Tucurui

Tucurui

Notícias

Alterar o idioma do Blog

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Púlpito ou Palanque?

      
               
Mais uma vez, como é de praxe em todas as eleições, estão tentando transformar igrejas em palanques eleitorais. Parece que para alguns religiosos o chamado do poder terreno é mais forte que o chamado de Deus, entre o céu que virá e o poder que já é realidade, muitos são mais imediatistas e querem o céu aqui mesmo na terra ainda em vida, escolhem a segunda opção, o poder imediato e todos os prazeres do mundo que ele pode oferecer.
    
Então transformam cultos e reuniões religiosas em reuniões e comícios políticos, e a exemplo dos vendilhões do templo que foram expulsos por Jesus, transformam a casa de Deus em balcão de negócios.
    
"«... expulsou todos os que ali vendiam e compravam, derribou as mesas dos cambistas, e as cadeiras dos que vendiam as pombas; e disse-lhes: Está escrito: A minha casa será chamada casa de oração; vós, porém, a fazeis covil de salteadores.» (Mateus 21:12-13).
   
A história bíblica se repete mais uma vez em algumas igrejas, a única diferença é que hoje em dia na casa de Deus não se negocia mais a troca de moedas, e a venda de animais, hoje a mercadoria é outra e muito mais valiosa, a mercadoria hoje é o voto, que abre as portas para o poder, para o enriquecimento ilícito, para o luxo e para os prazeres mundanos. 
         
Eles querem dinheiro e poder agora, eles testam ao máximo a paciência de Deus, e acham que o céu pode esperar.
    

8 comentários:

  1. Rapaz....fiquei sem palavras...essa postagem é extremamente verdadeira. Realmente voce filosofou. ..viajou...foi além de malkut e da cabala hebraica. Sei que não é o momento...mas tenho que te dizer e desejar Parabéns pelo texto. O bom seria que 10% dos alienados entendessem a mensagem, mas ainda não tenho como lhe elogiar pela matéria. Na real...mais uma vez Parabéns! Ass: Cabul

    ResponderExcluir
  2. Esse cenário é uma crítica a assembleia de Deus?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode ser que sim, pode ser que não... Eu gostaria que cada fiel de cada igreja fizesse a seguinte pergunta a si mesmo: Será que a minha Igreja e seus dirigentes servem a Deus ou ao mundo?
      A Igreja é de Deus e a política é do mundo, são como água e óleo, não podem se misturar.
      ''Mateus 6:24 - Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar um e amar o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom.''
      O diabo ofereceu a Jesus todos os reinos da terra, e agora ele oferece aos fieis o poder e a riqueza deste mundo.
      Jesus recusou a oferta, então os fieis que escolhem o poder e a riqueza do mundo estão fazendo o contrário do que fez Jesus, eles não têm fé de que Deus pode lhes dar muito mais que o mundo lhes oferece, então eles oram e clamam a Deus e aos céus, mas como sua fé é pouca, em seus atos e em seus corações eles amam e servem o mundo.
      Sua boca chama por Jesus e em seu nome profetizam, curam e expulsam demônios, mas em seus corações eles amam o poder e os prazeres do mundo. Dizem uma coisa e fazem outra, e não seguem os seus próprios conselhos.
      Não vou apontar o dedo para ninguém, que cada um pergunte com toda a honestidade para si mesmo: O que foi dito nesta matéria serve para minha Igreja e seus dirigentes? Eu e a minha igreja servimos a Deus, ou ao mundo?
      Não tem como servir aos dois ao mesmo tempo, ou serve a um ou ao outro. Esta não é uma afirmação minha, e estas não são as minhas palavras, esta é a palavra da Bíblia.

      Excluir
  3. Os pastores vendem os votos dos fiéis. .por cabeça como se fossem gados

    ResponderExcluir
  4. Só não podemos generalizar, existem muitos bons Pastores, que são honestos, tem caráter e servem realmente a Deus.
    Infelizmente como em qualquer atividade humana também existem os Pastores sem caráter e hipócritas, que só servem aos seus interesses e amam as riquezas, o poder, o luxo, os prazeres do mundo e adoram se sentar na mesa dos poderosos.
    Deus julgará a todos segundo as suas obras.
    Não podemos julgar mal a todos e nem julgar a Igreja que não tem culpa alguma, existem muitos bons pastores e pelas suas obras, pelas suas companhias e seus amigos podem ser facilmente reconhecidos.
    Deus dá todos, inclusive aos maus pastores todas as chances, casa boa, mesa farta, conforto, carro, reconhecimento público, tudo para que o Pastor, sem ter que se preocupar com as coisas do mundo e com o sustento da sua família, possa se dedicar inteiramente às coisas de Deus.
    Mas o mau, infiel e ingrato pastor não se conforma, ele sempre quer mais e mais, sua ambição de poder e riquezas não tem limites, ele ama o poder e os prazeres do mundo, não agradece e não reconhece o quanto Deus é bom com ele.

    Lucas 12:45-48
    45 Mas suponham que esse servo diga a si mesmo: 'Meu senhor se demora a voltar', e então comece a bater nos servos e nas servas, a comer, a beber e a embriagar-se.
    46 O senhor daquele servo virá num dia em que ele não o espera e numa hora que não sabe e o punirá severamente e lhe dará um lugar com os infiéis.
    47 "Aquele servo que conhece a vontade de seu senhor e não prepara o que ele deseja, nem o realiza, receberá muitos açoites.
    48 Mas aquele que não a conhece e pratica coisas merecedoras de castigo, receberá poucos açoites. A quem muito foi dado, muito será exigido; e a quem muito foi confiado, muito mais será pedido.

    ResponderExcluir
  5. Será que esses mau pastores estão realmente preocupados com o julgamento de Deus? **************

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eles não tão preocupados com o julgamento de Deus,mais sim com deus dinheiro

      Excluir
  6. Eles não só vendem o voto mais vendem as pessoas, como a palavra de Nosso Criador Deus,o deus que ele conhece e o deus dinheiro mamon

    ResponderExcluir

IMPORTANTE: Comentários contendo ofensas pessoais, palavrões, denuncias sem provas, ou afirmações negativas baseadas em “opiniões” ou suposições, tendo como objetivo perseguições pessoais ou politico partidárias, contra pessoas e/ou instituições, e não em FATOS concretos que se possa comprovar, serão moderados ou excluídos a critério da Equipe Folha. Evite também escrever em caixa alta (Letra maiúscula).

Agradecemos pela sua participação.

Um grande abraço!!!