Tucurui

Tucurui

Notícias

Alterar o idioma do Blog

sexta-feira, 16 de maio de 2014

Estranha pesquisa

             
Um dos editores do Folha de Tucuruí deu uma entrevista a um estudante que estava fazendo uma pesquisa sobre a intenção de voto para as próximas eleições. Segundo o estudante a pesquisa é para o Instituto ACERTAR.
      
As perguntas foram:
       
1 – Espontânea - Em quem você votaria para Presidente, Governador, Senador e Deputado Federal?
        
2 –Estimulada - O pesquisador apresentou diversos nomes para os cargos acima e perguntou em quem o editor votaria.
       
3 – O pesquisador perguntou o que o editor achava do Governo da Presidente, do Governador e do Prefeito.
         
4 – O pesquisador perguntou se o editor votaria nos candidatos indicados pelo prefeito.
          
O estranho nesta pesquisa foram duas situações: A pergunta sobre a indicação de candidatos pelo prefeito e a segunda é que não foi perguntado sobre a eleição para deputado estadual.
        
A conclusão a que chegamos é que na verdade a pesquisa teria por finalidade, além de apurar a votação dos candidatos aos cargos acima citados, também apurar a capacidade do prefeito de Tucuruí para angariar e induzir votos. 

A outra conclusão é que: O que parece é que para o Instituto Acertar, ou para quem pagou a pesquisa, a eleição para Deputado Estadual não tem nenhuma importância, ou tem importância mas já sabem (ou pensam que sabem), antecipadamente o resultado que lhes interessa, por isso a pergunta foi excluída da pesquisa.
  
Pelas razões acima achamos esta pesquisa no mínimo estranha!!!
            

9 comentários:

  1. Isso é marmelada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O prefeito de tucurui terá a resposta de sua popularidade nas urnas dessa eleição e então ele verá como a população esta descontente com a administração dele e de seus **********. O reinado do tio san esta acabando. Só eles que não perceberam que eles nunca mais farão parte dessa administração. Aguardo as próximas eleições *******************.

      Excluir
  2. Na verdade, pelo que li e entendi, não houve pesquisa sobre a eleição para deputado federal.

    ResponderExcluir
  3. Deputado ESTADUAL, por isso esta pesquisa (que duvido que será publicada), é muito estranha...
    Pedimos aos amigos do Folha que forem entrevistados para pesquisas, que nos conte como foram as perguntas.

    ResponderExcluir
  4. O anônimo de 5/17/2014 1:19 AM está certo em sua colocação. na matéria está: "1 – Espontânea - Em quem você votaria para Presidente, Governador, Senador e Deputado Estadual?", portanto houve um equívoco na edição, mas tds já entendemos.

    ResponderExcluir
  5. Se as perguntas firam essas caro editor, foi feito na primeira pergunta sobre quem se votaria p DEP estadual e não para federal!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ok, foi corrigido. Obrigado pelo aviso.

      Excluir
  6. Tucurui não vai fazer nenhum deputado estadual.

    ResponderExcluir
  7. Wilson - Tucuruí5/18/2014 9:55 AM

    A pesquisa espontânea para deputado federal ou estadual terá resposta pulverizada, pois além das centenas de nomes que viriam a baila, a maioria do eleitorado - acima de 90%- está entre indecisos, não sabe/não respondeu.

    Assim se, entre os 10% que já têm candidato, aparecer bem colocado o nome que interessa ao contratante, logicamente que ele faria um escarcéu danado, sairia até no blog do Marcelo Bacana, que é quem costuma trabalhar com o Instituto Acertar.

    Poderiam e deveriam efetuar a pesquisa estimulada, com os nomes de pré-candidatos locais e já que estão na baila em Tucuruí. Veriam que percentual de indecisos, não sabe/não respondeu cairia bastante, mas aí a resposta talvez não interessasse ao contratante, que todos sabem quem é.

    Outro quesito importantíssimo que deveria estar presente na pesquisa para todos os cargos, tanto na estimulada quanto na espontânea, seria a avaliação da rejeição. Mas aí é pedir demais para as intenções de quem contratou a “pesquisa”.

    ResponderExcluir

IMPORTANTE: Comentários contendo ofensas pessoais, palavrões, denuncias sem provas, ou afirmações negativas baseadas em “opiniões” ou suposições, tendo como objetivo perseguições pessoais ou politico partidárias, contra pessoas e/ou instituições, e não em FATOS concretos que se possa comprovar, serão moderados ou excluídos a critério da Equipe Folha. Evite também escrever em caixa alta (Letra maiúscula).

Agradecemos pela sua participação.

Um grande abraço!!!