequadas e muito longe das suas residências e de seus bairros.

Em resposta a Secretária de Educação prestou informações através de Ofício (cópia abaixo) admitindo que há falta de vagas, admite que as salas são pequenas e não comportam o número de alunos, admite que a qualidade do ensino em Tucuruí está comprometida, admite que a Secretaria descumpre a Lei e admite ainda que a prefeitura não construiu prédios escolares em Tucuruí, daí a maior causa da falta de vagas nas escolas.

Estas afirmações são da própria Secretária de Educação Municipal, e constam em um Ofício endereçado ao Conselho Tutelar e assinado pela Secretaria de Educação.

Vejam neste trecho do Ofício o que informa a Secretária Municipal de Educação ao Conselho Tutelar:

“Geralmente, Senhor(a) Presidente(a), matriculamos mais alunos do que a lei determina, fato esse que muitas vezes compromete a qualidade do ensino. Informamos ainda que muitas das nossas escolas tem salas pequenas que não comporta esse número de alunos, mas mesmo assim não deixamos de fazer as matrículas. Ressaltamos ainda que os prédios escolares não foram construídos nesta administração. Sempre após, o início das aulas fazemos um reajuste de matriculas que visa acatar os alunos que, por acaso, ainda não tenham sido matriculados.” (Marivam Ferrara Pereira – Secretária Municipal de Educação)


ISSO É UMA VERGONHA!!!


5 comentários:

  1. É por estes motivos que quando nós professores fazemos greve para melhorar a qualidade de ensino, convidamos também os pais dos alunos, que sofrem o ano todo com a falta de vagas nas escolas públicas. Alguns pais até entendem, e outros são "emprenhados" pelos ouvidos, a mídia (principalmente Radio Floresta) coloca-os contra os professores e assim fica difícil lutar por mudanças na área da educação de Tucuruí. É lamentável.
    Obrigado! Professor de escola pública e lutador social.

    ResponderExcluir
  2. Também pudera, o prefeito da mudança certa em vez de reformar o colégio Gumercindo Gomes, ele fez foi derrubar e não construiu e como não temos MP atuante em Tucuruí tudo fica por isso mesmo.

    ResponderExcluir
  3. Ei Secretária, kd o nosso abono?
    Ei Secretária, kd o nosso abono?
    Ei Secretária, kd o nosso abono?

    ResponderExcluir
  4. O recurso do FUNDEB utilizado para pagamento de professores não pode ser utilizado para ontros fins, como reforma...(O que sobrou tem q ser repassado ao professores em forma de abono) ROUBARAM O DINHEIRO DOS PROFESSORE

    ResponderExcluir
  5. onde está o conselho do fundeb? para que ele existe? ou sao coniventes com a ******** ? o que aconteceu com os 5 milhoes dos kits de informatica? Conheço escolas que funcionou a sala de informatica em 2008, depois que a mudança certa assumiu elas estao fechadas . Nao acredito em nenhum conselho em que os menbros sejam funcionarios da pmt, pois os mesmos estao subordinados, portanto tais conselhos sao inoperantes. tem gente se dando bem a custa do dinheiro do professor.

    ResponderExcluir

IMPORTANTE: Comentários contendo ofensas pessoais, palavrões, denuncias sem provas, ou afirmações negativas baseadas em “opiniões” ou suposições, tendo como objetivo perseguições pessoais ou politico partidárias, contra pessoas e/ou instituições, e não em FATOS concretos que se possa comprovar, serão moderados ou excluídos a critério da Equipe Folha. Evite também escrever em caixa alta (Letra maiúscula).

Agradecemos pela sua participação.

Um grande abraço!!!