Tucurui

Tucurui

Notícias

Alterar o idioma do Blog

quarta-feira, 21 de maio de 2014

Procurador do Ministério Público Federal intermedeia negociação entre PMT e sindicatos

Helicóptero da PM pairando sobre a manifestação em frente à PMT. 
A manifestação de hoje na greve dos servidores municipais de Tucuruí contou com um número bem maior de funcionários que aderiram à greve, a proposta do SINSMUT e do SINTEP é colocar três mil pessoas na manifestação de amanhã.
             
A manifestação saiu da sede do SINSMUT passou em frente do fórum, seguiu pela Praça do Rotary, desceu a Av. Lauro Sodré, Rua José Nery Torres, Praça do Rotary e Prefeitura.
            
As 11:00 horas os servidores seguiram até o Ministério Público Federal onde se concentraram e os representantes do SINTEP e SINSMUT solicitaram uma audiência com o Procurador da República no que foram atendidos. Após expor toda a situação o Procurador solicitou a presença da representante do Ministério Público Estadual e de representantes e o contador da PMT.
           
A Administração Municipal alegou que não daria tempo de providenciar a documentação solicitada pelo Procurador segundo eles devido ao horário. Foi acertado que amanhã haverá uma reunião entre o MPE, MPF, Sindicatos e sua assessoria jurídica e a Prefeitura, para tentar uma negociação entre o poder público e os servidores municipais, a reunião será realizada no prédio da PMT.
            
Ficou programada para amanhã às 08:00 horas na porta do SINSMUT a concentração dos servidores municipais que deverão se deslocar até a porta da PMT para acompanhar as negociações. Compareça servidor, é o seu salário e o seu futuro que estão em jogo. Seu sindicato precisa da sua presença e do seu apoio.
         
Ajude e defenda seu sindicato para que ele possa defender você.
    
Imagens da manifestação:
        

       
Apesar do sol escaldante, os servidores não desanimam e vão em frente..

Nenhum comentário:

Postar um comentário

IMPORTANTE: Comentários contendo ofensas pessoais, palavrões, denuncias sem provas, ou afirmações negativas baseadas em “opiniões” ou suposições, tendo como objetivo perseguições pessoais ou politico partidárias, contra pessoas e/ou instituições, e não em FATOS concretos que se possa comprovar, serão moderados ou excluídos a critério da Equipe Folha. Evite também escrever em caixa alta (Letra maiúscula).

Agradecemos pela sua participação.

Um grande abraço!!!