Alterar o idioma do Blog

domingo, 22 de agosto de 2010

A polêmica sobre o fechamento da Rádio Tabajara


Estão fazendo um escarcéu danado sobre o fechamento da Rádio Tabajara pela Polícia Federal e Anatel. Segundo os adversários da Governadora a Rádio foi fechada devido às criticas dos donos da Rádio ao Governo do Estado e por estarem denegrindo a imagem da governadora (Que é candidata) às vésperas das eleições. Será que tudo isso não é de propósito para criar um fato político?
 
Vamos analisar a questão sem paixão, somente pela lógica. 
 
Independente das críticas ou de qualquer ação por parte do governo, a questão é: A Rádio Tabajara estava exercendo as suas atividades de radio difusão legalmente? Se estiver, a justiça deve reabrir a Rádio e os responsáveis pelo fechamento e pela apreensão indevida dos equipamentos deverão responder pelos seus atos.
 
Agora, se a rádio estava funcionando ilegalmente tem que fechar mesmo, por que não? A Lei não é igual para todos? Há pouco tempo a Anatel fechou várias rádios piratas e apreendeu todos os equipamentos e ninguém falou nada. Qual é o problema em fechar uma rádio que funciona ilegalmente? Cumprir a Lei é atentar contra a democracia? Se a Rádio Tabajara pode funcionar na clandestinidade, nós do Folha também vamos montar a nossa.
 
Há tempos nós do Transparência fazemos planos para montar uma rádio independente em Tucuruí, consultamos vários sites de empresas para adquirir os equipamentos para transmissão de FM, que até que não são muito caros, só que na hora que vimos o custo para legalizar uma rádio, tivemos que adiar nossos planos já que os custos são muito altos. Agora se a rádio pode funcionar sem os trâmites legais, também vamos montar a nossa.
 
Até para a hipocrisia existe limite. Estão preocupados com a democracia ou com os resultados das próximas eleições?

10 comentários:

  1. Eu sabia que um dia a FOLHA ia mostrar o seu lado. Pena que esteja do lado que é contra o PARÁ. Desacelerou 3 anos e meio e agora quer acelerar.

    ResponderExcluir
  2. Sim temos um lado, o lado da legalidade e contra a política suja e rasteira que se pratica no Pará.

    Nós também queremos montar uma rádio, e se a Rádio Tabajara pode funcionar sem estar legalizada, nos também queremos.

    Só os custos dos projetos e para dar entrada nos documentos junto ao ministério das comunicações fica em uns R$ 30.000,00 Trinta mil. Já por uns R$ 8.000,00 Oito mil, pode-se comprar um bom equipamento para transmissão em FM.

    Se não fosse o custo para legalizar, há tempos já teríamos montado a nossa rádio. Se abrirem exceção para eles, vão ter que abrir para nós também.

    Outra coisa anônimo, quem está preocupado com as eleições é você, para nós tanto faz, não dependemos de político nenhum, e se quer mesmo saber, em nossa opinião estes candidatos que estão ai são todos farinha do mesmo saco (Olha o Almir de braços dados com o seu ex-amigo e ex-inimigo Jader que já foi unha e carne com a Ana Júlia e se ela ganhar voltará a ser), só você mesmo para levar esse pessoal a sério.

    Se você tem interesse nestas eleições, está apaixonado por algum político, ou é só por que acredita que algum deles pode te dar o que você quer, faça bom proveito.

    ResponderExcluir
  3. Muita coiincidencia.Fechamento da Radio Tabajara,logo após uma representação da Frente Acelera Pará junto ao TRE, por apresentar denuncias contra o Governo do Estado.

    ResponderExcluir
  4. Não deve ter sido coincidência não, ao criticar o governo e fazer política no período eleitoral chamaram a atenção para eles.

    Quem está na ilegalidade tem que ser discreto, não pode fazer barulho e chamar atenção, ninguém tirou o site deles do ar pois está legal e a propaganda política na Internet é permitida nestas eleições.

    De qualquer forma com governo ou sem governo se a rádio estivesse funcionando legalmente não teria fechado, no máximo receberiam uma multa por propaganda política ilegal, CASO a Justiça Eleitoral acatasse a denuncia do PT. Quem não deve não teme.

    Agora, as autoridades não deveriam ter deixado esta rádio funcionar ilegalmente por tanto tempo, alguém se omitiu ou foi conivente com a ilegalidade. A justiça deveria investigar quem e por quê.

    ResponderExcluir
  5. A folha não aguenta pressão. A Folha é a dona da verdade.

    ResponderExcluir
  6. Pois é camarada aqui a gente costuma dizer o que pensa doa em quem doer. Não somos donos da verdade, mas somos apaixonados por ela.

    Não vamos passar atestado de babacas caindo nessas armações eleitorais mal acabadas.

    Mas podem continuar tentando nos enrolar, é até divertido, e muito útil na medida em que mostra ao povo o quão baixo podem descer os políticos. Mostrar a verdadeira cara e o lado obscuro da política, é um dos nossos objetivos.

    Mas continuem, não parem, quem sabe um dia dá certo?

    ResponderExcluir
  7. desculp acho que a folha deveria, por ser um meio de comunicação, ter outra postura

    ResponderExcluir
  8. Eu sempre gostei da verdade, mas se é pra fechar emissoras funcionando irregular, em nossa cidade também tem, a esqueci tem costas quentes de parlamentar, sem noticiar indicativo de chamada (prefixo), sem dizer que é Educativa..... e ainda atua comercialmente depredando as emissoras que paga imposto.

    ResponderExcluir
  9. Ao anônimo - "desculp acho que a folha deveria, por ser um meio de comunicação, ter outra postura".

    Você quer dizer, comunicador protege as ilegalidades de comunicador, policial protege as ilegalidades dos policiais, médicos protegem as ilegalidades dos médicos, políticos protegem as ilegalidades dos políticos, foi isso que você quis dizer?

    Isso se chama corporativismo e é uma das maiores pragas da sociedade brasileira.

    Se todos protegerem as ilegalidades se os abusos da "sua classe", não vai sobrar ninguém para defender a sociedade e o estado de direito, seremos uma nação de bandidos.

    Tolerância zero, lugar de criminoso é na cadeia, e não nos Fóruns, jornais, quartéis, no serviço público etc.

    Justamente por atuarmos na comunicação queremos ver esta área tão importante para a sociedade, livre de criminosos e mercenários.

    ResponderExcluir
  10. Ao Tony Marques e a quem possa interessar...

    Denuncie rádios pirata e rádios ilegais.

    Se você tem conhecimento de alguma rádio pirata em sua região, denuncie. Você tem várias maneiras de denunciar uma transmissão ilegal. Veja como:

    1 - Diretamente à ANATEL: 0800-332001

    2 - Enviando correspondência para:
    ARU - Assessoria de Relações com o Usuário, da ANATEL
    SAUS Quadra 06, Bloco F, 2º andar, Asa Sul
    70.070-940 - Brasília-DF

    3 - Pelo fax: 0xx61 2312-2264

    4 - Pessoalmente: por meio das Salas do Cidadão nos Escritórios da ANATEL disponíveis nas capitais.

    5 - Pelo atendimento eletrônico da ANATEL: Atendimento

    6 - Através de mensagem eletrônica para a ABERT: juridico@abert.org.br

    Ou utilize o formulário no link" http://www.aesp.org.br/denuncie.asp para informar sobre esta atividade ilegal. Com base em suas informações comunicaremos as autoridades competentes para providências.

    Viu como é fácil denunciar? Vamos lá, o folha tem que fazer tudo sozinho? Participe e faça a sua parte como um cidadão responsável e comprometido.

    Um abraço...

    ResponderExcluir

IMPORTANTE: Comentários contendo ofensas pessoais, palavrões, denuncias sem provas, racismo, homofobia, misoginia, discurso de ódio e intolerância de qualquer tipo, serão moderados e publicados ou excluídos a critério da Equipe Folha. Evite também escrever em caixa alta (Letra maiúscula).

Agradecemos pela sua participação.

Um grande abraço!!!