Tucurui

Tucurui

Notícias

Alterar o idioma do Blog

quinta-feira, 10 de julho de 2014

Será que agora sai o concurso da Prefeitura de Tucuruí?

           
O Prefeito de Tucuruí, através do Ofíco 01/41/2014 - GP comunicou ao Ministério Público do Pará que:
        
1 - Até o dia 4 de julho estaria pronto o levantamento de informações sobre os cargos a serem disponibilizados no concurso. 
2 - Até o dia 10 de julho (hoje) o projeto de lei para criação dos cargos estaria sendo enviado à Câmara Municipal para aprovação.
3 - Até o dia 25 de julho estará sendo publicado o Edital do Concurso da Prefeitura.
4 - Até o dia 14 de setembro o concurso será realizado.
      
Opinião do Folha: Existem mais de 3000 três mil contratados na Prefeitura de Tucuruí (fora os cargos de confiança), estes cargos são utilizados pelo prefeito para conquistar apoio dos vereadores, lideranças comunitárias, líderes partidários e financiadores de campanha, estes cargos ainda são utilizados pelo prefeito para captação de votos nas eleições em troca de emprego na prefeitura.
     
Dos 3000 contratados o Prefeito Sancler Ferreira (PPS), está tentando disponibilizar apenas 20% destes cargos para o concurso, reservando os outros 80% para manter um curral eleitoral na PMT. 
         
Como a justiça em Tucuruí tem sido muito condescendente e tolerante com o Prefeito (o que geralmente não acontece em outros municípios do Estado), tanto é que faz mais de oito anos que não tem Concurso Público em Tucuruí, acredito que o prefeito consiga disponibilizar entre 20 e 30% dos cargos ocupados por contratados para o concurso. Para nós será uma surpresa muito grande, diríamos um verdadeiro milagre se isso não acontecer , e se a Lei for cumprida pelo Prefeito. 
    
Para nós disponibilizar apenas 20 ou 30% das vagas ocupadas por contratados para o concurso é uma fraude e uma "sacanagem" para com a população de Tucuruí, que merece uma chance de conquistar de forma legal, legítima e por seus próprios méritos um emprego na Prefeitura de Tucuruí.
    
Vejam a cópia do ofício.
   


      

7 comentários:

  1. Prefeito Sancler empurra com abarriga ou com a careca o MINISTÉRIO PÚBLICO e mantem mais de 2.500 contratados no mesmo mês que ele decretou demissão em maça de todos os contratados da Prefeitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O prefeito Sancler não se cansa de humilhar o Ministério Público e a justiça do Estado, isso é lamentável.

      Excluir
  2. É lamentável que uma instituição de respeito como Ministério Público deixe um Simples Prefeito deitar e rolar com justiça em Tucuruí ( isso virou uma piada Publica o quantitativo do concurso publico de Tucuruí)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É preciso descobrir que tipo de gente está por trás de todo este poder, isso não é só poder político e econômico de um simples prefeito de uma pequena cidade do interior, acho tem algo muito mais sério por trás disso tudo, creio que por trás do prefeito Sancler e seus antecessores, existe alguma coisa muito maior e muito pior do que estamos imaginando.

      Excluir
  3. Espero mesmo que tenha esse concurso porque não vejo a hora de voltar a morar na minha linda e maravilhosa cidade de Tucuruí e contribuir para seu desenvolvimento e ir embora de uma vez por todas do Estado Tocantins. kkk

    ResponderExcluir
  4. Pessoal, no Diário Oficial do Estado hoje 10/07/2014:

    PREFEITURA MUNICIPAL DE TUCURUÍ

    Extratos de Contratos

    Extrato de Contrato N.º 063.2014.20.6.001. Contratante: Município de Tucuruí - Prefeitura Municipal de Tucuruí (PA) e Contratada: Faculdades Integradas Carajas S/C -EPP. Dispensa de Licitação Nº 001/2014-PMT; Objeto: Contratação de Serviço Visando a Realização do Concurso Público do Municipio de Tucuruí-PA.

    Alguém sério já ouviu falar nessa empresa?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredito que essa empresa seja a Esamaz. Pelas buscas que fiz no google foi o que encontrei.

      Excluir

IMPORTANTE: Comentários contendo ofensas pessoais, palavrões, denuncias sem provas, ou afirmações negativas baseadas em “opiniões” ou suposições, tendo como objetivo perseguições pessoais ou politico partidárias, contra pessoas e/ou instituições, e não em FATOS concretos que se possa comprovar, serão moderados ou excluídos a critério da Equipe Folha. Evite também escrever em caixa alta (Letra maiúscula).

Agradecemos pela sua participação.

Um grande abraço!!!