Tucurui

Tucurui

Notícias

Alterar o idioma do Blog

terça-feira, 6 de maio de 2014

Tudo indica que o Concurso da PMT será realmente uma farsa, apenas 20% das vagas disponíveis serão ofertadas

Tudo está indicando que o Concurso da Prefeitura de Tucuruí será realmente uma farsa e que o Prefeito realmente disponibilizará apenas 20% das vagas disponíveis (416), ficando as vagas restantes (2000) destinadas às contratações ilegais com objetivos eleitoreiros.
          
Os Sindicatos SINTEP e SINSMUT fizeram um levantamento das vagas disponíveis e entregou este levantamento junto com as provas da existência das vagas ao Ministério Público Estadual. No entanto ficamos sabendo que a empresa que fará o concurso já foi contratada e as vagas são mesmo as 416, 20% do total, portanto todo o trabalho dos Sindicatos foi perdido e as contratações ilegais vão continuar. 
          
Se a empresa realmente já foi contratada e se as vagas são as mesmas é no mínimo muito estranho, pois o edital de licitação não foi divulgado no diário oficial e muito menos na imprensa local.
             
Caso este contrato realmente foi feito, e se as vagas disponibilizadas foram realmente as 416 (20%), é de se supor, que o Prefeito Sancler já deve saber qual será a decisão da justiça, pois já está se antecipando a ela.
             
Neste caso, caberá ao SINTEP e ao SINSMUT como sindicato agir no sentido de tomar as providências necessárias. O empreguismo na Prefeitura afeta não só o funcionalismo que fica com seu salário engessado e é obrigado a trabalhar em ambientes insalubres, um exemplo são as sucatas que a PMT chama de veículos, que trafegam sem as mínimas condições de trafegabilidade e segurança, colocando em risco a vida dos servidores do município, assim como toda a população.
              
O empreguismo e a ilegalidade na PMT afeta os reajustes salariais de outras formas, por exemplo: O pagamento de horas-extras como complementação de salário (uma prática comum na PMT), para os amigos da Administração Municipal, acarreta um desequilíbrio salarial entre os funcionários que exercem a mesma função. Porque o prefeito aumentaria o salário de toda a categoria, se pode aumentar o salário apenas de quem ele quer?
            
Outra questão é que os próprios contratados, muitos também filiados no SINTEP e SINSMUT também vão ser prejudicados pela farsa que se está montando no Concurso da Prefeitura, acontece que muitos contratados têm condições de passar no concurso, e a disponibilização de apenas 20% das vagas os prejudicam, pois dificultam o seu ingresso na Prefeitura, os mantendo em uma escravidão branca e os seus votos no cabresto.
          
Os sindicatos gastaram horas e dias para fazer o levantamento das vagas realmente disponíveis na Prefeitura e entregaram o relatório ao MPE, e ao que parece nada adiantou, foi tempo perdido, o concurso será feito com 20% das vagas disponíveis, o que é um absurdo. A única solução dos Sindicatos é continuar denunciando e reclamando inutilmente no MPE??? Não é não, existem outras instâncias a que se pode recorrer, e isso tem sido feito em outras cidades e em outros Estados.
            
Se os sindicatos e a sociedade organizada em Tucuruí, não reagirem diante desta farsa que ao que parece está sendo armada neste Concurso, significa que o Prefeito já tem o controle total das instituições e a ditadura está consolidada mais uma vez em Tucuruí.
             
Caso a farsa do Concurso da PMT se concretize, será a prova final e inquestionável da submissão, do fracasso e da derrota das instituições, o poder político, econômico e os interesses do Prefeito Sancler, terá prevalecido de vez acima do interesse público e da legalidade em Tucuruí.
        
ISSO É UMA VERGONHA! 
      

Um comentário:

  1. Para tomar conhecimento de atividades dos sindicatos dos servidores municipais acesse o link: http://sinsmut.blogspot.com/ ou procurem a sede do SINSMUT e SINTEP.

    ResponderExcluir

IMPORTANTE: Comentários contendo ofensas pessoais, palavrões, denuncias sem provas, ou afirmações negativas baseadas em “opiniões” ou suposições, tendo como objetivo perseguições pessoais ou politico partidárias, contra pessoas e/ou instituições, e não em FATOS concretos que se possa comprovar, serão moderados ou excluídos a critério da Equipe Folha. Evite também escrever em caixa alta (Letra maiúscula).

Agradecemos pela sua participação.

Um grande abraço!!!