Tucurui

Tucurui

Notícias

Alterar o idioma do Blog

domingo, 7 de julho de 2013

Espionagem - EUA transforma o Brasil em um grande Big Brother

Brasil pede esclarecimentos aos EUA após denúncia de espionagem.
     
Por iG São Paulo. 
   
Ministro das Relações Exteriores reagiu à notícia que Brasil seria o país mais monitorado pela NSA depois dos EUA
    
O ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, disse neste domingo (8) que o Brasil vai cobrar explicações dos EUA sobre a suspeita de que o governo norte-americano espionou milhões de comunicações eletrônicas e telefonemas de cidadãos brasileiros.
    
Reuters
     
Antonio Patriota afirmou que País vai pedir explicações aos EUA
    
Segundo reportagem publicada ontem pelo jornal “O Globo”, o Brasil foi o segundo país mais espionado nas Américas pela Agência de Segurança Nacional (NSA em inglês), atrás apenas dos EUA e um dos prioritários para o governo americano, ao lado de China, Rússia, Irã e Paquistão. 
   
O jornal não revelou o volume de informações monitorado pelos computadores e pelos funcionários da inteligência da NSA, mas citou documentos fornecidos pelo fugitivo Edward Snowden , ex-funcionário de inteligência da agência. 
    
Parte do acesso às comunicações brasileiras teria sido obtido por meio de empresas norte-americanas parceiras de companhias brasileiras de telecomunicações, relatou o jornal sem revelar os nomes das empresas. 
   
De acordo com Patriota, o governo brasileiro vai procurar a União Internacional de Telecomunicações (UIT), órgão ligado à Organização das Nações Unicas (ONU) com sede em Genebra, para pedir mudanças nas regras internacionais de segurança e privacidade nas telecomunicações. 
   
Segundo o chanceler brasileiro, o governo da presidente Dilma Rousseff vê com “grande preocupação” a violação do sigilo eletrônico e telefônico de cidadãos brasileiros. Ele disse que o embaixador dos EUA no Brasil, Thomas Shannon, foi acionado para apresentar explicações e que a embaixada do Brasil em Washington também foi orientada a cobrar o governo Barack Obama.
    
Leia a íntegra do pronunciamento feito por Patriota em Paraty (RJ):
   
“O Governo brasileiro recebeu com grave preocupação a notícia de que as comunicações eletrônicas e telefônicas de cidadãos brasileiros estariam sendo objeto de espionagem por órgãos de inteligência norte-americanos.
    
O Governo brasileiro solicitou esclarecimentos ao governo norte-americano por intermédio da Embaixada do Brasil em Washington, assim como ao Embaixador dos Estados Unidos no Brasil.
    
O governo brasileiro promoverá no âmbito da União Internacional de Telecomunicações (UIT) em Genebra, o aperfeiçoamento de regras multilaterais sobre segurança das telecomunicações. Além disso, o Brasil lançará nas Nações Unidas iniciativas com o objetivo de proibir abusos e impedir a invasão da privacidade dos usuários das redes virtuais de comunicação, estabelecendo normas claras de comportamento dos Estados na área de informação e telecomunicações para garantir segurança cibernética que proteja os direitos dos cidadãos e preserve a soberania de todos os países."
    
(Com informações da Reuters)
    

Nenhum comentário:

Postar um comentário

IMPORTANTE: Comentários contendo ofensas pessoais, palavrões, denuncias sem provas, ou afirmações negativas baseadas em “opiniões” ou suposições, tendo como objetivo perseguições pessoais ou politico partidárias, contra pessoas e/ou instituições, e não em FATOS concretos que se possa comprovar, serão moderados ou excluídos a critério da Equipe Folha. Evite também escrever em caixa alta (Letra maiúscula).

Agradecemos pela sua participação.

Um grande abraço!!!