Alterar o idioma do Blog

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Bate boca e censura no programa Tucuruí Agora

O Vereador Jones compareceu no programa Tucuruí Agora e foi rudemente interrompido pelo apresentador enquanto fazia críticas e denuncias contra o prefeito de Tucuruí.

Fora do ar se instalou um bate boca e depois de muita discussão foi acertado que o vereador voltaria para terminar a sua fala. O Marcelo filho do dono da rádio durante o programa tentou passar para a população que o vereador não tinha retornado por que não quis, já o radialista João Marques tentou se fazer de vítima.

O vereador terminou (com várias interrupções) de falar e se despediu.

No final do programa o dono da Rádio Zé Adão entra no ar, e falando sozinho critica o vereador sem lhe dar chance de se defender.

Para variar o Zé Adão disse um monte de abobrinhas, começando por dizer que o vereador está fazendo campanha política (só por que criticou o prefeito). Disse ainda que o vereador teria que acusar o prefeito no Ministério Público, delegado etc. e se a justiça acatasse a denuncia ele divulgaria. Disse também que a rádio seria penalizada caso o vereador fizesse acusações sem provas.

Ora, o Zé mais uma vez insulta a inteligência dos ouvintes da rádio.

1 - Em primeiro lugar o Vereador não é candidato a nada, a eleição para prefeito é só em 2012, inclusive o Zé Adão comete crime eleitoral ao lançar antecipadamente a candidatura do vereador, a prefeito nas próximas eleições. Só por que o Jones critica os desmandos do prefeito, não quer dizer que está fazendo campanha eleitoral, ele está apenas cumprindo o seu papel. O vereador não tem culpa se o dono da rádio não está acostumado a ver um vereador fazendo o seu papel.

2 – O Vereador acusou sim o prefeito no Ministério Público e o MPE aceitou a denúncia, tanto que já fez mais de uma recomendação ao prefeito, e a rádio ignorou solenemente, portanto é mentira que caso o vereador fizesse a denúncia e a justiça acatasse, ele noticiaria.

3 – A rádio não pode ser penalizada se o Vereador que é uma autoridade assumir a sua denuncia em um programa ao vivo, o que não pode é o dono da rádio censurar o vereador e lhe dizer o que tem ou não tem que dizer.

Fica evidente a intenção do dono da rádio e do radialista em defender o Prefeito, e isso se explica pelas relações comerciais entre a rádio e a prefeitura de Tucuruí. O dono da rádio tem um polpudo contrato com a prefeitura, portanto é empregado indireto do prefeito, desta forma torna-se suspeito ao censurar e criticar um vereador de oposição, ainda mais que a rádio precisa do dinheiro da prefeitura.

O dono da Rádio Floresta e o radialista usaram de toda a sua experiência para tentar jogar a opinião pública contra o vereador, invertendo os papeis e inclusive lançando a candidatura antecipada do vereador a prefeito, com o claro intuito de minimizar e desacreditar as graves acusações do vereador. Nas gravações do programa fica evidente a postura do dono da rádio em defesa do seu patrão prefeito.

É preciso com urgência regulamentar a atuação da imprensa para instituir normas éticas no uso da mídia. Hoje os donos da grande mídia se comportam como partidos políticos (IPG) usando a imprensa para formar opinião de acordo com os seus interesses financeiros.

Querem liberdade de imprensa e são contra a censura apenas para eles mesmos, pois quando lhes interessa eles mesmos censuram, como está acontecendo na Rádio Floresta em Tucuruí.

Hoje como o Sancler é prefeito e paga a Rádio, ele é defendido e tem o espaço que quiser na programação, mas temos certeza de que ele se lembra de quando foi vice-prefeito e brigou com o prefeito na época, e foi boicotado por estes mesmos que hoje lhe lambem as mãos.

Dividimos a gravação de parte do programa em três arquivos para facilitar. No primeiro arquivo temos o pronunciamento do vereador até ser bruscamente interrompido, ficando claro que não iriam permitir o seu retorno.

No segundo arquivo o dono da rádio após muita discussão permite o retorno do vereador e o radialista tenta se fazer de vítima.

No terceiro arquivo o dono da rádio se pronuncia sem dar chance de resposta e defesa ao vereador, e tenta explicar o inexplicável, com afirmações distorcidas e que não refletem a verdade.




8 comentários:

  1. Esse tal de Zé Babão num tem jeito mesmo, né!? pega leve, bixim!! tua hora tbm ta chegando!!! ok, ok, ok.

    ResponderExcluir
  2. Concordo plenamente com a matéria da Folha de Tucuruí, pois essa radio floresta ganha muito dinheiro para puxar o saco do prefeito e censurar aqueles que vao até lá para falar as verdades sobre esse prefeito.
    O problema é que se houvesse lei mesmo essa rádio ja teria perdido sua concessao.
    Enquanto isso o dinheiro público é surrupiado do povo, que nao tem remédio nos postos de saude, nao tem sequer hospital municipal, nao tem educação, enfim, nao tem dignidade.
    Parabéns ao diretor deste site Folha de Tucuruí por mostrar a verdade, pois é um dos poucos canais em que a populaçao pode tomar conhecimento da verdade.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  4. O que aconteceu essa semana no programa Tucuruí Agora foi uma falta de respeito com os ouvintes dessa cidade e região, o Sr Zé Adão mais uma vez se mostrou partidário e sem noção. Por Deus do céu foi tudo ao vivo. O vereador Jones ficou exposto ao ridiculo, cade a democracia, não venho aqui defender niguem, mas quem é que não lembra que na época que o Claudio Furman era prefeito, qualquer pessoa usava a rádio para falar mal dele... E agora com o Novo Tempo não pode!!!

    ResponderExcluir
  5. Esse é o típico Zé do PiG.

    Sempre fala nas costas pra querer deixar a rádio por cima, porque ele não ligou com o Jones no ar? Falta de coragem ou estupidez?

    E o OK! OK! sempre na base do "eu aumento mas não invento", falando um monte de besteira do tempo da carochinha.

    Essas pessoas deveriam honrar o que lhes resta de dignidade, pois de credibilidade não tem mais nada, e tomar vergonha na cara.

    "ão ão ão Sancler Patrão do Zé Adão!"

    ResponderExcluir
  6. o senhor zé adão trabalha de acordo com seus propios interesses, todos sabemos,tanto que quando ele era do lado do parsifal e perdeu para o claudio, no inicio do seu ultimo mandato, começou o ano com seus "reporteres" até em frente a prefeitura para investigar denuncias, foi só ter uma reuniaozinha com o prefeito e acabou as investigações, tenho um testemunho até de uma empresa na cidade que faz sua propaganda na floresta fm e que certa vez cobrou juros de uma conta de uma cliente que estava com sua conta atrasada dois ou tres meses, a qual achando os juros abusivos foi na radio reclamar e a radio simplesmente não permitiu a mesma a fazer a denuncia, imaginem se a radio faz isso para defender uma empresa que simplesmente faz um propaganda lá , o que vemos eles fazerem ao vivo nos leva a pensar que a coisa é grande mesmo heim...... ate quando vamos conviver com isso ... nem nossos representantes tem mais direitos de nos defender dos desmandos do poder executivo que esta executando nossas vidas quando fazem o que fazem, pois na ponta só quem sofre somos nóses!!!!!!!

    ResponderExcluir
  7. O que é mais chato de ouvir é a prepotência de como esse diretor fala. Se ele soubesse, ao invés de implacar, ele causa é repúdio. Não sou a favor de qualquer ditadura!Basta de manipulação!

    ResponderExcluir
  8. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    até que enfim o povo esta tendo a resposta os vermes começaram a sair pela CUlatra,bando de parasitas assassinos o povo ja cansou de vocês,
    o povo ja não esta tão alheio ao sistema de maracutaias,internet é a voz do povo uma das mil maravilhas que o homem pode inventar só espero que inventem agora um geito incorruptivel de ganhar dinheiro acho que um antivirus moderno esta surgindo o povo digital
    corrupção chega de corrupção vão ganhar R$ honestamente.

    ResponderExcluir

IMPORTANTE: Comentários contendo ofensas pessoais, palavrões, denuncias sem provas, racismo, homofobia, misoginia, discurso de ódio e intolerância de qualquer tipo, serão moderados e publicados ou excluídos a critério da Equipe Folha. Evite também escrever em caixa alta (Letra maiúscula).

Agradecemos pela sua participação.

Um grande abraço!!!