Tucurui

Tucurui

Notícias

Alterar o idioma do Blog

terça-feira, 13 de janeiro de 2015

O Prefeito de Tucuruí e Presidente da AMAT e a sua política de dois pesos e duas medidas

Prefeito de Tucuruí Sancler Ferreira (PPS)
O Prefeito Sancler Ferreira (PPS) tentou dar o golpe desapropriando uma propriedade particular devidamente documentada pagando R$ 17,00 dezessete reais o metro quadrado. Em compensação a Prefeitura "comprou" uma área pública invadida do Bosque Municipal por R$ 400,00 quatrocentos reais o metro quadrado, do vereador de sua base na CMT José Valito Sanches Furtado, vulgo Irmão Marajá. Para ler a matéria, Clique Aqui.

   
É desta forma inconsequente e imoral que Tucuruí é administrada, dois pesos e duas medidas, é o poder e o erário público usado em beneficio do Prefeito e de seus amigos e aliados.
   
Lembrando que o Prefeito de Tucuruí é presidente da AMAT.
   
Pobre AMAT, está em "boas" mãos...
   
ISSO É UMA VERGONHA.

    

2 comentários:

  1. cadê o dinheiro do décimo terceiro salario dos servidores da saúde ? os diretores junto com o secretário e seu adjunto desviaram e foram curtir as férias em paraisos, tudo com o dinheiro do trabalhador. o presidente do sinsmut deveria se manifestar cobrando do secretario que nem em tucuruí mora , para que ele pague em dia o décimo, pois pela metade não é pagamento em dia.

    ResponderExcluir
  2. e não é só os servidores, não tem nada na secretaria de saúde, não tem nenhum exame, vários médicos não estão atendendo por falta de pagamento dos seus serviços, não tem casa de apoio para pacientes do tfd(tratamento fora de domicilio) falam em pagar ajuda de custo , mas só promessa ninguem recebe e nem data é marcada para receberem , vários pacientes interrompendo tratamento em belém por que não tem passagens para pacientes de tfd. t*************, uma vez que o secretário não mora nem fica sequer um dia em tucuruí. vamos povo vamos reagir e agir.

    ResponderExcluir

IMPORTANTE: Comentários contendo ofensas pessoais, palavrões, denuncias sem provas, ou afirmações negativas baseadas em “opiniões” ou suposições, tendo como objetivo perseguições pessoais ou politico partidárias, contra pessoas e/ou instituições, e não em FATOS concretos que se possa comprovar, serão moderados ou excluídos a critério da Equipe Folha. Evite também escrever em caixa alta (Letra maiúscula).

Agradecemos pela sua participação.

Um grande abraço!!!