Alterar o idioma do Blog

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Quais são as plantas mais venenosas do mundo?

por Suzana Paquete.
    
Dá para citar pelo menos uma dezena de plantas mortais, com toxinas venenosas que podem matar quem entrar em contato com elas. Mas não dá para fazer um ranking incontestável das mais venenosas. 
    
Primeiro, porque o efeito da toxina varia muito de pessoa para pessoa - as vítimas mais resistentes podem ter apenas vômitos ou outras reações menos pesadas; as mais fracas podem morrer. 
     
Segundo, porque a quantidade de veneno capaz de causar problemas ao ser humano muda de planta para planta. 
   
E terceiro, porque existem várias formas de contágio: comendo a planta, tendo contato pela pele e até cheirando o perfume que ela exala. 
    
Nesta reportagem, montamos uma lista com cinco espécies super-letais, encontradas em várias partes do mundo e também aqui no Brasil. Todas elas são consideradas altamente venenosas e causam acidentes domésticos. 
    
As principais vítimas são as crianças, que costumam achar saborosas plantinhas como a comigo-ninguém-pode, cultivada para espantar o mau-olhado. Mas, quando a planta é mastigada, pequenos cristais ferem a boca e a faringe, provocando um inchaço que impede a passagem de ar e causa morte por asfixia. 
    
Outro motivo de envenenamento é confundir uma planta tóxica com outra inofensiva. Isso pode ocorrer, por exemplo, com a mandioca e suas parentes venenosas, que são bem parecidas na forma, mas bem diferentes na composição química. Para evitar esse perigo, o melhor é prevenir: não mande para a panela vegetais desconhecidos e avise a molecada para não pôr na boca as plantas do jardim. 
    
Veja na livraria: Plantas Venenosas e Animais Peçonhentos, Samuel Schvartsman, Savier, 1992 
    
Salada mortal 
  
Vegetais "do mal" têm jeitão inofensivo e são comuns no Brasil 
  
COMIGO-NINGUÉM-PODE (Dieffenbachia picta Schott) 
  
POR QUE É TÓXICA: porque o caule e as folhas têm cristais de oxalato de cálcio, substância que provoca inflamações no corpo 
  
EFEITOS: quando mastigada, a planta fere as mucosas da boca, faringe e cordas vocais. A inflamação causa inchaços que impedem a passagem do ar e podem levar à asfixia 
  
TRATAMENTO: no hospital, a vítima recebe analgésicos contra a inflamação e passa por uma lavagem gástrica. Tomar leite e óleo de oliva ajuda a eliminar a toxina 
  
Cultivada dentro de casa, essa plantinha é tida como amuleto contra o mau-olhado. Nos Estados Unidos, ela é conhecida como "cana de mudo", já que o inchaço impede a pessoa de falar até que a inflamação melhore 
  
JEQUIRITI (Abrus precatorius L.) 
  
POR QUE É TÓXICA: porque tem sementes vermelhas com uma substância chamada abrina, que mata quando mastigada 
  
EFEITOS: a abrina provoca a aglutinação das células vermelhas do sangue, formando coágulos e impedindo a circulação corpórea 
   
TRATAMENTO: é preciso levar a vítima rapidinho para o hospital. O salvamento inclui lavagem gástrica e remédios anticoagulantes 
   
Abundante nas regiões tropicais, o jequiriti ficou famoso por ser a "planta proibida" do filme A Lagoa Azul. Na produção, o casal apaixonado mastiga as sementes e acaba morrendo (xiiiii, contamos o final...) 
  
PINHÃO-DE-PURGA (Jatropha curcas L.) 
  
POR QUE É TÓXICA: porque contém ricina nas sementes 
  
EFEITOS: causa aglutinação das hemáceas e dificuldade de circulação do sangue. A ingestão de quatro ou mais sementes de pinhão-de-purga pode causar a morte 
  
TRATAMENTO: a vítima deve ir direto para o hospital. Depois de passar por uma lavagem gástrica, é preciso evitar a desidratação com soro 
   
Considerada uma planta invasora, o pinhão-de-purga ocorre como praga em pastagens e lavouras nas zonas rurais. Como ele não é muito comum nas grandes cidades, há menos registros de acidentes com esse vegetal 
   
MAMONA (Ricinus communis L.) 
   
POR QUE É TÓXICA: porque a semente tem ricina, uma toxina letal quando ingerida 
   
EFEITOS: assim como a abrina, a ricina causa coágulos sanguíneos. Há casos de morte de crianças que ingeriram uma única semente, e de adultos que comeram duas delas. Em casos menos graves, a toxina ocasiona queimação na garganta, vômitos intensos, taquicardia e diarréia 
   
TRATAMENTO: internação imediata, com lavagem gástrica e anticoagulantes 
   
Não é que as mamonas podem mesmo ser assassinas? Aparentemente inofensivo, esse arbusto originário da Ásia meridional cresce em qualquer terreno baldio. Uma simples dentada pode causar vômitos e diarréia 
   
MANDIOCA-BRAVA (Manihot utilissima Pohl) 
   
POR QUE É TÓXICA: suas raiz e suas folhas possuem linamarina, uma substância tóxica que pode matar quem comer a planta 
   
EFEITOS: nas intoxicações mais pesadas, a linamarina causa asfixia e convulsões, que se não forem tratadas podem ser fatais 
   
TRATAMENTO: hospitalização e lavagem gástrica. Os principais remédios são antídotos específicos, como o nitrito de amila 
   
Essa planta nativa do Brasil é venenosa quando crua. Mas, ao ser cozinhada, sua substância tóxica deixa de fazer efeito. Hoje em dia, já dá para encontrar no mercado exemplares geneticamente modificados, que não têm o veneno encontrado na natureza 
   
Fonte: Plantas Venenosas e Animais Peçonhentos, de Samuel Schvartsman
   

Um comentário:

  1. Sugiro ao blog, até para uma maior informação aos cidadãos, que em cada uma das plantas discriminadas acima, seja inclusa uma foto.
    Seria muito proveitoso para os leitores
    Um abraço.

    ResponderExcluir

IMPORTANTE: Comentários contendo ofensas pessoais, palavrões, denuncias sem provas, racismo, homofobia, misoginia, discurso de ódio e intolerância de qualquer tipo, serão moderados e publicados ou excluídos a critério da Equipe Folha. Evite também escrever em caixa alta (Letra maiúscula).

Agradecemos pela sua participação.

Um grande abraço!!!