Tucurui

Tucurui

Notícias

Alterar o idioma do Blog

sábado, 20 de setembro de 2014

Justiça determina que a Prefeitura reforme o Prédio do Conselho Tutelar

A Justiça determinou que a Prefeitura de Tucuruí faça a reforma do prédio do Conselho Tutelar, e deu um prazo de quatro meses para a conclusão da obra.
             
Conforme já denunciamos, o prédio do Conselho Tutelar está em ruínas e foi preciso a justiça mandar o Prefeito Sancler (PPS) fazer a reforma, isso se ele quiser obedecer à ordem judicial é claro.
            
Todas as obras de Tucuruí, tirando as poucas feitas com recursos do Governo do Estado, foram feitas com recursos do Governo Federal, já que a prefeitura está mal administrada e falida, por isso as reformas que precisam ser feitas com recursos da PMT não saem do papel, se a Dilma não mandasse recursos para Tucuruí, a PMT não teria feito nada nestes últimos seis anos.
            
Agora é torcer para que o Prefeito queira cumprir a ordem judicial e reforme o Conselho Tutelar, porque se ele não quiser cumprir não cumpre, vai ficar como está.
           
Uma coincidência, o prazo para a conclusão da obra é 23 de fevereiro de 2015.
             

5 comentários:

  1. Ate parece que ele vai concluir essa obra. Ele só promete e nunca faz nada. Ass. Doutor Fabiano

    ResponderExcluir
  2. A justiça deveria obrigar ele a terminar a "reforma" da casa de apoio em belém, só quem vive lá é que sabe como estão os doentes naquele local improvisado que ele arrumou, um tratamento totalmente desumano.

    ResponderExcluir
  3. Justiça em Tucuruí para penalizar o Sancler em quanto o jatene for Governador do Pará. o chefe do judiciário e mp for indicado por ele pode esquecer

    ResponderExcluir
  4. Mais um processo para coleçao do prefeito. kkkkk

    ResponderExcluir
  5. deixar o conselho tutelar abandonado desse geito é muita sacanagem!

    ResponderExcluir

IMPORTANTE: Comentários contendo ofensas pessoais, palavrões, denuncias sem provas, ou afirmações negativas baseadas em “opiniões” ou suposições, tendo como objetivo perseguições pessoais ou politico partidárias, contra pessoas e/ou instituições, e não em FATOS concretos que se possa comprovar, serão moderados ou excluídos a critério da Equipe Folha. Evite também escrever em caixa alta (Letra maiúscula).

Agradecemos pela sua participação.

Um grande abraço!!!